Home Fórum Play by Forum (PbF) [RPG] HaZard – Rebuilding Hope por Neptune

Marcado: 

Este tópico contém respostas, possui 15 vozes e foi atualizado pela última vez por Vakarian 2 meses, 4 semanas atrás.

Visualizando 10 posts - 1 até 10 (de 395 do total)
  • Autor
    Posts
  • #1050



    Spoiler:
    G L O B A L
    Agosto, 2018
    O
    s governos iniciaram uma forte campanha de vacinação infantil,após meses de marketing, onde unidos, estabeleceram capital suficiente para que as ampolas e seringas alcançassem até mesmo os países mais carentes. Tratava-se de um grande movimento estratégico dos países de elite contra um surto repentino de Poliomelite, que se espalhara por diversos pontos do mapa, após um grande número de imigrantes de países sub-desenvolvidos serem acolhidos.

    A doença, que por muitos anos deixou de fazer parte da realidade de países desenvolvidos, voltou a ceifar a vida de crianças nativas e imigrantes, como uma fumaça que se alastrava com rapidez e causava caos em famílias de qualquer classe. Após o susto, um grande movimento anti-pólio uniu nações, fazendo caixas de salvação serem distribuídas em todas as partes do mundo, levando a tranquilidade em massa.

    As portas dos postos de saúde se abriram, no dia 01 de agosto de 2018, em absolutamente todas as cidades do planeta, com a missão de proteger as crianças e destruir de vez o terror causado por uma doença que sequer era lembrada nos países de elite. Tendas foram armadas em comunidades que não dispunham de serviço de atendimento médico, a vacina era aplicada gratuitamente, e todos sentiam-se satisfeitos. Pais e crianças formavam filas quilométricas, profissionais foram treinados para aquela ocasião especial, nos noticiários âncoras relembravam frequentemente que levassem as crianças para protegerem-se da doença. O mundo todo ansiou por aquele momento. E o mundo todo conheceu algo ainda pior do que já haviam presenciado.

    As crianças na faixa de quatro anos foram os alvos principais. Tudo começou com uma febre, uma febre ardente que, em maioria, passara completamente despercebida pelos pais, afinal, em todos os canais noticiavam que aquele seria um sintoma da vacina. As crianças perderam a energia, todas acamadas, dormiam, e em poucas horas seus pequenos corpos entravam em pane, o sangue coagulava dentro das veias, o coração pulsava sem intensidade, até que todos os órgãos pareciam falhar ao mesmo tempo. Os hospitais viraram cenários de caos, crianças falecendo em corredores, mães gritando em frente as portas de salas de cirurgias, aglomeração em salas de esperas, desespero no olhar de todos os familiares que carregavam os corpos desmaiados de suas crianças. No entanto, isso acontecia somente em cidades onde a população passava de 100 mil habitantes. Os noticiários passaram a ter chamadas urgentes, anunciavam o cancelamento da campanha de vacinação anti-pólio. E o caos voltara com ainda mais intensidade.

    O mundo todo perdia suas crianças. Mortas em suas camas, em carros que se dirigiam a hospitais, em macas, nos colos de seus pais. Mas o mais assustador, é que após seus corações pararem de bater, seus olhos se reabriam, por trás dos globos leitosos, só existia um instinto selvagem e predador: o de caça.

    G L O B A L
    Agosto, Ano 1

    Carnificina por todos os lados, em todos os cantos do mundo. Crianças atacavam seus pais, e tudo se alastrava rápido demais. Os hospitais, que antes eram cenários de caos, se tornaram cenários de guerra. Chacinas. Caos. Pais matando filhos, filhos matando pais. E as cidades de menor população acompanhavam tudo através de noticiários, através de postagens na internet, mas não demorou muito para que pessoas infectadas alcançassem-nas também.

    E S T A D O S U N I D O S
    Agosto, Ano 1

    O governo espiculou o que havia dado errado, buscou entender o que havia acontecido, porque somente algumas cidades haviam sido alvo daquela realidade catastrófica. A verdade assustou. As entregas de vacinas pareciam terem sido corrompidas, alguém alterou os lotes originais, e a nova substância mortífera foi titulada de ZPOL.

    Um golpe foi dado, mas por quem? Por quems? Já que todos os países haviam sido atingidos? Em uma tentativa desesperada de conter a infestação de mortos andantes que assolava as ruas do pais, o governo montou laboratórios de pesquisas com os profissionais mais renomados. Levou tempo para reuni-los, mas conseguiram, e os estudos eram feitos nos corpos putrefatos dos infectados. Os próprios zumbis sendo usados como cobaias para diversas tentativas de reanimação do restante dos sistemas cerebrais. Alguns dos pesquisadores perderam a esperança ao perceber que o corpo se decompunha muito rápido, mas não tinham escolha, o governo os obrigava a continuar tentando. Pressionava-os. Algumas vezes, alcançavam sucesso, conseguindo restabelecer algumas habilidades dos infectados, como a fala, o raciocínio, o condicionamento físico, mas nunca, jamais, reanimavam-os por completo. Era impossível, sabiam disso, mas o que mais fariam além de tentar?

    Infelizmente os laboratórios não duraram muito tempo, alguns foram atacados de dentro para fora, pelos próprios infectados usados como cobaias, outros, não dispunham de segurança para impedir que os mortos-vivos invadissem o local. Apenas os laboratórios de pequenas cidades perduraram até o final do primeiro mês pós apocalíptico.

    C A L I F Ó R N I A
    Setembro, Ano 1

    O fim do mundo se tornou realidade. Após um mês de caos, casas invadidas por vivos e mortos, supermercados saqueados e uma completa falta de humanidade, a cidade já se encontrava completamente entregue aos errantes. Existiam muitos sobreviventes, trancados em suas casas, protegidos por de trás de suas janelas pregadas, aguardando que por algum milagre alguém os salvasse. Algumas famílias morreram de fome, temendo sair da segurança de seus lares para ir em busca de alimentos, outras escolheram findar com o próprio sofrimento. Somente aqueles corajosos e esperançosos sobreviveram á setembro. O sinal dos telefones foram bloqueados, assim como a distribuição de energia elétrica.

    C A L I F Ó R N I A
    Setembro a Dezembro, Ano 1

    As cidades com menos de 100 mil habitantes receberam os lotes corretos da vacina anti-polio, sendo completamente poupadas do ZPOL. Durante agosto e setembro as autoridades tentaram manter essas cidades seguras, bloqueando passagens pela rodovia, mas o numero extremamente baixo de policiamento dessas cidades, e o numero extremamente baixo de militares sobreviventes não foram suficientes para impedir pessoas infectadas e desesperadas de entrarem. Os moradores dessas cidades foram aconselhados a estocar mantimentos, evitar as ruas e protegerem suas casas, mas mesmo que tardasse, sabiam que jamais escapariam do destino cruel trazido pelo ZPOL. Entre o final de setembro e o meio de outubro, os primeiros indícios de infecção passaram a serem contados nessas cidades, em dezembro, já estavam tomadas pelo caos.

    C A L I F Ó R N I A
    Agosto, Ano 2
    Capitulo Last Survivors

    Após um ano do ocorrido, poucos sobreviventes restaram. Tiveram de aprender a conviver com a nova realidade, caçando, escondendo-se e acima de tudo, sobrevivendo. Nunca ouviram falar de ajuda militar, os rádios se silenciaram após janeiro e as torneiras secaram em fevereiro. Todos tiveram de aceitar que sacramento não pertencia mais aos cidadãos, e sim aos mortos vivos.

    Grupos se formaram, na intenção de restabelecer algum tipo de civilização, onde um ajuda o outro. Alguns sobreviventes preferiram confiar apenas em si mesmos, uma vez que o fim do mundo despertou o que havia de pior dentro de todos os humanos. Apos tantos meses de desespero, aqueles raros sobreviventes passaram a habituarem-se com as novas e assustadoras rotinas, o cenário pós apocalíptico já não os surpreendia mais. Porém com o aparecimentos dos zumbis mutados pelos laboratórios do governo, todos encontraram novos motivos para temer.

    C A L I F Ó R N I A
    Agosto, Ano 3
    Capitulo Rebuilding Hope

    Este é o capítulo que escreveremos juntos.


    Spoiler:
    R E F E R E N T E  A O S  A U T O R E S
    ᠉  Eu, Neptune, sou completamente contra a criação das chamadas Panelinhas. Geralmente quando um RPG decai, falha ou simplesmente é abandonado, a culpa é jogada inteiramente em cima da mestria, que ”não era responsável, não levava a sério” ou ”não sabia administrar”. Mas a verdade, nua e crua, é que as principais responsáveis para o declínio de um RPG são as panelinhas que se formam, ou até, já vêm criadas entre as autoras. Possuo longos anos de rpgs nas costas, já fui parte importante tanto na criação quanto no fim de vários RPGs, e posso afirmar que não ha praga maior que as panelinhas, por isso, as proíbo, com possibilidade de punição e banimento. Estarei atenta e determinada a exterminar qualquer tipo de grupo fechado.

    ᠉  Autores não possuem a alternativa de ignorar um turno. Se algum personagem interagiu com o seu, é expressamente obrigatório que você cite tal interação em resposta. Sei que, algumas vezes, deixamos algum turno passar, apenas fique ciente que irei advertir neste tipo de situação.

    ᠉  Em caso de ausência é sua obrigação notificar que não será possível comparecer com turnos. É sua responsabilidade neutralizar seus personagens, antes que fique ausente, colocando-os para dormir ou isolando-os de cenários em que outros personagens estão a interagir. Caso você suma, e consequentemente, congele algum personagem, seu personagem será punido com diminuição de pontos de atributos sociais. Caso você suma em batalha, seu personagem será punido com diminuição de pontos de atributos físicos e mentais. Entre em contato com a mestria para combinar seu tempo de ausência.

    ᠉  Caso seu personagem esteja interagindo, seu prazo de turno é de 48 horas. Caso seu personagem esteja sozinho, 3 dias. Em turnos de batalha, mais frequente em acampamentos, seu prazo é de 24 horas. Caso houver atraso, o(a) autor(a) será advertido(a) e receberá um novo prazo para responder (geralmente de 12 horas), caso esse prazo também se exceder, o personagem será punido com perca de pontos de atributos.

    ᠉  Não é obrigatório, mas em algum momento irei lhe pedir uma forma de contato mais rápida que as Mensagens Privadas. Seja whatsapp ou facebook, ficaria imensuravelmente grata a aquelas que disponibilizassem-me essas ferramentas.

    ᠉  Sou a favor de chats, mas só criarei enquanto TODOS(as) os(as) autores(as) se mobilizarem a frequentá-lo, para, justamente, evitar a criação de panelinhas e evitar que aquelas que não possam comparecer se sintam excluídas.

    ᠉  Caso você tenha alguma diferença com outro(a) autor(a), peço que deixe isso de lado durante as postagens. Lembre que o mundo on e o mundo of são distintos, não é porque você odeia a ciclana que seus personagens devem criar rixas com os dela. Aprenda a separar.

    _________________________________________________________________________
    R E F E R E N T E  A S  F I C H A S
    ᠉  Cada autor(a) tem direito a quatro personagens, sendo permitido criação de novos durante o RPG (desde que não exceda o limite de 4). Consulte a lista de personagens e ajude a mestria a equilibrar o numero de personagens femininos e masculinos. Repito, não me importo que você crie 4 homens, ou 4 mulheres, ou 4 crianças, desde que o RPG esteja carente de tal gênero.

    ᠉  O code deve ser enviado junto com a ficha, através do site Free Text ou qualquer outro. Fichas com code gerado pelo bbcode serão negadas, pois ele polui o tópico.

    ᠉  Você pode ter percebido que não coloquei a lacuna ‘Photoplayer’ nas fichas. Decidi faze-lo para evitar plágios, sendo assim, o nome de seus pps devem ser informados através de mensagem privada. Aconselho que não faça as reservas de PP pelo tópico, mas isso já fica a sua conta e risco.

    ᠉  Leia todo o tópico antes de fazer a ficha de seu personagem, você precisará estudar os sistemas antes de elaborá-lo.

    ᠉  Aceito personagens de todos os gêneros, identidades e opções sexuais, mas peço que me auxiliem a manter as vagas equilibradas. Por exemplo, se você perceber que já existem muitos homens homossexuais, tente criar algo diferente, para que o RPG fique mais rico em diversidade!

    ᠉  Vou ser sincera, não sou a favor de personagens asiáticos. Os usem com equilíbrio, o RPG se passa nos Estados Unidos, aceitarei no máximo 3 de cada gênero.

    ᠉  Não esqueça que se trata de um apocalipse zumbi, nada de citar personagem com unhas feitas e salto alto. (Sim, já recebi uma ficha de Lolita, quase chorei, dont make me sad).

    ᠉  Personagens infantes nômades, obrigatoriamente, devem possuir tutores.

    ᠉  Fichas com imagens corrompidas não serão aceitas.

    ᠉  O RPG possui muitos sistemas de balanceamento de habilidades, e sinceramente, acho difícil que alguém encontre uma brecha, mas mesmo assim irei advertir: Personagens OverPowers não passarão. Ah, e esses sistemas de balanceamento devem ser seguidos a risca nas descrições psicológicas, se seu personagem tiver carisma 2, nem invente de cita-lo como Simpático. Estarei de olho.

    _________________________________________________________________________
    R E F E R E N T E  A O S  T U R N O S
    ᠉  Já abordarei essa questão logo de inicio: Não apoio turnos grandes. Sei que colocar limites é algo delicado, pois cada personagem é de um jeito, alguns são mais intensos e naturalmente acabam preenchendo muitas linhas de raciocíonio. Mas estou proibindo o chamado encher linguiça, turnos compridos sem necessidade lhe trarão advertimentos, minha ideia para esse RPG não possui objetivos estéticos, não estamos aqui para competir por quem faz turnos maiores/melhores, estamos aqui para criar uma história, para nos divertirmos e enriquecermos nossos personagens com experiencias objetivas e animadoras! Turnos de combate são os únicos com permissão total para abusar das linhas de descrição, no entanto, turnos rotineiros de diálogos; peço que não ultrapassem as 30 linhas. Peço que sequer cheguem perto das 30 linhas. Mantenham-se entre 10 e 20.

    ᠉  Dê tempo para o(a) outro(a) autor(a) responder. Não embole vários diálogos e ações em um mesmo turno. As vezes nos empolgamos escrevendo e acabamos atropelando o tempo de reação do personagem com quem estamos interagindo, tenha cuidado, tente manter poucos diálogos nos seus turnos. Isso ajudará a manter seus turnos menores, menos cansativos tanto para escrever quanto para ler, e ainda de quebra não lhe fará se sentir saturado(a) de RPGear. A média baixa de linhas por turno lhe proporcionara energia suficiente para turnar diversas vezes por dia.

    ᠉  Personagens do acampamento já se conhecem a longa data, então não os trate como desconhecidos (ainda que seja compreensivo que nunca tenham conversado, mesmo vivendo juntos). Aconselho que leiam as fichas dos personagens do acampamento, ou no minimo, os resumos de personagem, para que não se sintam perdidos.

    ᠉  Seja coeso(a) e mantenha uma boa gramática durante seus turnos. Não utilize emojis, descreva com cuidado as ações, atitudes e pensamentos de seu personagem, mas sem anexar informações desnecessárias (como citar o sonho inteiro que o ciclano teve na noite passada). O número minimo de linhas é de 8.

    ᠉  Este tópico não censura assuntos sensíveis, você possui permissão em descrever debates religiosos, políticos, raciais, cenas violentas e sexuais. Porém, peço para que, nesses casos, avise logo no topo da postagem o conteúdo que o leitor encontrará no seu texto. Você possui também liberdade em levar cenas sexuais para um local privado, caso prefira não o fazer sob os holofotes do tópico principal.

    ᠉  Algumas informações obrigatórias devem fazer parte de suas postagens, então vamos separá-las em Barra de Informações e Características Fixas;
    A Barra de Informações se trata de descrições que mudarão conforme seu personagem se movimenta e interage. Ela deverá ficar acima de seu turno, e deverá conter o Local exato em que seu personagem se encontra, com quem ele interage, sua saúde e o que ele leva nas mãos.

    Já as Características Fixas são informações necessárias para consulta, para que aqueles que estão a interagir com seu personagem possam captar exatamente aquilo que ele transparece. A primeira informação de seu turno deve ser a box de atributos e nível do seu personagem, em Spoiler, digitada ou em png/jpeg. Logo em seguida o restante das informações; uma imagem – independente se em carteirinha/gif/estática -, a idade, a tendencia/lealdade, habilidades e os conhecimentos.



    Spoiler:
    J U R I

    Tipo de Sistema: Avaliação de conteúdo
    Utilidade: Utilizar de um meio democrático para avaliar conteudos, possibilidades e situações geradas pela trama ou pela construção técnica e teórica da obra.

    E X P L I C A Ç Ã O
    Este sistema foi criado para facilitar a mestria do RPG a tomar decisões e mediar, de forma democrática, aquilo que favorecerá o desenvolvimento da trama.
    Decisões importantes serão tomadas não só por mim, Neptune, como também por outras 2 autoras, cada uma de nós será responsável por prezar por um aspecto específico, sendo eles Desenvolvimento da Trama, Direito dos Autores e Estratégia de Sistemas. Sendo assim, resumidamente, qualquer questão levantada passará por um debate entre as 3 integrantes do Júri.

    Desenvolvimento da Trama: @quimera
    Direito dos Autores: @Artemis e @saturn
    Estratégia de Sistemas: @Neptune

    Desenvolvimento da Trama: A responsável por esta categoria será quem tomará posição e dará opinião baseado principalmente no beneficio da incrementação da história e desenrolar do conteúdo do RPG.
    Direito dos Autores: Esta categoria está nas mãos da jurada que deverá prezar pelo conforto e direito de todos aqueles que participam dessa história, tomando decisões justas para o grupo.
    Estratégia de Sistemas: Esta categoria é aquela que preza pela o funcionamento em um todo, unindo a história principal com as histórias de personagem e tornando-as coerentes com os sistemas ativos no RPG.

    Spoiler:
    T E N D Ê N C I A  E  L E A L D A D E

    Tipo de Sistema: Criação de Personagem
    Utilidade: Aprimorar a personalidade e o caráter dos personagens; Pré-definir suas capacidades psicológicas; Resumir seus hábitos; Auxiliar e enriquecer a experiência de seu player através das bases já criadas pelo sistema; Facilitar a apresentação de personagens em of, além de ajudar a encontrar possíveis sintonias e parcerias entre personagens.

    E X P L I C A Ç Ã O
    Existem três opções de Tendência, e três opções de lealdade, somando nove possíveis caráteres para seu personagem. Durante a criação de seu personagem, recomenda-se que defina sua tendência&Lealdade de duas formas diferentes;
    1)Para aqueles players que já possuem um personagem pré-preparado, independente se vier de uma reciclagem, recomenda-se que primeiro construa sua personalidade e descrição psicológica, e só então defina sua tendência&lealdade, após comparar o personagem já moldado com as alternativas do sistema.
    2) Para aquelas players que ainda não construiram um personagem, recomenda-se que faça um estudo em cima de todos os sistemas antes de definir a personalidade e descrição psicologica, desta forma você, player, absorverá todas as possibilidades oferecidas pela mestria, pelo RPG, e pelos diversos sistemas de criação de personagem, enriquecendo sua experiência, facilitando sua criação e alimentando sua criatividade

    Em casos especiais, de desordem de personalidade referente ao personagem, recomenda-se que entre em contato com a mestria antes do completo desenvolvimento da ficha, desta forma as melhores alternativas serão exploradas em conjunto.
    Lembre-se; Não é necessário seguir as noções de tendência&lealdade á risca, você tem permissão para fugir – brevemente – das descrições de caráteres e hábitos mencionadas nas alternativas.
    Boa sorte e divirta-se, em caso de dúvida contate a mestria ou qualquer membro do Júri.

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    D E S C R I Ç Ã O

    Bondoso&Leal
    Representa um personagem que põe o bem estar, não só de seus entes queridos, como também, de toda a humanidade, em frente de seu próprio beneficio. Geralmente são aqueles que se preocupam em construir uma civilização e a manter as antigas regras sociais em vigor, podem ser intolerantes á violência gratuita e a ausência de compaixão e companheirismo dos dias atuais. Costuma ser ingênuo e cego á crueldade, de confiança facilmente conquistável e perfil psicológico emotivo. Podem ser corajosos – ou simplesmente imprudentes – dispostos a sacrificarem sua energia e corpo para ajudar em grandes ou pequenas causas. São personagens difíceis de manterem-se vivos, principalmente quando nômades solitários, pois são facilmente manipuláveis e emotivamente frágeis.
    Dificuldade: Fácil

    Bondoso&Imparcial
    Esta alternativa representa um personagem guiado pela razão. Comumente de boa índole, sociável e tolerante. Recomendado para personagens voltados á compaixão, uma vez que possuem um bom controle entre a emoção e a razão, o que os torna excelentes conselheiros. Geralmente gentis e extrovertidos, tratam seus aliados com carinho, os desconhecidos com cautela e os inimigos com o reflexo daquilo que o causaram. Comumente a crueldade vai contra seus princípios de vida, crê na capacidade de reestruturar uma civilização guiada pela humanidade e pela racionalidade. Acredita no lado bom das pessoas, das oportunidades e tem fé em sua capacidade de acrescentar sabedoria humanitária nos novos alicerces do mundo. São personagens inteligentes e independentes, capazes de identificar alternativas que valem ou não a pena, capazes de sacrificarem-se somente se isso significar uma bem maior.
    Dificuldade: Fácil

    Bondoso&Desleal
    Representa um personagem de boas intenções, mas incapaz de enfrentar seus medos e traumas para beneficiar seus aliados. Geralmente são personagens jovens, idosos ou com traumas profundos. Podem ser amáveis e confiáveis, mas em contra-balança, exagerados com suas próprias seguranças, incapazes de criarem laços permanentes. Alguns adquirem um perfil psicológico transtornado e podem até sofrerem crises de ansiedade e depressão. Costumam culparem-se, sentirem-se inúteis, isolados e descartáveis. São personagens difíceis de manterem-se vivos, pois são incapazes de enfrentarem seus próprios medos sozinhos, são inseguros e necessitam de alguém que lhes dê apoio constantemente. São também difíceis de encaixarem em acampamentos, pois sua covardia e transparente fraqueza pode vir a incomodar os demais membros do grupo.
    Dificuldade: Complexo

    Neutro&Leal
    São personagens racionais e cautelosos. Geralmente independentes, capazes de sobreviver sozinhos ainda que apreciem uma boa companhia e alegrem-se ao encontrar rostos que não estejam em decomposição. Pode ser gentil ou grosseiro, depende de como é tratado, uma vez que sua educação seja um perfeito reflexo de merecimento. Alguns são otimistas em relação a civilização, outros nem tanto, mas a certeza absoluta é que farão aquilo que manter suas consciências limpas. Geralmente são humanitários, mas isso não significa que não sejam capazes de irem além dos limites da bondade contra aqueles que despertaram sua ira. Em resumo, são personagens equilibrados e honrados, que sacrificam-se somente por causas importantes ou por aqueles que amam. Sabem lidar com desconhecidos, reconhecem o perigo com facilidade e jamais dão as costas a seus aliados na hora de enfrentá-lo. São personagens comuns nos dias de hoje, fáceis de manterem-se vivos graças ao seu equilíbrio, racionalidade e facilidade de sociabilização.
    Dificuldade: Fácil

    Neutro&Imparcial
    Representam personagens racionais e equilibrados. Bons líderes, uma vez que possuam facilidade em avaliar alternativas e sejam completamente imparciais referente a qualquer questão. Seus modos são reflexos daquilo que absorvem, alguns são extremamente extremistas, tratando com muito afeto aqueles que conhecem e com muita arrogância os desconhecidos. Em tempos atuais esses personagens são muito cautelosos e ponderantes. Comumente possuem altos níveis mentais e estratégicos, são observadores e difíceis de serem desdobrados ou manipulados. Alguns são marcados por uma personalidade amigável e protetora, outros são completamente desconfiados e introspectivos. Por possuírem uma rede muito ampla de raciocínio podem vir a transmutarem de princípios conforme forem amadurecendo ou ganhando mais experiências. Por serem independentes, são comuns nos dias de hoje, tanto dentro quanto fora de acampamentos.
    Dificuldade: Moderado

    Neutro&Desleal
    São personagens observadores e severos. Geralmente de personalidade agressiva ou arisca, com grande dificuldade em criar confiança naqueles que não conhecem. Naturalmente desconfiados, e em grande maioria pessimistas, raramente agem para benefício alheio. Preocupam-se principalmente com o próprio bem estar, não sendo necessariamente narcisistas, muito menos maldosos, apenas possuem baixos níveis sociais e dificuldade em criar conexões com desconhecidos. Comumente rancorosos, raramente odiosos, são personagens comuns nos dias atuais, uma vez que saibam se proteger daqueles que, geralmente, tentam causar-lhes algum mal.
    Dificuldade: Moderado

    Maligno&Leal
    Representa personagens sádicos e de personalidade completamente desestruturada. Seu temperamento impulsivo costuma destruir qualquer tentativa de parceria ou amizade, são agressivos, arrogantes e nada comunicativos. Dentre suas poucas qualidades pode se destacar a determinação e a honra, pois são reconhecidos por cumprirem promessas e jamais agirem pelas costas. Não jogam sujo, valorizam a honestidade e a sinceridade, e tornam-se violentos com aqueles que vão contra seus princípios. Geralmente só conseguem criar laços com aqueles que possuem os mesmos objetivos, ou com personagens bondosos capazes de tolerar seus maus costumes. Podem se tornar protetores após criarem laços de amizade.
    Dificuldade: Muito Complexo

    Maligno&Imparcial
    São personagens contraditórios e complexos. Sua instabilidade e impulsividade os tornam difíceis de lidar, de humor mutável, objetivos gananciosos e princípios voltados ao beneficio próprio. São conhecidos pelo temperamento explosivo e personalidade marcante, alguns corajosos, outros simplesmente imprudentes. Comumente com poucos pontos sociais, e ou estratégia avançada, ou atributos físicos enriquecidos. São destemidos, independentes e não se importam em alcançar a vitória as custas de vítimas, incapazes de criarem arrependimento, independente do número de corpos que deixam para trás. São comuns nos dias atuais, graças as suas capacidades de manterem-se vivos sem depender de ninguém.
    Dificuldade: Moderado

    Maligno&Desleal
    Reze para não encontrar um por aí. Não possuem princípios, nem objetivos. Vivem de prazeres momentâneos, são capazes de crueldades inimagináveis somente pelo doce sabor da diversão. Geralmente cruéis, traiçoeiros, sádicos e capazes de feitos monstruosos. Alguns possuem atributos mentais elevados, o que aumenta sua criatividade em espalharem o caos, mas a grande maioria se entretém com a boa e velha força bruta. Com uma personalidade perversa e pensamentos sujos, são odiosos e não ligam para relações sociais. São personagens extremamente raros dentro de acampamentos, uma vez que seja impossível controlá-los.
    Dificuldade: Moderado

    Spoiler:
    A T R I B U T O S

    Tipo de Sistema: Estrutura de Personagem | Criação de Ficha
    Utilidade: Nivelar personagens, medir capacidades e facilitar confrontos tendo consulta a estatísticas.

    E X P L I C A Ç Ã O
    Este é um Sistema simples mas de muita importância. Na criação de personagem você recebe 40 pontos para distribuir da forma que preferir na tabela a baixo. Lembre-se que não se trata de o que um personagem precisa para sobreviver, e sim, um reflexo exato das capacidades físicas, mentais e sociais de seu personagem, não burle a personalidade e as habilidades dele, seja honesto consigo e com sua criação. Lembre-se de levar em conta o antigo cargo de seu personagem!

    A quantidade de pontos de atributos conta, também, o nível de capacidade de seu personagem. Todos os personagens, exceto a líder de acampamento e aqueles que foram reciclados do antigo Latest Survivors, começarão no level 1.

    Com o decorrer do RPG, seu personagem pode subir de nível, e para que isso aconteça, você precisa treiná-lo colocando-o propositalmente – ou não – para por os atributos a baixo em movimento. Todos os turnos são lidos e avaliados pela mestria, e conforme você for turnando corretamente, com senso, seu personagem irá ganhar mais pontos nos atributos aos quais merecer.
    Por exemplo, se Amelia, que é conhecida por ser uma péssima mentirosa, consegue enganar alguém que não foi ela quem deixou a tampa do vaso levantada, ela poderá, sim, receber um ponto a mais de lábia.

    Não é obrigatório que todos os atributos recebam pontos, você possui o direito de deixar algum zerado, mas repense muito antes de fazer isso, pois todos os atributos são importantíssimos! E sempre haverá a possibilidade de aumentar os pontos treinando seu personagem durante o RPG, mas lembre-se, quanto mais alto os pontos de atributos, mais difícil será upar determinado atributo.
    Atenção! Personagens entre 5 e 15 anos começarão no nível zero, com apenas 35 pontos para distribuição.

    Para subir de nível seu personagem precisará de +5 pontos de atributos extras. Ou seja, personagens entre 45 e 49 pontos estarão no nível 2, e personagens com 50 á 54 estarão no nivel 3.. E assim consecutivamente.

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    NÍVEL ZERO – 35 PONTOS PARA DISTRIBUIÇÃO – APENAS PARA MENORES DE 15
    NÍVEL 1 – 40 PONTOS PARA DISTRIBUIÇÃO – NÍVEL 1
    NÍVEL 2 – 45 PONTOS PARA DISTRIBUIÇÃO – NÍVEL 2
    NÍVEL 3 – 50 PONTOS PARA DISTRIBUIÇÃO – NÍVEL 3
    NÍVEL 4 – 55 PONTOS PARA DISTRIBUIÇÃO – NÍVEL 4
    NÍVEL 5 – 60 PONTOS PARA DISTRIBUIÇÃO – NÍVEL 5

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________


    Aproveite a Tabela

    Spoiler:
    H A B I L I D A D E S

    Tipo de Sistema: História | Criação de ficha | Estrutura de Personagem
    Utilidade: Simplificar as capacidades dos personagens com base na distribuição de atributos, facilitando seus resumos.

    E X P L I C A Ç Ã O
    As habilidades dispostas no sistema não podem ser escolhidas, elas são recebidas com base na distribuição de atributos de seu personagem.
    Como você pode perceber há dois níveis diferentes de habilidades, as de nível 8 e as de nível 12.
    Há também a habilidade beleza, a única que não envolve a box de atributos. Para utilizar a habilidade beleza seu PP precisará ir para júri, nós o avaliaremos e daremos resposta imediata se ele estará ou não apto para receber a habilidade. Para candidatá-lo, envie para a mestra uma mensagem com o nome do PP, uma imagem e a seguinte frase: ” Photoplayer reservado para personagem com possível Habilidade de Beleza.”
    O juri lhe dará uma resposta em menos de 24 horas.

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    D E S C R I Ç Ã O

    Beleza
    > Vantagem em interações que estimulem lábia, diplomacia e carisma. Personagens bonitos, geralmente, causam melhores impressões, conseguem o que querem com mais facilidade independente de seus interesses.
    Para obter esta Habilidade seu personagem/PP precisa ir a Júri. Faça um pedido de Juri antes da entrega da ficha, enviando o nome do(a) PP para a Mestra.

    Combatente
    > Vantagem em combate corpo-a-corpo, demonstrações de força e carregamento de peso. Exímio com armas a curta distância. Personagens combatentes são aqueles com confiança em suas próprias forças, geralmente possuem um equilíbrio entre os atributos físicos, uma vez que sua força é mediana.
    Para obter esta habilidade seu personagem precisa possuir 8 pontos ou mais em Força.

    Robusto
    > Vantagem em condicionamento físico, fôlego, sobrevivência. Personagens Robustos são aqueles difíceis de derrubar, costumam ter um porte físico atlético e são extremamente resistentes á temperaturas e ferimentos. Geralmente possuem equilíbrio entre os atributos físicos, uma vez que sua resistência é mediana.
    Para obter esta habilidade seu personagem precisa possuir 8 pontos ou mais em Resistência.

    Furtivo
    > Facilidade em esconder-se, andar sob telhados e invadir. Personagens Furtivos possuem os pés leves e costumam optar por sobreviver sem serem percebidos. Entram e saem de locais fechados sem que ninguém os veja.
    Para obter esta habilidade seu personagem precisa possuir 8 pontos ou mais em Agilidade.

    Líder
    Clareza, coordenação, raciocínio. Personagens Líderes são capazes de coordenar situações de tensão com maestria, mantendo todos seus seguidores tranquilos e conscientes.
    Para obter esta habilidade seu personagem precisa possuir 8 pontos ou mais em Estratégia.

    Engenhoso
    > Raciocínio rápido, vantagem em atributos mentais e sociais, facilidade em aprendizado e coleta de conhecimentos. Personagens Engenhosos possuem facilidade em criar e resolver problemas, são ótimos conselheiros e costumam ter a opinião extremamente respeitada. Aprendem tudo com muita facilidade, mas raramente são uteis em questões físicas.
    Para obter esta habilidade seu personagem precisa possuir 8 pontos ou mais em Lógica e Inteligência.

    Clemente
    > Vantagem em controle de discussões, compreensão e facilidade em sociabilização. Personagens Clementes são conhecidos por ser ótimos com oratória, geralmente possuem níveis altos em estratégia e são bastante racionais e flexíveis.
    Para obter essa habilidade seu personagem precisa possuir 8 pontos ou mais em Diplomacia.

    Manipulador
    > Vantagem em discussões, alienações, influências e mentiras. Personagens com esta habilidade raramente são flores que se cheirem. Conhecidos por serem ótimos mentirosos e criadores de problemas, raramente não usam seus dons para beneficio próprio.
    Para obter essa habilidade seu personagem precisa possuir 8 pontos ou mais em Lábia.

    Adorável
    > Vantagem em simpatia e superioridade sobre a lábia com base em tendencia branca/bondosa. Personagens Adoráveis são reconhecidos por suas auras brandas, são espontâneos e na maioria das vezes, gentis.
    Para obter essa habilidade seu personagem precisa possuir 8 pontos ou mais em Carisma.

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________

    Gladiador
    > Vantagem em combate corpo a corpo, demonstrações de força, carregamento de peso e intimidação. Exímio com armas em curta distância e na incrível arte do uso de punhos pra resolver problemas. São personagens durões, na maioria das vezes muito resistentes também. São intimidadores e raramente inteligentes, ótimos aliados.
    Para obter essa habilidade seu personagem precisa possuir 12 pontos ou mais em Força.

    Casca-Grossa
    > Vantagem em condicionamento físico, fôlego, sobrevivência e defesa. Personagens Casca-grossa são extremamente resistentes, muito pesados e grandes, são difíceis de derrubar. Possuem muita confiança em si e podem ser citados como ótimos tanques.
    Para obter essa habilidade seu personagem precisa possuir 12 pontos ou mais em Resistência.

    Gatuno
    > Vantagem em esconder-se, invadir, andar sob telhados e assassinar. Personagens Gatunos são rápidos e sutis, porém letais. Possuem certa vantagem sob personagens grandes e resistentes, geralmente são extremamente estratégicos e inteligentes.
    Para obter essa habilidade seu personagem precisa possuir 12 pontos ou mais em furtividade.

    Genial
    > Vantagem em aprender e ensinar, raciocínio rápido, elaborar, criar e construir mecanismos que facilitam o dia-a-dia durante o apocalipse. Personagens geniais possuem muitas coisas em mente, vêem o futuro com facilidade e sentem prazer em inovar. São inteligentes e capazes de ensinar qualquer um com facilidade.
    Para obter essa habilidade seu personagem precisa possuir 12 pontos ou mais em inteligência/lógica e 10 pontos ou mais em lógica/inteligência.

    Mestre
    Clareza, coordenação, raciocínio. Personagens Mestres são capazes de coordenar ações de força de um grande grupo, resolvendo conflitos com uma preparação perspicaz de defesas ou ataques.
    Para obter esta habilidade seu personagem precisa possuir 12 pontos ou mais em Estratégia.

    Pacificador
    > Vantagem em controle de tensões, compreensão, influência e liderança.
    Personagens Pacificadores são capazes de controlar e até alienar um grande número de pessoas, com falas mansas e palavras estratégicas são capazes de incentivar massas a pensarem e agirem como preferir.

    Para obter essa habilidade seu personagem precisa possuir 12 ou mais pontos em Diplomacia.

    Vilão
    > Vantagem em influências, manipulações, mentiras, controle de discussões. Personagens Vilões são capazes de alienar e controlar os princípios daqueles que os rondam. Muito sagazes, geralmente de tendência maligna, podem jogar uma pessoa contra a outra sem que ninguém perceba suas intenções. São exímios na arte de criar e interpretar papéis.
    Para obter essa habilidade seu personagem precisa possuir 12 ou mais pontos em Lábia.

    Amável
    > Vantagem em simpatia, superioridade em lábia com tendencias brancas/bondosa. Personagens Amáveis são queridos e bem vindos entre grupos, possuem facilidade em interagir e conquistam o afeto de desconhecidos com maior facilidade.
    Para obter essa habilidade seu personagem precisa possuir 12 ou mais pontos de atributos em Carisma.

    Spoiler:
    C O N H E C I M E N T O S

    Tipo de Sistema: História | Criação de Ficha | Estrutura de Personagem
    Utilidade: Simplificar personagens e suas habilidades com base em suas experiências e ensinamentos, tais quais como profissões e estudos.

    E X P L I C A Ç Ã O
    O sistema de conhecimento nada mais é que as capacidades cognitivas de seu personagem. Tudo aquilo que seu personagem estudou deve ser posicionado dentro deste complexo, assim como profissões com qualquer atividade que lhe ensinou o teórico ou prático de quaisquer das categorias presentes aqui.

    Você poderá escolher quantas achar necessário, mas tenha consciência de que, mesmo as fichas não possuindo uma lacuna de história, suas escolhas devem introduzir a verdadeira essência do personagem. Então escolha conhecimentos os quais terá certeza que se encaixam com a vivencia da figura em questão, caso a mestria ou o juri julgarem que você selecionou conhecimentos de mais (ou de menos) iremos intervir de alguma forma, seja remodelando ou pedindo para que o sistema seja refeito. Lembre-se que este é um sistema muito importante, e faze-lo com paciencia e dedicação é indispensável, pois a linha entre um personagem balanceado, over power e inábil é bem tênue.

    A maioria dos conhecimentos possuem duas categorias; Básico e Perito.
    Conhecimentos básicos são aqueles ao qual o personagem aprendeu mas não se aprofundou, como por exemplo ter trabalhado em uma farmácia teria o feito aprender o básico sobre medicamentos, mas jamais se equipararia com alguém formado em Farmacologia.
    Já os conhecimentos Peritos são aqueles os quais os personagens realmente investiram tempo (talvez até dinheiro) para aprender, faculdades envolvidas e tudo mais. Resumindo, conhecimento completo, prático e teórico.

    Talvez aconteça de seu personagem saber fazer alguma coisa realmente maneira e você não a encontrou no sistema, nesse caso, leve a juri pedindo para o conhecimento em questão ser anexado ao conjunto. Para fazer isso basta enviar uma mensagem neste mesmo tópico defendendo sua ideia!

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    B Á S I C O S

    Idiomas[Acrescentar idiomas em que é fluente]
    Básico e Perito.
    [Perito: Para Intérpretes e Dubladores]

    Motorista ou Motoboy
    Básico e Perito.
    [Básico: Basta saber dirigir]

    Doméstico
    Básico e Perito.

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    H U M A N A S

    Ciências Sociais
    [Filosofia, Ciências Politicas, Serviço Social, Ciências Sociais, Teologia e Antropologia]
    Apenas Perito.

    Artes Visuais
    [Arts Cênicas, Cinema, Design de Games, Moda, Arts Plásticas, Dança, Design Gráfico, Música, Desenho Industrial, Fotografia, Teatro]
    Apenas Perito.

    Informação e Tecnologia
    [Ciência da Tecnologia, Tecnologia da Informação, Engenharia da Computação, Sistema de Informação]
    Básico e Perito.

    Educação
    [Professores de Ensino Fundamental, Médio ou Superior, Pedagogos e Instrutores]
    Apenas Perito.

    Direito
    Básico e Perito.

    Gastronomia e Confeitaria
    Básico e Perito.

    Mixologia
    Básico e Perito.
    [Básico: Para Barmans]

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    M O D A & E S T É T I C A

    Estilista ou Figurinista
    Básico e Perito.
    [Básico: Para alfaiates e costureiras]

    Cabeleireiro
    Básico e Perito.

    Modelo
    Básico e Perito.

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    B I O L Ó G I C A S & S A Ú D E

    Biologia
    [Ciências Biológicas e Biotecnologia]
    Apenas Perito.

    Fisioterapia
    [Acuputurista e Massagista]
    Apenas Perito.

    Medicina Veterinária e Zootecnia
    Básico e Perito.
    [Básico: Para adestradores]

    Psicologia
    Básico e Perito.

    Farmácia
    Básico e Perito.

    Enfermagem
    Básico e Perito.

    Odontologia
    Apenas Perito.

    Nutrição e Engenharia de Alimentos
    Básico e Perito.

    Medicina
    Básico e Perito.

    Medicina Especializada
    [Alergia e Imunologia, Anestesiologia, Angiologia, Biomedicina, Cardiologia, Cirurgia, Oncologia, Dermatologia, Geriatria, Ginecologia, Gastroenterologia, Genética Médica, Medicina Intensiva, Otorrinolaringologia, Urologia, Pediatria, Psiquiatria e Fonoaudiologia]
    Apenas Perito.

    Herbologia
    Básico e Perito.
    [Básico: Para Florista]

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    E X A T A S & M E I O A M B I E N T E

    Agronomia
    [Engenharia Ambiental, Engenharia Florestal, Engenharia Agrícola]
    Básico e Perito.

    Arqueologia e Geologia
    Básico e Perito.

    Oceanologia
    Básico e Perito.

    Engenharia Aeronáutica/Aeroespacial
    Básico e Perito.
    [Básico: Para Pilotos]

    Engenharia Elétrica
    Básico e Perito.
    [Básico: Para Eletricistas]

    Engenharia Mecatrônica
    [Engenharia de Materiais, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia industrial]
    Básico e Perito.
    [Básico: Para Operários]

    Engenharia Metalúrgica
    Básico e Perito.
    [Básico: Para Operários]

    Engenharia Mecânica
    Básico e Perito.
    [Básico: Para Mecânicos]

    Arquitetura
    [Engenharia Civil, Engenharia de Agrimensura]
    Apenas Perito.

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    F I S I C A S

    Educação Física
    Apenas Perito.

    Fisiculturismo
    Apenas Perito.

    Artes Marciais
    [Kickboxing, Jiu Jitsu, Capoeira, Taekwondo, Krav Magá, judô, Muay Thai, Boxe, Esgrima, Karate, Sambo, Silat, Ninjutsu, Wing Chun, Kung fu (qualquer)]
    Básico e Perito.

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    A C A D E M I A S & M I L I T A R E S

    Bombeiro
    [Civil ou Industrial]
    Apenas Perito.

    Policial/Segurança
    Básico e Perito.
    [Básico: Para Seguranças]

    Aeronáutica
    Básico ou Perito.
    [Perito: Para mais de 10 anos de carreira]

    Marinha
    Básico ou Perito.
    [Perito: Para mais de 10 anos de carreira]

    Exército
    Básico ou Perito.
    [Perito: Para mais de 10 anos de carreira]

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    S O B R E V I V Ê N C I A

    Rastreamento
    Básico ou Perito.

    Caça
    Básico ou Perito.

    Pesca
    Básico ou Perito.

    Uso de Pistolas
    Básico ou Perito.

    Uso de Revólveres
    Básico ou Perito.

    Uso de Fuzis
    Básico ou Perito.
    [Perito: Atirador de Elite]

    Uso de Espingardas
    Básico ou Perito.

    Uso de Metralhadoras
    Básico ou Perito.

    Produção de Munição
    Apenas Perito.

    Meteorologia
    Básico ou Perito.

    Ex Escoteiro
    Apenas Perito.

    Spoiler:
    I T E N S, M O C H I L A & T R A N S P O R T E

    Tipo de Sistema: Balanceamento
    Utilidade: Especificar o modo de uso e elucidar as possibilidades de interações entre personagem-item; Ilustrar o funcionamento de transporte durante o jogo e balancear a distribuição de armamento.

    E X P L I C A Ç Ã O
    Este sistema servirá, na verdade, para esclarecer alguns pontos importantes durante o desenrolar do RPG. Há muitos itens importantes para a sobrevivência neste cenário, então, para poupar-lhes de buscar a mestria para tirar dúvidas, foi decidido que tudo que você precisa saber sobre Itens, mochila e transporte será encontrado aqui.

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    P A R T E 1 – I T E N S

    Tenha sempre em mente que tudo aquilo que você encontra facilmente nos mercados e lojas da vida seu personagem também encontrará durante o RPG, exceto por comida e medicamentos. Ferramentas, eletrônicos, materiais de limpeza, roupas, roupas de cama, produtos de higiene… Todos itens básicos para o dia-a-dia são extremamente fáceis de encontrar, não precisam de permissão narrativa.

    Se você já deu uma olhada no modelo de ficha, certamente percebeu que lá há uma lacuna chamada itens. Lá você deve mencionar o que seu personagem possui de maior valor, sejam aqueles itens indispensáveis para sobrevivência ou simplesmente… Itens com valor sentimental. Fotos, anéis de noivado, livros, walkmans… Apenas coisas realmente importantes, pois todos aqueles itens básicos os quais conversamos ali em cima são de praxe… Qualquer um pode tê-los.

    Durante uma busca de suprimentos quem irá definir o que seu personagem encontrou será a mestria em modo de narração. Então nada de colocar que encontrou uma caixa inteira de antibióticos, apenas anuncie o que procura e o que precisa, que, talvez, se você for merecedor irá encontrar. Isso serve para qualquer busca, medicamentos, combustível, alimentos…

    Suas armas também devem ser mencionadas ali na lacuna de itens! Agora, fazendo uma retrospectiva direto do túnel do tempo para o capitulo Latest Survivors… Armas de fogo não eram permitidas lá, sabia? Na época esta medida havia sido tomada para que o controle da mestria sob os combates fossem mais fáceis, o que faz sentido se formos pensar no lado estratégico do RPG… No entanto, para a trama e o enredo não haver armas de fogo… não hái lógica alguma. Então tivemos de criar um meio termo para esse novo capítulo! Todos os personagens possuirão uma arma de fogo logo no começo, mas a escolha de armamento não é completamente livre… Você terá de escolher alguma da tabela que temos logo ali em baixo.

    Temos uma gama rica de opções, então para aqueles players que não entendem absolutamente nada de armas (sem julgamento, porque eu não sabia nada também até estudar para esse sistema) irei dar uma forcinha:

    Pistolas – – Elas são leves, práticas, bastante rápidas de se sacar mas possuem um alcance curto. O poder de fogo é bem pequeno comparado com as outras opções, no entanto ela é a mais fácil de se manusear. São recomendadas para os personagens que não foram feito para ser lutadores, para os que não possuíam conhecimento sobre armamento antes do apocalipse, uma vez que seja fácil aprender a usá-las. Ah, e algumas possuem uma trava de segurança que impede o atirador de dar mais de dois tiros… Bem bacana para os desengonçados.

    Revólveres – Eles possuem a mesma média de peso das pistolas, alguns modelos são mais pesados e o coice é maior. Seu poder de fogo é bem maior, no entanto sua capacidade de munição é bastante limitada (geralmente apenas 6 balas). O tempo de recarga dos revolveres é muito (tipo muito mesmo) maior que a das pistolas, pois ele conta com um tambor, onde você coloca os cartuchos um a um… Mas, para compensar, são muito mais confiáveis que pistolas, pois basta puxar o gatilho novamente em caso de falha. São recomendados para personagens que sabem o que estão fazendo, não que seja uma arma difícil de se manusear, mas requer certo controle de munição para ser efetiva. É uma boa escolha para personagens ágeis. A desvantagem do tempo de recarga pode ser contornada com um speedloader, mas este é um item premium.

    Fuzis ou Rifles – São pesados, grandes e bem difíceis de manusear. É complicado falar com precisão sobre eles, pois existem muitos modelos! A capacidade de munição é muito alta, além de haver a possibilidade de ser de repetição, de precisão, automáticas ou semi automáticas. São recomendadas para personagens fortes, e que tenham como transportá-la apropriadamente. Talvez seja interessante você deixar para conquistar seu fuzil ou rifle só após já possuir uma arma mais prática.

    Espingarda – São pesadas, menores que os rifles, mas com um poder de explosão bem maior. A capacidade de munição é pequena, e o coice violento. Pense em fuzis como armas para quem deseja precisão, e espingardas para quem deseja explosão, pois seu cano não tão longo faz com que os cartuchos se estilhacem e atinjam tudo o que estiver por perto. Mesmo sendo bastante comprida ela é ideal para alvos que estão próximos. Tanto em fuzis quanto em – principalmente – espingardas o coice é realmente brutal, podendo até deslocar o ombro de alguém que não possua força para manejá-los.

    O que é Calibre? – Calibre nada mais é que o diâmetro do projétil ou do cano da arma. No sistema americano ele é medido por polegadas (.38 = 0,38 polegadas), e no sistema europeu a medição é feita por milimetros (9mm, por exemplo). A exceção fica por conta da espingarda. Nesse caso, o calibre é calculado pelo número de esferas de chumbo do diâmetro do cano da arma necessário para atingir o peso de 1 libra (ou 454 g). O importante mesmo é saber que, na espingarda, quanto menor o número do calibre, mais grosso é o diâmetro do cano. O Calibre não determina sozinho a potência de uma arma, o tiro de um fuzil de assalto calibre 5,56mm, por exemplo, pode causar mais estrago que o de um revólver calibre 9,65mm. É que a ponta do seu projétil foi feita para percorrer um longo caminho e atravessar barreiras poderosas, como portões e barras de metal. Ou seja, a escolha da arma, do calibre e da ponta do projétil depende do objetivo a ser alcançado.

    O que é DoubleAct? – É um mecânismo que obriga o atirador a destravar a arma após 1 ou 2 disparos. A arma possui um pequeno botão em uma das laterais, onde deve ser selecionado 1 ou 2 disparos seguros.

    ARMAMENTO DISPONÍVEL


    P. = Pistola | Rv. = Revólver | R= Rifle | F= Fuzil | E= Espingarda | ‘ = Rifle ou Fuzil de precisão

    Agora, sobre armas de curta distância, você pode escolher qualquer uma que não tenha cunho militar e seja fácil de encontrar. Mas no máximo duas!

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    P A R T E 2 – M O C H I L A

    Esta parte é importante principalmente para personagens nômades, os quais precisam carregar os itens sempre consigo. Eu havia criado um sistema com cálculos para essa questão, mas preferi pô-lo de lado, pois faria com que vocês calculassem absolutamente todos os itens que possuem, e isso seria muito, muito chato! Estou dando um voto de confiança no bom senso de todos, pois vocês precisarão controlar os pesos que seus personagens carregam.

    Para que não precisemos ficar fazendo cálculos, leve em conta que Homens adultos com mais de 8 pontos em força podem levar cerca de 16kg continuamente. Homens adultos com menos de 8 pontos em força podem levar cerca de 14kg continuamente. Mulheres adultas com mais de 8 pontos em força podem levar 14kg continuamente, e com menos de 8 pontos de força podem levar 12kg continuamente. Crianças, em qualquer situação apenas 5 kg. E jovens e idosos 10kg.

    Os deltas utilizarão mochilas somente nas buscas por suprimentos, junto de um automóvel, então eles não são minha preocupação. Nômades precisam de muitos itens, roupas, comida, medicamentos, armas, dispositivos de alarme, saco de dormir, barracas… É essencial que Nômades possuam um lugar para guardar sua tralha, pois é impossível carregar tudo isso e ainda se defender apropriadamente.

    A essência dos nômades é não ter casa, mas, por sua vez, é necessário que possuam um abrigo. Suponhamos que um grupo de nômades esteja em busca de antibióticos para um amigo ferido… Onde deixarão esse amigo ferido enquanto correm contra o tempo? É claro, precisarão de um local seguro com o qual contar e onde guardar tudo aquilo que não será utilizado nas próximas horas. Um carro pode resolver o problema do carregamento, mas ainda assim, um abrigo é indispensável.
    No inicio do RPG já será considerado que cada nômade/grupo nômade possuirá um abrigo livre de zumbis, escolhe-lo ficará a sua escolha, desde que esteja na regrinha de
    fácil de encontrar
    .

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    P A R T E 3 – T R A N S P O R T E

    Carros são fáceis de encontrar, mas combustível não, nem chaves. Então seu personagem precisa possuir o conhecimento conexão direta para conseguir ligar um carro sem chaves, e o conhecimento motorista para conduzi-lo. Sem falar, é claro, no conhecimento em mecânica para conserta-lo.

    O acampamento possuirá veículos, assim como cada grupo nômade possuirá 1 carro, de modelo comum, lembrando da regrinha do ”fácil encontrar”, qualquer carro incomum é considerado item premium! Caminhões, ônibus, retroescavadeiras e qualquer veiculo de grande porte serão distribuídos pela mestria. Motos estão liberadas também, mas só poderão ser encontradas durante o RPG, ninguém começará com motos.

    Combústivel também é um item de busca, alguns postos estão com os galões secos, então não é muito fácil encontrar. Em carros abandonados também é possível encontrar, mas como eles geralmente se encontram no meio da rua é bem arriscado.

    O RPG estreará e um mapa será disponibilizado, para utilizar os carros o motorista deverá anunciar em turno a direção em que deseja ir, para que a mestria consiga ir atualizando o mapa conforme o carro for conduzido.

    Spoiler:
    C O N Q U I S T A S

    Tipo de Sistema: Recompensa / Cumulativo
    Utilidade: Criar objetivos para autoras e personagens; Manter movimento constante durante o desenrolar de roteiro; Recompensar trabalhos merecedores.

    E X P L I C A Ç Ã O
    Queria trazer para o HaZard a frequente sensação de que seu personagem está amadurecendo e aprendendo com todos os tipos de situações, e foi com esse pensamento que criei o sistema de conquistas.
    Você pode vê-lo como um sistema de missões recompensadas, a cada marco concluído, você receberá uma remuneração de acordo. Há inumeras conquistas para serem desbloqueadas, desde a criação de personagens até o fim dos dias deles.
    A gratificação será dada em forma de narrativa ou anúncio, assim que o marco for concluído. Pegue papel e caneta e anote todas as proezas que seus personagens PRECISAM fazer! E boa sorte a todos!

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    C R I A Ç Ã O D E P E R S O N A G E N S

    Possuir quatro personagens ativos
    Um personagem de sua escolha começará o RPG no nível O2.

    Possuir um número perfeito de gêneros
    Um personagem de sua escolha terá a Habilidade ”Beleza”.

    Possuir um personagem com menos de 13 anos.
    O personagem em questão terá a opção de ter um gato ou cachorro.

    Reciclar um personagem da temporada Latest Survivors
    O personagem em questão iniciará o RPG no level 02.

    Possuir um personagem com mais de 50 anos.
    O personagem em questão iniciará no nível O2.

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    C O N Q U I S T A S D E A Ç Õ E S

    Ajudar um nômade
    O personagem em questão ganha 1 ponto em carisma

    Encontrar alguém novo
    O personagem em questão ganha 1: Diplomacia ou Força ou Estratégia.
    * Não cumulativo

    Entrar em uma discussão
    O personagem em questão ganha 1: Lábia ou Diplomacia.

    Entrar em uma briga
    O personagem em questão ganha 1: Força ou Resistência ou Agilidade

    Sair vitorioso de uma briga
    O personagem em questão ganha 1 Resistência

    Escapar de uma horda
    O personagem em questão ganha 1: Agilidade ou Estratégia ou Inteligência

    Matar 5 zumbis narrados sem disparar arma de fogo
    O personagem em questão receberá arma contundente premium
    * Zumbis Narrados: Zumbis enviados pela mestria

    Matar 5 zumbis narrados apenas com arma de fogo
    O personagem em questão receberá uma pistola premium

    Acabar com uma infestação
    O personagem em questão recebe 1 Estratégia e 1: força ou agilidade ou resistência
    * Infestação: Locais fechados tomados por zumbis. Distribuídos apenas pela mestria

    Matar um personagem bondoso
    O personagem em questão receberá um revólver premium e se torna maligno.
    *Válido somente para o primeiro assassinato

    Matar um personagem neutro
    O personagem em questão receberá um item de proteção premium.
    *Válido somente para o primeiro assassinato

    Matar um personagem maligno
    O personagem em questão receberá um rifle premium
    *Válido somente para o primeiro assassinato

    Matar um idoso ou criança
    O personagem em questão se torna maligno. Que vacilo.
    *Válido somente para o primeiro assassinato

    Matar pela segunda vez
    O personagem em questão recebe uma caixa de munição para arma que possui

    Matar pela terceira vez
    O personagem em questão recebe um carro esportivo

    Matar pela quarta vez
    O personagem em questão recebe 5 granadas

    Matar pela quinta vez
    O personagem em questão recebe a quantidade de pontos que lhe faltam para subir de nivel

    Salvar a vida de alguém
    O personagem em questão recebe uma caixa de munição para arma que possui

    Apartar uma briga dialogando
    O personagem em questão recebe 2 pontos de diplomacia

    Apartar uma briga
    O personagem em questão recebe 2 pontos para distribuir entre força e resistência.

    Assumir um relacionamento sério
    O personagem em questão ganha 1 ponto em carisma
    *Válido para aqueles já iniciam em um relacionamento sério

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    C O N Q U I S T A S N Ô M A D E S

    Tornar-se nômade
    O personagem recebe mantimentos referentes a 1 dia de sobrevivência

    Criar ou fazer parte de um grupo nômade(3 ou mais pessoas)
    O grupo recebe uma camionete de modelo atual e um engradado de cervejas quentes

    Adesão de sobrevivente ao grupo
    Todos personagens do grupo recebem 1: Diplomacia ou Lábia ou Carisma

    Ser considerado líder de um grupo nômade
    O personagem em questão recebe 1 estratégia e 1 diplomacia

    Fazer parceria com o Acampamento AlphaVille
    Todos os personagens recebem 1 ponto para distribuírem a sua escolha

    Declarar inimizade contra o Acampamento AlphaVille
    Todos os personagens recebem 1 ponto para distriburem a sua escolha. + 2 Metralhadoras Premium

    Possuir mais de 5 personagens no grupo
    O grupo recebe barracas de camping profissionais

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    Z U M B I S

    Matar 1 Blindado
    O personagem recebe um item militar premium

    Matar 1 Caçador
    O personagem recebe 3 pontos de atributos

    Descobrir uma nova raça de Mutados
    O personagem recebe 1 ponto de atributo mental

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    N P C S

    Encontrar um NPC
    O personagem recebe 1 ponto de atributo social

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    A L P H A V I L L E

    Consertar o muro
    Construtores e Mecânicos Ganham 2 atributos Fìsicos.

    Construir torre de vigia
    Acampamento todo ganha 1 lógica

    Tornar todas as casas habitáveis
    Todos personagens recebem 1 atributo mental

    Resgatar 1 personagem
    Mestria dá 1 ponto social para 3 personagens selecionados

    Contatar alguém pelo rádio
    Operadores de rádio ganham 1 inteligência

    Possuir 5 crianças
    As crianças ganham 1 ponto em cada categoria

    Concluir um saque sem mortes
    Os soldados participantes recebem 1: Estratégia, ou força, ou resistência

    Conseguir um onibus
    Os soldados participantes recebem 1: Estratégia, ou força, ou resistência

    Reestabelecer a energia
    Todo acampamento recebe 1 Inteligencia

    Concluir a Missão diária
    3 maiores frequências recebem 1 ponto livre

    Spoiler:
    D R O P S

    TTodo o acampamento ganha 1 resistência
    Utilidade: Recompensar personagens por feitos, frequência e integridade através da distribuição de itens e status.

    E X P L I C A Ç Ã O
    Todos os turnos são avaliados, por esse motivo é muito importante que autores sigam a risca a regra mais importante da categoria de turnos: Não exceder linhas com conteúdo supérfluo. Uma vez que a mestria precise acompanhar todas interações para manter todos personagens orientados além de distribuir itens, entregar recompensas de conquistas e entregar seus próprios turnos, é inquestionável a necessidade de que turnos sejam equilibrados e não contenham o famoso encher linguiça. Desta forma o RPG ficará mais dinâmico e prazeroso. Como recompensa por cumprir esta regra, seus personagens podem ser surpreendidos com itens premium.

    O que é um item premium? Item premium são todos aqueles itens que seu personagem não encontra facilmente. Alimentos, medicamentos, armas além das disponíveis, roupas de proteção, drogas, carros esportivos… E por aí vai.

    Todos os itens premiuns são entregues através de narração. Ao vasculhar um estabelecimento os itens encontrados serão descritos assim que as buscas terminarem, autores devem descrever os personagens procurando e guardando o que encontrar. Qualquer duvida de como proceder, busque auxilio da mestria no chat.

    Itens premiuns de recompensa de conquista também serão entregues através de narração, logo após a conquista ser dominada. Não se alvoroce caso a narração demore um pouco para acontecer, pois pode haver algum sobrecargo para a mestria. Recompensas de pontos de habilidade serão entregues de modo of, aguarde a mestria entrar em contato com você e avisar que você pode distribuir os pontos recebidos na box de atributos.

    Spoiler:
    C O N F L I T O

    Tipo de Sistema: Balanceamento
    Utilidade: Predeterminar a disputa entre atributos durante combates e interações.

    E X P L I C A Ç Ã O
    O sistema de confronto se encaixa naqueles momentos em que os atributos de seus personagens são colocados á prova. Com ele você poderá entender em quais momentos determinado atributo será útil e como exatamente ele irá refletir na resolução da interação. Este sistema será utilizado tanto durante contatos entre personagem vs personagem como entre personagem vs narração.

    A primeira vista este sistema parecerá extremamente complicado, mas saiba que basta você compreender exatamente qual a intenção de seu personagem para encontrar a forma exata de calcular como seus atributos colidirão com os atributos de seu adversário. Não se assuste, pois a mestria irá auxiliar todas as vezes que o sistema de confronto for posto a prova.

    Antes da explicação, irei esclarecer alguns termos que você encontrará por aqui:
    Confronto não necessariamente significa um conflito hostil ou uma briga, na verdade, usei esta palavra para simbolizar o choque de uma box de atributos contra a outra. Confronto, então, significa os seus atributos sendo comparados com os atributos de outro personagem, na intenção de descobrir quem possui a maior maestria para alcançar determinado objetivo.

    Para sincronizar todos os atributos de forma balanceada temos os atributos influenciadores, que são baseados nas principais habilidades de seu personagem, enriquecendo suas possibilidades de disputas entre atributos. Esta ferramenta faz com que o personagem possa explorar todas as opções que suas capacidades lhe concedem, dando mais opções para que conquiste a vitória ou objetivos. Os atributos influenciadores servem como um modificador, que nada mais é além de uma soma que pode turbinar a ação de seu personagem. Eles podem dar de 1 a 3 pontos de bônus nas ações.
    Um personagem com 5-7 pontos no atributo influenciador recebe 1 ponto de modificador.
    Um personagem com 8-11 pontos no atributo influenciador recebe 2 pontos de modificador.
    Um personagem com 12 ou mais pontos no atributo influenciador recebe 3 pontos de modificador.

    O sistema de conhecimento também pode influenciar em alguns conflitos, principalmente nos estratégicos onde requer debate e argumentação. Toda vez que seu personagem estiver tentando fazer alguém entender ou colaborar sobre um assunto ao qual ele domina, a pericia no sistema poderá lhe dar modificadores de 5 ou 8 pontos.

    A habilidade beleza também pode lhe conceder modificador, porém apenas em conflitos sociais, dando-lhe 2 ou 5 pontos extras.

    É importante ressaltar que este sistema não é preciso, o resultado das interações não devem depender apenas deste sistema, muitas outras condições poderão favorecer (ou não) o seguimento das interações. Desde o cenário até a interpretação exata da personalidade do personagem, sendo assim, tenha em mente que esse sistema serve apenas como um auxilio para visualizar com clareza a uniformização entre as capacidades dos personagens. Não é porque um personagem ficou um ou dois pontos a frente do seu em um confronto que você deverá, obrigatoriamente, perder para ele. Lembre-se que tudo é muito situacional!

    _____________________________________________________________________________________________________________________________________________
    A S D I S P U T A S

    Disputas Físicas

    FORÇA
    Durante conflitos físicos a força será contabilizada em ações do tipo causar dano. Em qualquer momento que a intenção do seu personagem seja ferir ou destruir o atributo calculado será a força, que SEMPRE competirá contra a RESISTÊNCIA. Seja contra personagens ou contra objetos.
    O atributo influenciador de força é a ESTRATÉGIA.

    Exemplo
    ▪ Jeremy possui 8 pontos em FORÇA, o que o torna um combatente. 3 em RESISTÊNCIA, o que não lhe concede modificadores, e 8 em estratégia, o que o torna um Líder.
    ▪ Ele está em combate direto contra Rodolph, que possui 10 em RESISTÊNCIA, que o torna um robusto, e 5 em ESTRATÉGIA, que lhe concede o modificador mínimo.

    Jeremy possui 10 pontos de dano, contabilizando seus 8 pontos de força e os 2 pontos do atributo influenciador, por ser um líder. Já Rodolph possui 11 pontos de defesa, contabilizando seus 10 pontos em resistência e o 1 ponto em atributo influenciador mínimo, por possuir 5 em estratégia. Isso significa que, referente ao combate físico Jeremy não seria capaz de combater Rodolph usando somente os punhos. Ele precisaria planejar outra forma de derrubá-lo, utilizando o cenário ao seu redor e explorando seus outros atributos, pois sua força é considerada INSUFICIENTE.

    _____________________________________________________________________

    RESISTÊNCIA
    Durante conflitos físicos resistência será contabilizada em ações do tipo defender, durante as demais ela será uma ação do tipo energia. Em qualquer momento que a intenção do seu personagem seja proteger e resistir, resistência entrará em ação, que, em casos de interação hostil sempre irá contra FORÇA. O atributo influenciador desta categoria é ESTRATÉGIA. Leia a explicação em exemplo na categoria força.

    Resistência também é contabilizada como energia, utilizada mais comumente entre narrações e significa a capacidade de seu personagem de lutar contra a dor e o cansaço. Vale lembrar que personagens com resistência alta se curam mais rápido e precisam de menos descanso.

    _____________________________________________________________________

    AGILIDADE
    Não é utilizada em combates físicos diretos, ainda que signifique velocidade, o que causa dano continua sendo o atributo força. Sendo assim, durante conflitos agilidade será contabilizado em ações do tipo evadir. É aconselhado que personagens com atributos físicos focados em agilidade não permitam que ameaças aproximem-se, pois a partir do momento que um confronto for iniciado agilidade não será ativada em momento algum.
    Quando a intenção do personagem for evadir, que significa escapar usando velocidade, o atributo influenciador é a RESISTÊNCIA.

    Exemplo
    ▪ Jeremy possui 12 em AGILIDADE, o que o torna um gatuno, e 5 em RESISTÊNCIA, desbloqueando o modificador minimo de atributo.
    ▪ Por sua vez, Rodolph possui apenas 3 em AGILIDADE, e 10 em RESISTÊNCIA, que o torna um robusto.

    Jeremy possui 13 pontos de evasão, contabilizando seus 12 pontos em agilidade e o 1 ponto em atributo influenciador mínimo, por possuir 5 em resistência. Já Rodolph possui apenas 4 pontos de evasão para perseguir Jeremy, contabilizando seus 3 pontos em agilidade e o 1 ponto em atributo influenciador, recebido por possuir 10 em resistência.Isso significa que Rodolph não será capaz de alcançar Jeremy utilizando seus atributos físicos, pois seus pontos de evasão são considerados INSUFICIENTES.

    Agilidade também é contabilizada como camuflar, utilizada quando a intenção do personagem é esconder-se, utilizável tanto em interações player vs player como contra narrações. Em casos de interação de camuflagem a agilidade irá contra INTELIGÊNCIA. O atributo influenciador para quem está usando camuflar é ESTRATÉGIA, mas para quem está procurando é LÓGICA. Ou seja, quem camufla: Agilidade com influenciador em estratégia. Quem procura; Inteligência com influenciador em Lógica.

    Exemplo
    ▪ Jeremy possui 12 pontos em AGILIDADE, o que o torna um gatuno, e 8 em ESTRATÉGIA que o torna um líder.
    ▪ Por sua vez Rodolph possui 5 em INTELIGÊNCIA, e 8 em LÓGICA, que lhe concede o modificador mediano.

    Jeremy possui 14 pontos em camuflagem, contabilizando seus 12 pontos em agilidade e 2 pontos em atributo influenciador, por possuir 8 em estratégia. Já Rudolph possui 7 pontos em procurar, contabilizando seus 5 pontos em inteligência e 2 pontos em atributo influenciador, por possuir 8 em lógica. Isso significa que Rudolph não será capaz de encontrar Jeremy.

    _____________________________________________________________________
    Disputas Mentais

    LÓGICA
    Este atributo é utilizado principalmente como assistência para personagens sem conhecimentos estratégicos ou gerais. Será posto a prova principalmente durante narrações, onde o personagem precisará deduzir o que acontece á sua volta e analisar as consequências de suas ações.

    _____________________________________________________________________
    ESTRATÉGIA
    Durante conflitos mentais estratégia será contabilizada em ações do tipo coordenar, todas as vezes que a intenção do personagem for comandar ou aconselhar. Nem sempre o personagem o qual recebe a interação de disputa estará tentando resistir a acatar suas ordens, mas quando acontecer estratégia irá contra INTELIGÊNCIA. O modificador de atributo influenciador de coordenar é a DIPLOMACIA.
    Bônus de conhecimento: Quando o debate for sobre um assunto especifico o qual seu personagem possui conhecimento (o sistema!) básico ou perito você receberá um modificador bônus, sendo 5 pontos para conhecimento básico e 8 para peritos.

    Exemplo
    ▪ Marie Ann possui 12 pontos em ESTRATÉGIA, o que a torna uma mestre, e 8 pontos em DIPLOMACIA, que a torna clemente.
    ▪ Por sua vez Jasmine possui 10 pontos em INTELIGÊNCIA, e 5 pontos em DIPLOMACIA, que desbloqueia o modificador minimo.

    Marie Ann possui 14 pontos em coordenar, contabilizando seus 12 pontos em estratégia e os 2 pontos de influenciador de atributos adquiridos com seus 8 pontos em diplomacia.Já Jasmine possui 11 pontos contra o coordenar, contabilizando seus 10 pontos em inteligência e seu 1 ponto de influenciador de atributos, adquirido com seus 5 pontos em diplomacia. Isso significa que os argumentos de Marie Ann foram incontestáveis para os conhecimentos que Jasmine possui sobre o assunto debatido, forçando-a a cooperar com a ideia proposta por Marie Ann.

    _____________________________________________________________________
    INTELIGÊNCIA
    Durante conflitos mentais inteligência poderá ser contabilizada de diversas formas, a primeira delas é aprender, mas esta é feita completamente ofline, apenas com a mestria analisando seu personagem estudando e aprimorando suas habilidades. Ela também serve como uma importante assistência para outros atributos, como atributo influenciador. E além de tudo isso, é com ela que seu personagem mostrará a proficiência com armas de fogo.

    Durante conflitos de fogo cruzado na intenção de ferir alguém, inteligencia será contabilizada como ação do tipo disparo. Neste caso inteligencia irá contra INTELIGÊNCIA, e seu atributo influenciador é ESTRATÉGIA.

    Exemplo
    ▪ Marie Ann possui 8 pontos em INTELIGÊNCIA, e 12 pontos em ESTRATÉGIA, que a torna uma mestre.
    ▪ Por sua vez Josephine possui 15 pontos em INTELIGÊNCIA, e 5 em ESTRATÉGIA, que desbloqueia o modificador minimo.

    Marie ann possui 11 pontos em disparo, contabilizando seus 8 pontos em inteligencia, e seus 3 pontos de atributo influenciador, adquiridos com seus 12 pontos em estratégia. Já Josephine possui 16 pontos em disparo, contabilizando seus 15 pontos em inteligência e seu 1 ponto de atributo influenciador, adquirido com seus 5 pontos em estratégia. Isso significa que em fogo cruzado Josephine derrotaria Marie Ann facilmente caso o cenário não interfira no confronto.

    Agora, durante conflitos com armas de fogo contra alguém desarmado inteligência será contabilizada como ação do tipo eliminar. Neste caso inteligência irá contra AGILIDADE, e seus atributos influenciadores são ESTRATÉGIA.

    Exemplo:
    ▪ Marie Ann possui 8 pontos em INTELIGÊNCIA, e 12 pontos em ESTRATÉGIA o que a torna uma mestre.
    ▪ Já Josephine possui 10 pontos em AGILIDADE, e 5 em ESTRATÉGIA, que desbloqueia o modificador minimo.

    Marie Ann possui 11 pontos em eliminar, contabilizando seus 8 pontos em inteligencia e os 3 pontos de atributo influenciador, adquiridos com seus 12 em estratégia. Por sua vez Josephine possui 11 contra eliminar, contabilizando seus 10 pontos em agilidade e 1 ponto de atributo influenciador, adquirido com seus 5 pontos em estratégia. Isso significa que a situação entre as duas ficaria acirrada, e poderá ser resolvida com uma avaliação de turnos ou uma rolagem de dados para desempatar.

    _____________________________________________________________________
    Disputas Sociais

    DIPLOMACIA
    Durante conflitos diplomacia será contabilizado como ação do tipo apaziguar, quando a intenção do personagem é tranquilizar ou reconciliar. Neste caso diplomacia irá contra INTELIGÊNCIA, e seu atributo influenciador é LÓGICA.Bônus de habilidade: Personagens com a habilidade beleza recebem um modificador de 2 pontos nessa intenção.

    Exemplo
    ▪ Caleb possui 8 pontos em DIPLOMACIA, que o torna clemente, e 12 em LÓGICA, desbloqueando o modificador máximo.
    ▪ Já Francis possui 2 de INTELIGÊNCIA, e 5 em LÓGICA, desbloqueando o modificador minimo.
    ▪ E Gareth possui 8 em INTELIGÊNCIA, e 8 em LÓGICA, que o tornam engenhoso.

    Caleb possui 11 pontos em apaziguar, contabilizando seus 8 pontos em diplomacia e os 3 pontos de atributo influenciador, adquiridos com seus 12 em lógica. Já Francis possui 3 pontos contra apaziguar, contabilizando seus 2 pontos em inteligência e o 1 ponto de atributo influenciador, adquirido com seus 5 pontos em lógica. E Gareth possui 10 pontos contra apaziguar, contabilizando seus 8 pontos em inteligência e os 2 pontos de atributo influenciador, adquirido com seus 8 pontos em lógica. Isso significa que Caleb certamente seria capaz de acalmar os nervos dos dois rapazes utilizando somente o poder das palavras.

    _____________________________________________________________________
    LÁBIA
    Durante conflitos lábia será contabilizado como ação do tipo enganar, quando a intenção do personagem é mentir ou encobrir. Neste caso lábia irá contra INTELIGÊNCIA. O modificador para quem engana é INTELIGÊNCIA, e para quem é enganado LÓGICA. Ou seja, Lábia e Inteligência para quem engana, e Inteligência e Lógica para quem é enganado.
    Bônus de habilidade: Personagens com a habilidade beleza recebem um modificador de 2 pontos nessa intenção.

    Exemplo
    ▪ Francis possui 12 pontos em LÁBIA, que o torna um vilão, e 2 em INTELIGÊNCIA, que não desbloqueia nenhum ponto de modificador.
    ▪ Já Gareth possui 8 pontos em INTELIGÊNCIA e 8 em LÓGICA, que o tornam um engenhoso.

    Francis possui 12 pontos em enganar, contabilizando seus 12 pontos em lábia. O modificador não lhe foi útil, pois ele não possui pontos suficientes em lógica. Por sua vez Gareth possui 10 pontos contra enganar, contabilizando seus 8 pontos em inteligência e seus 2 pontos de atributo influenciador em lógica. Isso significa que Francis possui grandes chances de enganar Gareth, pois mesmo sendo engenhoso, não possui tanta inteligencia social para perceber que Francis está o passando a perna.

    _____________________________________________________________________
    CARISMA
    Durante conflitos carisma será contabilizado como ação do tipo seduzir, quando a intenção do personagem é cativar ou instigar, não necessariamente tendo relação com ações de natureza sexual. Nem sempre o personagem o qual a interação é feita tentará resistir contra a ação de sedução, porem quando acontecer, Carisma irá contra INTELIGÊNCIA, e o atributo influenciador é a LÁBIA.
    Bônus de habilidade: Personagens com a habilidade beleza recebem um modificador de 5 pontos nessa intenção.

    Exemplo:
    ▪ Francis possui 8 pontos em CARISMA, que o tornam adorável, e 12 pontos em LÁBIA, que o tornam um vilão.
    ▪ Já Caleb possui 8 em INTELIGÊNCIA, e 5 em LÁBIA, desbloqueando o modificador minimo.

    Francis possui 11 pontos em seduzir, contabilizando seus 8 pontos em Carisma e os 3 pontos de atributo influenciador, adquiridos pelos 12 em lábia. Por sua vez Caleb possui 9 pontos contra a sedução, contabilizando seus 8 pontos em inteligência e o 1 ponto adquirido pelo atributo influenciador em lábia. Isso significa que Francis possui grande chances de cativar Caleb.
    _____________________________________________________________________

    _____________________________________________________________________

    Spoiler:
    N P C S

    Tipo de Sistema: Criação de Personagens
    Utilidade: Aumentar a quantidade de personagens e situações causadas por conflitos.

    E X P L I C A Ç Ã O
    Este sistema foi criado graças ao número imenso de personagens reservas sendo preparados para o caso de mortes no RPG, além da grande quantidade de pedidos para que eu aumentasse o máximo de personagens por autora. Sendo assim decidi que haverá uma forma de criar personagens não fixos ao RPG, e por meio do mesmo sistema, torná-los fixos.
    Sendo assim, o número máximo de personagens continuará 4, no entanto, você terá chance de criar um quinto

    O que é um NPC Temporário?
    NPC temporário é um personagem criado por determinada autora, sem necessidade de ficha, que é alocado em um local aleatório do mapa. A autora não saberá onde ele está, e não receberá seu mapa, pois ele não pode ser interpretado até ser ”descoberto” por um personagem fixo do RPG. Quando um personagem temporário é descoberto, ele poderá influenciar diretamente no futuro do personagem fixo que o encontrou, sendo de forma maléfica ou benéfica, isso depende de seu objetivo no RPG. Vale lembrar que NPCs temporários precisam de um objetivo fixo, algo que eles precisem ou queiram, como encontrar alguém específico, ou simplesmente matar pessoas… E as ações deste NPC devem condizer não só com sua personalidade, como com seu objetivo. Resumindo, ele só pode fazer aquilo que irá aproximá-lo de alguma forma de seu objetivo. Outro ponto importante é que NPCS temporários não podem se unir á personagens fixos, sequer podem permanecer por muito tempo em interações, seus turnos devem ser bem aproveitados, uma vez que ele vá receber um limite máximo de turnos antes de ”desaparecer”. Quando um NPC temporário desaparece, ele é realocado em um local diferente no mapa, e pode ser encontrado novamente. NPCs possuem somente 24 horas para responder turnos, portanto deve-se ponderar se você realmente pode arcar com essa responsabilidade.

    O que é um NPC fixo?
    NPC fixo é um personagem com ficha resumida, criado com um propósito para o ENREDO do RPG, ele pode interagir com personagens fixos por mais tempo, mas não pode participar de um grupo nômade… Apenas ser morador do acampamento, como Alcide, ou Nômade solitário, como Dante. Criar um NPC fixo depende da necessidade da mestria, que irá divulgar vaga somente quando precisar.

    Como criar um NPC Temporário?
    Autoras com menos de quatro personagem podem criar até 2 NPCs temporários. Autoras com quatro personagens podem criar apenas 1 NPC Temporário. Primeiramente você precisa ter enviado a reserva do personagem, em seguida você deve anunciar de modo privado a mestria o desejo de criar um NPC temporário, em seguida você será aconselhado, com base na sua frequencia de turnos, se está apto para ter um NPC. Em seguida você explicará sua ideia de personagem e ele será alocado no mapa conforme a mestria julgue mais benéfico para o enredo da trama. Antes de se empolgar você deve manter em mente que o mais divertido sobre NPCs temporários é a SURPRESA. Por tanto, você não está livre para divulgar QUAL NPC temporário está colocando no jogo, apenas você e a mestria devem saber isso, para que quando ele seja descoberto, haja impacto real sobre todas as autoras, inclusive em você ao ser notificada que seu personagem foi encontrado. NPCS começam no level 2, e as únicas informações de ficha que devem dar é tendencia, idade, nome, atributos e habilidades.

    Como tornar um NPC temporário em personagem fixo?
    Após seu personagem ser descoberto você poderá pedir para que o juri torne-o um personagem fixo. Iremos avaliar sua frequencia e a adesão que o personagem faz para o desenvolvimento do RPG. Caso ele não seja descoberto será trocado de local no mapa contantemente, mantendo sempre vivas as chances de ser encontrado. Quando você tiver um NPC temporado transformado, poderá criar outro. Mas o segundo NPC não terá chance de tornar-se fixo até que um de seus personagens morra.



    Spoiler:
    A L P H A V I L L E & N Ô M A D E S

    Recomenda-se á player que avalie o temperamento de seu personagem antes que uma decisão sobre este sistema seja tomada. Uma vez que haja duas alternativas completamente distintas, entre personagens que viverão em civilizações e personagens que viverão livres, é aconselhado que a opção de convivência em acampamento só seja optada por aqueles personagens capazes de seguirem regras e trabalhar sob um sistema de cooperação. Personagens abrigados em acampamentos possuirão o privilégio da possibilidade de interação constante, uma vez que a ideia principal seja que os acampamentos tenham números moderados de membros. Além disso, a vida em sociedade aumenta não só as chances de sobrevivência, como também proporciona um constante aprendizado á aqueles personagens que não nasceram mentalmente ou fisicamente preparados para os desafios traçados pelo fim do mundo.

    É importante ressaltar que absolutamente todos os personagens estavam habituados com seus respectivos papéis de cidadãos, que absolutamente todos os personagens cresceram e conheceram somente a vida dentro de uma sociedade. Pensando nesta forma, chega-se a conclusão de que o objetivo inicial da grande maioria dos sobreviventes, pelo menos nos primeiros momentos pós apocalípticos, tenha sido encontrar alguma forma de abrigo, na tentativa de reerguer as correntes de uma civilização. Esta ideia proporciona um vasto campo de opções para complementar a história de seu personagem, mas principalmente, de dar-lhe a certeza se, atualmente, após 2 anos do fim do mundo, ele(a) é um personagem que encaixa-se em uma vida em grupo, ou em uma vida nômade.

    Personagens nômades são aqueles que, por algum motivo, preferem vagar á manterem-se fixos á um único local e a um único circulo de sobreviventes. Geralmente são aqueles personagens que possuem dificuldade em lidar com traumas, personagens de tendencias odiosas, personagens evasivos ou que possuem intenções completamente egoístas e/ou malignas. Deve-se lembrar que ser um nômade não está diretamente ligado á solidão, é possível que personagens nômades convivam e trabalhem juntos, mas nunca de fato criem raízes á um único local. É permitido a criação de histórias conjuntas tanto dentro de acampamentos quanto fora, em duplas/trios/grupos de nômades.

    Você poderá montar histórias conjuntas tanto passivas quanto agressivas. Vale lembrar que nômades não serão, necessariamente, inimigos de acampamentos. É esperado que acampamentos desconfiem dos caráteres de personagens nômades, assim como qualquer sobrevivente desconfiará quando apresentado á uma nova figura, afinal, são tempos difíceis e o fim do mundo despertou o pior de muitas pessoas. No entanto, é possível que haja camaradagem entre acampamento/nômade, basta que o líder do acampamento em questão já possua um histórico de trocas, que deverá ser citado na lacuna de afinidades nas fichas. Também é possível que essa confiança seja conquistada com o decorrer do RPG. Personagens nômades poderão converter-se e afiliarem-se há algum acampamento, caso forem convidados, durante o enredo do RPG, assim como membros expulsos ou desistentes poderão abandonar acampamentos e tornarem-se nômades.

    Criação de acampamentos
    Apenas um acampamento é de responsabilidade da mestria do RPG, o AlphaVille. Este acampamento vem da primeira versão desta trama (Latest Survivors, por @shawny), é liderado por Jullie Morgan e terá vagas limitadas. Outros acampamentos não poderão ser criados. Confesso que cheguei a elaborar um sistema de criação de acampamentos, ele estava completo, digitado e pronto para uso, no entanto, este sistema não passou pelo júri, que o julgou uma porta escancarada para a criação de panelinhas e divisão de players. Optamos por dar apenas uma opção de acampamento, pois temíamos que personagens fossem abandonados naqueles grupos com menor número de sobreviventes. Sentimos muito por não podermos explorar estas alternativas, esperamos que compreendam que esta medida foi tomada para que o HaZard se torne duradouro.

    Spoiler:
    F I C H A

    Personagem Líder:
    Julliette Marie Rosenvelt Morgan, de @Neptune

    Vice-Líder:
    Antigo consultor; Sten Delmont. Atualmente o acampamento não possui outro líder. Esta vaga não está aberta.

    Nome do Acampamento:
    O acampamento é conhecido e citado como AlphaVille. Em nenhum momento houve a intenção de se intitularem desta forma, ocorreu após o descobrimento do nome do condomínio em que atualmente residem.

    Localização:
    Região Leste, Condomínio AlphaVille.

    Descrição do Local:
    É um condomínio de classe média situado em um bairro residencial da região leste de Sacramento. Conta com 19 casas de 3 dormitórios, 2 banheiros, 1 cozinha e 1 sala de estar, com 19 boxes de estacionamento. Possui salão de festas, piscina, pracinha e 2 quadras de esportes. Possui muros de 2,5m em dois lados (esquerdo e trás), e grades de 2,5m nos outros dois lados (frente e direito).
    Alterações: O grupo tornou uma das casas em um hospital improvisado, o qual ainda estão trabalhando para equipar. O salão de festas é utilizado tanto como refeitório quanto como sala de reuniões, lá são produzidos pães e bolos para distribuição das casas além do preparo de jantar e almoço coletivo. Na área verde uma horta está sendo produzida, em uma das quadras de esportes um poço artesiano foi construído. O gerador funciona, mas encontra-se sem combustível. A grade frontal foi completamente soldada com placas de aço, o grupo planeja fazer o mesmo com a grade lateral. O condomínio não conta com nenhuma estrutura utilizada como torre de vigia. A guarita do porteiro é usada como abrigo para os patrulheiros. Não há água encanada, ainda. Na outra quadra de esportes os inquilinos são treinados pelos soldados.

    Ativo desde:
    Entre Fevereiro e Setembro de 2019: Hotel Delta King
    Entre Novembro e Dezembro de 2019: Igreja Turística
    Entre Fevereiro e Agosto de 2020: Condomínio AlphaVille
    Totalizando 1 ano e seis meses de acampamento.

    Número de vagas:
    40 adultos + Líder, totalizando 41
    Seu personagem pode ser membro do acampamento a no máximo 1 ano e dois meses, e no mínimo 2 meses. Sendo assim é extremamente obrigatório que a Autora leia o resumo de todos os personagens do acampamento, para que seja capaz de interagir como se já os conhecesse.

    Objetivo:
    Sobrevivência e criação de uma comunidade próspera.

    Politica
    A líder do acampamento acredita no poder da democracia, conquistou o respeito e confiança de seus abrigados através da dedicação para com o bem de toda comunidade. Seu modo prático e objetivo de resolver problemas nem sempre são bem vistos, há quem pense que a líder tenha traços petulantes. Após os incidentes na primeira sede do grupo a líder amadureceu e aprendeu a lidar com o pesado fardo da liderança, passando a transmitir cada vez mais confiança para seus inquilinos, que mesmo que questionem sua empatia, jamais questionaram sua capacidade para fazer o acampamento funcionar.

    Anexo

    Spoiler:
    H I S T Ó R I A

    O Acampamento foi construído por Jullie Morgan, Dominika, e Sten Delmont, cerca de seis meses após o fim da civilização. Sua sede foi o Hotel Delta King, localizado na região norte de Sacramento. Durante os primeiros três meses, sua líder Jullie, reuniu cerca de 12 sobreviventes, os quais a auxiliaram a construir uma pequena sociedade onde o principal principio era a sinceridade e cooperação. O grupo, formado principalmente por pessoas comuns, sofreu grandes dificuldades durante os primeiros meses, a falta de experiencias em combate e a pouca informação sobre sobrevivência em grupo fez com que a líder questionasse sua capacidade em guiar seu acampamento contra a morte e a fome. Muitos membros foram perdidos, e juntos a seus corpos, um pedaço da confiança de Jullie era queimada.

    Levou muito tempo para que o acampamento se estabelecesse e acostumasse com a realidade, e mesmo habituados a sofrerem perdas, Jullie se desestabilizava a cada membro perdido, e por isso, Sten foi nomeado consultor, alguém a quem confiar e procurar nos momentos em que Jullie não estivesse acessível.

    Cerca de um ano após o fim da civilização, um acontecimento obrigou que todos os membros do acampamento Delta se realocassem. Uma explosão em um dos supermercados próximos ao hotel atraiu um número gigantesco de errantes ás ruas, e ao cair da noite, atraiu também o primeiro zumbi mutante ao qual o grupo teve o desprazer de por os olhos. Nomeado como Toad, por assemelhar-se ao vilão da antiga companhia de quadrinhos DC, foi capaz de invadir o hotel e aniquilar sozinho cerca de um terço dos moradores do acampamento Delta King. A sensação de insegurança criou o caos entre os sobreviventes, e Jullie, após uma reunião, se viu na obrigação de retirar seus aliados de dentro do hotel e voltar ás ruas de Sacramento.

    Com o destino traçado, o Acampamento Delta atravessou a região norte de Sacramento, realocando-se em uma igreja cristã que costumava ser um ponto turístico da cidade. A perda de Dominika no incidente com Toad causou torpor em todo o grupo, mas, principalmente em Sten, seu noivo, o qual não foi capaz de lidar com todas essas mudanças simultaneamente com seu luto. Em uma noite ele simplesmente sumiu, deixando Jullie sozinha no comando do acampamento novamente. Levou algum tempo para que o local se tornasse habitável, o grupo estava acostumado ao conforto e a privacidade dos quartos, mas compreendia que o local possuía uma infraestrutura auto-sustentável muito maior que o hotel, graças a vasta área verde que circulava a igreja. A torre do sino os abençoava com uma vista limpa para os arredores da catedral, o que facilitava as vigias. No entanto, o numero de ocupantes começou a crescer, a igreja se tornou completamente desconfortável, o tumulto era constante e a falta de privacidade começava a criar desavenças. A corrente de civilização aos poucos se quebrava, e, temendo a quebra total do grupo, Jullie decidiu fazer uma nova mudança, de nada adiantava espaço se não houvessem pessoas felizes e satisfeitas para trabalhar nele.

    O novo alvo foi o condomínio AlphaVille, o qual descobriram em anúncios de antigos jornais. Com o auxilio de um caminhão e um número considerável de sobreviventes, o grupo Delta conseguiu limpar o condomínio e cravar bandeira em seu novo e atual lar.

    Spoiler:
    S I S T E M A D E F U N Ç Õ E S

    O sistema de funções tem como finalidade encontrar o cargo ideal para seu personagem dentro do acampamento, com base em suas habilidades, conhecimentos e atributos. Geralmente suas funções são diretamente ligadas às suas antigas profissões.

    Caso sua ficha seja enviada antes do RPG começar, o que significa que seu personagem já é um membro dos Alphas a no mínimo 2 meses, você possui duas opções: Aguardar a avaliação da ficha para receber funções recomendadas, ou entrar em contato com @shawny para decidirmos juntas a função do seu personagem.

    Caso opte pela primeira opção, após a avaliação da sua ficha você receberá uma mensagem privada com duas ou três funções recomendadas. Você não é obrigado a escolher uma delas, como disse é apenas uma recomendação. Se nenhuma das opções lhe agradar, decidiremos juntos (as) a função de seu personagem. Sua escolha e decisão será absolutamente respeitada, mas tenha em mente que os sistemas de conhecimentos e habilidades serão seguidos á risca, estar em uma função de risco sem as habilidades necessárias pode colocar em ameaça a vida de seu personagem.

    Personagens que chegarem após o RPG começar terão as funções debatidas ingame, com o decorrer das interações e das entrevistas de Jullie. Um personagem pode ter mais de uma função, desde que elas não o sobrecarreguem.

    Os responsáveis de funções funcionam por hierarquia, será responsável aquele com maior conhecimento sobre a função. Por exemplo, caso no setor médico o principal responsável seja um enfermeiro, e o acampamento receber um cirurgião – que se mostre dedicado -, ele passará a liderar o setor. Não é possível ”reservar” a liderança de uma função, e algumas delas não necessitam de um número tão grande de auxiliares, então caso a que você deseja já esteja lotada, por favor, não insista.

    _____________________________________________________________________
    Funções Disponíveis

    Setor Médico
    Responsável pelo cuidado com enfermos e controle do inventário de medicamentos. Indicado para personagens com formações em medicina, enfermagem, biomedicina e farmácia. Grande estimativa de tempo livre, com possibilidade de exercer outra função.
    Responsável: Joseph Schaedler
    Primrose Bowie Levy
    Amélia Constagnolli

    Patrulha
    Responsável pela vigia do condomínio, necessário conhecimento de armas. Patrulheiros são, também, soldados reservistas. A patrulha é distribuída em turnos de 8 horas, o que a torna uma função de tempo integral, uma vez que patrulheiros recebam aulas de combate
    Responsável: Sean Valentine
    Akantha Kenteris Asker
    Tiffany Chermont

    Setor de Construção
    Responsável pelas construções e melhorias do condomínio, tal qual reparos nas moradias, solda das grades e qualquer coisa que envolva ”criar” incluindo eletricidade do gerador. Indicado para personagens formados em engenharia, pedreiros e personagens com alta resistência. Estimativa de tempo livre mediana.
    Responsável: Em aberto
    Horus Anísis
    Disponível

    Soldados
    Responsável pela proteção do acampamento, busca de suprimentos, empreitadas fora das grades e controle do inventário de armas. Estimativa de tempo integral, uma vez que soldados sejam os responsáveis pelas aulas de combate do acampamento.
    Responsável: Em aberto
    Baron Pestock
    Disponível

    Setor de Refeição
    Responsável pela cozinha do refeitório, preparo de refeições, produção de alimentos e controle do inventário de alimentos. Estimativa de tempo integral, uma vez que os jantares e almoços do condomínio sejam coletivos, e haja grande demanda de produção de bolos e pães.
    Responsável: Veruska Hernandez Brendan
    Nina Zhou
    Disponível

    Setor Hortaliço
    Responsável pelo cuidado da horta e do galinheiro. Grande estimativa de tempo livre. Indicado para personagens idosos.
    Responsável:Em aberto
    Nathaniel Marion Graham
    Lúcia Tremayne
    Tiffany Chermont

    Setor Mecânico
    Responsável pelo cuidado de automóveis e distribuição de diesel, além de pequenos reparos e consertos. Indicado para personagens com conhecimentos mecânicos. Grande estimativa de tempo livre.
    Responsável: Baron Pestock
    Disponível
    Disponível

    Operador de Rádio
    Responsável por transmitir mensagens para sobreviventes 1x por hora e expectar por mensagens de forasteiros.
    Caesar Brendan
    Octavia Ramirez Magdalena

    Setor de Recreação
    ***** este sistema só sera liberado quando o acampamento atingir o objetivo de 5 personagens infantes*****
    Responsável pelo cuidado e aprendizado de crianças. Estimativa de tempo livre mediana, indicado para personagens formados em pedagogia, psicologia, professores e adolescentes
    Responsável:Em aberto
    Disponível
    Disponível

    Spoiler:
    I T E N S

    Automóveis: Um caminhão 2007 mediano que transportava galinhas, com 20% de combustível. Sua lataria está danificada e seu motor já precisou de alguns remendos, ele está com os dias contados. Um carro Etios 2014, com 60% de combustível, em boas condições, um carro Tiguan 2010 com 60% de combustível em boas condições e uma Captiva 2010 com 40% de combustível.

    Alimentos: O condomínio já possuía dois limoeiros e uma macieira. Na área verde foram plantadas cenouras, repolhos, rúculas, tomates, muitas batatas, beterraba, aipim (ou mandioca), cebolas, pimentões e couve. Cerca de 300kg de grãos de milho seco, encontrados dentro do caminhão, reservados para a alimentação das 7 galinhas sobreviventes. As aves poem, em média, 60 ovos por semana. Dentre os mantimentos coletados, os mais importantes foram os sacos industriais de arroz e farinha, possuindo cerca de 100kg cada, que garantem cerca de um mês de pães, bolos e refeições. Mesmo sem nenhum tipo de carne, contando com todos os enlatados e verduras, os deltas possuem mantimentos suficientes para sobreviverem por 3 meses de fartura ou 5 meses de refeições contidas.

    Medicamentos: O plantão ainda está sendo construído, conta com uma maca desmontável, um monitor cardíaco, estetoscópios, luvas cirúrgicas, muitas caixas de seringas, um estoque farto de analgésicos e antibióticos. Algumas ferramentas médicas, como serra cirúrgica, bisturi e afins. Esparadrapos e soro caseiro. Nebulizadores e antigripais foram as ultimas conquistas. A grande maioria dos itens médicos foram trocadas por Dante Smirnov, um nômade que já fora parceiro de Jullie nos primeiros meses pós estouro do apocalipse.

    Armamento: Apenas os personagens com funções de Patrulheiro e Soldado, além de Jullie, carregam armas dentro do acampamento. Todas as outras ficam guardadas no estoque de armas, na casa de Jullie. Fora as armas dos residentes o acampamento conta com 2 fuzis Colt M4A1 e 1 fuzil de precisão IMBEL 308.

    Spoiler:
    M O R A D I A

    O Condomínio AlphaVille conta com 19 residências disponíveis para uso. Cada uma delas possui 3 dormitórios, 2 banheiros, uma cozinha, uma sala da estar, uma área externa e 1 box para carro (em frente a fachada), divididos em dois andares. Uma dessas casas foi esterilizada e hoje serve como um pequeno hospital. A sala é usada como sala de espera, um quarto está sendo mobiliado para servir de ala cirurgica, enquanto os outros dois foram preparados para receber pacientes enfermos. Os medicamentos são estocados na cozinha, a geladeira foi ligada de forma improvisada na bateria de um carro, caso o acampamento venha a receber algum medicamento que necessite de refrigeração.

    O salão de festas comporta um refeitório. Os responsáveis pelo setor de refeição preparam almoços e jantares coletivos, assim como pães e bolos para distribuir para as casas. O setor de refeição, junto com a líder, atualmente planejam passar a trabalhar na tentativa de produção de geléias, encontram-se aguardando a primeira colheita de frutas para iniciarem as experiencias. As mesas de todas as casas foram levadas para lá, tornando o lugar aconchegante e familiar.

    Jullie disponibilizou todas as casas para moradia dos inquilinos. Tentando manter, preferencialmente, no mínimo dois moradores em cada residência, por motivos de proteção.
    Não será permitido que autoras escolham suas próprias casas, acreditamos que disponibilizar essa opção contribuiria para a criação de panelinhas, e por isso, a divisão será feita a partir da avaliação de ficha. Caso seu personagem já seja um membro dos Alphas, e tenha chegado acompanhado de algum parceiro ou familiar, eles serão colocados juntos em uma mesma residência. Caso seu personagem já seja um membro dos Alphas e tenha chegado sozinho, irei dar-lhe três opções de casas: Uma no intuito de manter a autora junto de possíveis afinidades com outras autoras, outra no intuito de possível afinidades entre personagens, e outra no intuito de desavenças entre personagens. Se nenhuma dessas lhe agradar, seu personagem será colocado em uma casa vazia e morará sozinho (até que todas casas sejam ocupadas, pelo menos).

    _____________________________________________________________________
    Disponibilidade

    Casa O1 – Alcide Morrow
    Casa O2 – Hospital
    Casa O3 – Amélia Constagnolli | Joseph Schaedler
    Casa O4 – Evelina Axelsson | Nathaniel Graham
    Casa O5 – Horus Anísis | Katherine Dare | Primrose Bowye
    Casa O6 – Jullie Morgan | Rádio | Depósito de Armas
    Casa O7 – Vazia
    Casa O8 – Vazia
    Casa O9 – Reservada para Creche
    Casa 1O – Veruska Brendan | Lúcia Tremayne | Nina Zhou | Beano, the dog
    Casa 11 – Precisa de Reparos – Porta frontal arrombada
    Casa 12 – Sean Valentine | Charlie Mindfort | Akantha Asker | Chaplin, the dog
    Casa 13 – Baron Pestock | Tiffany Chermont
    Casa 14 – Bernard Brendan | Octavia Magdalena
    Casa 15 – Precisa de Reparos – Forro com Miolos
    Casa 16 – Precisa de Reparos – Vidros Quebrados
    Casa 17 – Vazia
    Casa 18 – Vazia
    Casa 19 – Vazia

    Anexo 1 Anexo 2


    Spoiler:


    #1134

    Faça sua reserva clicando aqui

    Spoiler:

    N O M E   D O   P E R S O N A G E M
    ❝   Frase ou pensamento não obrigatório   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo resumo
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Você

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Disponibilidade de horários

    ▪ m p | r o m a n c e
    De acordo ou não

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    resposta

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Astrologia não obrigatória

    ▪ s t a t u s
    Acampamento ou nômade, se nômade, especifique o grupo. Se acampamento,
    especifique função e moradia

    ▪ a f i n i d a d e s
    Cite e explique as amizades ainda vivas de seu personagem

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Cheque os sistemas

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    auto-explicativo

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Cheque os sistemas

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Cheque os sistemas

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Personalidade

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Aparência

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Eventos importantes que marcaram a vida de seu personagem. Lacuna não obrigatória. Não a use para citar eventos supérfluos

    ▪ s o u n d t r a c k
    Black Rebel Motorcycle Club – Beat the Devil’s tattoo

    ▪ i n v e n t á r i o
    Cheque os sistemas

    ▪ a n e x o s
    Máximo 2 imagens

    Pegue o code clicando aqui

    A C A M P A M E N T O   A L P H A V I L L E

    Spoiler for Julliette Marie Rosenvelt Morgan

    J U L L I E T T E   M A R I E   R O S E N V E L T   M O R G A N
    ❝   I pray for peace but I’m ready for war  ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Jullie é uma líder que dedica todos os minutos de seus dias a servir seus protegidos, raramente vista desocupada, dá a impressão de que vive com a cabeça inundada em pensamentos e obrigações – o que de fato é verdade. Aprecia a organização, a sobriedade e o comprometimento, e costuma retribuir tais qualidades com brandura e consideração. Apresenta métodos peculiares de guiar seu rebanho, visto que mesmo pregando a democracia tenha certa resistência em ouvir suas palavras serem contrariadas. Tal característica impede que a opinião dos mais acovardados seja colocada sobre a mesa, o que dá uma imagem extremamente insensível e rudimentar á loira. Ainda que não seja esnobe, vez ou outra deixa escapar sua natureza pretensiosa, principalmente quando o assunto é sua capacidade de liderança, a qual ela não aceita ser questionada. Costumava ser uma ótima amiga, porém o apocalipse revelou muitos traços desconhecidos de sua individualidade, dentre eles a inegável dificuldade em desapegar de seus entes mortos, e por isso tenta portar-se de forma quase que profissional, sem envolver-se emocionalmente com os moradores do acampamento, na tentativa quase falha de não destruir ainda mais seu coração um dia virtuoso.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Neptune | @shawny

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Meus fins de semana são apertados e provavelmente estarei sempre ausente durante o dia deles, disponível para turnar somente de madrugada. Já, durante a semana, é mais fácil me encontrar online, principalmente no horário da tarde e madrugada.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Jullie está disponível para romance.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Julliette Marie Rosenvelt Morgan, tão habituada a ser chamada de Jullie que, atualmente, hesita quando chamada pelo nome de batismo.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Nascida no dia O5 de Maio, Jullie é taurina e possui 32 anos.
    < ✹ Touro – ⇐ Capricórnio – 🌙 Leão – ∨ Libra >

    ▪ s t a t u s
    É moradora e líder do acampamento AlphaVille.
    Lá sua função primária é coordenar e tomar decisões pelo bem dos moradores. Dentre suas obrigações como líder a principal é orientar o grupo de buscas dos soldados durante os saques.
    Reside a casa de número O6, onde vive sozinha, já que os outros quartos são utilizados como central de rádio e estoque de armas.

    ▪ a f i n i d a d e s
    F A M I L I A R E S
    Gareth Orton
    ▪ Noivo Desaparecido
    A M I Z A D E S
    Sten Delmont ▪ Conselheiro | Amélia Constagnolli ▪ Amiga
    Dominika Kaminski ▪ Morta | Nina Zhou ▪ Amiga | Horus Anisis ▪ Confiança
    P A R C E R I A S
    Dante Smirnov ▪ Parceria de trocas
    C O N H E C I D O S
    Líderes de Função ▪ Relação séria de tratos
    Moradores ▪ Conhecidos

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Jullie é uma Neutra Imparcial.
    Possui um coração mais bondoso que sua posição exige, experiências duras pós apocalípticas forçaram-na a abandonar a ingenuidade e a forma lúdica com que via o mundo. Ainda possui muita dificuldade em tomar decisões capazes de trazerem algum tipo de infortúnio a um amigo ou desconhecido. O coração é mole, mas ela vem tentando endurece-lo aos trancos e barrancos, e por mais que isto venha deteriorando sua saúde mental, tem feito um bom trabalho.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Jullie formou-se muito cedo em Biomedicina.
    Chegou a receber alguns prêmios universitários por seus trabalhos durante a pós graduação. Seu primeiro emprego foi em uma clínica de análises, mas logo tornou-se uma das mais importantes microbiologistas experimentais de Sacramento, trabalhando com consultoria para demais profissionais.
    Foi seu currículo impecável e sua determinação para decifrar e inovar que fizeram-na ser convocada para o laboratório de estudo do ZPOL.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Inglês e Alemão ▪ Básico | Motorista&Motociclista ▪ Básico
    Doméstico ▪ Básico | Pesca ▪ Básico
    Tecnologia ▪ Básico | Farmácia ▪ Básico
    Medicina Especializada em Biomedicina ▪ Perito
    Pistolas ▪ Perito | Fuzis ▪ Básico Revólveres ▪ Perito

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O2 – 45 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    L Í D E R ▪ Estratégia 10
    P A C I F I C A D O R ▪ Diplomacia 12

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    O fim do mundo converteu drasticamente o caráter e os princípios de Jullie, que costumava ser uma mulher corajosa e imparável. Toda sua vida havia sido dedicada ao sonho de conquistar um legado profissional, e com a chegada do estopim Julliette viu-se completamente arruinada e arrependida dos longos anos os quais investiu cegamente em um futuro que nunca será capaz de desfrutar. A loura teve de se redescobrir e reformular, e ainda que muito de sua natureza lúdica e fantasiosa tenha se perdido, continua com a mente ampla e ambições quase irreais.

    Vive com a constante sensação de perda, a qual ela vem lutando arduamente para aprender a lidar. Sua dificuldade com o desapego e com a necessidade de conformação é, com certeza, o que mais interfere em sua plenitude. Tal impedimento faz com que a loura crie uma barreira extremamente larga entre si e outros, em uma tentativa desesperada de afetar-se com possíveis feridas. Age com falsa frieza, ainda que seu bom coração e gentileza permaneçam, ela nega-se a distribuí-los indevidamente.

    É prudente, sensata, e tenta ao máximo usar seu medo como aliado para medir consequências. No entanto o fardo das muitas vidas que protege a fere profundamente, faz com que se sinta insegura e arranca de si a paz. Em contraproposta, é boa em mascarar as próprias inseguranças, usa a autoridade para encobrir seu psicológico abatido e sua determinação para incentivar a seguirem suas ideologias.

    Ofende-se fácil quando o assunto é sua liderança, julga-se extremamente capaz de guiar o acampamento, dedica tanto de sua lucidez a ele que pode ver críticas como afrontas injustas. O fato de viver sempre no limite do estresse e da tensão a torna impaciente, fazendo-a reagir exageradamente grande parte do tempo.

    É uma boa conselheira, quando encontra tempo para dedicar a uma conversa. Extremamente atenciosa a detalhes, nenhuma informação e nenhum humor negativo passa despercebido por seus olhos, sua clemência a torna uma boa ouvinte e amiga, ainda que evite criar laços com qualquer um que se aproxime. Porta uma consciência e percepção aguçadas, capaz de prever problemas antes de qualquer um, fazendo de suas palavras e instruções suas principais armas.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Jullie possui cerca de 1,75 de altura. Com um porte esguio e poucas gorduras, seus ombros são ossudos, os braços finos e compridos assim como os dedos e as pernas. Seu busto condiz com seu porte, fazendo-a vestir sutiãs de tamanho pequeno. A cintura, não muito demarcada, é o centro de seu corpo ampulheta, uma vez que os quadris se alinhem com o busto exíguo. Costumava usar roupas convencionais, calças sociais, jeans, camisas femininas, um guarda roupas bastante prático e com elegância sutil. Atualmente opta por roupas frescas e confortáveis, que lhe permitam locomover-se sem enervar.

    Possui fios naturalmente louros, com um tom que beira o dourado. Em tempos passados usava-os em um comprimento mediano – acima do busto – e platinados, no entanto sua atual situação fez com que optasse pela praticidade, passando a tesoura nas ondas para que permaneçam acima dos ombros, a franja crescida pende sobre a lateral de seu rosto, na altura da maçã.

    As íris são de um azul escuro, as vezes confundido com verde. Os olhos possuem aberturas grandes, seus cílios dourados não tão longos são curvados e dão-lhe um olhar deveras feminino. As sobrancelhas são mais escuras que seu cabelo, possuindo um tom de castanho claro, ela tenta mantê-las finas e arqueadas, mas nem sempre encontra tempo para isso. Os lábios são finos e possuem um desenho delicado, quando sorri é possível ver o interior gorducho de suas bochechas. Seus dentes são brancos, alinhados com exceção dos incisivos, pouco mais longos.

    A pele é clara, bronzeada, costumava ser bem cuidada, por tanto é raro que Jullie receba mais idade do que realmente possui. Não possui tatuagens, nem cicatrizes significativas.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Jullie foi uma criança exemplar, nascida para o sucesso, sua determinação e foco foram capazes de levá-la muito adiante do que almejava. Uma jovem incomum, de maturidade incomparável e uma sede de vitória inegável. Ela cresceu tendo em mente a certeza de onde encontrar sua felicidade, e ninguém, nem mesmo o amor, foi capaz de desviá-la de seu objetivo. Independência. Era a independência o que ela buscava, encontrava plenitude somente no triunfo e na glória, audaciosa, prudente e perseverante. Imparável.

    Quando criança brincava de cientista, de fazer experimentos, de criar poções coloridas esmagando folhas e flores junto ao álcool. Quando jovem dedicou-se inteiramente aos estudos, ao amor pela descoberta e pelo conhecimento. Mas foi somente na vida adulta que colheu os frutos de seu trabalho, quando tornou-se uma renomada microbiologista, formada na melhor universidade que a Califórnia era capaz de comportar. Havia conquistado tudo aquilo que sonhava quando garotinha. A carreira dos sonhos, notoriedade, respeito, um noivo gentil… Até a chegada do estopim.

    Foi convocada para trabalhar em um dos laboratórios situados em Sacramento para estudo do ZPOL. Mas aos poucos os militares que guardavam o forte foram sendo requisitados em outros locais, tornando impossível a proteção do laboratório.

    Quando saiu, frustrada pela falha, seu primeiro instinto foi reconstruir civilidade, foi desta forma, com seus amigos Sten e Dominika, que os primeiros indícios do acampamento AlphaVille foram erguidos. Em um hotel mequetrefe que cheirava a mofo e gente morta a loira foi capaz de reunir mais de 10 sobreviventes, no entanto, o fim do mundo trás consigo mais infortúnios que se possa imaginar. O hotel foi atacado e ela se viu obrigada a mover os sobreviventes.

    Levou quase um ano até que finalmente se restabelecessem em um novo lar, Jullie perdeu pessoas no trajeto, mas adicionou muitas outras também. Seus amigos partiram, alguns simplesmente sumiram, outros ela assistiu em silêncio enquanto desfaleciam. Hoje ela tenta manter seu rebanho unido, seu coração ainda pesa com a dor de tantas perdas e incertezas, o fardo da liderança a amedronta, mas Julliette jamais aceitaria ser derrotada.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Aurora – Warrior

    ▪ i n v e n t á r i o
    Pistola Taurus 838

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Horus Anisis

    H O R U S A N I S I S
    ❝   Os pactos, sem a força, não passam de palavras sem substância para dar qualquer segurança a ninguém.   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Um psicólogo aspirante à desafiador das leis da física que possui como seu maior defeito o hipocondrismo. Gente boa, legal, acha que o importante é o que se tem dentro do coração, não o que se tem por fora. Acostumado com uma vida tranquila e zen, o ataque apocalíptico lhe trouxe uma curiosidade indomável, afim de querer descobrir o que se passa na mente dos zumbis e como é possível ainda existir vida após a morte.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Artemis

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    15h — 20h, segunda à sexta.
    finais de semana variados.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Com um sapão desses, super de acordo, né não?

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Horus Anisis.
    Horus significa “alto, aquele que voa alto” ou “falcão”.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Possui 36 anos muito bem vividos, sendo regido pelo signo de libra.

    ▪ s t a t u s
    Acampamento Delta.
    Mora na casa O5, junto de Katherine Dare e Primrose Bowye. Trabalha no Setor de Construção.
    *martela o martelão*

    ▪ a f i n i d a d e s
    Julliette Morgan — A líder do grupo é nada mais, nada menos, que uma grande amiga do egípcio. Estando ao seu lado desde a época da igreja, Horus sempre apoiou as decisões de Jullie e manteve-se ao seu lado para o que bem precisava. Não preciso deixar claro que nada mudou até hoje — Assim como a loira confia no moreno, Horus confia em Jullie.
    Katherine Dare — Katherine é uma moça que divide moradia com Horus. Ambos mantém uma relação boa de companheirismo.
    Primrose Bowye — Primrose também é sua colega de casa, uma moça que Horus gosta muito de bater papo, jogar conversa fora. Se não fosse o seu coração selado, ele poderia até dizer que sente uma atração diferente pela moça, que vai além da beleza.
    Charlie Mindfort — Charlie e Horus possuem uma relação amigável, mais de médico e paciente. O psicólogo dá vários conselhos para o menor, além de ter amplas conversas profundas com o rapaz.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutro & Imparcial

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Horus é formado em Psicologia, com especialização em Neuropsicologia. Antes do apocalipse, trabalhava em seu próprio escritório, atendendo diversos casos.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Básicos
    ♦ Horus fala fluente a língua árabe, inglesa e espanhola. Conhece um pouco do linguajar francês e português. {BÁSICO}
    ♦ Sabe dirigir carros e motos. {BÁSICO}
    ♦ Sistemático, gosta de cuidar da casa assim como cuida de sua saúde. {PERITO}

    Humanas
    ♦ Ciências Sociais {PERITO}
    ♦ Viu na faculdade um pouco de Direito, na área de Psicologia Jurídica e Direitos Sociais. Estudou também sobre Psicologia Forense. {BÁSICO}

    Biológicas & Saúde
    ♦ Psicologia {PERITO}
    ♦ Farmácia {BÁSICO}

    Físicas
    ♦ Muay Thay {BÁSICO}

    Sobrevivência
    ♦ Uso de Pistolas {BÁSICO}
    ♦ Uso de Fuzis {BÁSICO}

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Beleza • Clemente

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Como descrever a personalidade de Horus? Eu poderia resumir em: um homem muito inteligente, mas cheio de manias e tiques.
    De começo, Anísis é um homem cauteloso. Se tem algo que ele aprendeu com a vida foi ser calmo e paciente. Todas as suas ações devem ser pensadas e repensadas, pois podem causar consequências irreversíveis no dia de amanhã.
    Infelizmente esse conceito não se aplica ao seu vício. De tantos que podia arrumar, acabou tendo adicções por remédios. Sim, pequenos comprimidos com um efeito placebo o qual ele acreditava e idolatrava. Sem os seus remédios, Horus vira outro. Infortunamente, após o apocalipse, a falta desse suprimento fez com que ele entrasse em um estado de abstinência nunca visto antes por ninguém. Atualmente, podemos dizer que ele está “curado”, mas apenas Horus sabe a falta que lhe faz as pequenas cápsulas.
    Astuto, o egípcio sustenta a ideia de que conhecimento é tudo. Por isso, nunca deixou de estudar. Desde o ensino médio, dedicou sua vida ao ser humano. Escolheu psicologia justamente para estudar a mente de cada indivíduo que passasse por sua sala. A curiosidade lhe veio de brinde. Sempre está atento à tudo, antenado. Encontrou algo suspeito, pode ter certeza que Horus estará no meio para saber o que é. Questiona tudo, querendo encontrar respostas para perguntas que nem sequer foram levantadas.
    Protetor, amigo, fiel. Horus é um homem que sabe quando uma pessoa precisa de ajuda, e oferece seu ombro sem pestanejar. É capaz de manter à sete chaves o seu pior segredo, sendo totalmente neutro na situação. Contudo, costuma julgar as pessoas por seus atos e segue a filosofia de que palavras machucam muito mais do que ataques físicos. É aquele amigo de todas as horas, mas que mantém a imparcialidade caso precise dar a sua opinião em algum assunto.
    Em resumo, Horus é um homem que não te julgará pelo o que você é, mas sim pelos seus atos. Acredita na benevolência das pessoas, é um homem justo e honesto. Gosta de citar filósofos iluministas, prefere não discutir política muito menos religião. Adora dias ensolarados e não suporta tomar leite puro.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    1 metro e 75 centímetros é o equivalente à altura de Horus que, pesando por volta dos 76kg, possui a massa corpórea muito bem distribuida por seus membros. A pele é de uma tonalidade bronzeada, remetendo ao bege claro. Os olhos são equivalentes à uma piscina, tamanha a intensidade da coloração azulada. O maxilar bem definido é coberto por uma barba rasa do mesmo tom de seus cabelos castanho-escuros.
    ▪ s o u n d t r a c k
    Halsey – Gasoline

    ▪ i n v e n t á r i o
    ♦ Balas de laranja indispensáveis pelo psicólogo;
    ♦ Anel de Atlantis, que carrega na mão esquerda, no indicador;
    ♦ Pistola M1911

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Sean Valentine

    SEAN VALENTINE
    ❝   Our compassion shall be met, everything, let me be, our life’s highway guard within.   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Sean é um ex-fuzileiro naval e músico, originalmente de uma grande família de Seattle, é um cara acolhedor e carismático que utiliza de suas emoções como guia e está sempre disposto a colocar seu grupo a frente de sua própria pessoa. Honesto e um péssimo mentiroso, é comum que ele aponte para coisas que o incomodem sem ter vergonha de ser julgado, e espera que as pessoas o levem a sério.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Vakarian

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Apenas a noite durante à semana útil, variável aos domingos.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Livre.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Sean Valentine. O primeiro foi escolhido por sua mãe, enquanto Valentine é o sobrenome de seu pai. Adora seu nome, porque também serve como um stage name maneiro.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Em seus 36 anos, Sean nasceu em 15 de Outubro, sendo do signo de Libra.

    ▪ s t a t u s
    Atualmente é um morador do acampamento localizado no condomínio Alphaville, na casa de n°12. Sua função é a de patrulheiro, a qual serve com muita vontade, afinal pode tornar a sua experiência na marinha em algo útil.

    ▪ a f i n i d a d e s
    AMIZADES
    • Charlie Mindford
    CONHECIDOS
    • Moradores do Acampamento

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutro & Imparcial.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Formado em música, mas por certos motivos acabou por servindo na marinha por onze anos, até se retirar logo após atingir o ranking de Tenente Coronel, e ir trabalhar em uma loja de discos em Los Angeles.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idiomas(Inglês,Irlandês) • Básico|Motorista ou Motoboy • Básico| Artes Visuais (Música) • Perito|Judô • Básico|Marinha • Perito |Uso de Pistolas • Perito|Pesca • Básico|Uso de Fuzis • Perito|Uso de Revólveres • Perito|Uso de Metralhadoras • Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O2 – 45 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    L Í D E R • 8 de Estratégia | A D O R Á V E L • 9 de Carisma

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Crescendo em uma família grande, era normal que pudessem contar com seus primos e tios para várias coisas, e Sean acabou levando isso para a sua vida. Gosta de fazer com que as pessoas se sintam bem-vindas, está sempre disposto a ouvir seus problemas para que se sintam melhor, e sempre estar tão disposto fez com que fosse fácil para ele se aproximar e formar vínculos, que em sua grande maioria não duravam muito tempo. Mas as amizades que ficaram, Sean fazia questão de dar o máximo de si para eles, sempre os colocando em primeiro lugar.
    Sua paciência é uma característica a se destacar, Sean é normalmente visto com uma expressão de serenidade em seu rosto, diz ele que não vê nada de bom em se estressar com coisas pequenas ou pessoas sendo pessoas. Mas como qualquer humano, ele tem seus limites, e se tornou mais comum atingí-los pós apocalipse.
    Algo que sempre valorizou muito é a lealdade, porém ainda mais nos dias de hoje, ele se doa para aqueles que o importam com tamanha intensidade que arriscaria a si mesmo sem sequer pensar duas vezes. Mas essa lealdade não vem de graça, e ele a reserva apenas para aqueles que se mostram realmente próximos a aqueles que suportam a sua honestidade, porque só ele sabe o quanto ele é um péssimo mentiroso.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Sean tem por volta de 1.88, acompanhado por um porte atlético, Sean tem um corpo musculoso porém nada absurdo, ao pesar-se da última vez lembra de pesar algo em torno de 80 quilos. Sua preferência por roupas são camisetas, especialmente aquelas com imagens engraçadas, acompanhadas por jaquetas, calças jeans e seus fieis coturnos vermelho-escuro.
    Os olhos são pequenos e de um tom de verde, mas que a distância se passam por um tom de castanho claro, acompanhado por pequenas marcas que mostram sua idade. Os fios de cabelo são castanhos claros com reflexos acobreados ao sol, curtos e estilizados em um “topete” bagunçado, a barba é rala e da mesma cor.
    Suas cicatrizes são poucas e bem escondidas, e até o momento, não possui nenhuma tatuagem.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Tendo uma vida pacata em Seattle, em uma família onde todos moravam na mesma rua no subúrbio, Sean cresceu tranquilamente junto com seus seis irmãos, sempre tendo um grande interesse por música. Algumas situações o direcionaram para uma carreira na marinha, a qual ele se aposentou devido as perdas de companheiros que acarretaram certas cicatrizes, e tornou-se difícil continuar.
    Ao se retirar da Marinha, Sean mudou-se para Los Angeles e conseguiu um emprego em uma loja de discos nomeada “Candy’s Discotheque”, revivendo a sua história de amor com a música e indo atrás de uma nova chance de começar uma carreira.
    O estopim o atingiu de surpresa durante uma de suas visitas semanais à floricultura, apenas ele e Charlie estavam lá e foram atrás da mãe do garoto sem muito sucesso. Passaram por várias situações de sobrevivência e acabaram por desenvolver uma relação amigável, quase como pai e filho. Ficaram vagando por aproximadamente um ano até encontrarem a lotada igreja, e continuaram junto aos moradores de lá até a mudança para o Alphaville.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Brand New – Vices

    ▪ i n v e n t á r i o
    • Foto da família.|• Fones de ouvido.|• Medalha Silver Star.|• Fuzil Colt M4A1.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Nina Zhou

    NINA ZHOU
    ❝   It’s been a long day, I can’t seem to keep up with it. I want to fall asleep, so I don’t have to remember.   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Nina costumava ser uma estudante de biologia pré-apocalipse. É uma garota tímida e reservada, com certa dificuldade para se socializar, mas com muito carinho para aqueles já amados, porque que apesar de sua genialidade sofre com os terrores de um mundo destruído e apesar de normalmente não deixar com que suas emoções tomem controle de si, ela procura alguma maneira de lidar com o medo que a persegue.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Vakarian.

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Apenas a noite durante a semana útil, variável aos domingos.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Livre

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M[/b]

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Ninette “Nina” Jing Zhou. O primeiro nome foi escolhido por sua mãe, o sobrenome vem de seu pai. Prefere se chamada pelo apelido pela questão de praticidade.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Em seus 20 anos, Nina nasceu no dia 22 de Junho. Sendo assim, do signo de Câncer.

    ▪ s t a t u s
    É uma moradora do acampamento, vive na casa de N° 10 junto de Veruska e Lucy. Nina trabalha no Setor de Refeição.

    ▪ a f i n i d a d e s
    AMIZADES
    • Bernard Brendan
    • Jullie Morgan
    • Lucy Tremayne
    • Veruska Brendan
    CONHECIDOS
    • Moradores do Acampamento

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutra & Leal

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Estava cursando o seu primeiro ano em Biologia durante o ano do estopim. Além disso, Nina trabalhava em um bar ilegalmente para pagar a faculdade.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idiomas(Inglês, Mandarim) • Básico|Motorista ou Motoboy • Básico| Tecnologia • Básico|Mixologia • Básico|Cabeleireiro • Básico |Uso de Pistolas • Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    L Í D E R • 8 de Estratégia | G E N I A L • 10 em Inteligência e 12 em Lógica

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Lidar com grupos grandes nunca foi uma especialidade de Nina, é muito mais fácil observar a distância e absorver as informações do que conversar, o que pode gerar situações estranhas se ela chegar em alguém “Ei, você gosta de tal coisa e eu também”, é algo normal para ela.
    O medo é algo que constantemente anda na cabeça de Nina, os dois anos com o seu grupo de ex-colegas e conhecidos lhe foi o traumatizante o suficiente para que as feridas de lidar com os sumiços e mortes não se fechassem até hoje. É comum que durante à noite ela acorde com pesadelos.
    Ela é bastante reclusa, preferindo interagir apenas com aqueles que é próxima, mas sabe que se for necessário, tem que falar com os outros, mas tem dificuldades em lidar com situações do tipo.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Com sua altura em algo como um 1.70, Nina tem um corpo pequeno e não muito demarcado, os ombros são um pouco mais largos que a cintura, o busto é pequeno e proporcional ao seu corpo. Costumava utilizar roupas como vestidos e saias, mas atualmente veste blusas simples, shorts ou calças jeans junto de tênis com meias fofinhas.
    Os olhos são de um preto profundo, puxados e grandes e algumas vezes são adornados com delineador se encontrado. Os lábios tem formato de eclipse que ornam perfeitamente com o seu rosto em formato redondo.
    Seus cabelos são descoloridos e tingidos em um tom rosa pastel em uma tentativa de encontrar esperança, originalmente costumavam ser pretos como os olhos. Os fios são longos e acompanhados de uma franja que cobre sua testa, por questões de praticidade, normalmente está preso em duas tranças ou em um coque.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    A vida de Nina costumava ser relativamente tranquila, até a mudança para São Francisco, quando perdeu sua mãe em um acidente e eventualmente perdeu seu pai para a tristeza. Assim, ela procurou por outras maneiras de se focar, e encontrou os estudos.
    Ela foi surpreendida ao ver vários seguranças e alunos correndo para dentro da biblioteca onde estava, e falando sobre supostos ataques na volta do campus, ela não acreditou, porém quando tentou sair, alguém a segurou, e por muito pouco ela escapou.
    Após alguns dias, o grupo saiu da biblioteca e começou a vagar pelas cidades, durante o aproximadamente um ano que se passou, apesar de não ser próxima de nenhum dos membros do grupo, ver todos eles partindo rumo ao desconhecido, sendo atacados, ou traídos uns pelos outros, afetou o psicológico da garota de modo que ela não consegue dormir tranquilamente durante a noite mais.
    Ser acolhida pelo acampamento e ter o apoio de Jullie e Veruska fez com que ela voltasse a acreditar que tivesse alguma chance de sobreviver.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Yuna – Falling

    ▪ i n v e n t á r i o
    • Dois potes com 150ml de tinta rosa.|• Descolorante.|• Livro To Kill a Mockingbird.|• Pistola Taurus 83.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Baron Pestock

    B A R O N   P E S T O C K
    ❝   I will burn your kingdown down, if you try to conqueror me and mine. I’m a man of my word.   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Baron é um cara extremamente reservado, geralmente encontrado em silêncio em locais tranquilos, observando aqueles que o rodeiam. Preza pela lealdade acima de tudo, é um homem de palavra, de caráter íntegro e razão exacerbada. Um bom ouvinte e conselheiro, no entanto, é extremamente raro vê-lo falando sobre si mesmo, uma vez que ainda porte uma velha postura inescrutável, hábito mantido desde seus tempos de fora da lei. Sua facilidade em decifrar torna difícil enganá-lo, conduta a qual ele abomina e pode causar grave inimizade. Costuma tratar conhecidos com indiferença, pois tem em mente que permitir que pessoas se aproximem pode vir a custar caro futuramente. No entanto é extrovertido e protetor com aqueles pelo qual sente afeição, principalmente familiares. Sua antiga vida como traficante e membro de gangue o tornou esperto, possui malícia e entende sobre as manhas da rua, porém, ele mantém seu passado completamente engavetado, nunca ousou expor para seus vizinhos no acampamento, o qual é membro desde a época da igreja.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Neptune | @shawny

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Meus fins de semana são apertados e provavelmente estarei sempre ausente durante o dia deles, disponível para turnar somente de madrugada. Já, durante a semana, é mais fácil me encontrar online, principalmente no horário da tarde e madrugada.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Baron está disponível para romance.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Baron Pestock. Registrado somente com o sobrenome materno, uma vez que nunca viera a conhecer seu pai, e este possivelmente não tenha conhecimento de sua existência. O nome escolhido através de uma revista de nomes infantis significa ”Lorde, aquele que ordena”.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Baron nasceu no dia cinco de novembro de 1984, sendo um escorpiano puro, do secundo decanato. Atualmente possui 35 anos de idade.
    < ✹ Escorpião – ⇐ Aquário – 🌙 Virgem – ∨ Escorpião >

    ▪ s t a t u s
    É um morador do acampamento de Julliette, no condomínio Alpha Ville.
    Lá sua função primária é liderar o setor mecânico, o qual possui proficiência uma vez que costumava trabalhar nas oficinas mecânicas usadas para lavar dinheiro em nome da Outlaws. Além disso, é um soldado, solicitado para buscas de suprimento e auxílio ao treinamento com armas. Mora na casa 13, junto de sua irmã Tiffany.

    ▪ a f i n i d a d e s
    F A M I L I A R E S
    Veruska Brendan ▪
    Mãe Adotiva | Caesar Brendan ▪ Irmão Adotivo
    Tiffany Pestock ▪ Irmã Biológica | Lucy Tremayne ▪ Irmã Adotiva
    A M I Z A D E S
    Ophelia Reynolds ▪
    Funcionária de Veruska Pré Apocalipse
    C O N H E C I D O S
    Moradores do Acampamento ▪
    Conhecidos
    Demyan Morozov ▪
    Conhecido do Crime | Dante Smirnov ▪ Conhecido do Crime
    I N I M I Z A D E S
    Akantha Asker ▪
    Rival de Contrabando

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Baron é neutro e leal. Possui certa imparcialidade para lidar com tudo aquilo que lhe é desconhecido, não expressa confiança de mais nem de menos e costuma se preparar para qualquer tipo de consequência. Valoriza a honestidade e a lealdade e jamais vai contra a própria palavra, preza a honra, no entanto, a justiça pende sempre para o lado daqueles ao qual guarda com mais carinho.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Era senhor das armas na gangue Outlaws. A gangue, conhecida principalmente pelo tráfico de armas, possuia uma hierarquia bastante definida e Baron se encontrava no terceiro posto da pirâmide. Seus serviços se resumiam a organizar os transportes das mercadorias e mantê-las sob supervisão.
    Baron não cursou faculdade.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Inglês ▪ Básico | Motorista&Motociclista ▪ Perito
    Gastronomia
    ▪ Básico | Pesca ▪ Básico | Mecânica ▪ Básico | Boxe ▪ Básico
    Pistolas
    ▪ Perito | Fuzis ▪ Perito | Metralhadora ▪ Perito | Espingarda ▪ Perito

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O2 – 45 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    B E L E Z A ▪ Conquista
    C O M B A T E N T E ▪
    8 Força | R O B U S T O ▪ 8 Resistência
    L Í D E R ▪
    8 Estratégia

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a

      When you’re cursed you’re always hoping  ❞
    Baron possui um modo muito singular de lidar com pessoas, sua constante indiferença é motivada pela necessidade de não permitir que se aprofundem em seu caráter e intelecto. Age de tal forma por completo instinto e hábito, e se sente extremamente desconfortável quando sente que alguém ao qual não confia começa a desvendar seu interior. Por tanto, é extremamente reservado e discreto, nunca compartilhando seus pensamentos e desejos em vão, sequer expondo sua opinião por motivos superficiais. Ainda que aprecie boas conversas e trocas de opiniões, o faz somente com quem lhe transmite certo nível de sapiência e moralidade. Abomina conversas fúteis e não esconde seu aborrecimento com as tais, diversas vezes passando por presunçoso. O que talvez ele realmente seja.

    Possui um fundamento o qual é extremamente irredutível: ”Informação é poder”, grande influenciador em sua pratica de não compartilhar conteúdo sobre si, seja referente ao seu passado ou ao seu intelecto. É este fundamento que o torna tão observador e analista, além de insuportavelmente crítico. Tal pensamento passou a fazer parte do cotidiano de Baron assim que ele passou a se tornar importante na gangue Outlaws, já que para lidar com as violentas disputas de território era necessário conhecer seus inimigos e proteger seus aliados.

    Dentre os defeitos de Baron o que mais se destaca é a constante necessidade de julgar e criticar precocemente. Ainda que não seja de seu feitio expor aquilo que pensa sobre as pessoas, guarda para si muitos pré conceitos formados, muitas vezes erroneamente, sobre todos. As vezes tais críticas são tão nocivas que o influenciam a desdenhar de sua… vítima.

    Porém, mesmo com seu temperamento extremamente sistemático e indolente possui integridade implausível. Honra suas palavras com dignidade e as trata com extremo valor, e exige esta honestidade e respeitabilidade em retorno, caso contrário pode se tornar truculento e vingativo. É rancoroso e não costuma esquecer deslizes, inflexível e extremamente severo, na maioria das vezes até incapaz de perdoar.

    Sua lealdade não é conquistada levianamente, mas para aqueles que a alcançam um novo Baron é apresentado, completamente distinto daquele Baron calado e introvertido. É extremamente protetor com quem guarda afeição, possuindo um elo fortíssimo com a família, respeitando e defendendo seu valor com unhas, dentes e muita bala. Trata suas amizades como seu próprio sangue, dispondo-se a mover mundos e passar por cima de qualquer coisa para manter sua irmandade ilesa. Princípios estes herdados graças ao clube, constituído por um grande número de homens e mulheres que dedicavam-se a cuidarem um dos outros como uma família.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Baron possui cerca de 1,85m de altura. Possui um porte mediano, com músculos bastante definidos desde muito antes do estopim. Costumava usar calças jeans, tênis esportivos e as jaquetas com logo da Outlaws, mas atualmente veste qualquer coisa que lhe servir, ainda que guarde com certo carinho a jaqueta do clube.
    Possui fios louros, os quais mantém um tanto longos penteados para trás. São finos e lisos. A barba possui um tom dourado, brevemente mais escuro que o cabelo, a qual ele deixa crescer naturalmente e só apara quando passa a incomodá-lo de alguma forma.

    Suas iris possuem um tom de azul profundo, no entanto, quase passam despercebidas em seus olhos pequenos e cílios ralos. Possui lábios relativamente finos, ainda que o inferior seja brevemente mais carnudo que o superior e sua boca também passe despercebida, graças aos longos fios de barba. A pele é clara, e já apresenta algumas marcas, recompensas da idade e estresse. Nunca fora vaidoso, e nunca pensou em mudar sua aparência de alguma forma, cuida de si mesmo da mesma forma por anos e é apegado demais a rotina e a praticidade para que venha a mudar algum dia.
    Possui cicatrizes demais para que sejam contabilizadas, mas nenhuma significativa o suficiente para ser citada por aqui. No entanto, possui três tatuagens, uma no antebraço que representa a morte de um amigo querido do clube. A outra nas costas, com o logo da Outlaws e, por ultimo, a palavra Brotherhood no peito esquerdo.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r

    ❝  A grotesca família Brendan/Pestock   ❞
    Wendy nasceu sob um lar extremamente conservador, na periferia de Sacramento. Os pais, donos de uma igreja, lutavam para manter os jovens do bairro no caminho ao qual Deus havia trilhado para seus cordeiros, mas Wendy nunca sentiu que se encaixava neste meio familiar. A baixa renda e a proximidade com o crime fez com que a menina muito cedo se envolvesse com drogas, tornando-se uma viciada antes mesmo dos 13 anos.
    Os pais tentavam ajudá-la, mas ao mesmo tempo, a puniam severamente, menosprezando-a e penitenciando-a mais do que a amparando-a. Não demorando para que Wendy abandonasse a casa dos pais, passando a sustentar um muquifo em um motel de estrada com programas. A falta de maturidade e consciência fez com que a jovem engravidasse prematuramente, com 16 anos, sem sequer saber quem seria o pai.
    O abuso de drogas durante a gravidez fez com que fosse internada no hospital severas vezes, forçando Baron a nascer de apenas 7 meses. O nascimento prematuro e suas consequências forçaram o bebê a permanecer sob cuidados médicos por cerca de 3 meses. Só tendo alta assinada quando os avós se comprometeram a tomar conta dele, o que não aconteceu, pois Wendy acabou fugindo mais uma vez, desta vez, com Baron no colo.
    Wendy deixava o menino sozinho, preso dentro do quarto de hotel enquanto saia para fazer programas ou drogar-se. Inconformada com o choro incessante do quarto vizinho, uma das moradoras do hotel – que também era uma prostituta, uma vez que aquele estabelecimento fosse bastante conhecido pelo grande número de programas – invadiu o quarto, encontrando o garotinho de apenas um ano morrendo de fome e nu.
    Sem saber como proceder a mulher levou o garoto até sua chefe, Veruska, dona de um famoso prostíbulo da cidade. Veruska tentou ajudar Wendy, oferecendo-lhe emprego em sua casa noturna e cedendo-lhe um dos quartos do estabelecimento para que ela e Baron morassem. No entanto, não demorou para que Wendy começasse a mostrar sua inconstância psicológica e aparecer completamente drogada.
    No final das contas, Veruska demitiu Wendy, que sumiu do mapa, e assumiu a guarda de Baron como seu primeiro filho de coração. Futuramente descobriram que Wendy possuía graves distúrbios mentais além do famigerado vicio em drogas.
    Veruska e Baron possuíam uma sincronia natural, davam se bem e o amor entre os dois era mútuo. O menino cresceu sabendo sua história, e conforme amadurecia deixava de se envergonhar dela.
    Envolveu-se com o crime muito cedo, sem o conhecimento de Veruska, na intenção de retribuir tudo o que havia feito por ele. No início trabalhava apenas como olheiro para a Outlaws, assegurando que cargas de armas não fossem extraviadas e trabalhos deste cunho, no entanto, conforme amadurecia, foi crescendo dentro da gangue, tornando impossível esconder o que mantinha-o ocupado nas ruas.
    Tempo depois ganhou um irmão adotivo, Veruska havia engravidado, dando a luz a Bernard. Baron recebeu-o com muita afeição, e mesmo com a grande diferença de idade, os dois sempre se deram extremamente bem. Bernard, inclusive, enfrentou alguns reformatórios para livrar o irmão mais velho do cárcere.
    Referente a vida amorosa pode-se dizer que é – quase – nula. Ter crescido em um estabelecimento onde o sexo é objetificado e simplificado a dinheiro fez com que o louro não seja facilmente surpreendido. As garotas da casa noturna de Veruska eram tratadas quase como membros da família, o que tornou raríssimo os casos em que Baron envolveu-se com alguma delas. Salvo o episódio com Ophelia, e outras breves e insignificantes ocasiões com algumas novatas.
    E por fim a grande surpresa de Baron foi ter sido encontrado por Tiffany, sua irmã biológica, nascida uma década após o sumiço de Wendy. Tiffany foi criada pelos avós maternos e cresceu ouvindo histórias de que possuía um irmão que havia sido adotado por uma cafetina. A menina fora instruída e educada para ser tudo aquilo que sua mãe não fora, e por isso, os avós a proibiram de ir atrás do irmão mais velho. Mas, como a fruta nunca cai longe do pé, bastou que Tiff atingisse a maioridade para ir atrás do irmão, que a recebeu como se fossem íntimos de longa data e ensinou-a tudo que sabia, dividindo, inclusive, sua família adotiva com ela.
    Como a família Brendan/Pestock viveu com a preocupação de ter a vida em risco, seja por pela mira policial ou ilegal, sempre possuíam planos de fuga, e a maioria deles incluía um pequeno chalé em uma área excluída da cidade. Com a chegada do estopim todos foram para lá, e foi assim que conseguiram se manter unidos até então.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Johnny Cash – Hurt

    ▪ i n v e n t á r i o
    Revólver Anaconda .44mm. Jaqueta da Outlaws. Chaves de sua antiga motocicleta.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Charlie Mindford and Chaplin

    C H A R L I E   M I N DF O R D

    ❝   Se a vida lhe der limões, faça uma limonada   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Charlie era um estudante antes do apocalipse, trabalhava de meio período na floricultura de sua mãe, não por obrigação ou em busca de receber algo em troca, ele não é uma pessoa oportunista, apenas trabalhava lá para passar mais tempo ao lado de sua mãe. No dia do estopim, ele estava conversando com Sean, um freguês que vinha semanalmente na floricultura comprar algumas flores, este dia acabou sendo marcante pois Charlie não pôde encontrar sua mãe e teve que partir sem ela, e por mais que dois anos tenha passado, ele ainda possui esperanças de que sua mãe ainda esteja viva e espera reencontrá-la algum dia.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Mars

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Provavelmente a noite, após as 18:00 até as 22:30 durante a semana, e fim de semana o tempo é livre

    ▪ m p | r o m a n c e
    De acordo

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Charlie Mindford

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Treze anos – Nasceu dia 15 de agosto de 2007, sendo do signo de Leão.

    ▪ s t a t u s
    Acampamento Alphaville, casa 12.
    Ele gostaria de estar na patrulha junto de Sean, mas por causa de sua idade a líder do acampamento, Jullie, colocou-o para ajudar na cozinha.

    ▪ a f i n i d a d e s
    ▷Sean Valentine
    Charlie e Sean já eram conhecidos pré-apocalipse por volta de dois anos, totalizando em quatro anos de convivência. Eles se conheceram por causa da frequência de Sean na floricultura que a mãe de Charlie é proprietária, sendo que o garoto a ajudava a tomar conta da loja ou a fazer entregas na maioria de seu tempo livre -ou seja, o dia todo-.
    Com a frequência de Sean na floricultura, Charlie desenvolveu certa afinidade com o mesmo, começando a puxar papo, descobrindo sobre sua vida amorosa, profissional, pessoal… enfim, ficando “a par das coisas” e se interessando ainda mais pelo homem, empregando-lhe uma imagem de um “pai” que nunca chegou a conhecer.

    ▷ Chaplin
    Chaplin é um gato bem peculiar e também melhor amigo de Charlie. Ele e Sean encontraram o animal ainda filhote, o único que sobreviveu em uma ninhada. Os dois cuidaram do pequeno, dando alguns restos de caça para se alimentar ou alguma comida específica para gato quando tinham tempo de ir a algum petshop. O gato possui uma pelagem preta e branca, e em seu fucinho há uma mancha preta que lembra um bigode, seus olhos são de uma coloração esverdeada e seu tamanho não é o mesmo que o de um gato adulto pois ele ainda não tem um ano. Por mais que gatos sejam ariscos mesmo fora de um apocalipse, Chaplin é bastante dengoso e pegou um afeto por Charlie, este animal chegou a proteger o rapaz uma vez e vive seguindo-o por todos os lados -tudo bem que Charlie também o carrega para todos os lados, mas o gato não tentou escapar ou fugir em algum momento-.

    ▷Caesar Brendan
    Esses dois juntos é uma combinação…um tanto quanto perigosa. Ficam discutindo assuntos triviais, bolando planos para atormentar alguém ou fazer algo inesperado… às vezes eles têm discussões infantis, e Charlie é influenciado por Caesar para fazer algum trabalho que o maior estaria encarregado de fazer a troco de algum doce ou alguma coisa que favoreceria o menor.

    ▷Verônica Hernandez
    Charlie tende a paquerar esta mulher, gosta de ficar na cozinha conversando com ela, tentando arranjar algum doce, jogando conversa fora e “louvando-a”.

    ▷Julliette Morgan
    A relação entre os dois é de um amor unilateral. Charlie adora andar ao lado de Jullie, se sente atraído por ela assim como se sente atraído pela Veruska, porém é uma atração um pouco maior. Ele vive andando ao seu lado, puxando assunto, cortejando-a, etc.

    ▷Membros do acampamento Alphaville
    Sua afinidade com os membros do acampamento não é a mesma que possui com Sean, é um pouco mais baixa, porém já considera os membros como amigos ou parte de sua família.

    ▷Alcide
    Alcide só está no acampamento por 1 mês, portanto Charlie não possui muita intimidade com ele, mas, o rapaz sempre arranja um tempo para ficar com o maior afim de ouvir suas histórias e lições de vida.

    ▷Horus Anisis
    Charlie tende a ir fazer uma visita ao homem para desabafar coisas que não consegue fazer com Sean, pedir conselhos para ter diversas opniões, fazer uma consulta para contar sobre seus pesadelos e contar sobre a frequência que sua mãe aparece neles, uma relação entre médico e paciente e de um amigo para o outro.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutro e leal.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Ele é um estudante do ensino fundamental, na verdade, era um estudante. Não há o que dizer aqui, ele só tem 13 anos q

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Básico- Inglês e Espanhol
    Ele é fluente em inglês que é sua língua nativa, mas não conhece 100% dela por não ter completado sua escola, então palavras muito difíceis ou algumas regras que se aprende após a 7ªsérie são desconhecidas por ele. Desde a 5ª série tem aulas de Espanhol, mas Charlie fazia pouco caso das aulas por ser um professor velho e que falava arrastado.

    Básico- Conhecimento doméstico
    Seus conhecimentos dessa área são de quando sua mãe fazia com que ele lavasse a louça e passa-se uma vassoura na casa.

    Básico-Humanas
    Ele tem um conhecimento bem básico em tecnologia, ele buscou saber o básico de computadores e celulares caso desse algum problema com seus pertences ou os de sua mãe.

    Básico-Sobrevivência
    Uso de pistolas. Seu companheiro Sean ensinou o básico caso Charlie entrasse em alguma situação de emergência e precisa-se utilizar uma arma.

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível OO – 35 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    -Irá desenvolver conforme seu lvl aumentar –

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Charlie tem uma personalidade simples, ele está na fase de rebeldia, normalmente ele diz não para as coisas ou contraria os adultos, até mesmo Sean. Para ele, ele não é mais nenhuma criança e vive relembrando a todos sobre isso, exigindo que tratem-no como um adulto.
    É um rapaz bastante convencido, não se abala facilmente com as palavras jogadas contra ele e sempre está pronto para sair discutindo, mas, devida à situação atual ele tem tentado maneirar esse comportamento, está compreendendo que não é em qualquer momento que poderá agir como bem quiser. Charlie possui um padrão de beleza completamente diferente, ao invés de se interessar por garotas de sua idade, ele tende a dar em cima de mulheres acima de seus vinte anos de idade, e por mais que seja rejeitado, ele continua a correr atrás de seu alvo, e a partir do momento em que coloca algo em sua cabeça é extremamente difícil fazê-lo esquecer de tal, poderia considerar que ele possui persistência ou é um completo cabeça dura.
    Charlie pode ter uma personalidade que pareça ser difícil, mas é uma pessoa adorável. Gosta de ser tratado bem e de tratar os outros da mesma forma, apenas acha difícil encontrar alguém que aja dessa maneira em pleno apocalipse, para ele, as pessoas tornaram-se ignorantes e não ligam para o próximo, e sim, ele criou uma mania de julgar um livro pela capa, e já disseram-lhe que isso é feio.
    Ele sente bastante falta de ter um afeto familiar, e ainda está se acostumando com as pessoas que estão a sua volta, acaba achando que quando direcionam-lhe uma ação muito carinhosa é porque acham que é um rapaz ingênuo e que querem aproveitar de sua bondade. Contudo, sua confiança é extremamente difícil de conquistar, os poucos que conseguiram tal são as pessoas mais próximas dele, são com quem ele crê que poderá contar para qualquer coisa, desabafar qualquer coisa, etc.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Charlie tem em torno de 1,63cm de altura, considerando ser uma altura normal para meninos de sua idade. Seu peso não é definido pois não tem tempo de ficar se pesando, na verdade, nem liga para isso já que estão “no fim do mundo”.
    Seu corpo não é musculoso, por mais que ele tenha em mente ser forte e ter músculos, não tem como defini-los. O que possui é apenas os músculos que conseguiu por viver carregando, correndo e escalando por alguns anos, é um garoto saudável. Sua pele é parda, puxando de um tom pálido para levemente bronzeado por conta de seu contato direto com o sol.
    O sorriso é seu ponto forte. O garoto tem lábios claros e que se encaixam num padrão normal, a parte inferior e superior são medianas (não são tão carnudas ou grandes) e seus dentes são “curtos”, e também tem seus caninos um pouco tortos.
    Seus olhos tem uma coloração azul-acinzentado, você só percebe sua coloração azulada se ficar observando-os por algum tempo ou dependendo da luminosidade que bater em seu rosto. Seu cabelo é curto, Charlie corta sempre que pode em um estilo que o deixe jogado para a lateral/ meio bagunçado. A coloração de seus fios também depende -às vezes- da luminosidade, é um tom loiro-escuro que acaba ficando um pouco claro com o sol batendo no curucutuco.
    As vestes que ele é acostumado a usar é uma calça jeans, tênis e uma camiseta. Elas acabam variando dependendo do clima, afinal, se estiver muito quente ele acaba colocando uma bermuda jeans ou de tectel mesmo e uma camisa regata.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    No início do apocalipse, Charlie estava encarregado de cuidar da floricultura na qual sua mãe era a proprietária. Contudo, quando o alvoroço começou, o garoto estava junto de seu atual guardião, Sean. Eles ficaram juntos enquanto esperavam a mãe do menor voltar de uma entrega que ela havia feito, porém durante uma ligação que Charlie fez com ela, o caos do outro lado da linha estava terrível, e com isso sua mãe acabou perdendo o celular e contato com o filho.
    Nesta parte, os dois companheiros ficaram juntos e fugiram para um lugar mais seguro, e graças a isso, há uma lacuna de afinidade para a mãe dele caso alguém se interesse em criar algum vínculo.

    ▪ s o u n d t r a c k
    -Greg Holden The lost boy

    ▪ i n v e n t á r i o
    ▷Relicário com uma foto dele e de sua mãe juntos.
    ▷Uma pistola Ruger LC9
    ▷Uma lanterna recarregavél (aquela que dá corda)
    ▷Um taco de baseball

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Amélia Constagnolli and Mackenzie C. S.

    A M É L I A   C O N S T A G N O L L I
    ❝   O sentido da vida é encontrar o seu dom. O propósito da vida é compartilhá-lo   ❞ -Picasso
    ________________________________________________________________________________________________________
    Nesta temporada, Amélia estará bastante confusa com o que está acontecendo, a gravidez afetou-a psicológicamente e a última briga com Dante não ajudou muito. A esperança em criar Mackenzie -sua filha- está em primeiro lugar, ela teria a opção de abortar a criança porém algo não quis que isso acontecesse, contudo, a morena está sentindo o peso que esta criança estará trazendo a todos -como se não estivessem problemas o suficiente para aguentá-la- e se sente culpada por isso.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Mars

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Estarei disponível a partir das 6:00PM em dias de semana, e aos fim de semana estarei livre assim que acordar;

    ▪ m p | r o m a n c e
    De acordo

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Amélia Constagnolli

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Amélia tem Vinte e seis anos, nasceu dia 01 de março de 1994 sendo do signo de peixes.

    ▪ s t a t u s
    Acampamento Aphaville ☆ Casa 03 ☆ Setor médico

    ▪ a f i n i d a d e s
    ☆ Primrose Bowie Levy – Companheira e amiga ☆ Joseph- Colega de quarto, é considerado um segundo pai para Amélia
    ☆ Jullie Morgan- Líder do acampamento e amiga ☆ Katherine Dare -Amiga
    ☆ Dante Smirnov- Não há como descrever a relação entre eles, nem ela sabe como descrevê-la, a única coisa que sabe sobre esta relação é que aparentemente ela o ama, mesmo tento todos estes defeitos.
    ☆ Veruska Hernandez- Amigas ☆ Octávia- Amigas
    ☆ Mackenzie C. Smirnov- filha que ainda está para nascer

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Bondosa ☆ Imparcial

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Amélia é formada na faculdade de enfermagem e trabalhou no hospital no cargo de Enfermeira de UTI.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idiomas (Inglês, francês e italiano): Básico ☆ Motorista: Básico
    Doméstico: Básico ☆ Gastronomia e confeitaria: Básico
    Farmácia: Básico ☆ Enfermagem: Perito ☆ Uso de pistolas: Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O2-45 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Engenhoso ☆ Clemente ☆ Amável ☆ Beleza

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Amélia é uma pessoa gentil, vê coisas boas em tudo e é bastante paciente, ela costuma aturar várias coisas, mas talvez por causa de sua gravidez ela se tornou muito sensível (mais do que já era? Sim, mais do que já era) então as vezes acaba não suportando segurar as emoções e desaba.
    Ela gosta do que fazia antigamente, realmente ama a enfermagem, o sentimento de cuidar das pessoas e valorizar qualquer tipo de vida é satisfatório, mesmo com o tempo que passou com Dante isso não mudou. Esse amor por valorizar a vida fez com que escolhesse não abortar sua filha -que só descobrirá que é menina quando der a luz-.
    Ela sente que está ficando paranóica, sente um peso sobre seus ombros e que ainda sente falta de Dante, que ainda não se acostumou com a falta de sua presença e para ajudar a última briga abalou-a profundamente, então a morena tentará demonstrar que está 100% bem, sendo que vários pensamentos ruins estão passando sobre sua mente e que precisa de algum apoio para que possa suportar a pressão que acabou criando para sí mesma.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Amélia possui uma estatura mediana, está em seus 1,64cm e 51kg -sem o barrigão, que deve ser uns 4/5kg-. Seu corpo em sí é encolhido e sua pele tem um tom branco porém levemente bronzeado. Suas mãos são pequenas e suaves, sua cintura é fina -por mais que não dê para ver agora- e seus seios são de tamanho naturalmente médio, mas por causa da gravidez eles estão em um tamanho grande e completamente sensíveis. Como consequência, seu quadril também aumentou, mas o tamanho aumentou insignificantemente então não há muita diferença.
    Seus olhos possuem uma coloração castanha variando do castanho claro para o escuro, o que é interessante sobre a cor de suas irís é que quando alguma luminosidade clara bate sobre sua face, eles mostram uma coloração suavemente (não sei se essa palavra existe) avermelhada.Seus lábios são chamativos por possuírem uma cor meio avermelhada e serem carnudos.
    Seus cabelos já foram de um comprimento grande que ia até sua bunda, mas devido a algumas situações em que acabou sendo puxada por algo pelos cabelos ou enroscando-os em algum lugar, então Dante acabou passando o facão neles para que não voltasse a ocorrer essas situações. É claro que depois em alguma casa Amélia arrumou o comprimento deles e deixou suas mechas curtas na altura de seu queixo. Atualmente eles estão um palmo abaixo de seus ombros e possuem sua cor natural castanho bem escuro (dá a impressão de serem da cor preta, mas não são) e são totalmente rebeldes, ora está encaracolado, ora está apenas ondulado.
    As vestes que ela costuma usar são roupas simples e confortáveis ao movimento, mas como não tem muita roupa disponível para grávidas ela está usando vestidos largos, blusas largas masculinas -tamanho grande- ou simplesmente um top e calça de moletom.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Amélia conheceu Dante no acampamento, certo dia ele apareceu por lá com um rombo na barriga que trazia de brinde um pedaço quebrado de um espelho. A morena tratou do ferimento e deu instruções para que ele não se movimenta-se muito, em um dia que foram fazer a busca por mantimentos Amélia iria passar no carro que Dante passou a noite com o intuito de trocar o curativo para que não infecciona-se, mas uma horda de zumbis acabou sendo atraída no momento que ela estava no carro e eles não tiveram escapatória além de fugir dali com o carro.
    Eles passaram um ano juntos, e nesse tempo a morena acabou se apaixonando pelo “vilão”, ela simplesmente se acostumou com seus defeitos e com sua personalidade agressiva -por mais que ele não fosse tão agressivo com ela-. Várias coisas aconteceram enquanto estiveram juntos como por exemplo, ela se acidentar com uma prateleira desabando em cima dela (cof cof) e a gravidez inesperada.
    Um mês antes de reencontrar o acampamento Alphaville no condomínio, Amélia começou a aparentar os sinais de uma gravidez, porém ela não se deu conta disso até começar com o segundo mês. A dupla encontrou o acampamento e a morena optou por permanecer lá caso realmente estivesse grávida seria um meio de proteger o bebê. Um acordo entre Jullie foi criado para a estadia dela ali com a permissão de Dante visitá-la por 48hrs, mas, com a escolha que ela teve de permanecer no acampamento, o moreno acabou não gostando da idéia e discutiu com ela, e isso abalou-a mas não fez com que ela voltasse com sua decisão.
    Após cinco meses Dante voltou para conversar e ver Amélia, porém se surpreendeu com seu barrigão e não quis ouvir as explicações, ficou assustado e “cuspiu” palavras na morena e foi embora. Isso aborreceu-a e fez com que ela chorasse por algum tempo.
    E eu não irei contar mais pois o resto irá acontecer ou irão descobrir assim que o RPG iniciar ♥

    ▪ s o u n d t r a c k
    Lana Del Rey – Born To Die

    ▪ i n v e n t á r i o
    Um facão ☆ Um travesseiro minhocão ☆ Uma pistola Beretta 9F ☆ Um colar folheado a ouro com um pingente em formato de asas de anjo -presente de Dante-

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Serena Calbuch

    S E R E N A   C A L B U C H
    ________________________________________________________________________________________________________
    Tem calma e precisão em seus movimentos, simpática, sempre foi acostumada a acumular amigos, mesmo assim, costuma valorizar sua individualidade. De fato, não serve para ser líder.
    Nunca se importou com a religião, enaltece aquilo que sente, que vê. Inclusive, tem um ótimo senso de intuição.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @fhasys \ @taemings (ad)

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Costumo ficar online nas madrugadas de sábado e noites dos dias de semana com o domingo livre. A partir do dia 7 de julho meus horários vão ser mais flexíveis, tendo todos os dias da semana livres para turnar também.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Disponível para romance

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Serena Calbuch

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    26 anos | escorpiana

    ▪ s t a t u s
    Acampamento ▪ Casa O3 ▪ Setor Hortaliço auxiliando como função secundária a patrulha

    ▪ a f i n i d a d e s
    Moradores do acampamento ▪ conhecidos

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    neutro e leal

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Formada em biologia com pós-graduação em meio ambiente, ama sua área e tudo que ela envolve. Consegue promover longos diálogos sobre, mostrando um bom conhecimento técnico. Costumava fazer trabalho voluntário em uma escola infantil sobre educação ambiental e se sustentava sendo freelancer de monitoria ambiental e alguns trabalhos de campos específicos. Não chegou a fazer nenhum trabalho muito expressivo, nem ter emprego fixo.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s

    → Consegue se comunicar bem em inglês e francês e conhece o básico de alemão (básico);
    → Formada em biologia (perito);
    → Sempre teve que se virar sozinha, executando tarefas domésticas sem dificuldade (básico);
    → Viu na faculdade como tratar em caso de picadas de animais peçonhentos e como diminuir\anular efeitos de envenenamentos a base de plantas (básico);
    → Em um dos semestres da faculdade viu herbologia e oceanologia em sua grade curricular, conseguiu notas medianas nas matérias (básico);
    → Sem experiência com armas de fogo antes do acampamento, aprendeu pela necessidade a manusear sua pistola;
    → Conhecimento na área de remédios naturais, receitas de família (básico).

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Engenhoso ▪ Manipulador ▪ Adorável ▪ Beleza

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Já esteve mais confusa, hoje, preserva sua calmaria e equilíbrio. Não se permite ficar triste, sempre ocupando sua cabeça e fugindo de lembranças dolorosas. Evita brigas mas quando acredita estar certa, vai até o fim na discussão por prezar seus conhecimentos.
    Com uma ótima lábia e facilidade em debates no geral, tende a usar isso ao seu favor, mas raramente para o mal. Não tem consciência do quanto consegue manipular as pessoas, mesmo já tendo feito isso diversas vezes.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Possui cerca de 1,60 m de altura, sempre muito magra, acumulava apelidos na infância. Suas curvas foram aparecer por volta dos 14 anos, agora muito bem demarcadas, acabam se destacando dependendo da roupa que a moça veste.
    Rosto com traços delicados seu sorriso e olhos verdes o ilumina ainda mais, juntando tudo com harmonia a sua pele negra herdada de sua família.
    Carrega em si uma mancha marrom de nascença nas costas, a mesma apresenta uma forma cilíndrica e tem aproximadamente 5 cm. Quando Serena ainda era pequena, sua mãe não entendia a origem dessa marca então a levou numa curandeira, lá, a mulher tranquilizou a jovem mãe porém disse que esse sinal possuía influência espiritual. Influenciada por essa história, Serena acredita muito na sua intuição, isso a leva fazer loucuras. E, quando sente uma “energia ruim” vindo de alguém sua mancha começa automaticamente a coçar insuportavelmente.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Fruto de uma gravidez nem um pouco planejada, Serena prefere imaginar que nasceu pelo dedo do que cogitar a ideia de que algum cara teve a coragem de abandonar Lydia, sua mãe, enquanto era uma adolescente grávida sem rumo ou formação.
    Lydia, uma mãe de primeira viagem e assustada, protegia sua filha de tudo e todos, e se preocupava pela facilidade que a criança tinha em fazer amizades com estranhos. Instruiu a ela o respeito ao meio ambiente, ensinando medicamentos naturais que foram passados desde seus avós. A menina absorveu todos esses conhecimentos e acabou fascinada pela natureza, e mesmo sem entender nada de genética, arriscou a faculdade de biologia. Sua verdadeira paixão.
    Era muito amiga de sua mãe, quando ela faleceu por conta de uma forte tuberculose, Serena perdeu o chão e isso a rendeu anos no psicólogo, ela se sentia sozinha, com um intenso vazio interno e culpada pela morte de sua eterna companheira. Acabou ficando apegada as lembranças e objetos que a recordem sua genitora.
    Se identificando como bissexual, nunca teve relações amorosas duradouras, a mais longa foi um namoro de seis meses com uma menina de sua escola no colegial, ela considera os seis meses mais longos de sua vida. Não se interessa com isso, nem com formar família.
    Na faculdade, se relacionava muito com o grupo de estrangeiros, e como tem facilidade em aprender, acabou absorvendo os idiomas nativos de seus melhores amigos da época (hoje, mortos).

    ▪ s o u n d t r a c k
    Florence Welch – When in Disgrace with Fortune and Men’s Eyes

    ▪ i n v e n t á r i o
    → Pulseira artesanal de miçangas redondas em cerâmica, presente de sua mãe por ter entrado na faculdade;
    → Pistola taurus 838;
    → Potinho de óleo a base de arruda para curar queimaduras, uma das receitas que aprendeu com sua mãe.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Caesar Brendan

    C A E S A R   B R E N D A N
    ❝   Todo corpo permanece em seu estado de repouso, a menos que seja obrigado a mudar seu estado por forças impressas nele.   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Acomodado, malandro e prático, Caesar é um garoto um tanto quanto manipulador. Desagrada-o tarefas que exijam muito dele, e por isso tende a transferir suas responsabilidades para os outros. Apesar de à primeira vista não parecer flor que se cheire, é uma pessoa calma e centrada, difícil de tirar do sério. Não transmite muita inteligência, mas sua capacidade mental vai muito além do que esperam do mesmo. Ainda que seja egocêntrico demais para pensar naqueles que o cercam, tem um carinho muito grande por sua família, os únicos que conseguem contornar sua personalidade complicada.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Quimera

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Cerca de 2h~3h por dia para turnar, tentarei entrar todos os dias.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Este personagem está aberto a relacionamentos amorosos, assim como para MP’s.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Bernard “Caesar” Brendan.
    Registrado como Bernard Brendan, raramente alguém presenciará o mesmo apresentando-se dessa forma. Ao adentrar no mundo da malandragem, sentiu a necessidade de um codinome que o camuflasse e escondesse sua verdadeira identidade. Assim, autonomeou-se como Caesar. Tal mudança foi um escape para ele, que por não gostar de seu nome de nascença, passou também a usar o apelido em seu dia a dia.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    22 anos – Nascido em Modesto, na Califórnia, EUA, no dia 17 de maio de 1998.
    ☼ Sol: Touro Lua: Aquário ← Ascendente: Sagitário

    ▪ s t a t u s
    Membro do Acampamento AlphaVille, morador da Casa 14 e operador de rádio.

    ▪ a f i n i d a d e s
    ▪ Veronica Hernandez – Mãe legítima. Os dois possuem um relacionamento bem íntimo, apesar de Caesar não demonstrar seu carinho de forma direta. É, junto ao Baron, uma das pessoas mais importantes para ele.
    ▪ Baron Pestock – Irmão de criação. Seu fiel amigo, que sempre o ajuda a resolver problemas inesperados.
    ▪ Octavia Ramirez Magdalena – Companheira de serviço e de casa. Existe uma química inegável entre os dois, mas Caesar parece não ter notado ainda.
    ▪ Lucy Tremayne – A nova pirralha da família. Apesar de ser pequena, parece mais esperta do que aparenta.
    ▪ Nina Zhou – A Japa da Cozinha. A relação entre eles é agradável, algo próximo a uma amizade. Conversam com certa frequência, principalmente por esta morar junto a sua mãe.
    ▪ Charlie Mindfort – Colega de conversas. Costumam conversar assuntos aleatórios, muitas vezes planos de malfeitoria.
    ▪ Ophelia Reynolds – Confidente. Ophelia era umas das moças que trabalhavam no estabelecimento de sua mãe, e consequentemente, viraram amigos. Com o passar do tempo, criaram um vínculo muito forte e hoje confiam um no outro para qualquer momento.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutro & Desleal

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Área do Crime – Aplicador de Golpes e Intermediário de Tráfico
    Começou a aplicar golpes com truques de rua aos seus 14 anos de idade, e após isso foi ampliando sua técnica. Aos seus 15 anos, entrou no mundo do Tráfico, onde permaneceu até o início da catástrofe global.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    English – Básico | Español – Básico | Motorista – Básico | Motociclista – Básico | Uso de Pistolas – Básico | Ilusionismo – Perito | Uso de Revólveres – Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Vilão | Líder

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Preguiçoso acima de tudo, Caesar odeia trabalhar e esforçar-se demais. É na verdade prático e simplicista, levando consigo uma teoria de vida: “Para quê seguir o caminho difícil, se posso usar o mais fácil?”. Conquistador e calculista, é um mestre da trapaça. Aprendeu vários truques de convencimento nas ruas, além de ser ótimo em distrações e negociações. Para ele, nada melhor que prazer e conforto, o que o torna um indivíduo ganancioso, materialmente possessivo e cheio de caprichos desnecessários, um verdadeiro gastador compulsivo. Além disso, liberdade é um ícone que não pode faltar em sua vida. Prefere fazer as coisas ao seu modo e tomar suas próprias decisões a obedecer e receber ordens. Não chega a ser um completo egoísta e interesseiro, porém, opta por aproximar-se de pessoas que possam beneficiá-lo de alguma forma.
    Extrovertido e animado, nunca perde a chance de fazer uma piada de mau gosto, sendo também um desorganizado nato. Ao contrário da imagem que passa, Brendan não é de um todo um mau menino. De temperamento calmo e sereno, sempre tenta usar sua lógica distorcida para evitar brigas e confusões. Quando se vê em situações difíceis, reflete e analisa suas ações para evitar mais problemas e trabalho. O fato é que possui uma mentalidade forte e suporta situações de tensão facilmente, irritando-se com muita dificuldade. Mesmo assim, não mede seus atos quando é profundamente ofendido, chegando a reagir de maneira violenta.
    Apesar de não parecer, é um garoto muito inteligente. Portador de raciocínio rápido e lógica indutiva, quando realmente almeja algo consegue ser dedicado e persistente. No entanto, seu lado lerdo e sonso não o faz transparecer como alguém esperto, o que realmente não é na maior parte do tempo, já que a preguiça o consome.
    Não é um indivíduo de muitos amigos e as pessoas por quem mais guarda carinho, mesmo que não confesse, são sua mãe e seu irmão. É fiel a seus companheiros e família, e jamais os abandonaria durante uma situação problemática, levando bem a sério o fator amizade. Por outro lado, no que diz às suas relações amorosas, não é fiel e muito menos fã de relacionamentos sérios, baseando seus casos principalmente no puro interesse carnal e na busca pelo prazer. É conquistador e adora uma novidade, detalhe este que faz com que enjoe facilmente da pessoa quando percebe que já venceu o jogo e está totalmente no controle.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Brendan é um garoto de estatura alta e magro, com 1,75 m de altura e 63 kg de massa corporal. Seu corpo não é definido e nem magro demais, as pernas são finas, a barriga lisa, os braços e dedos são longos, os ombros mediamente largos e as mãos grandes. O cabelo é de cor castanha escura e desarrumado, enquanto a barba leva um estilo mal feito. As sobrancelhas finas, pequenas e inclinadas para dentro, formam o conjunto perfeito com seus olhos azuis claros manchados de marrom em volta da pupila, resultando em um olhar profundo. Seus lábios são finos e rosados, e o nariz levemente empinado, com laterais largas e dorso baixo.
    Possui seis tatuagens espalhadas pelo corpo, cada uma com um significado. No braço esquerdo, próxima ao ombro, há a figura de um lobo, representando ferocidade, sabedoria e fidelidade; no pulso, tatuou a figura de um círculo com três setas, cada qual apontando para uma palavra: hapiness, self-loving e bravery. Estes são os três fundamentos da vida de Caesar, que valoriza sua felicidade, ama a si próprio, e tem coragem de viver sem medo das consequências ou opiniões alheias. No braço esquerdo, Brendan tem mais duas tatuagens: um círculo com quatro setas do lado externo, cada uma apontando para um desenho, e uma frase próxima ao pulso escrita “Le monde tourne”, cujo significado é “O mundo dá voltas”. Os quatros desenhos são uma âncora, que representa a tendência das pessoas a limitarem-se e encalharem-se; uma lança, que significa lutar pelo o que acredita; um bote, representando a curiosidade de aventurar-se para descobrir novos significados para a vida; e uma casa, para que nunca se esqueça de onde veio. Além destas, acima do peitoral, há dois canhões com asas, um de cada lado, simbolizando a paz.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Caesar cresceu em um casa noturna, a antiga Moulin Rouge, que servia de faixada para encobertar a existência de um bordel no local. Desde pequeno já demonstrava marcas de seu comportamento preguiçoso. Era uma criança sempre calma, quieta e pouco ativa, que mesmo sabendo andar preferia rastejar-se pelos locais. Esportes e brincadeiras que exigiam esforço físico pouco lhe agradavam, o que levou a exercitar a mente. Era uma criança fechada e de poucos amigos, quase sempre em um canto brincando sozinho. Não gostava de escola e acreditava que tudo aquilo era uma grande enrolação. Com sete anos de idade teve a oportunidade de conhecer e encantar-se por seu primeiro hobby: o ilusionismo. Em seu aniversário, acabou ganhando de sua mãe o tão desejado kit de mágica visto em um comercial na tv e passou a ocupar maior parte de seu tempo treinando pequenos truques. A principal fase de sua vida iniciou-se apenas aos 14 anos. Foi durante um passeio normal por um bairro de classe baixa de Modesto que viu pela primeira vez uma trapaça de rua, o conhecido monte de três cartas. O jogo de apostas resumia-se em adivinhar a posição do naipe vermelho entre o trio de cartas, o que era impossível, já que o trapaceiro sempre mantinha a carta em uma posição improvável. A partir daí, passou a aplicar golpes nas ruas envolvendo truques de mágica e distrações, época em que criou o codinome “Caesar”. A medida em que os pequenos furtos passaram a lucrar cada vez menos, Brendan adentrou no mundo do tráfico e passou a agir como intermediário. Envolveu-se com diversas gangues e traficantes da região pobre da cidade, e começou a negociar drogas, desenvolvendo ainda mais suas habilidades de negociação e convencimento. Além de um salário fixo, quanto mais vendia, maior sua comissão, levando-o a empenhar-se totalmente no tráfico das substâncias ilícitas. Chegou a trabalhar com tráfico de armas, o que lhe rendeu dois anos em um reformatório, de onde saiu aos 19 anos. Após este evento, prosseguiu na vida do crime até o início da catástrofe global.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Linkin Park feat. Steve Aoki – A Light that never comes

    ▪ i n v e n t á r i o
    Um baralho completo; um discman velho; um fone de ouvido seminovo; quatro CD’s (música clássica, gospel, folk e um de country) encontrados aleatoriamente; um facão comum; um pedaço de cano de metal, com cerca de 77cm; uma pistola HK45; e um relógio executivo de couro desgastado.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Veronica Hernandez

    V E R O N I C A   H E R N A N D E Z
    ❝   It took a long, long road until here. And it took a brave, brave girl to try.   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Antiga dona da Moulin Rougue, uma casa noturna moderadamente famosa em Modesto, Califórnia, Veronica é uma mulher muito experiente e amigável, que sempre está com seus ânimos no ápice. Junto aos seus filhos, Baron e Caesar, é uma das integrantes do acampamento AlphaVille, onde é responsável pela preparação das refeições do local. Ainda que viva a vida com calma, é uma verdadeira mãe coruja, capaz de tudo por seus “filhotes”. Cuidado para não testar sua paciência, pois assim como uma rosa, ela também tem seus espinhos.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Quimera

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Cerca de 2h~3h por dia para turnar, tentarei entrar todos os dias.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Este personagem está aberto a relacionamentos amorosos, assim como para MP’s.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Veruska “Veronica” Hernandez.
    A troca de nomes da morena, apesar do que alguns podem pensar, não fora exclusivamente uma necessidade. Ao chegar nos E.U.A. como uma imigrante ilegal e começar a viver sozinha pelas ruas de Santa Cruz, Califórnia, resolveu renomear a si mesma por conta própria. Veruska nunca realmente gostou de seu nome, e viu essa mudança como uma forma de esquecer seu passado e recomeçar novamente. Logo, somente pessoas realmente próximas da mesma sabem seu nome verdadeiro, como por exemplo, seus filhos.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    59 anos – Nascida em Hermosillo, México, no dia 25 de março de 1961.
    ☼ Sol: Áries Lua: Câncer ← Ascendente: Virgem

    ▪ s t a t u s
    Membro do Acampamento AlphaVille, moradora da Casa 10. É a responsável pelo Setor de Refeição.

    ▪ a f i n i d a d e s
    ▪ Caesar Brendan – Filho biológico. Desde seu nascimento, Veruska fez o possível para que o moreno seguisse um caminho melhor e pudesse se tornar um homem formado e direito. O plano não foi exatamente um êxito, mas ela se orgulha pelo garoto inteligente que ele se tornou, mesmo sendo tão problemático e acomodado.
    ▪ Baron Pestock – Filho adotivo. Ao contrário de Bernard, Baron sempre fora mais calmo, responsável e centrado, uma criança de ouro aos olhos da mãe. Confia nele como ninguém e sabe que sempre pode contar com auxílio quando se trata de Baron.
    ▪ Lucy Tremayne – Filha adotiva. De fato, sentia-se mãe das meninas da antiga Moulin Rougue, mas nada se compara com a relação divertida que tem com Lucy. Poder ensiná-la a cozinhar, ajudá-la com as roupas, aconselha-la sobre as primeiras paixões… Todo esse amplo universo de opções deixam-na extremamente empolgada com a chegada da mocinha à família.
    ▪ Ophelia Reynold – Filha de consideração. É incrível a forma como a moça conseguira conquistar o coração de Veruska durante o período em que trabalhara na casa noturna. A primeira vez em que a viu, duvidou de suas capacidades. Na última, teve mais do que certeza que a loira conseguiria êxito em qualquer coisa que tentasse. É por isso que mesmo depois de se separarem, ainda tem fé que Ophelia esteja viva e saudável.
    ▪ Nina Zhou – Companheira de função e de casa. É uma garota calma e reclusa, que aparenta ter certa dificuldade em se expressar. Ainda assim, isso não é o bastante para fazer com que Veruska deixe de puxar assuntos aleatórios e nem um pouco comuns.
    ▪ Charlie Mindford – Futuro galã. A morena não sabe exatamente o porquê de o infante ser um visitante constante na cozinha, mas com base nos temas que costumam discutir, prevê um homem que dará muito trabalho para as garotas em alguns anos.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutro & Leal

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Área de Entretenimento Adulto.
    Trabalhou por 40 anos na indústria de entretenimento sexual na Moulin Rougue, cuja antiga dona a acolheu com muito carinho. Desde o início, mesmo demonstrando dificuldades, amara seu ofício e local de trabalho. Gostava tanto do que fazia que só chegou a deixar a casa noturna quando o vírus começou a se espalhar, o que a obrigou a fugir junto aos seus filhos.
    Não é formada em nenhum curso e sequer chegou a concluir o ensino fundamental. Todavia, sabe ler e escrever satisfatoriamente bem.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    English – Básico | Español – Básico | Motorista – Básico | Motociclista –
    Básico | Gastronomia – Básico | Confeitaria – Básico | Pesca – Básico | Uso de Pistola – Básico |
    Uso de Revólveres – Básico | Uso de Espingarda – Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O2 – 45 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Amável | Clemente

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Dona de um coração muito bom, Veruska é uma mulher muito sábia e ponderada,
    que tenta ver, mesmo quando todos insistem ser impossível, o melhor em cada pessoa. Isso porque ela, com seus quase 60 anos nas costas, passou por muitas dificuldades durante a vida e sabe se colocar no lugar dos outros antes de qualquer julgamento mais do que ninguém. É, portanto,
    muito gentil, caridosa e justa, uma adulta que pensa de forma independente e não se deixa ser influenciada por opiniões prontas e mastigadas. Talvez seja por ter tanto equilíbrio que tornou-se uma mulher tão altruísta. Mas faça um favor a si mesmo: não cometa o erro de confundir compreensão com ingenuidade. A morena está muito longe de ser idiota o bastante para ser passada para trás. Tende, é claro, a perdoar quando o sentimento transmitido é de sinceridade, assim como consegue reconhecer quando está errada e pedir desculpas por seu desvio. No entanto, tem certa facilidade para sentir cheiro de coisa errada no ar, e quando o faz é de se esperar sermões capazes de gelar até a alma. Quiçá seu único defeito seja confiar muito na pessoas que ama, e tal característica a impede de enxergar coisas óbvias quando o assunto são seus familiares.
    Quando o assunto é conquistas, é uma madame muito esforçada e forte, que não desiste até conseguir os resultados desejados ou algo próximo a isso. É justamente por ser tão autoconfiante e ter noção do quanto se esforçou para adquirir o que tem, que não sente vergonha alguma de anunciar para todo o mundo que um dia fora puta. Na verdade, é um tanto quando liberal e mente aberta, uma adolescente em corpo de adulta. Falante como ninguém, adora assuntos variados e aprender coisas novas, da mesma maneira que ama contar suas histórias e rir desenfreadamente dos bons tempos. Em suma, possui um humor tão elevado que a qualquer momento está pronta para colaborar, entusiasmo esse que geralmente costuma empolgar aqueles a sua volta. Não costuma ser mal educada nem mesmo quando a ofendem, mas provavelmente irá agir de forma seca e direta até o indivíduo redimir e pedir as devidas desculpas. De fato, é bem raro vê-la perdendo as estribeiras. Todavia, caso isso aconteça, o melhor a fazer é deixá-la em paz com um bom cigarro, whisky e seus argumentos em Espanhol, essenciais para seu momento de reflexão.
    Assim como toda mãe, já era de se esperar que a mesma fosse exageradamente preocupada com seus filhos. Uma das coisas que mais odeia é quando mexem ou sequer tentam ferir suas crianças. Nesses momentos não há nada que a impeça de protegê-los e fazer com que paguem pelo que fizeram, mesmo que o oponente seja o dobro de sua estatura. Junto ao seu instinto maternal está sua religião, que sempre a acompanha na forma física de um terço. Desde pequena encontrara refúgio durante suas rezas, e após a adoção de Baron e do nascimento de Caesar, sua fé tornou-se uma amiga fiel para todas as horas.
    Além do dom maternal, Veruska também é uma amante dotada. Adora um bom sexo e isso nunca foi um tabu para ela. Seu parceiro ideal é um homem decidido, forte e que saiba tratá-la bem, principalmente na cama. Por suas relações terem sido em grande maioria carnais, não é comum que desenvolva sentimentos de amor por um cara. Em verdade, amara e recebera esse sentimento somente uma vez, e mesmo que tenha sido algo forjado, ter se sentido amada pelo menos uma vez na vida é uma lembrança memorável em seu coração.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Com 1,75 metros de altura e 58 quilogramas, é notável que seu corpo está muito bem preservado para alguém de sua idade. Veruska sempre fora uma mulher muito vaidosa, e seu ofício só intensificara a necessidade de cuidar de si mesma e de sua saúde. É por isso que saía para caminhadas matinais todos os dias, o que explica sua resistência física mediana. Sua pele é clara, levemente bronzeada e as rugas são quase imperceptíveis. Assim como sua mãe, seus olhos e cabelos são ambos pigmentados de marrom escuro, diferindo somente nas mechas descoloridas que se destacam em meio aos fios naturais do cabelo. Apesar de ser uma mulher madura, não perdeu seu lado sedutor e ainda sabe fazer bom uso de sua aparência.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Clean Bandit feat. Sean Paul & Anne-Marie – Rockabye

    ▪ i n v e n t á r i o
    Uma bíblia semi-nova; um terço; um facão comum; um álbum de fotos velho da “família”; um cantil de whisky com detalhes em couro; e uma Pistola Ruger LC9.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Katherine Dare

    K A T H E R I N E   D A R E
    ❝   Hm… Não é quanto tempo você tem, mas como você o usa!   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Após tanto tempo neste “inferno”, Katherine acabou por se adaptar a aquela rotina, não que houvesse uma mudança drástica em seu mental, ela apenas ficara um pouco mais forte e mais “afiada”.
    Cautelosa, a jovem sempre pensa mais de duas vezes antes de realizar seu primeiro movimento, pois como a morena costuma dizer: “Cuidado nunca é demais”.
    Kath, apesar de ter bastante dificuldade para se relacionar, preza bastante por aqueles com quem ama e convive, sendo bastante leal aos mesmos, tornando-a uma companhia confiável durante toda essa trajetória do apocalipse.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Idrís

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Segunda a sexta – 14:00 / 23:00
    Sabado e domingo – Pode variar bastante dependendo de alguns compromissos

    ▪ m p | r o m a n c e
    Mp = Não || Romance = sim

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Katherine Dare

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    21 anos

    ▪ s t a t u s
    Acampamento
    Casa 05
    Soldado

    ▪ a f i n i d a d e s
    Amélia Constagnolli
    Kath possui uma boa relação com a jovem enfermeira, após sua entrada no acampamento, aa jovens começaram a se aproximar devido ao convívio, tornando Mel uma pessoa de certa estima para a morena

    Horus Anísis e Primrose Bowye
    Possui uma boa convivência com ambos, nada extremamente intimo, apenas um bom relacionamento de “colegas de casa”

    Jullie Morgan
    Líder do acampamento e companheira de longa data. Foi a loira quem a ensinara algumas coisas para que a morena pudesse se tornar uma soldado. Kath tenta ao máximo ajuda-la no acampamento com o que pode, não é nada tão grande, se for comparado ao que Sten fazia, mas do ponto de vista da jovem já era o começo para que o fardo da liderança do local não ficasse tão pesado.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutra&Leal

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    A jovem cursava o 3º ano antes do apocalipse começar, porém não chegou a concluí-lo. Kath chegou a trabalhar como ajudante de grão-mestre de taekwondo por um curto período de tempo.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma – Básico
    “Além de inglês sabe falar um pouco de espanhol, por conta de suas visitas a casa da falecida avó”

    Doméstico – Básico

    Gastronomia –Básico
    “Sua mãe trabalhava em um restaurante da cidade em que vivia e por muitas vezes visitava a cozinha de lá e preparava as refeições de casa junto da mãe.”

    Enfermagem – Básico
    “Com o tempo, a morena adquiriu um certo conhecimento de enfermagem com a ajuda de Amélia”

    Uso de pistola – Básico
    “Possui uma pistola HK45 que haverá saqueado em uma delegacia no decorrer do apocalipse.”

    Artes marciais – Perito
    “Antes do apocalipse a jovem era faixa preta de Taekwondo, chegando apenas em seu primeiro Dan”

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível 02 – 45 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Furtivo
    Engenhoso

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Kath sempre foi uma jovem bastante calculista, pensando muito bem nas consequências de seus atos antes mesmo de realiza-los, pra ela cuidado nunca é demais. Caso alguém que a conheceu antigamente visse seu estado atual, não a reconheceria, pois a mesma aparenta estar sempre bem calma, apesar de nem sempre ter sido assim.
    A morena nunca fora muito boa com qualquer tipo de relacionamento, sendo bastante introvertida, não possuindo qualquer habilidade que necessite de lábia, manipulação ou convencimento, e isso, consequentemente, fez com que ela realmente valorizasse suas amizades o bastante para que não as perdesse, apesar disso sua introversão nunca a impedira de ser comumente gentil.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Katherine possui 1,72 de altura, seu corpo possui uma pele com um belo tom de cobre, com cicatrizes que se espalham pelo corpo apesar de algumas se concentrarem nas costas, seus músculos são levemente “definidos” graças a esta certa “rotina” do apocalipse (Carregar peso, fugir, lutar, etc).
    A jovem possui belos cabelos longos, castanhos e ondulados com olhos castanhos e profundos. Costuma usar calças camufladas, suspensório preto, regata preta e coturnos, ou então qualquer coisa que possua cores neutras (Preto, branco, cinza, azul e verde escuros…)

    ▪ s o u n d t r a c k
    Sungha Jung (Violão) – Blood Sweat and Tears (BTS)

    ▪ i n v e n t á r i o
    Pistola HK45
    “Uma pistola encontrada durante uma procura dentro de uma delegacia.”

    Adaga de combate
    “Uma velha adaga de combate que pertencia à excêntrica coleção de seu pai.”

    Câmera semi-profissonal
    “Seu pai era um fotógrafo, a câmera fora um presente do mesmo, na tentativa de que a filha seguisse o mesmo caminho do homem.”

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Tiffany Pestock Chermont

    T I F F A N Y   P .   C H E R M O N T
    ❝   I’m in love with my own sins.   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Tiffany: a loirinha/ruivinha que tinha tudo, menos o que queria: seu irmão. Desistiu de seu futuro para ir atrás dele e, quando o encontrou, percebeu que as suas expectativas eram bem menores do que a realidade. Rebelde revoltada que aprendeu com sua malícia e beleza como se virar na vida. Sabe fazer umas massagens daora.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Artemis

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    15h — 20h, segunda à sexta.
    finais de semana variados.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Ah, a pitelzinha aceita sim.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Tiffane Pestock Chermont, conhecida como “Phantom” por muitos.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    22 anos, sendo regida pelo signo de áries.

    ▪ s t a t u s
    Acampamento Delta.
    Tiffany trabalha no setor Hortaliço e na parte da Patrulha. Mora na casa 13, junto de seu irmão, Baron Pestock.

    ▪ a f i n i d a d e s
    Baron Pestock — Irmão
    Veruska Brendan — Mãe Adotiva
    Caesar Brendan&Lucy Tremayne — Irmãos Adotivos

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Tiffany é Maligna&Leal

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Tiffany cursava fisioterapia, mas largou o curso ao conhecer Baron.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Inglês {Básico} | Motorista {Básico}
    Fisioterapia {Perito} | Herbologia {Básico}
    Mecânica {Básico} | Revólveres {Básico}
    Ratreamento (Básico}

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Beleza • Combatente • Manipuladora • Furtiva

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Eu poderia começar a descrever Tiffany como uma moça que passa um ar de misteriosidade. A sua beleza sempre fez com que pessoas aleatórias tentassem se aproximar dela — principalmente no ensino médio, Tiff aprendeu que não deveria dar mole para ninguém. Portanto, tomou para si uma personalidade mística. Sendo assim, pode ter certeza que ela não irá compartilhar nenhum fato ocorrido em seu cotidiano com quem não conheça de verdade, quem dirá um segredo. A falta de confiança nas pessoas também é um fator para que seja assim — em suma, Tiffany só confia em sua família.
    Utiliza de muitos métodos para não ter que lidar com pessoas, e um deles é o sarcasmo. A ironia é presente no seu dia-a-dia. Tiffany escolhe a dedos com quem ela será amigável. Manipuladora, usufrui de sua beleza para atingir o seu objetivo. Segue seus princípios do início ao fim, adora o perigo e a sensação de liberdade. É sincera do seu próprio jeito, jogando na lata tudo o que pensa. Eufemismo não existe em seu dicionário. Chermont é uma boa julgadora, não mede esforços para indicar para si mesma quem é uma boa pessoa e quem não é. Conservadora de maus hábitos, gosta de se colocar em situações as quais a adrenalina percorra por todo seu corpo.
    Todas as características citadas sobre Tiffany Pestock podem ser desconsideradas quando o assunto é família e pessoas que gosta. O seu coração não tem espaço para muita gente, mas todos que entram, com certeza não saem. Com as pessoas amadas, Chermont é um doce de pessoa. Carinhosa, cuidadosa, protetora… os adjetivos positivos não têm fim quando falamos sobre o seu comportamento com quem gosta. É como se virasse outra pessoa ao lado deles.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Por volta de seu 1,65 metros, Tiffany possui como característica marcante a cor de seus olhos: um azul tão intenso capaz de fazer qualquer marinheiro perder-se em seus mares. Os lábios carnudos possuem uma tonalidade rosácea média. A pele clara traz consido sardas alaranjadas, da mesma cor de seus cabelos que, dependendo da iluminação, podem ser vistos tanto quanto loiros ou ruivos. É dona de um corpo magro e atlético. Embora os músculos não fiquem expostos e nem sejam marcados, Tiffany sempre os treina para deixá-los “em forma”. Possui a palavra “pecado” escrita discretamente na lateral esquerda de seu corpo, na altura da cintura.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Wendy teve Tiffany dentro de um táxi sujo, a caminho do hospital local. Talvez ela não tivesse suportado a ideia de abandonar mais uma cria, pois, ao contrário de Baron, seu irmão mais velho, Tiffany fora deixada para ser criada com os avós de sangue, nunca mais então sabendo de sua mãe.
    Cresceu em uma casa aconchegante, que aos poucos fora virando ruína em sua mente. Ouvia histórias sobre a existência de um irmão mais velho, mas sempre que tentava se aprofundar no assunto, os avós desviavam a atenção. Proibiam a moça de fazer qualquer ato que fosse relacionado com Baron. As mentiras contadas por anos e essa proteção doentia fez com que Tiffany alimentasse uma personalidade rebelde, que fora consumentindo sua mentalidade. A criança dócil dos olhos de piscina tornou-se uma mulher feroz e independente, capaz de pisar em quem quer que fosse para satisfazer os seus sentimentos. Muito embora nunca ouvesse visto seu irmão, ele era o único a quem desfrutava um amor familiar verdadeiro — com os avós, fazia apenas cena.
    Cresceu na ilegalidade discreta. Dentro de casa, a disciplinada. Fora de casa, muito rock, bebidas e sexo. Entrou para essa vida com 15 anos, mas assim que adentrou à faculdade decidiu tomar um rumo mais maduro. A sua fera interior continuava ali, consumindo-a por dentro, mas sabia que não podia pisar em certos calos, para não acabar como sua mãe.
    Assim que atingiu a maioridade, Phantom decidiu seguir o que seu coração mandava. Fez suas malas, trancou a faculdade e saiu de casa. Coletou meses antes informações o suficiente sobre seu irmão e, sendo assim, partiu em busca de Baron. A sua surpresa ao encontrá-lo foi de ver que não apenas ele havia a aceitado, mas como toda a família adotiva do maior. Pela primeira vez Tiffany se sentiu completa, podendo ser quem ela realmente era: a criança dócil dos olhos de piscina.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Bikini Kill – Rebel Girl

    ▪ i n v e n t á r i o
    RV. Taurus85 • Corrente de Prata • Estilete

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Joseph Oris Schaedler

    J O S E P H   O R I S   S C H A E D L E R
    ________________________________________________________________________________________________________
    Acolhedor em demasia, Joseph se identifica com pessoas as quais a maioria não o faria; geralmente, os mais “problemáticos” são os que mais despertam o lado “pai amoroso” que habita em si, e talvez isto seja algo de família. Apesar de possuir fortes princípios, acredita na humanidade e mantém viva a esperança de que um dia as coisas possam voltar ao seu estado normal. Sua alma dócil é capaz de cativar os que o rodeiam, e a forma paternal com que age a todo o momento é sem sombra de dúvidas encantadora. Preza em passar todos os seus conhecimentos aos que lhe permitem e embora possa demorar a formar uma opinião concreta, sua palavra é uma só.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Mirabella

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    30/06 a 01/08 – Dias de semana: o dia inteiro. Fins de semana: somente manhãs.
    A partir de 01/08 – Dias de semana: tardes e manhãs – período noturno indefinido. Sábados: indisponível. Domingos: manhãs – período noturno indefinido.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Disponível.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Joseph Oris Shcaedler. Denominado como Joe por amigos próximos, não se prende muito a apelidos. Seu segundo nome provém de linhagem materna, sendo esta inglesa, e seu último de origem paterna, sendo este alemão. Por coincidência – ou não – seu nome é variante de ambas nacionalidades.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Nascido em 12 de maio de 1967, possui 50 anos de idade recém adquiridos, embora pouco aparente. Seu signo solar e dominante é Touro, sendo este regido por Vênus.
    ☼ Sol: Touro – Asc.: Peixes – 🌙 Lua: Sagitário

    ▪ s t a t u s
    Morador do acampamento Alpha Ville, liderado por Julliette. Ao ser indicado por Jullie sobre o melhor local para viver, hoje situa-se na Casa 3, junto de Amélia, localizada ao lado do Centro de Saúde.
    Se juntou ao grupo ao final de Novembro de 2019, quando ainda residiam na Igreja Turística. Antes disso, ele e sua ex-mulher, Primrose, vagavam ajudando-se um ao outro a sobreviverem sozinhos.

    ▪ a f i n i d a d e s
    F A M I L I A R E S
    Anastásia Schaedler • Filha| Diana Müller • Filha | Primrose Levy Ex-mulher e Amiga | Demyan Morozov • Genro
    A M I Z A D E S

    Amélia Constagnolli • Companheira de Moradia/Amiga |
    C O N H E C I D O S

    Disponível.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Bondoso & Imparcial.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Neurocirurgião. Focado e até mesmo rígido ao se encontrar exercendo sua função, Joseph leva extremamente a sério o seu trabalho.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Alemão, Inglês Britânico, Inglês Americano • Básico | Motorista&Motoboy • Básico | Doméstico • Básico | Medicina Especializada • Perito | Ex Escoteiro • Perito | Caça • Básico | Rastreamento • Básico | Pesca • Perito | Revólveres • Perito | Fuzis • Básico | Espingardas • Perito

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Nível de Capacidade O2 – 45

    ▪ h a b i l i d a d e s
    E N G E N H O S O – 8+ Lógica/Inteligência
    C L E M E N T E – 8 Diplomacia
    A D O R Á V E L – 8 Carisma

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    As experiências que vivenciou ao longo dos anos proporcionou a Joseph um equilíbrio quase infindável e uma leveza de espírito louvável. Sua exímia destreza para manter a calma diante de situações caóticas é tamanha que se revela capaz de transmitir harmonia a qualquer ambiente com que se depare e serenidade aos que se encontrem frustrados, ainda que de maneira momentânea. Possui uma forma singular para enxergar o mundo e as pessoas ao seu redor, o que lhe confere não somente uma pré-disposição à compreensão, como também ao acolhimento, independente do indivíduo e do que ele carregue em sua bagagem.

    Possui muita inteligência emocional e é uma pessoa extremamente carismática. Exala um magnetismo ímpar que faz com que as pessoas se rendam facilmente aos seus encantos, através de sua personalidade persuasiva e carinhosa, ao mesmo tempo em que se deixa levar pelas correntes emocionais dos ambientes onde transita em função da sua grande empatia e sensibilidade natural. Sua sociabilidade o faz abraçar causas e pessoas como se fossem parte da família que supostamente criou em sua mente e por isso está constantemente buscando formas de amparar outras pessoas.

    Seu perfil prático e racional torna-o alguém extremamente focado ao que se propõe a fazer, especialmente em se tratando de seu local de trabalho. Claro que nem sempre foi assim, como o normal para um jovem no ápice de sua juventude, era inconsequente e seu único intuito era se divertir. No entanto, graças às circunstâncias vividas seu caráter moldou-se de forma a transformá-lo em um homem de seriedade e rigidez, ainda que busque sempre manter a suavidade no falar.

    Quase sempre cortês, dificilmente verá este homem agir de maneira grosseira caso não haja necessidade. Detesta qualquer tipo de violência e acredita plenamente no poder da comunicação. Para ele, o diálogo é a chave-mestra para as boas relações e portanto, sempre preferirá seguir por este caminho. O que não o impede de perder a cabeça algumas poucas vezes, mas nunca por opção sua; é necessário provoca-lo muito para que isto aconteça. Caso tenha coragem para tentar, sugiro que tenha certo cuidado, pois pode-se revelar um tanto quanto agressivo.

    É praticamente imune aos que tentam convencê-lo a mudar de ideia e não tolera de forma alguma que firam seus princípios. Ao colocar algo na cabeça e formar sua opinião sobre determinada coisa ou alguém, raramente volta atrás de sua palavra, o que pode leva-lo a ser inflexível em certos assuntos. Aliás, isto é algo o qual ele mais preserva: comprometimento. Para ele, alguém que não é capaz de cumprir com o que diz não é merecedor de sua confiança, menos ainda de seu respeito.

    Como um bom observador, atenta-se aos mínimos detalhes e quase nunca comete um erro em seus julgamentos. Ele não vai despreparado, ainda que leve algum tempo para recolher as informações necessárias, ao ir, tenha em mente que não irá para perder. Por isso, quase sempre vencê-lo em uma discussão não é tarefa fácil. Além disso, por ser tão receptivo e acreditar em sua vasta gama de experiências, adora dar conselhos aos que vêm até ele e alegra-se imensamente quando aquele que o procurou, sai de uma conversa com um sorriso nos lábios. Sua generosidade e desejo de ajudar são dois fatores extremamente comuns.

    Carinhoso a todo o momento, Joseph possui uma alma antiga, romântica e amorosa. Seria capaz de sacrificar-se por aqueles a quem ama ou julga serem bons. Todavia, não é ingênuo, por isso, não tente enganá-lo; ao perder sua confiança, é quase impossível que esta retorne.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Com 1,80 de altura e 71kg, Joseph possui medidas proporcionais ao seu porte físico mediano. Seus braços e seu tronco são bem definidos e torneados, bem como as partes inferiores de seu corpo, tal como pernas e quadris, mas não o bastante para tornarem-no intimidador. Nunca foi adepto a frequentar academias, além de não disponibilizar de tempo, sentia-se desconfortável. As corridas matinais, acompanhadas de uma série exercícios, ajudaram-no a desenvolver sua estrutura corporal. Veste-se de maneira casual e despojada, não trocando um bom e velho jeans confortável. Seus cabelos são de tonalidade mais clara, beirando ao loiro escuro.

    Seu rosto dispõe de traços firmes e marcantes, como seus olhos, que possuem uma nuance mais clara do azul, aparentando a cor verde ao reflexo da luz solar. Transmitem calma e hospitalidade, em sintonia com seus aspectos psicológicos. A pele é naturalmente clara, mas bronzeada devido ao sol, além de já apresentar a presença de algumas marcas devido a idade. Não são tantas, graças a boa genética e por sempre prezar pelos cuidados com seu corpo, tanto pela vaidade, quanto pela forte convivência com profissionais da mesma área.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    D I A N A

    Como todo jovem no ápice de sua juventude, Joseph e Lucinda encontraram um no outro um único objetivo em comum: a diversão. O que era para ser um caso de apenas uma noite, prolongou-se por tempo o bastante para que algo a mais fosse gerado. Foi durante suas férias na Alemanha que todo o caso aconteceu. A moça, que engravidou um mês depois, não deu a ele a oportunidade de saber o que de fato era de sua responsabilidade. E, assim, voltou para Londres, onde reencontrou a mulher que havia mexido com seu coração anos antes.
    Anos mais tarde, tendo sua vida já estabelecida, algo nos jornais lhe chama a atenção: a notícia de uma pequena garota de cabelos dourados e olhos azuis brilhantes, que havia sido sexualmente abusada e teria que ir para um orfanato. Ao lado, a imagem de uma mulher algemada entrando em uma viatura policial, um rosto que lhe era familiar… Lucinda. Não foi preciso muito para que fizesse os cálculos e se desse conta do que estava acontecendo. Quase que de maneira imediata e tomado pelo desespero, acionou seus advogados para que entrassem em contato com a então presidiária, que lhe confirmou tudo notavelmente amarga. Sem pensar duas vezes, deu entrada nas papeladas para tirar a menina do orfanato e leva-la para sua nova casa.
    A partir daquele momento, a vida de todos os que os rodeavam mudou. Passou a cuidar da menina com todo o amor e devoção que não pôde oferecer no início. Tornou-se para ele seu bem mais precioso, um amor que jamais pensou que um dia poderia sentir. Diana o deixava de cabelos em pé, principalmente em sua adolescência. Mas aquele momento era unicamente dos dois. Uma das épocas mais divertidas de Joseph.

    P R I M R O S E

    Primrose era o seu nome. Se conheceram durante o show do falecido David Bowie, e desde aquele momento, a moça constantemente invadia os pensamentos do rapaz. Ela era deslumbrante e estava ainda mais quando se viram novamente no local em que os alunos tiravam Xerox, dentro da faculdade, onde ela quase estrangulava o atendente porque a máquina não respondia ao seu material. Flashes dos breves momentos que tiveram inundavam sua mente, atiçando ainda mais o desejo de tê-la para si. Ao se formarem, casaram, e depois de alguns poucos anos casados, as coisas já não iam tão bem quanto no início.
    De pouco em pouco o casamento se deteriorava. O que inflamava os dois jovens de paixão, caiu para a monotonia do dia a dia. Passaram a não mais desejarem-se como homem e mulher, no lugar, uma bela e forte amizade se estabelecia entre ambos. O que realmente os unia era a melhor coisa que haviam feito durante todo o tempo que passaram juntos: Anastásia.

    A N A S TÁ S I A

    Joseph lembra-se como se fosse hoje a primeira vez em que pegou a pequenina em seus braços. Seus olhinhos, tão azuis quanto os dele, confusos, ao se encontrarem com os seus, encheram aquela sala de amor e ternura. Sentia como se estivesse no paraíso a cada vez que a sentia contra seu peito. Era o seu pequeno raio de sol em meio às tempestades do dia a dia. Um de seus maiores motivos para sorrir.
    A cada progresso era uma torcida contagiante de Joseph. Acompanhar seu crescimento, como infelizmente não pudera com Diana, cada pequeno detalhe e avanço eram motivos de orgulho e emoção. Vibrou ao escutar a primeira palavrinha sair de sua boca, o primeiro dentinho a nascer e o primeiro passo a dar. Primrose enchia a casa com músicas da nossa época para que a menina criasse gosto. Ela era o centro das atenções, Diana era apaixonada pela irmãzinha. Aliás, quem naquela casa não era?
    Emociona-se ao lembrar das vezes em que saía pela casa dançando com suas meninas; Tassia inutilmente tentava colocar algum ritmo em seu velho pai, que sempre ria de toda a situação. Sentia-se o homem mais feliz do mundo.

    O F I M

    Agora, todos estes momentos não passam de boas memórias de um passado que talvez nunca volte. Uma a uma perdeu as mulheres de sua vida. Primeiro Prim, logo em seguida Diana e Anastásia nesta tragédia que não tem previsão de um fim. A única coisa que o motiva a manter-se de pé, é o fio de esperança em encontrar sua filhas, ainda que não da maneira como seu coração anseie.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Imagine Dragons – Radioactive

    ▪ i n v e n t á r i o
    Revólver C Python; foto de suas filhas, Diana e Anastásia; aliança de seu primeiro casamento.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Akantha Kenteris Asker

    A K A N T H A   K.   A S K E R
    ❝   My life is a movie, I’m never off set  
    ________________________________________________________________________________________________________
    Akantha é uma mulher animada e fácil de lidar. Oriunda da Grécia, estava no Estados Unidos já fazia um ano quando tudo começou. Costumava trabalhar como traficante internacional de armas, fornecendo armamento para todo o tipo de gente possível, mas, atualmente, usa todo esse conhecimento para cumprir a sua função de patrulheira.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Anueve

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Apenas as quartas-feiras e sábados, no período da tarde.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Bloqueada para ambos.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Akantha Kenteris Asker. Nunca tendo tido interesse em saber o significado de seu nome, renega veementemente o primeiro sobrenome por não sentir apreço por seu genitor. Tal como o sobrenome de sua mãe, que só carrega consigo em respeito a tia-avó.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Possui vinte e quatro anos de idade e opta por não expor a data de nascimento, por achar completamente desnecessário, dada as circunstâncias em que vive. Acha astrologia uma coisa legal, contudo, não é a mais experiente no assunto.

    ▪ s t a t u s
    Moderadora do Acampamento AlphaVille, mas respectivamente da Casa 12, sua função é a de Patrulheira, tendo em vista a tamanha experiência em amas, adquirida em sua profissão pré apocalíptica

    ▪ a f i n i d a d e s
    Sean Valentine || Parceiro de função e colega de quarto.
    Charlie Mindford || Colega de quarto.
    Moradores do Acampamento || Conhecidos.
    Dante Sminorv || Conhecido do tráfico.
    Baron Pestock || Rival de contrabando.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutra Imparcial.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Antes do apocalipse, Akantha era uma traficante internacional de armas. Nunca chegou a fazer faculdade ou coisa do tipo, mas cumpriu com todas as suas obrigações escolares.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Inglês/Grego: Básico || Motorista e/ou Motoboy: Básico || Doméstico: Básico.
    Cabeleireiro: Básico. || Produção de Munição: Perita. || Uso de Pistolas: Perita.
    Uso de Revólveres: Perita. || Uso de Fuzis: Básico || Uso de Espingardas: Perita.
    Uso de Metralhadoras: Perita. || Caça: Básico || Rastreamento: Básico.

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Robusta || Furtiva || Líder

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Akantha é o tipo de pessoa que, a princípio, nunca é levada a sério. Os motivos são variados, porém costumam ser semelhantes; como, por exemplo, ser uma pessoa animada, com um ar descontraído, cujo humor costuma ser regido por piadas e um certo toque de referências que não contribuem nem um pouco para que uma imagem responsável seja passada de si, quando entram em contato com ela pela primeira vez. Engana-se, contudo, quem pensa que trata-se de um ser humano irresponsável e que não liga para a vida e/ou situações que a rondam. Tendo entrado para o mundo do tráfico cedo, precisou estabelecer-se como uma pessoa consciente de suas ações e que sabe bem onde pisa desde muito jovem, o que a tornou bem atenta para com tudo e todos, talvez, mascarando com sua personalidade alegre o fato de ser bem mais observadora e astuta do que realmente parece ser. Obviamente, vivendo a vida que vivia, precisava buscar meios para aliviar as tensões do “emprego” que escolheu para si, tendo assim vivido com sua cota de foda-se tudo durante um certo tempo, o que acabou, felizmente, com o estourar do apocalipse, afinal, é sempre possível arranjar um jeito para se lidar com pessoas. Umas palavras, uns beijos, um tiro, coisas como essas podem facilmente mudar um rumo de um diálogo ou situação, mas com zumbis é diferente e ela teve de colocar isso em sua cabeça logo no início de toda essa desgraça. By the way, não é uma pessoa difícil de lidar, seja no dia-a-dia ou nos negócios. É uma pessoa até que pacífica, comparada aos seres com quem costumava lidar, sendo fácil chegar nela, mesmo que demore um pouquinho para conquistar sua confiança cem porcento.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Akantha possui 1,65 centímetros de altura. Sendo uma mulher magra, de busto avantajado, cujos braços são finos, tal como sua cintura. Suas coxas são medianas, podendo parecer mais ou menos grossas, dependendo do que está usando no dia. No rosto, nada de muito especial, exceto pelo batom vermelho que comumente adorna seus lábios grossos, as sobrancelhas definidas e os olhos de um marcante castanho escuro. Seus cabelos são o que mais chamam atenção, eu diria, devido ao seu longo comprimento e ondulações naturais, assim como a cor: um negro que facilmente se contrasta com a sua pele branca. No que diz respeito as vestes, não há muita cerimônia. Gosta de trajar uma variação de cores e estampas e combina-las da melhor forma possível. Normalmente, opta por usar shorts e blusas de alça grossa, além de coturnos ou qualquer outra bota de cano baixo que encontrar. Não abre mão de usar calças ou blusas de mangas longas, mas prefere fazê-lo quando a algo importante para se cumprir e que exija que seus braços e pernas não estejam expostos. Na verdade, se teve uma peça que parou de usar desde o estourar do apocalipse, foram suas amadas saias, por achar que elas seriam inúteis no atual ambiente em que vive. Sem mais, possui uma tatuagem de unicórnio na frente de um arco-íris na parte de trás do antebraço direito.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Filha da abelha rainha e do carinha mais cobiçado de alguma faculdade conceituada na Grécia. Akantha é o resultado do fogo no rabo de duas criaturas completamente irresponsáveis, onde, na festinha de formatura da faculdade, tacaram o foda-se para as consequências e se pegaram até não poder mais, gerando assim, uma criança que seria renegada por ambos os lados. Enquanto o escroto do pai nunca sequer soube da filha (ou se soube, não ligava mesmo), a mãe simplesmente jogou toda a bomba para a tia flopada da família, pois seus pais a matariam se soubesse que ficou grávida e mais ainda, se soubessem que o pai da criança não dava a mínima para a situação. Assim, acabou sendo criada por esta tia, tal como ela, renegada da família, considerada a ovelha negra por não seguir os planos de vida dos Askerssss.

    Assim, cresceu numa casinha qualquer de Atenas, sendo educada com todo amor e carinho por esta mulher, que ela considerava mais mãe que a própria mãe que raramente via e que não fazia questão de ver também, verdade seja dita. Elas viviam uma vida até muito pacata pro turbilhão que era a família Asker, coisa que veio a mudar na adolescência da morena, quando começou a pegar uns trabalhos aqui e ali pois queria tornar-se alguém independente e principalmente, ajudar a tia que fez tanto por si, já que odiava saber que enquanto esta acabava-se de trabalhar para cria-la dignamente, sua verdadeira mãe apenas agia como uma vadiazinha mimada, gastando toda a fortuna da família, a qual sua amada tia sequer via a cor.

    Infelizmente ou felizmente, esses trabalhos nunca foram dos mais lícitos. Começou a trabalhar com meios legais, não demorando a partir para os ilegais, devido ao fato de esses lhe darem mais lucro. De todos estes, destacou-se e pegou gosto pelo tráfico de armas, logo fazendo seu nome ser reconhecido no meio deste, passando a liderar sua própria equipe com dois amigos de extrema confiança não muito depois.

    Quando a desgraça estourou pelo mundo, já fazia um ano que estava nos Estados Unidos a trabalho, fornecendo armas para gangues e traficantes de drogas, além de figurões ricos que precisavam de armamentos que sabiam que nunca conseguiriam facilmente. Graças a isso, perdeu contato com seus queridos amigos, os quais torce até hoje para que tenham sobrevivido e quem sabe, não apareçam no Acampamento Alphaville, onde hoje reside.

    ▪ s o u n d t r a c k
    M.I.A. – Bad Girls

    ▪ i n v e n t á r i o
    Dois batons vermelhos. Uma faca. Um MP4. Dois pares de brinco. Pistola Taurus 838. Fones de ouvido. Alguns anéis.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Evelina Axelsson

    E V E L I N A A X E L S S O N

    ❝   Sim, minha força está na solidão. Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem das grandes ventanias soltas, pois eu também sou o escuro da noite.   ❞

    ________________________________________________________________________________________________________

    Não deixe esse rostinho bonito lhe enganar. Evelina é, além de tudo, bem humana, coberta de defeitos e desenhos a jovem é enérgica e coberta de carisma, capaz de doar-se por inteiro, ao menos que o outro a estenda a mão. Dona de um raciocínio rápido e grande inteligência, no entanto, não é com a mesma agilidade que toma frente das coisas, muito menos tomar decisões com precisão, talvez não confie em si próprio para isto e fim. Dona de uma risada encantadora e pés no chão.

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e

    @Mercury

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e

    Fins de semana e segundas-feiras não são uma boa para mim, assim como as tardes e manhãs dos outros dias da semana. Resumindo, a noite é o melhor horário.

    ▪ m p | r o m a n c e

    De acordo.

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o

    Evelina Axelsson. Evelina é um nome de origem grega e hebraica que tem como significado: Vida, a mãe da humanidade, a boa notícia. O som da pronúncia do nome Evelina é similar aos nomes: Evelyn, Epelaima, Evellyn, Evelin, Evellin, Eveline, Evillyn, Evelien, Evelyne, Eveleen (informação irrelevante). Axelsson por sua vez é o sobrenome de Damião Axelsson, seu falecido pai. Por ventura, não coube a sua mãe colocar seu próprio sobrenome na filha devido às desventuras causadas em sua adolescência conturbada. Eve, porém, é um apelido carinhoso que Jonathan colocara em si quando menor. Sendo este lembrado pela jovem de maneira agradável e por tal, mas não pense que é por causa disso que ela deixará que qualquer uma a chame assim. Apenas os que ela considera serem íntimos.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a

    Nascida no dia doze de junho as exatas vinte horas 12/06, tendo assim vinte e oito anos completos. Eve é pertencente ao signo de Gêmeos, ascendente em sagitário e lua em escorpião, cada um desses define muito bem sua personalidade. Nascidos em Gêmeos tendem a serem naturalmente inquietas e curiosas, sempre muito comunicativas, que confere inteligência, versatilidade, agilidade mental, sociabilidade, grande poder de persuasão. Com a combinação de ascendente em Sagitário extremamente positivo e sincero. A Lua em Escorpião demonstra o quão intensa, profunda e um tanto extremista em seus sentimentos são. Desta forma resumimos que a morena é bondosa ao extremo.

    ▪ s t a t u s

    Evelina se encontra no Acampamento Deltha a cerca de oito meses. Você pode encontra-la na casa de número quatro ou no setor de soldados e/ou refeições, onde costuma ajudar.

    ▪ a f i n i d a d e s

    Nathaniel Graham – Amizade | Moradores do acampamento – Conhecidos.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e

    Bondosa Imparcial.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o

    Evelina tem como profissão a modelagem desde os dezessete anos de idade, no mais é formada em literatura e estava pensando em adquirir graduação na mesma antes do apocalipse.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s

    Idioma Inglês & Espanhol – Básico | Motorista – Básico| Literatura – Básico | Modelo – Perita | Caça – Básico | Pesca – Básico | Rastreamento – Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l

    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s

    Engenhosa e adorável.

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a

    ❝   Acordei hoje com tal nostalgia de ser feliz. Eu nunca fui livre na minha vida inteira. Por dentro eu sempre me persegui. Eu me tornei intolerável para mim mesma. Vivo numa dualidade dilacerante. Eu tenho uma aparente liberdade mas estou presa dentro de mim. Eu queria uma liberdade olímpica. Mas essa liberdade só é concedida aos seres imateriais. Enquanto eu tiver corpo ele me submeterá às suas exigências. Vejo a liberdade como uma forma de beleza e essa beleza me falta.   ❞

    Evelina é conhecida por sua vivacidade e sensibilidade. Seu senso enérgico desperta suas mais conturbadas curiosidades, desde as banais as aquelas denominadas não serem de sua autoria, mas quase nunca está de acordo. Seu lado sensível desperta seus hormônios ativos, o que para uma mulher não é difícil de imaginar. Contudo, embora a sensibilidade presente seja algo notável, chorar na frente das pessoas nem sempre é uma opção. Gosta de sentir a maneira intensa como cada sentimento corre pelas suas veias, a força impetuosa que se manifesta nos sentimentos ou na sua expressão. Ela possui uma luminescência tão fugaz que deixá-la infeliz se torna um tipo de pecado. É impetuosa, astuta, esperta e, ainda, com um toque de manha.
    Têm uma teoria que lhe agrada bastante, sendo essa a racional. Sim, Evelina procura o prazer na razão e tenta não se manter a base da emoção para fazer suas, pois sabe que pode dar errado no final, mas isto não quer dizer que ela não venha se sensibilizar pelo caso. Oh, não, isso está longe de seu alcance. É independente e gosta de ser assim, necessita muito do controle por si própria, podendo ser até um pouco egoísta quanto suas escolhas nesse quesito que chamamos de pessoal.
    Quando se entrega a alguém, ela se entrega por inteiro. Espera dar assim como receber, no mesmo tanto, sem metades. Entrega-se de corpo e alma por alguém, o mínimo que pode esperar é receber a mesma quantia em troca. Porem, uma coisa curiosa a seu respeito é que sendo positivo ou negativo para ela nem sempre importa, mas não podemos dizer o mesmo sobre o meio termo. Considerada volúvel.
    Graças ao seu lado enérgico, ficar parada é quase uma tortura, então sempre procura uma maneira de se ocupar, sendo com a papelada do trabalho ou coisas banais como compras, o que importa é sempre estar ativa. Todavia, seu senso de direção é péssimo e quase nunca está de acordo com a nova atividade que ela mesma se encarrega, lembramos que isso é referente às suas atividades extracurriculares. Não é raro ou até mesmo estranho, encontrarmos a morena conversando sozinha, perdida em seus pensamentos em seus horários vagos, em busca de algo para fazer mais tarde, mas você pode chamar sua atenção com um barulho, não é desatenta, apenas parece.
    Eve é uma pessoa simpática e franca, com toda certeza franca. O que ela diz, muitas das vezes não é o que você quer ouvir e ela procura expressar seus sentimentos de maneira lógica e clara, tem prazer em expressar suas opiniões e ideias. Uma pessoa otimista e excessivamente positiva. Sua felicidade aguçada e seu senso entusiasta são divertidos e contagiantes, uma comparação engraçada que temos são as bolinhas de champanhe presentes em sua vida.
    Como citado a cima suas emoções são intensas e muitas vezes se baseiam num desejo poderoso. Ela é possessiva, impaciente e muito temperamental. Ofende-se facilmente e pode tomar-se ciumenta, rancorosa e vingativa. Não tolera que os outros interfiram em seus objetivos ou se oponham a eles, mas frequentemente sacrifica muita coisa por bondade. Embora, algumas vezes, seja brusca, tem autoconfiança e a capacidade de chegar ao sucesso. Geralmente consegue o que quer; entretanto, pode achar que obteve uma vitória sem qualquer valor, não é apegada a bens materiais. Concentra-se emocionalmente na realização e na fruição de qualquer projeto — e, quando está assim absorto, pode parecer lhe faltar simpatia, o que não é verdade. É simpática e um tanto carismática, diplomata, até. Sua capacidade de observação é ilimitada.
    Contudo, a morena é um ser humano e ser humanos possuem defeitos. Embora desculpar seja fácil, perdoar é algo que precise aprender, assim como esquecer e lidar com seus sentimentos fortes e profundos. No entanto, talvez esses defeitos não sejam tão transparentes assim, a questão de aprender a perdoar, por exemplo, ela não lhe faltará com desrespeito ou deixará de conversar contigo, apesar de preferir não estar no mesmo lugar em que você se encontra o que se torna visível graças a sua urticária (brotoejas no pescoço), que aparecem quando está visível ou emocionalmente nervosa.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a

    Estima-se que a mãe de Evelina era bastante alta, provavelmente alcançava seus 1,67 de altura, desse modo, a loura não poderia obter menos, tendo estes puxados três centímetros a mais. Alta e de pele clara. Uma pele alva, levemente bronzeada em alguns pontos, mas não chega a ser em toda concavidade encontrada. Seu peso nada mais é do que favorável ao seu corpo, 54 kg ao todo.
    Sua silhueta é alongada, vista de traços firmes, porém, um tanto quanto refinados; seu busto é de 86 cm, largo e magro, de maneira que chega a ser notório alguns ossos, mas nada que possa ser considerado chamativo. A cintura, com 61 cm, é fina e bem delineada. Já o quadril por si só tem exatos 89 cm.
    Os olhos tem um tom de azul-safira, apesar de não serem grandes, são alongados, a íris em um meio circulo deixando a penumbra clara pairar sobre, num movimento prazeroso de se encarar; talvez seja pelo fato do otimismo sempre presente, o olhar da morena não chega a pesar. Embora os olhos miraculosos sejam consideravelmente medianos, os cílios são longos e volumosos, tanto inferiores quanto superiores, espessos. As sobrancelhas são tão alongadas quanto os olhos, não chegam a serem grossas ou finas, no entanto, sempre bem feitas. Seus lábios são fatos, grandes, possuem uma beleza natural. São do tipo chamativo pela forma circunda que ela emana, numa cor rosada, conservada e saudável – a dê um bom motivo e terá uma bela visão dos dentes.
    Os cabelos tem uma cor indefinida pela genética, sendo num tom castanho médio. Cheios, mas não volumosos, os cabelos de Eve se arrumam a sua maneira, não sendo nem lisos demais, ou muito menos cobertos por ondas, ele tem seu próprio charme. Numa elegância sutil que lhe termina pouco abaixo dos ombros, da raiz as pontas é um cabelo fino, que se enrosca facilmente, contudo sem nunca serem desalinhados.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r

    Evelina teve uma infância saudável após ter sido adotada pela família Axelsson, em suas lembranças tinha um irmão mais velho, cujo nome não se recorda por terem sido separados tão novos. Quando adentrou no ensino fundamental conhecera Jonathan, o garoto alto que despertou dela encantos e no mais tardar um desejo carnal. Sua amizade com Jonathan cresceu mais rápido do que poderiam imaginar e aos quinze anos a ligação dos dois fizera com que o primeiro pudor viesse dentro de uma igreja e com o passar do tempo em locais inapropriados.
    Certo dia, quando visitara a casa de Jonathan, Eve encontrou uma foto de seu antigo orfanato onde ela estava segurando a mão de um garoto magricelo e alto ao seu lado. Sem entender o motivo de a jovem ter ficado pasma quando ela disse a Jonathan que aquele era seu irmão, logo a ficha de ambos caíra ao darem-se conta que eram ambos de mãos dadas na fotografia. A situação se agravou quando, durante dois meses, a menstruação de Evelina começou a faltar e a ideia estúpida de fazer um teste para gravidez lhe viera na mente, o mesmo dera positivo. Porém a gestação não durou mais do que quatro meses, quando a jovem teve um aborto instantâneo após ter sido agredida por Jonathan quando fora contar sobre o filho de ambos.

    ▪ s o u n d t r a c k

    Lorde – Yellow Flicker Beat.

    ▪ i n v e n t á r i o

    Fotografia de Jonathan | Pistola Taurus 838C.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Lúcia Tremayne and Beano

    L Ú C I A T R E M A Y N E

    ❝   Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.   ❞

    ________________________________________________________________________________________________________

    Não fora fácil para Lúcia ver sua família desabar em frente dos seus olhos. Durante um tempo, a pequena ficara transtornada, buscando companhia em pessoas imaginárias para suprir a solidão, até que conhecera Beanu, o Akita Inu de um dos seus vizinhos, e sua tutora Verônica. Mesmo sendo uma pirralha um tanto cabeça dura, a jovem é decidida e amável, considera-se ótima no mundo da matemática, como ela mesma diz: “O resto é lucro”.

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e

    @Mercury.

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e

    Fins de semana e segundas-feiras não são uma boa para mim, assim como as tardes e manhãs dos outros dias da semana. Resumindo, a noite é o melhor horário.

    ▪ m p | r o m a n c e

    De acordo.

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o

    Lúcia Tremayne. Lúcia é a variante feminina de Lúcio, nome que tem origem no latim Lucius, derivado dos elementos lyke, luc, luk, que deram origem a palavra em latim lux, que significa “luz”, por extensão “a luminosa”. O nome começou a ser utilizado na Inglaterra por volta do século XII, sob a forma de Lucy ou Luce. O sobrenome Tremayne é originado da cultura céltico e significa cidade construída com pedra. As pessoas ainda costumam chamá-la de Lucy ou então Lu.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a

    Lúcia tem dez anos completos no dia dez de janeiro, pertencente ao signo de Capricórnio.

    ▪ s t a t u s

    Lúcia se encontra no Acampamento Deltha aos cuidados de Veruska a cerca de um ano e meio na décima casa do condomínio. Costuma ajudar no XXX alimentando as galinhas ou aprendendo algo com Brendon na oficina.

    ▪ a f i n i d a d e s

    Nina Zhou – Amizade | Baron Pestock – Irmão Adotivo | Caesar Brendan – Irmão Adotivo | Veronica Hernandez – Tutora | Tiffany Pestock Chermont – Irmã Adotiva | Alcide – Conhecido.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e

    Neutra Leal.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o

    Lúcia estava cursando a quarta série do fundamental e três vezes na semana ela fazia aulas de muay thay num ginásio próximo a sua moradia.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s

    Idioma Inglês Britânico – Básico | Doméstica – Básico | Tecnologia – Básico | Muay Thai – Básico.

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l

    Este personagem se encontra no nível 00 – 35 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s

    Beano – Conquista | Furtiva – 8 Agilidade

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a

    Lucy de vista é uma garota segura de si, persistente aos seus objetivos e muito simpática. Não desanima fácil, e sempre tenta consertar o erro, acredita que mesmo não sendo possível voltar atrás, pode mudar para uma pessoa melhor sempre que puder, apesar das dificuldades que ela encontrou ao longo da vida, sempre se manteve uma menina alegre, extrovertida e cabeça dura, defende sua opinião e amigos com unhas e dentes.
    Apaixonada pela vida e por tudo que faz, segue seus sonhos e metas, e tudo pra ela é possível, é incrível sua determinação pelas pessoas que ama, o apoio que dá. Como a caracterizam é muito intensa em tudo que faz se joga de cabeça, se apega e da à volta por cima quando necessário. Seus sentimentos quase sempre conduzem suas ações. Ainda que possua uma lucidez incomum e uma habilidade de autocontrole invejável, pode perder a cabeça facilmente quando é levada pela emoção ao invés da razão. É extremamente raro vê-la realmente irritada com algo, mas quando ocorre é melhor esconder-se, pois a pequena irá descontar suas frustrações na primeira coisa – ou pessoa – que vir pela frente, por este motivo muitas vezes é interpretada errado. Ela é sincera e direta, não tem medo de magoar seus amigos contando a verdade, ela pensa que se não for desta forma eles podem acabar sofrendo mais pela mentira, ela vai direto ao ponto sem rodeios, conta o que tiver de contar, é o que é, e não se importa com os comentários dos outros.
    Mesmo sendo muito carinhosa e solidária, em seus momentos mais frágeis e tristes ela prefere ser solitária e ficar sozinha, respeite o espaço pessoal dela para que ela não possa ser ignorante, ela só chora sozinha e quando chora na frente de alguém esteja certo de que essa pessoa é muito importante pra ela e que ela ama essa pessoa demais a ponto de expor seus medos, fragilidades, chorar é demonstrar insegurança pra ela, o melhor a se fazer se ela começar a chorar em sua frente…é passar a segurança que ela precisa.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a

    A infante possui um corpo moreno claro, seu corpo esguio e de tamanho considerável normal para sua idade. Seus cabelos tem o comprimento de um palmo abaixo dos ombros num tom de castanho médio, ondulados no comprimento. Seus olhos são considerados enormes, por ela mesma, verde-amendoados, de cílios volumosos e circundo. Dona de um nariz fino e empinado, lábios fartos num tom salmão e as famosas orelhas de abano, que ela acha seu charme pessoal.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r

    Estava brincando na casa da vizinha algumas horas antes do estopim, sua irmã, Elizabeth, havia ido ao banheiro quando a amiguinha começara a passar mal e descontrolara-se. Lucy correra até uma casa da árvore após a garotinha agir de forma agressiva e atacar Elizabeth, os pais da menina não conseguiram segura-la, sendo atingidos com a mesma precisão até que tudo dentro da casa tornou-se um caos.

    ▪ s o u n d t r a c k

    Bird – People Help the People.

    ▪ i n v e n t á r i o

    Bloquinho e giz de cera.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Faraday Red

    F A R A D A Y   R E D

    ________________________________________________________________________________________________________
    Faraday Red, como prefere ser chamado ao ocultar o seu verdadeiro nome, qualifica-se como uma aproveitador barato e digno de uns belos socos na cara. Não possui caráter apesar de ser um grande amante da filosofia – e de igualmente cobrir esta parte de sua imagem – e gosta de aterrissar comentários sarcásticos como um advogado do diabo somente para contemplar o caos que o sucede. Sempre fora um estrategista nato por conta de suas origens provenientes de jogos de azar, o quo torna consequente o fato de que provavelmente o mesmo esta devendo algo para você. Considera-se um homem romântico, cujo coração pode caber mais de uma mulher, entretanto, sua verdadeira amante sempre será a sede pela vida. É neutro quanto ao luto, já que considera pouco caso dos outros sobre os mortos e os vivos.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Saturn

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Dias de semana disponível das 15h até as 20h no mínimo. Finais de semana incertos, com maior probabilidade a estar disponível.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Disponível.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Por hoje conhecido como Faraday Red , outrora já ostentara o nome de Bartholomew Jones McReagen II, seguindo a linhagem do nome paterno não haverá mais necessidade de justificar o motivo pelo qual se rebelara para com o seu nome de origem. Não há registros da inspiração de onde tirara o a denominação.[/size]

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Possui trinta e dois anos, nascido no dia 29 de dezembro e regido pelo signo capricorniano.

    ▪ s t a t u s
    Mantinha-se como nômade solitário, contudo, recentemente reencontrara o acampamento de Julliette Morgan, ocasionalmente localizado no condomínio Alpha Ville, no qual reside atualmente.
    Não está registrado como um dos moradores verídicos, consequentemente não possuindo nenhuma função, tampouco moradia.

    ▪ a f i n i d a d e s
    I N I M I Z A D E S
    Gideon Bishop Mercer – Teve sua vida destruída por conta das atitudes covardes de Faraday.
    Qualquer um para qual esteja devendo algo.
    A M I Z A D E S
    Veruska Hernandez Brendan – Interesse amoroso.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutro Deslead.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Apesar de ser experiente em assuntos críticos e ideológicos, Faraday nunca deu-se a chance de terminar a faculdade.
    Iniciara sua vida acadêmica cursando administração, por ordem do pai, para que assim adquirisse um conhecimento necessário de um herdeiro de terras, na superintendência de negócios. Entretanto, Faraday acabou não finalizando-o, para o desgosto da família, por conta de sua total falta de interesse e mudança de rumos.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idiomas Inglês, Espanhol e Francês – Básico.
    Motorista – Básico.Gastronomia – Básico.
    Ciências Sociais – Ciências Políticas e Filosofia. PeritoTecnologia – Básico
    Engenharia Agrícula – Básico.Caça – Básico.
    Pesca – Básico.Uso de espingardas – Perito.

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    BelezaGenialLíder

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Linhagens de ouro criam homens de ouro. Refinados e aproveitadores de status, com dependência total de normas de etiqueta, drogados por dinheiro e embriagados em suas crises diárias de abstinência de alguém lambendo suas bolas. Faraday cresce neste cenário e aprende com ele, entretanto, a única coisa em que ele é bem-sucedido é em ser ninguém na vida. Nunca quis. Tinha medo de tornar-se igual ao pai e por consequência, sempre procurava os antônimos do velho e os abraçava como partes de sua personalidade, nunca se desfez dos mesmos e duvida que algum dia irá, fizera-os parte permanente de si e agora enxerga sua cretinice como um cobertor que o aquece do frio da morte. Possui muitos amores, gosta de muitas mulheres ao mesmo tempo, mas sempre teve somente uma amante: a vida, mesmo que isso não o impedisse de brincar com a sua maior inimiga, contraposta da vida, algumas vezes. É propício a se meter em encrencas e destas produzir provocações, é a forma como rebela-se á suas origens e gosta de o fazer, sem moralidade? Totalmente. Mas é proposital, já que acredita que qualquer gente sem moral normalmente se considera mais livre.
    É um aventureiro nato, vívido de intrigas e semeador de discórdia, por onde passa, é formado um rastro de opiniões contraditórias sobre seu caráter meramente duvidoso – mas na verdade, nem mesmo caráter sobrara-lhe para merecer questionamento – sem falar nos homens que almejam sua cabeça decapitada. Atrevido, procedente de petulâncias e arrancador de tapas na cara, é descarado o bastante para não se envergonhar diante de presenças ilustres e sem escrúpulos o bastante para dizer as maiores verdades – nota-se: possui um senso de sobrevivência aguçado, contudo, é abestado demais para calcular o peso de suas ações. Logo, é natural que honra não seja uma virtude para ele, tornando-se covarde, mas não podendo culpar-se justamente por ser um grande entusiasta da própria vida. Enxerga seus defeitos como qualidades que ainda não são entendidas pelo mundo real por conta da hipocrisia social que é submetido, se auto considera um filho do mundo, espírito livre, que escreve o próprio destino, ganha destaque pela capacidade de criar uma imagem orgulhosa de si, mesmo que no fim, saiba que o fundo do poço o espera em breve, mas pouco se importa, todos morrem um dia e não vão ser os feitos de uma vida que diferenciarão seus cadáveres.
    Não segue doutrinas, nem conceitos ligados a um modo de vida convencional, visto posto que sua família é condizente de rígidas normas cristãs, era-lhe de bom tom chamar a atenção dos familiares com comentários que vulgarizavam a história de Cristo e se deliciar com o caos que formava-se logo após. Sempre lhe fora prazeroso se beneficiar de suas palavras, é sarcástico, debochado demais, que se utiliza de maldade provocativa e proposital, vadia com sentimentos. Mas, também sabe utiliza-las para o dom da comunicação comum, já que não possui o mínimo de problemas com o contato social.
    Acredita que a dedicação é um talento inútil, mas é uma mula persistente. Não desiste fácil do que quer e não se abala á respostas negativas de seu gosto. É vaidoso o bastante para ser narcisista, acredita em seu potencial e em sua flexibilidade. Enfim, características o suficientes para concluir que Faraday não se faz do semblante natural de alguém a quem confiar, pouco se espera do mesmo e pouco ele espera dos outros. É independente e não se apega facilmente, consegue obliterar seus sentimentos e seguir somente ao uso dos instintos, é indiferente.
    Sabe que a morte continua lhe dando sinais e isto justifica suas ações impulsivas e insurgentes, sabe que enquanto tiver ar em seus pulmões, tudo estará bem e o que lhe faz desgostar disto ainda mais é saber que quando sua hora chegar, ele irá desaparecer da terra, mas será verdadeiramente descoberto pelas mentes mundanas e estas farão o que melhor fazem no luto: exagerar em sua importância e não há nada pior do que ter as suas merdas vivas em uma memória.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Mede exatos 1,79m que demoraram anos para se mostrarem, pois era extremamente baixo durante grande parte de sua infância – contudo, igualmente não se considera alto até mesmo no presente. Sempre fora vaidoso para com a sua aparência, era cauteloso ao decidir de roupas, aparência estética do cabelo e de sua face, contudo, o cataclismo de mortos vivos acabou por fazer com que o homem fosse forçado a abrir mão de muitos dos seus luxos narcisistas físicos. Ainda pondera com seu porte esguio, de músculos pouco definidos, exercitados diariamente por conta de sua busca pela sobrevivência. Os centímetros de pele acompanham a tonalidade bronzeada e desenhados sobre sua superfície estão longas cicatrizes, algumas finas, outras grossas. Nem todas consequência do apocalipse, claramente visto que uma se destaca por ter sido causada por um tiro.
    No presente, as madeixas que antes eram perfeitamente ordenados para que condissessem a sua imagem agora estão um tanto quanto compridas e rebeldes, compostas ainda pela pouca vaidade que Faraday permite-se ter e que seus dotes para cabelereiro lhe limitam. A barba, entretanto, continua rala como sempre, esboçando seu maxilar e contorno da boca. Ambos de cor castanha e tal como as sobrancelhas expressivas e de tom cretino.
    Os olhos costumeiramente semicerrados como gesto que o acusa como proveniente do estado texano, junto com o seu sotaque carregado, são âmbar, justaposto com manchas douradas.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Nascera como herdeiro de uma nobre família de prestígio do Texas, o pai, Bartholomew Jones McReagen, primeiro de seu nome, igualmente herdara as terras do pai, que fora sucedendo-se durante várias e várias gerações de negócios ilegais as custas dos trabalhadores locais. Mas isto nunca fora de fato um problema para a família do rapaz, claramente visto que suas adversidades pessoas envolvendo as mesmices hipócritas de gente rica eram mais importantes. Mas o pequeno herdeiro sabia que não pertencia a mesma linhagem ideológica que o resto daqueles que dividiam o mesmo teto sob suas cabeças.
    Desde novo suas referências e bagagem cultural foram aprimoradas por tutores caros, consequentizando a conclusão obvia de que o garoto não passava de um simples acessório e veículo de manobra para os negócios da família. Tinha total conhecimento do escarnio que era submetido e seguia os planos familiares ao pé da letra, tornando-se aos poucos um conhecedor de assuntos críticos e um ótimo argumentativo. Consequência: Bartholomew reconheceu que se não fosse vivente da própria vida, o que restava para ele? Nenhum dos homens ao qual idolatrava deixara-se levar por projetos alheios, eles eram os autores da própria história. Mas tanta iniciativa acabou andando para trás e o mesmo caíra no clichê de filho rebelde que um dia já fora filhinho de papai.
    Como um pequeno advogado do diabo, provocava a todos com seus comentários maldosos e atitudes insolentes que tinham como principal objetivo não somente macular a imagem de sua linhagem, mas também chamar a atenção dos responsáveis por aquilo. Como se estivesse gritando a plenos pulmões: “Ei, olhem o monstro que vocês criaram.”
    Nem mesmo os piores castigos e os melhores tutores de etiqueta puderam apaziguar os estragos que o consciente de Faraday causara-se a si, a tendência era uma situação agravada e, assim fora. Enclausurou sua vida acadêmica pela metade, iniciara a faculdade de administração para que fosse possível a gerência logística das terras dos McReagen mas nunca formara-se na mesma. Beneficiara-se da instrução avançada que tinha sobre assuntos políticos e econômicos, exercícios mentais, lógicos, para somente um uso, do que futuramente se tornaria seu pior vício: jogos de azar.
    Quando adentrava em um cassino, ele não era mais o herdeiro McReagen, tratara-se de criar uma nova identidade, um heterônimo canastrão que serviria muito bem para a situação. Faraday Red. Subira rápido como um apostador e, nenhum conhecimento sobre as reais origens do rapaz, o que era de certa forma conveniente sendo posto que raramente pagava suas dívidas. As sequelas mais graves envolveram cinco quase mortes certeiras, uma delas quase realmente ocorreu, levara um tiro no peito mas a bala por pouco não perfurara um de seus pulmões. É evidente que durante este meio tempo colecionara faces inimigas, contudo, não é como os relatos dos desgraçados que se ferraram por culpa de Faraday lhe interessasse.

    Durante o estopim, vivia como um espírito livre. Era pouco nômade, pouco pertence a um grupo, pouco não. Durante um breve período de tempo, participara do acampamento que Julliette Morgan montara em uma pacata igreja, dividida com muitas outras pessoas, contudo, como todo cenário de sobrevivência em que encontrasse uma grande massa, problemas começaram a aparecer e o homem soubera que sua hora de partir havia chegado. E o fez.
    Atualmente, reencontrara-se Julliette em bom momento, já que se continuasse em suas aventuras boêmias e solitárias em meio a um estopim, provavelmente morreria tão sozinho quanto veio ao mundo. Necessitando de cuidados e com certeza se nutrir, Faraday pouco conclui sobre o seu futuro.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Raspberries – Go All The Way

    ▪ i n v e n t á r i o
    Fuzil Colt M4A1.Baralho de cartas.Estilete.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Primrose Bowie Levy

    P R I M R O S E   B O W I E   L E V Y

    ________________________________________________________________________________________________________
    Com um forte instinto materno se faz de mulher, entretanto, ainda é extremamente voltada para um espírito infantil. Primrose se preocupa facilmente com outros, tal como consegue nutrir sentimentos pelos mesmos. É alegre e de sorrisos atoas e contagiosas. Consegue dialogar por longos tempos, tal como aconselhar seus ditos “pupilos” pelo simples fato de quere-los bem. Certas são as vezes em que explode em indignação quando estes não seguem seus conselhos e acabam não tendo resultados bons em seus problemas. Apesar do sentido bom samaritano, é dona de um raciocínio rápido e até mesmo cruel, sem ser aplicado ao sentido maligno de característica, mas como vivera na area medicinal, acabara por aprender ensinamentos de que nem sempre é possível salvar a todos.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Saturn

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Dias de semana disponível das 15h até as 20h no mínimo. Finais de semana incertos, com maior probabilidade a estar disponível.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Disponível.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Primrose Bowie Levy. Seu pai sempre idolatrara David Bowie, o que ocasionara-se de passar o gosto para a filha, assim como o nome do artista. Se dependesse do homem, até mesmo o seu primeiro nome seria prestado como homenagem a seus ídolos, por sorte, o mesmo fora escolhido pela mãe. É mais habituado a ser denominada por Prim e não vê necessidade em formalidades.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Nascera no dia dois de setembro, tendo no presente quarenta anos. É regida pelo signo de Virgem.

    ▪ s t a t u s
    Reside no acampamento Alpha Ville; Casa O5
    Posiciona-se na área da medicina, funcionando na enfermagem do acampamento e prestando seus serviços de saúde a quem precisa. Igualmente, pode-se dizer que é uma ótima pessoa para dialogar em momentos de tédio, isto se não atrapalhar o desempenho da enfermaria.

    ▪ a f i n i d a d e s
    F A M I L I A R E S
    Anastásia Levy Schaedler – Filha.
    Joseph Shaedler – Ex marido. Amigo.
    Diana Müller – Familiares.
    A M I Z A D E S
    Amelia Constagnolli – Colega de trabalho.
    Horus Anisis – Moram juntos. Amigo.
    Katherine Dare – Moram juntos. Amiga.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Bondosa Imparcial.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Primrose cursava a faculdade de medicina, na qual se especializara na área imunológica.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idiomas Inglês e Irlandês – Básico.Motorista – Básico.
    Biologia – Ciências Biológicas.Farmácia – Básico.
    Medicina Imunológica – Perito.Uso de Revólver – Básico.

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    AdorávelPacificadora

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Sustenta seu feitio de mulher enquanto se manifesta como uma menina. Primrose se caracteriza por um espírito alegre e sorrisos atoa ao passo de voláteis conjuntos de emoções, a um momento distribuindo gentilezas em excesso com certo altruísmo ao repugnar atos egoístas na mesma proporção que em que é capaz de agir de maneira tumultuosa em lições de princípios de comportamento, é naturalmente precetora, cujas influências derivam de seu instinto materno, sente uma grande necessidade de guiar e preservar suas figuras emocionalmente importantes, contudo, quando estes não estão vagos a lhe darem ouvidos ou agem com petulância, transfaz seu posicionamento atencioso para uma indignação constante. Visa sempre o bem-estar de seu próximo. Age com certa convicção e sensibilidade, com o intuito de criar um equilíbrio entre suas ações. Enxergara necessidade em instruir-se com certa racionalidade justamente pelo fato de sua profissão ter exigido isto, era guiada por seu senso samaritano em amparar pessoas antes de contatar por si só a indispensabilidade da total noção de que nem sempre é possível salvar a todos.
    Tem facilidade ao formar conexões com outras pessoas, possuindo aptidão para com uma linguagem aconchegante e sensível, enxerga facilmente o que querem ouvir e como ouvir, logo construindo estimáveis diálogos e ricos em um dialeto nobre. Utiliza referências de conhecimentos que adquirira com o pai, grande figura que lhe inspira desde a infância, disposto a tutelar a única filha para uma vivência emérita. Contudo, singularmente fora capaz de conceber-se um gênio forte e orgulhoso, do qual não admite ser deixada para trás já que se considera auto suficiente em conseguir o que quer. Detesta injustiças, da qual estabelece um forte senso de transformação na ordem natural. Impulsiona suas metas com pura força de vontade unicamente a sua natureza teimosa. Sem lhe atribuir uma personalidade insensível, consegue ser dominante e até mesmo impiedosa em certas questões, contudo, isto somente atribuído para causas que raramente ocorrem. Sua habilidade de pensar estrategicamente e manter o foco extensivo em determinado assunto a torna uma adversaria formidável em intelectos discursivos, por mais que nunca sua determinação seria voltada a procurar entretenimento em discussões, acredita que se espelhar no quanto sua capacidade mental é formidável ao utilizar o dom do verbo é ignorante o bastante para que nunca necessite dele, alimenta o próprio ego com as boas ações que constituem seu dia e nutre aversão por aqueles que tentam passar-se de gênios ao atingirem a vitória com palavras que diminuem o outro.
    Incorpora os dons do carisma e da confiança, logo projetando certa autoridade respeitável que justamente não se caracterizaria por um cidadão dominante, mas sim, um cidadão confiante. Consequentemente, torna-se extremamente emotiva, sua expressão acaba lhe entregando muitas vezes sem ser necessário dizer nada. É uma de suas mais características mais marcantes, ainda mais interligado na ocorrência de que seus semblantes são facilmente familiarizados ao de uma criança, com olhos brilhantes e um sorriso radiante, Primrose é um perfeito raio de sol.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Seu cabelo lhe caem como cascatas de fogo, onduladas e compridas pelos ombros, alcançando até meados de suas costas, seus cachos não são completamente formados, o que passa certa rebeldia nas madeixas ruivas. Elas molduram sua face bem marcada por uma maxilar feminino e de expressões marcantes, mesmo que facilmente serena. Mede ao todo provavelmente 1,75 metros de altura e mantem seu peso equilibrado por entre esta altura em um corpo esguio. Sua tonalidade de pele, assim como o cabelo ruivo, são um legado a parte de suas dependências irlandesas, logo está tão pálida e desenhada pelas sardas que mancham seu rosto e grande parte do corpo, de coloração pêssego e claras.
    As íris acabam caindo na costumeira confusão de cores, naturalmente, são azuis acinzentados, contudo, são muitas as vezes em que se mesclam de certa forma com o verde. Os lábios são cheios e róseos, desenhados como longos.
    Normalmente opta por vestes comuns, já que a vaidade é algo que tivera de abrir mão, contudo, sempre tivera certa preferência pelo conforto, mais do que realmente a estética.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Nascera em uma pacata fazenda do Colorado, em Breckenridge, situada perto das montanhas e proprietária de um grande rebanho de ovelhas. Guardara poucas memórias de sua infância, somente poucas cenas que podem facilmente resumir o cenário ao qual crescera: um extenso pedaço de terra coberto por pasto, uma figueira que se localizada perto de sua casa, construída há gerações atrás pelos seus ancestrais, imigrantes irlandeses. Seus pais se divorciaram quando ainda era muito nova e a guarda passara para o pai. A mãe mudara de estado, isto para não utilizar da palavra abandono.
    Recorda-se do longo caminho percorrido até a escola situado na cidade e da grande massa de turistas que a sua fazenda recebia – o que fazia parte do ganho da família, já que o local servia como ponto turístico para aqueles que gostariam de conhecer a arquitetura irlandesa antes de subir as montanhas. O pai não nutria exatamente aversão pelas visitas, sempre fora extremamente sociável e era de seu agrado conhecer pessoas diferentes todos os dias, entretanto, a pequena Prim desgostava da ideia de completos estranhos caminhando por entre os cômodos de sua casa e pelos campos da fazenda, principalmente as malditas crianças que incomodavam o rebanho das ovelhas.
    Sempre gostara muito do verão e assistir e neve derretendo, seu pai compartilhava deste gosto, ainda mais quando podia sentar-se abaixo da figueira junto a sua filha e desfrutar do som de cantores clássicos.
    Quando completara dezesseis anos, o pai adoecera, vitima de Adenocarcinoma, um tumor cancerígeno que afetara seu pâncreas. O homem debilitara-se a ficar de cama até o resto de seus dias em um hospital. Primrose permanecera no Colorado até quando a mãe viera lhe buscar e a levara embora para a Flórida. Seu pai falecera quatro dias depois.
    Ao se formar, cursara medicina, onde reencontrara-se com um rapaz do qual vivera certo momento de intimidade no passado, durante um show de seu ídolo e igualmente ídolo de seu falecido pai, David Bowie. O rapaz denomina-se por Joseph.
    Casara-se com Joseph ainda nova, relação da qual nascera sua primeira e única filha, Anastásia. Entretanto, poucos foram os anos estruturados entre eles, já que a distância entre o casal ampliava ao passo em que tornavam-se mais estreitos ao trabalho e o dividiam entre a responsabilidade com Anastásia. Nunca realmente se divorciaram, entretanto, a associação que Prim e Joseph estabeleceram entre si fora somente uma forte amizade. O fato prolongara-se após o estopim, onde uniram-se ao sentimento de angústia de estarem separados da filha e também da enteada de Prim e filha de Joseph, Diana.

    ▪ s o u n d t r a c k
    David Bowie – Lady Stardust

    ▪ i n v e n t á r i o
    Pistola Bobcat 21.Diário do bolso do pai, contendo fotos e trechos do homem e de sua filha, em seus dias na fazenda.Pelúcia do Freddie Mercury; vulgo, de Anastásia.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Octavia Ramirez Magdalena

    O C T A V I A R A M I R E Z M A G D A L E N A

    ________________________________________________________________________________________________________
    Uma tormenta em forma humana, cujo raciocínio mental travara quando esta tinha dezessete anos, após isto, não importava o quanto cresça, continuaria a ser sempre a mesma garota sem escrúpulos e vergonha na cara. É empolgada e constantemente se encontra no mundo da lua, dialogando consigo mesma ou até mesmo enchendo a mente de outros com suas ideias mirabolantes mas ainda assim, interessantes. É sincera com as palavras e raramente as mede, ainda mais quando instigada por sua paixão violenta. Não se importa em ser chamada de maluca por outro, como assim já está acostumada, ela simplesmente não liga porque sabe que é a mais pura verdade e, que estas atitudes que a fizeram ser considerada por tal, são as que a fazem nunca se arrepender de não ter feito algo no passado, mas sim, se arrepender de ter feito e com certeza não ter aprendido com este erro.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Saturn

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Dias de semana disponível das 15h até as 20h no mínimo. Finais de semana incertos, com maior probabilidade a estar disponível.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Disponível.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Octavia Ramirez Magdalena.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Octavia possui exatos 2O anos de idade, sendo regida pelo signo de Leão e nascida no dia 29 de julho.

    ▪ s t a t u s
    Reside no acampamento de Alpha Ville e ocupa sua função de Operadora de Rádio; Casa 14.

    ▪ a f i n i d a d e s
    A M I Z A D E S
    Caesar Brendan – Moram e trabalham juntos. Considera-o como um de seus melhores amigos, contudo, tal química que se estabelece entre ambos poderia transformar isto em mais. Basta ambos darem-se por conta disto.
    Amélia Constagnolli – Amiga.
    C O N H E C I D O S
    Baron Pestock – Meta Principal.
    Qualquer ser humano do acampamento interessante o bastante para Octavia – Meta.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Bondosa e Desleal.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Octavia formara-se somente no ensino médio. Fizera curso de inglês quando mais nova para aprender a língua.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Inglês e Espanhol – Básico.
    Uso de Pistola – Básico.

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    RobustaGatuna

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Uma maldição inconsequente descreve perfeitamente este pequeno infortúnio em forma latina. Nunca mede as sequelas de suas palavras e seus atos, consequência da pouca atenção para qual esta fora tomada por seus responsáveis que nunca estabeleceram seus limites, é hiperativa, sempre atrás de façanhas ousadas – que podem ser igualmente denominadas “encrenca” – e em quaisquer que atividade que ponha sua vida em risco, crê que são estes momentos que se realmente sabe que esta viva. É extremamente p r o v o c a t i v a. Sabe como encontrar o núcleo de um problema e atirar sal na ferida, importunar a vida alheia é um dos seus maiores passatempos.
    Sobre sua sinceridade, há dois modos de se pensar sobre; existe aquele que irá decidir se opor a sua opinião por considera-la grosseira deveras e, aqueles que irão supor ser uma franqueza desnecessária. No caso, Octavia está cagando para ambas as suposições pois, ela não liga para as reclamações do povo. “O que está claro, está para ser ouvido, bebê”. Então sim, a sinceridade da garota é de fato extremamente levada ao pé da letra, assim sendo áspera demais, alguém que faz jus à fama de não medir palavras. Valendo do mesmo modo para o quanto ela irá mostrar interesse na sua pessoa, não faz o tipo “amigável”, nunca fez – por mais que seja extremamente fácil construir um laço de amizade com a mesma – isto posto ela nunca se forçara a nenhuma atitude educada, com ninguém, indo do mais próximo até aquele que ela prefere afundar a cara lentamente no ácido.
    É um dos melhores exemplos para uma pessoa cretina. É atrevida deveras, contudo, apesar de muitas vezes preferir ferrar com tudo, ela não fez isto por mal, no restante de seus momentos, manifesta-se avoada, é desligada demais para prestar atenção em exatamente tudo o que se passa a sua volta. Consegue facilmente ir para o mundo da lua e ser tachada como maluca pela maioria das coisas que fala e realmente, a cada dez de suas palavras, sete são pura merda. É consequentemente indefinidamente criativa, consegue criar perspectivas que não se encaixam no mundo real e sua imaginação desenfreada causa certa espontaneidade em seus atos, despende tempo pensando sobre atos duvidosos, entretanto, interessantes e na maioria das vezes acaba colocando-os em prática. Não possui escrúpulos e muito menos timidez em suas atitudes, as faz sem pensar duas vezes e de delicia com o resultado delas. É geralmente movida pela mais simples e crua curiosidade.
    É persistente, teimosa como uma mula e emburra-se quando não tem o que quer, o que não significa que acabe desistindo. É o que igualmente podemos denominar como um “pé no saco”, mas realmente? Não se importa, para falar a verdade, ela nem ao menos nota o quão irritante pode ser. É de gênio avoado demais para perceber a maioria das coisas que se passa, irradiando originalidade e certa autenticidade. São poucas as figuras que ainda permanecem tão malucas quanto Octavia.
    Instigada por paixão, não pode se qualificar exatamente por romântica, ainda que muitos dos seus pensamentos envolvam relações amorosas, é de natureza carente, não exatamente de apreço, mas sexual. Todavia, percepções líricas do amor não lhe dão para jogar no lixo, gosta de ser mimada, tanto na vida quanto na cama, ainda mais quando fazem suas vontades.
    Enfim, Octavia é a tormenta, é uma pilha ambulante, empolgada demais para raciocinar sobre seus atos, age por puro instinto e fala com sua boca suja por pura vontade.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Com seu peso distribuído pelo corpo particularmente médio, Octavia mede 1,68 metros de altura, a pele é de tonalidade um tanto quanto bronzeada, mais do que naturalmente visando o tempo em que passara exposta ao sol. Algumas pequenas cicatrizes marcam os centímetros de pele.
    O cabelo é longo e ondulado, naturalmente castanho escuro, anteriormente sendo constantemente alterado ao seu gosto, normalmente com californianas loiras. Agora, ele cresce de maneira desgovernada e selvagem. Os olhos são verdes, como os da mãe.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Nascera na cidade de Puebla, no México, onde residira com a sua mãe, sem ter conhecimento da identidade do pai. A mãe trabalhava como costureira em uma pequena vila da cidade, longe das belas construções que atraem turistas, onde residia, poucas eram as pessoas que vinham, vila famosa pelo excesso de crimes e tráfico era costumeiramente evitada pelo resto da comunidade. Já era influenciada diretamente em sua personalidade insana e sem vergonha, seu primeiro namorado fora o filho de um dos chefes do tráfico que atuava na área, logo após se arrependendo, pois sabia que não estava realmente apaixonada pelo rapaz e, acreditava que caso terminasse com o mesmo, iria acordar comendo formiga no dia seguinte.
    Aos doze anos, seu pai viera atrás da mesma sem nenhum motivo aparente, queria a guarda da filha pois não acredita que a mãe fosse capaz de mantê-la no estado econômico que se encontrava e realmente? Ela não estava, mas isto nunca fora de grande importância para Octavia que sempre abdicara a ideia de luxos em demasia, o que era justamente o que o seu pai, um americano legítimo, oferecia para a mesma. Porém, de certa forma pouco a sua opinião importava, o pai levara-a embora de seu país de origem por ordem judicial antes que tivesse real momento para pensar sobre o assunto.
    O pai fora a primeira pessoa que convertera-se a um morto vivo em frente ao seus olhos.
    Graças a sua característica furtiva para com a vida costumeira, onde tinha de se esgueirar durante as noites, ou simplesmente fugia de casa para chamar a atenção do pai, não fora muito difícil aceitar a vida de nômade até antes de encontrar o acampamento de Jullie.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Maluma – Beat Borro Cassette

    ▪ i n v e n t á r i o
    CD Britney SpearsFotografia amassada da mãePistola Bobcat 21Lápis de cor preto.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Nathaniel Marion Graham

    N A T H A N I E L M A R I O N G R A H A M
    ❝   The truth it’s a beautiful and terrible thing and should therefore be treated with caution.   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Nathaniel é uma puta mentirosa que sobrevivia antes do apocalipse cometendo vários delitos. Não lembra muito bem quando chegou ao Acampamento, mas desde o primeiro momento sempre fingiu ser uma pessoa diferente do que realmente é. É um cara falso, que prioriza a si, mas é mestre em fingir benevolência e dizer o que as pessoas querem ouvir. Sua função no AlphaVille é cuidar das hortaliças, assim como dar uma mãozinha no setor mecânico. É um cara um tanto tarado, que quer sarrar todo mundo da sua listinha de foda antes de morrer.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Anueve

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Apenas as quartas-feiras e sábados, no período da tarde.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Talvez.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Nathaniel. Derivado da forma grega do hebraico, Netan’el, seu significado não poderia ser mais irônico: Presente de Deus, Dom de Deus, Prenda de Deus ou qualquer coisa nesse segmento. Se ele ao menos tivesse se dado ao trabalho de pesquisar, daria histéricas gargalhadas. Marion. De origem francesa, é o diminutivo do nome Maria. Nada muito especial, mas tão irônico quanto o significado do primeiro. Graham é o sobrenome que herdou de seu tio/avô, quem o registrou, já que nunca fez a menor ideia de quem é seu pai, assim como nunca teve vontade de saber e nem mesmo sua mãe lhe diz. Significa nada mais que casa cinza. Tão inutil quanto seu genitor e tiozzzzzzzzzzzz.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    26 anos. Nascido dia 13 de junho de 1989, por volta das 22h30m, em Lincoln, Nebraska, nos Estados Unidos da América; Nathaniel é americano-francês, com descendência Suíça. Apesar de ter nascido em Nebraska, passou a maior parte de sua infância e adolescência no Brooklyn, em Nova York.

    ▪ s t a t u s
    Morador do Acampamento Alphaville, Nathaniel reside na casa número quatro, junto a Evelina Axelsson. Sua função no acampamento é cuidar das hortaliças, além de também dar uma mãozinha no setor mecânico.

    ▪ a f i n i d a d e s
    Moradores do Acampamento: Conhecidos
    Artyom Yezhov: Peguete {Desaparecido}
    Amélie Charbonneau: Mãe {Desaparecida}

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Nathaniel é, descaradamente, um Neutro Desleal. Ele sempre fez o necessário para salvar a própria pele e só, não hesitando em trair alguém para isso. Coisa que não mudou muito, mesmos nas condições atuais.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Nate concluiu a escola, porém nunca chegou a fazer faculdade ou ter um emprego fixo, levando em conta que “trabalhava” praticando furtos. Sim, Nathaniel era um ladrão que realizava tanto pequenos furtos, como grande roubos, antes do estopim. Não é atoa que se considera um gênio do crime, já que nunca foi pego. q

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Inglês: Básico — Francês: Básico — Gastronomia: BásicoDoméstico: Básico — Mecânica: Básico
    Tecnologia: Básico — Motorista/Motoboy: Básico — Caça: Básico — Rastreamento: Básico
    Uso de Pistolas: Básico — Uso de Revólveres: Básico — Uso de Metralhadoras: Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Manipulador
    Furtivo

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Para entender o Nathaniel, é necessário saber que desde muito cedo ele teve de adquirir independência para sobreviver nos guetos do Brooklyn, o que, obviamente, moldou muito da sua personalidade. Sendo apenas ele e a mãe, uma francesa que fugiu para o Estados Unidos quando jovem para poder tê-lo, ele teve de se virar muito cedo rente as dificuldades da vida, acabando por se envolver, desde muito jovem, com coisas ilegais para sobreviver. Assim, crescer no mundo do crime fez Nate desenvolver sérios problemas para confiar nas pessoas, sendo do tipo que não pensaria duas vezes em trair alguém, caso seu pescoço estivesse em jogo, já que só se importava consigo e com sua mãe.

    Considerando-se um gênio em potencial (ou um gênio de fato), Nathaniel é uma vadia muito ambiciosa e astuta que sempre almejou o melhor da vida, o que chega a ser extremamente irônico atualmente. Para ele, ser um ladrãozinho básico que se deixava ser pego facilmente era algo muito abaixo do seu nível. Sim, nível. Nate sempre sentiu-se superior aos outros do seu ramo e gostava disso, esforçando-se para se manter no topo, mesmo quando precisava cooperar com outros criminosos.

    Crê veementemente que é um ótimo mentiroso, por vezes, se surpreendendo com a própria cara de pau, pois se tem algo no qual ele entende, é de cinismo e sua consciência não pesa nem quando precisa mentir para uma criança. Se um dia perguntassem o motivo de ser assim, ele culparia sua infância difícil, apesar de não ser justificativa e certamente diria que crescer num bairro perigoso, onde mentir fazia parte de seu cotidiano e as influências não eram boas, o inclinaram a seguir uma vida fora da lei. Mas bem, ele sempre gostou dessa vida e nunca tentou procurar outra alternativa, então….

    Enfim, graças essas situações, precisou desenvolver sua lábia, a poker face e se tornar alguém muito observador, pois estar fugindo com frequência de gente de ambos os lados exigia muita habilidade. Para ser honesto, ele não saberia dizer, se alguém o questionasse, se o apocalipse o prejudicou ou não. Obviamente, viver rodeado de mortos vivos não é agradável, assim como não saber se sua velha está viva ou morta o incômoda, mas só de pensar que os zumbis deram conta de todos que não iam com a cara dele… bem, isso o anima.

    Sem mais, é um ser humano bem tarado que tá sempre de olho nas pessoas que estão na sua “lista de gente que ele quer foder ou ser fodido por antes de morrer”, fingindo ser prestativo e benevolente para atrair esses seres para si, dizendo exatamente o que ele julga que cada pessoa quer ouvir. Nathaniel costuma ser bem paciente quando tem um objetivo em mente e age sem pressa, esperando o tempo necessário para atingir suas metas, além de ser paciente para lidar com pessoas, então não funcionará muito tentar atingi-lo diretamente. Palavras não o ofendem, visto que ouviu ofensas durante toda a vida, então raramente o verá metido em brigas, exceto se o motivo for MUITO SÉRIO.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Nate, desde que se entende por gente, sempre foi um homem vaidoso, mas nada que beirasse ao narcisismo ou coisa assim. Possuindo 1,85 cm de altura e 80 quilos, seu porte é atlético, com alguns músculos, mas nada muito exagerado. Seus olhos possuem uma coloração azulada e bem clarinha, enquanto os cabelos são negros, sempre perfeitamente arrumados, mesmo com o apocalipse.

    No que diz respeito as vestes, sempre vestiu-se bem, porém de forma confortável, priorizando roupas que possam ajudá-lo nas atividades do dia a dia. Camisas cujas mangas dependem da temperatura, a sua maioria em tons de azul ou preto e calças de tons escuros costumam compor o seu guarda-roupa, assim como um relógio quase sempre está presente no seu pulso.

    ▪ s o u n d t r a c k
    The Weeknd feat Daft Punk – Starboy

    ▪ i n v e n t á r i o
    Um diário. Canetas. Um espelho de mãos. Pistola Taurus 838. Um relógio extra. Foto da mãe. Fones de ouvido. Uma lanterna recarregável. Um facão.

    ▪ a n e x o s


    N Ô M A D E S

    grupo O1

    Spoiler for Alexia Lee Nought

    ALEXIA LEE NOUGHT
    ❝   You’re rolling me in gravel, I’ll leave without a scratch   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Alexia costumava ser uma comissária de bordo, que por muita sorte não estava em vôo durante o estopim. Ela é ousada e não tem medo de se arriscar com coisas novas, mas a sua competitividade as vezes faz com que ela se arrisque demais. Sabe lidar com pessoas em situações complicadas e também é uma boa conversadora.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Vakarian

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Apenas a noite durante a semana útil, variável aos domingos.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Livre.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Alexia Lee Nought. Alexia foi escolhido porque seu pai achou que Alexia e Alexis seriam ótimos nomes para gêmeos. Lee é o nome do meio e Nought era o sobrenome de sua mãe.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Em seus 28 anos, Alexia nasceu em 20 de Março, sendo do signo de Áries.

    ▪ s t a t u s
    Nômade. Está em um grupo com Cody, Ophelia e Weeko.

    ▪ a f i n i d a d e s
    FAMILIARES
    • Alexis Nought | Irmão Gêmeo
    AMIZADES
    • Cody Davis
    • Ophelia Reynolds
    • Weeko Navajo

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutra & Desleal.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Alexia era comissária de bordo, passou por três empresas diferentes durante sua carreira.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idiomas(Inglês, Espanhol, Francês, Árabe, Alemão, Italiano) • Perita|Motorista ou Motoboy • Básico| Gastronomia • Básico|Taekwondo • Básico|Rastreamento • Perita |Uso de Pistolas • Básico |Uso de Espingardas • Perita|Caça • Perita|Pesca • Perita

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    B E L E Z A • Recompensa | F U R T I V A • 8 pontos em Agilidade | C L E M E N T E • 8 pontos em Diplomacia| A D O R Á V E L • 8 pontos em Carisma

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    A senhorita Nought é dona de uma persistência absurda, se coloca algo em sua cabeça, ela tem que ir até o final, e se der errado, ela tenta novamente até conseguir. Se tem algo para fazer, ela fará da maneira mais eficiente possível, até ela considerar perfeito.
    Alexia tem o costume de duvidar muito das pessoas, seja por culpa de pessoas mal-intencionadas ou experiências de trabalho, então para ela, contar com as pessoas é difícil, e a confiança vem apenas com o tempo e conhecimento.
    Sempre está disposta a tentar novas coisas e ideias, gosta de repetir aquela frase “quem não arrisca não petisca”, algo que reflete em sua competitividade, algo que ela nega existir profundamente.
    Sendo uma comissária de bordo foi necessário que tivesse que trabalhar sua habilidades sociais, assim Alexia sabe bem lidar com pessoas e situações complicadas se for necessário.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Com seus exatos 1.72 centímetros de altura, seu corpo tem o formato de triângulo invertido, seus ombros são mais largos que a cintura, e seus braços e pernas são longos e finos. Dava preferência para roupas da moda e sapatos de salto, mas hoje em dia se contenta em utilizar jeans e blusas bonitinhas e confortáveis, sempre com pares de botas discretos.
    Os cabelos são naturalmente de um tom ruivo acobreado, naturalmente ondulados, mas estilizados para ficarem lisos, o comprimento passa um pouco dos ombros, os fios geralmente estão soltos, mas também podem ser vistos presos em um coque.
    O rosto tem um formato quadrado, com um maxilar bem definido que ornam com seus lábios em formato de coração. Os olhos são redondos e as íris de um tom de avelã, e transmitem uma falsa inocência no olhar de Alexia.
    Tem uma pequena tatuagem no pulso com o número 20.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    O sumiço de seu pai fez com que sua mãe decidisse voltar para sua cidade natal em Bakersfield e ter o apoio de sua família para lidar com toda a situação. Foi atráves de um parente que Alexia conseguiu seu primeiro emprego como comissária de bordo, ser competitiva fez com que ela se esforçasse e conseguisse algumas promoções.
    Mas se envolver com colegas não dá exatamente certo, e quando seus superiores descobriram, Alexia precisou se transferir, e ficou naquela empresa por aproximadamente 3 anos, até ser convidada para outra empresa e acabando em uma rota que passava por Sacramento.
    O estopim foi durante uma troca de turno, estava lá, andando para o vestuário quando percebeu a comoção do lado de fora, as pessoas dentro do aeroporto já estavam desesperadas e Alexia se aproximou de uma mãe e seu filho, Cody, o que ela não esperava é que eles iriam continuar juntos até se juntarem a Weeko e Ophelia.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Kerli – Diamond Hard

    ▪ i n v e n t á r i o
    •Carteira.|• Cartão Postal de Point Lookout.|• Colar de prata com pendente de estrela.|• Diário em branco.|• Pistola Bobcat 21.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Weeko Al’dai Navajo

    W E E K O   A L’ D A I   N A V A J O
    ❝   La esperanza es el ancla del alma   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Weeko é um índio nativo da tribo Navajo situada no México, entrou ilegalmente nos estados unidos, junto de sua família, para unir-se a tribo localizada no Arizona. A vida na comunidade Navajo empregou-lhe valores que enriqueceram seus princípios e espiritualidade, ainda que não tenha estudado e não possua conhecimentos cotidianos, possui filosofias e uma visão de mundo extremamente erudita. É pacifista, simpático e justo. Leva consigo serenidade, seu corpo comporta a esperança de rever seus irmãos de sangue novamente, e de que, um dia, o grande espírito trará de volta as correntes que separavam os vivos dos mortos.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Neptune | @shawny

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Meus fins de semana são apertados e provavelmente estarei sempre ausente durante o dia deles, disponível para turnar somente de madrugada. Já, durante a semana, é mais fácil me encontrar online, principalmente no horário da tarde e madrugada.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Weeko está disponível para Romance.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Weeko Al’dai Navajo. Seu nome possuí origem desconhecida, e é a forma masculina para Wenona, que significa bela. O sobrenome, herdado pelo lado paterno, Al’dai é, na verdade, uma mutação sofrida pelo tempo do sobrenome Al’dawiyya, o qual seus ancestrais levaram. Navajo é o nome de sua tribo indígena, que foi adicionado ao seu nome pelos pais, intencionando honrá-lo com o legado das batalhas de seu povo.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Nasceu no dia O5 de agosto de 1987, prestes a completar 33 anos de idade. É um leonino puro, nascido sob o segundo decanato.
    < ✹ Leão – ⇐ Sagitário- 🌙 Peixes – ∨ Sagitário >

    ▪ s t a t u s
    Weeko é um nômade. Caminha pelas ruas de Sacramento saqueando antigos estabelecimentos ao lado de Ophelia, Alexia e Cody, seu tutelado. Seu grupo já foi maior, mas a morte é algo comum nos tempos atuais.

    ▪ a f i n i d a d e s
    A M I Z A D E S
    Ophelia Reynolds ▪ Amizade | Alexia Nought ▪ Amizade
    Cody ▪ É seu tutelado, protege-o como se fosse seu próprio sangue.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Bondoso e Imparcial. Possuindo uma natureza espirituosa e cavalheiresca o índio respeita qualquer forma de vida, crendo não possuir o direito de julgar ou condenar atos que vão além de seu compreendimento.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    O índio não cursou faculdade, tampouco concluiu o ensino médio. Já trabalhou como segurança, porteiro e zelador, mas ao estourar do estopim trabalhava como ambulante em uma estação de ônibus, vendendo óculos e carteiras.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Inglês, Espanhol e Athapaskan ▪ Básico | Motorista&Motociclista ▪ Básico
    Doméstico ▪ Básico
    Agronomia ▪ Básico | Herbologia ▪ Básico | Mecânica ▪ Básico
    Rastreamento ▪ Perito | Caça ▪ Perito | Pesca ▪ Perito | Meteorologia ▪ Básico
    Pistolas ▪ Básico | Revólveres ▪ Perito

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    C O M B A T E N T E ▪ 8 de Força | C A S C A-G R O S S A ▪ 12 de Resistência
    A D O R Á V E L ▪ 8 de Carisma

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Com um olhar sereno e uma postura confiante Weeko suporta todas as frustrações trazidas pelo fim dos tempos. Alimenta-se de esperança, sem temor de ilusões, não permite abater-se pelo incerto, mantendo vivo o fogo e a vivacidade que o otimismo é capaz de lhe conceder. Acredita que todos os infortúnios e desgraças devem ser convertidos em lições e experiências, e é em tal pensamento que encontra forças para contornar qualquer sentimento nocivo.

    Tal tranquilidade faz com que transborde calmaria, complementa sua natureza confiante, e dá-lhe possibilidade de acolher almas fragilizadas. Suas histórias, envoltas em palavras hospitaleiras, possuem o poder de preencher vazios, de combater o pânico com nada além de gentileza.

    Disposto a carregar pesos que sequer pertençam a ele, Weeko não abandona vidas, tampouco desiste delas. Acredita que cada um possua seu valor, que grandes decisões não cabem a sua reles existência. Portanto trata a todos com simpatia, mantendo sua postura receptiva e uma espiritualidade calorosa. Tamanha sociabilidade faz com que seja fácil para ele manter boas amizades, suas conversas lúdicas e seus pensamentos envoltos em empatia costumam atrair aqueles dispostos a ouvirem-no.

    No entanto possui certa ingenuidade, uma dificuldade desoladora em medir as consequências trazidas por um caráter pútrido. Não acredita na existência da maldade pura e voluntária, provavelmente por ter vivido por muito tempo exilado do povo branco. Onde nasceu e foi criado havia somente o companheirismo, e é somente isso que ele conhece.

    É piedoso e livre de rancor, capaz de dar ouvidos as motivações de qualquer vilão. No entanto sua piedade não significa ausência de punição, ainda que não encontre prazer em ferir, caso não veja outra alternativa, é capaz de fazê-lo para manter inocentes a salvo. Vale ressaltar que ferir não significa assassinar. Weeko não é um assassino.

    Não é exatamente racional, suas ações são mistos de intuição e sentimento. Ainda que possua muita clareza e certa sabedoria, o sentimentalismo, assim como seus princípios, costumam prevalecer em suas decisões. De alma muito libertina não é habituado á cautela, em tempos como esse, alguém consequente é essencial a seu lado, para aconselhá-lo e auxiliá-lo a encontrar os melhores caminhos.

    Valoriza todos aqueles que passam por sua vida, afinal pessoas boas trazem-lhe felicidade, pessoas ruins trazem-lhe experiências, pessoas piores dão-lhe lições, e pessoas melhores dão-lhe memórias.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Weeko possui cerca de 1,93 metros de altura. Com um porte gigantesco, seu peso é constituído puramente por massa muscular. Os braços largos são fortes e bem definidos, assim como o restante de seu corpo. Mantém antigos hábitos quando se trata de vestimenta, o sangue quente exige que use tecidos claros finos, mas ele ainda se arrisca nos jeans. Ainda que prefira andar descalço, obrigou-se a habituar-se ao uso de tênis e botinas, afim de poupar-se de ferimentos. Usa regatas o tempo todo, visto que anda com mulheres, caso contrário as renunciaria.
    Sua íris possui um tom acinzentado que hora pende para o azul, hora para o verde, e até o castanho. Elas passam despercebidas em seus olhos pequenos e pálpebras caídas, os cílios são quase inexistentes, o que esmorece seu olhar. Os fios de cabelos são longos, negros feito breu, que caem até o meio de suas costas em ondas. O calor faz com que use-os presos na altura da nuca, ou molhados. Sua sobrancelha é cheia e possuí um desenho que dá-lhe aparência bruta, assim como seu nariz torto e alargado. A barba negra é usada em cavanhaque desde sempre, no entanto ele não é vaidoso o suficiente para preocupar-se em mantê-la aparada, é comum vê-lo com pelos pela cara inteira. Por detrás de tais pelos esconde-se seus lábios, finos, ainda que o superior seja muito mais carnudo que o inferior, dando a impressão de que porta um bico perpétuo.
    Possuí algumas cicatrizes, as mais notáveis são na pálpebra esquerda e o incontestável nariz quebrado. Mas o que mais se sobressai com certeza é a tatuagem samoa que vai do pulso e cobre todo seu braço, até o peito.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Nascido em uma aldeia Navajo pelas mãos de parteiras Weeko é o segundo filho homem de sua família, sendo o segundo mais velho e possuindo três irmãs caçulas, além de Lonan, seu irmão mais velho. Cresceu aventurando-se pelos campos e montando cavalos, aprendeu a ler e a fazer pequenas contas com os professores voluntários da aldeia, mas nunca chegou a concluir os estudos.

    A comunidade Navajo em que nasceu é a menor e mais corrompida pelos brancos, por isso, sua família decidiu mover-se em direção a grande tribo do Arizona.

    Entraram como imigrantes ilegais, e por isso, encontrar empregos para financiar suas viagens era extremamente difícil. Mesmo ao chegarem a aldeia do Arizona, Weeko e seus irmãos precisaram continuar trabalhando, para sustentarem os remédios que a natureza não era capaz de oferecer, afim de tratar as enfermidades de seu pai.

    Weeko trabalhou como porteiro, zelador, segurança e por fim como ambulante. Aprender o idioma foi difícil, assim como toda a adaptação á América.

    Ele não sabe o paradeiro de toda sua família.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Wardruna – Raido

    ▪ i n v e n t á r i o
    Revolver Taurus 838 Oxidado. Foto de Família. Chaveiro de contas feito pela irmã caçula. Machadinha comum.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Ophelia Reynolds

    O P H E L I A   R E Y N O L D S
    ❝   Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Ophelia é uma garota determinada a sobreviver nesses tempos, seu objetivo inicial era encontrar algum conhecido, mas assim que se juntou a um grupo, seu objetivo passou a ser tentar protegê-los em primeiro lugar e depois procurar alguém que era considerado parte de sua família. Ela ainda está confusa com tudo isso que está acontecendo, crê que tudo é apenas um pesadelo muito longo e não vê a hora de despertar.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Mars

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Em dias de semana após as 6:00 PM e em fim de semana o tempo é livre caso não tenha nenhum compromisso ♥

    ▪ m p | r o m a n c e
    De acordo

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Ophelia Grace Reynolds

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Ophelia tem vinte e quatro anos, nasceu dia 26 de outubro de 1996, sendo do signo de Escorpião.

    ▪ s t a t u s
    Nômade – Grupo com Weeko, Cody e Alexia.

    ▪ a f i n i d a d e s
    ✿ Baron Pestock- Eles já tiveram uma relação em um momento de fraqueza de ambos os lados, mas só por ter tido-a não significa que eles possuem algum tipo de sentimento amoroso. Lia considera-o como um bom amigo e sempre respeitou seu espaço, normalmente ia até ele quando não estava ocupado e tinha o tempo livre para conversar coisas fúteis.

    ✿Tiffany- Elas são apenas conhecidas, não tiveram muito tempo juntas para desenvolver algum tipo de afinidade

    ✿ Caesar Brendan- Melhor amigo, após que ela se acomodou no Moullin Rouge conversava com Caesar a maior parte do tempo já que ele ficava coçando a bunda, e uma conversa aqui, uma lá…o tempo passou e eles estabeleceram uma relação que para ela é a mesma relação de quando conversava com sua irmã -mas é claro que ele é um homem, mas isso não vem ao caso-.

    ✿ Verônica Hernandez- Ela é uma pessoa totalmente diferente de sua mãe, Nica sempre ouvia o que Ophelia desabafava, apoiou-a em vários momentos no tempo que permaneceu no estabelecimento em que trabalhou. Além de ser sua ex-chefe, Verônica é como uma segunda mãe para ela, para Lia, é sua melhor amiga, confidente, conselheira, patroa e sua mãe.

    ✿ Weeko Navajo- Eles se conheciam antes do estopim, Ophelia sempre encontrava o grandalhão perto de sua faculdade, e quando tinha tempo livre sempre conversava com ele e as vezes comprava algumas bugigangas. Eles não estavam juntos no dia que tudo começou, eles apenas se encontraram dois meses depois quando a garota entrou dentro de um ônibus para fugir de uma horda de zumbis, e depois disso, eles passaram a andar juntos.

    ✿ Cody Davis- Ele é seu companheiro, faz parte de seu grupo e conquistou o coração de Ophelia, ela chegou a fazer uma promessa para ele de que algum dia iria ensiná-lo a ler.

    ✿ Alexia Nought-Além de serem companheiras do mesmo grupo, Ophelia vê Alexia como sua irmã mais velha, da mesma maneira que a relação dela e a de Caesar são como a de irmãos, com Alexia também é assim, as duas são íntimas o suficiente para que tenham uma relação tão próxima.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutro ✿ Imparcial

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Formação – estava cursando o segundo semestre da faculdade de Design de Moda
    Trabalhava na área de entretenimento adulto – prostituta e dançarina

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    ✿ Idiomas (inglês e português):Básico
    ✿ Motorista ou motoboy: Básico
    ✿ Doméstico: Básico
    ✿ Gastronomia e Confeitaria: Básico
    ✿ Estilista ou figurinista: Básico
    ✿ Sobrevivência (pesca, uso de pistolas e revólveres): Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    ✿ Robusto ✿ Adorável ✿ Beleza ✿

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Ophelia é uma pessoa adorável, gosta de fazer brincadeiras e é carismática, responde com um sorriso gentil nos lábios e sempre procura ser educada o máximo possível.
    Por mais que seja gentil, ela tem seus momentos ruins. Se alguém fala mal, briga com ela, ou seja lá o que for, Ophelia não fica calada. Se estressa e nunca abaixa a cabeça, acabando por revidar. Partiram para a briga? Menos mal, ela sempre se segurava para não sair desferindo um soco em alguém pois conforme a convivência no Moullin, ela teve que aprender a se controlar e apanhar calada para que não perdesse o emprego e o lar.
    É bastante orgulhosa do que faz, não sente um pingo de vergonha e sempre despreza quem despreza as prostitutas, várias estão ali apenas como um modo de sobreviver ou sustentar sua família. Seu maior defeito é ser cabeça dura,então não aceita que está errada e quando finalmente percebe que errou, acaba deixando seu orgulho gritando no cantinho e pede desculpas. É irônica algumas vezes e não se considera uma pessoa fácil de se conquistar. Decidida, não gosta de voltar atrás de suas palavras e sempre tende a cumpri-las.
    Quando tem alguma decisão importante a tomar, ela pensa cuidadosamente, fora isso, diz ou faz a primeira coisa que lhe der na telha, por isso fala muita merda a maior parte do tempo.
    Na época que trabalhava no bar, Ophelia sempre era fácil, ela tinha que ser fácil. A partir do momento que seu expediente acabava, ela se tornava outra pessoa, não de personalidade, mas sim de que não precisava se forçar a fazer algo que não queria, se não queria transar, ela não ia transar.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Ophelia possui seus 1,67cm de altura e é magra, sua cintura é fina assim como seus braços ou pernas. Seus cabelos são compridos até o meio de suas costas e possuem uma coloração loura natural e são lisos. Seus olhos são azuis bem claro mesmo, se fosse para comparar com algo seria com água cristalina. Seus lábios tem uma cor de salmão e são peculiares: a parte superior é fina e a inferior, grossa/carnuda.
    Ela é bochechuda e não gosta que as pessoas fiquem jogando isso na cara, é desconfortável para ela. Não possui seios fartos ou até mesmo uma bunda grande e nem se importa com isso, ela gosta de sua bunda mediana e seus seios pequenos pois sempre pensou que ter tudo farto seria um incômodo. Ah, e suas mãos são pequenas.
    Suas vestes costumam a ser um shorts curto e uma blusa regata e não importa a coloração, ela tende a se vestir de uma maneira simples e que não fique desconfortável ou atrapalhe seus movimentos.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Tove Lo – Cool girl

    ▪ i n v e n t á r i o
    ✿ Um punhal
    ✿ Um lençol
    ✿ Uma pulseira folheada a ouro com seu nome que ganhou de Caesar
    ✿ Um revólver Taurus85

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Cody Davis and Átila

    C O D Y D A V I S

    ❝   Sou como você me vê.
    Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
    Depende de quando e como você me vê passar.
      ❞

    ________________________________________________________________________________________________________

    Com apenas sete anos e uma cabeça um tanto no lugar, o infante Cody teve certeza de apenas uma coisa quando o apocalipse chegou: chorar não iria leva-lo a lugar algum. Embora seja ingênuo, gosta de sentir-se útil a todo instante. Esperto e com uma curiosidade nas alturas, a criança aprendeu que num mundo em declive apenas sobrevivem os fortes e inteligentes e são nessas horas em que se coloca a observar seu tutor, Weeko, com total atenção.

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e

    @Mercury

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e

    Fins de semana e segundas-feiras não são uma boa para mim, assim como as tardes e manhãs dos outros dias da semana. Resumindo, a noite é o melhor horário.

    ▪ m p | r o m a n c e

    Cody não está disponível para romance.

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o

    Cody Davis. Cody é um nome de origem irlandesa e significa “Descendente de Cuidighthigh” – um portador famoso do nome era o homem da fronteira americana e showman Buffalo Bill Cody (1846-1917). Tem como variante Codey e Kody. Já seu sobrenome, Davis, tem como variante Davi e tem origem hebraica e quer dizer “O Amado”.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a

    Cody possui completos sete anos no dia dezessete de fevereiro, pertencente ao signo de Aquário.

    ▪ s t a t u s

    O jovenzinho pode ser encontrado no grupo nômade de Weeko desde os primeiros meses do apocalipse.

    ▪ a f i n i d a d e s

    Ophelia Reynolds – Amizade | Alexia Noughte – Amizade | Weeko Navajo – Tutor.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e

    Bondoso Leal.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o

    Cody era estudante na escola primária de sua cidade, cursando o jardim de infância. Era também escoteiro, costumava fazer trilhas e vender biscoitos nos fins de semana.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s

    Idioma Inglês – Básico | Escoteiro – Perito.

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l

    Este personagem se encontra no nível O0 – 35 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s

    Átila – Conquista | Furtiva – 8 Agilidade

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a

    Diga olá ao ser mais curioso que irá conhecer no dia de hoje. Cody faz juiz à palavra, essa é sem dúvidas o seu segundo nome. Não o pergunte de onde vem tudo isso, ele não saberá lhe explicar de onde vem tamanha vontade de saber. Mesmo que a vontade de desvendar o desconhecido percorra seu sangue, o infante sabe realmente a hora de parar. O questionamento também o invade, principalmente quando algo lhe incomoda tanto que não consegue ficar de bico fechado.
    Lamentações não são o seu forte e ponto final. Não faz o gênero que desaba em lágrimas questionando-se o porquê das coisas, sabe que o aconteceu faz parte do passado e de nada adianta querer consertar. Chorar também não é algo que costumas fazer na frente das pessoas, não por orgulho – aliás, ele está longe de ser uma pessoa orgulhosa –, mas sim por achar que aquele momento é seu. O pequeno momento em que ele consegue colocar os pensamentos em ordem e colocar tudo que sente para fora.
    Tem aquele lado palhaço, sabe? Cody não é a criança perfeita, mas gosta de ver as pessoas ao seu lado contentes, mesmo que ele não esteja ou que a situação não pareça. Acha que aumentar a moral do outro faz a sua própria erguer-se também. Não, ele não vai fazer besteiras para que as pessoas ao redor comessem a rir, não tem o dom da comédia e admira quem o tem. Todavia ele possui aquele sorriso contagiante, aquele que dá pena se incorrespondido for.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a

    Cody possui uma aparência um tanto fragilizada. Seu corpo pálido é esguio e miúdo. Os cabelos, assim como os olhos, possuem o tom de preto lisos e grossos. De etnia asiática seus traços são finos e delicados, como, por exemplo, os olhos que não possuem uma pele dupla, dando espaço para os cílios alongados.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r

    Cody estava junto com a mãe no aeroporto quando o estopim deu-se início, haviam ido buscar seu pai devido ao seu trabalho como comissário de bordo, no entanto o avião atrasou e teve de pousar no norte do Canadá, dessa forma o infante não tem absoluta certeza se o seu familiar está vivo ou não.

    ▪ s o u n d t r a c k

    Radical Faces – Welcome Home

    ▪ i n v e n t á r i o

    Livro Diário de um Banana | Caixa de Fósforos quase vazia | Pedaço de madeira encontrado no último saque | Relógio de pulso que pertencera a seu avô.

    ▪ a n e x o s


    grupo O2

    Spoiler for Sten Delmont

    S T E N   D E L M O N T
    ❝   It is better to be feared than loved, if you cannot be both.   ❞
    – Niccolo Machiavelli
    ________________________________________________________________________________________________________
    Sten Delmont é um ex-militar e ex-agente do FBI, onde conheceu sua noiva Dominika Kaminski. Junto a ela, faziam parte do acampamento de sobreviventes liderado por Julliette Marie Rosenvelt Morgan, local em que permaneceram por cerca de quatro meses. Entretanto, com a morte de sua amada, distanciou-se e seguiu sozinho um caminho sem rumo a uma cidade vizinha, deixando para trás a dúvida de sua morte. Agora, quase um ano após vários acontecimentos, ele está de volta, disposto a reencontrar seu antigo grupo e a tentar mais uma vez – se é que será possível – um novo recomeço.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Quimera

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Cerca de 2h~3h por dia para turnar, tentarei entrar todos os dias.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Este personagem não está aberto a relacionamentos amorosos, assim como para MP’s.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Sten Delmont

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    36 anos – Nascido em Washington, D.C , EUA, no dia 02 de dezembro de 1984.
    ☼ Sol: Sagitário Lua: Áries ← Ascendente: Libra

    ▪ s t a t u s
    Nômade, parceria com Cristos.

    ▪ a f i n i d a d e s
    ▪ Julliette Marie Rosenvelt Morgan – Líder do seu antigo grupo. Em sua memória, Jullie é sempre relembrada como uma mulher excessivamente sentimental e cabeça dura. Nunca chegaram a concordar de bom grado com a opinião do outro, mas apesar das discordâncias, nutriam um certo companheirismo entre si.
    ▪ Cristos – Parceiro de sobrevivência. Conheceram-se em uma chácara durante um ataque zumbi. De acordo com suas experiências, o moreno costuma falar mais do que é necessário, mas não chega a ser um incômodo. Apesar de não serem melhores amigas, se confiam o suficiente para guardar a retaguarda um do outro.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Maligno & Leal

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    U.S. Military Academy
    Entrou na Academia Militar aos seus 17 anos, onde formou-se após 48 árduos meses de treinamento e instruções específicas e gerais. Trabalhou no Exército Americano por dez anos, mais especificamente no Comando de Operações Especiais dos E.U.A (USASOC – U.S. Army Special Operations Command), e chegou a alcançar a patente de Tenente-Coronel de Infantaria. Por motivos pessoais, foi movido para o Quadro de Reserva Militar a fim de prestar serviço a um dos Departamentos Filiais da F.B.I, local em que permaneceu até o estopim da presente situação mundial.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    English – Básico | Motorista – Básico | Motociclista – Básico | Judô – Básico | Exército – Perito | Rastreamento – Básico | Caça – Básico | Pesca – Básico | Uso de Pistolas – Perito | Uso de Revólveres – Perito | Uso de Fuzis – Perito | Uso de Espingardas – Perito | Uso de Metralhadoras – Perito

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O2 – 45 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Combatente | Robusto | Mestre | Beleza

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Apesar da bela aparência do loiro, é inegável que suas habilidades sociais são uma verdadeira negação. Seco, arrogante e frio, é o tipo de pessoa que escuta mais do que se expõe. Quando o foco são diálogos, não fala mais do que o necessário e sempre vai direto ao ponto, dispensando enrolações ou informações fúteis em seus argumentos. A verdade é que mesmo que não esteja se expondo, está constantemente criticando algo ou alguém em sua mente, análise essa que não pode deixar de fazer para satisfazer seu ego interior. Juntando seu crescente descaso para com o próximo e tédio constante, Sten tornou-se um homem um tanto quanto insípido. Não que seja de um todo desinteressante, mas sim um indivíduo de poucas expressões. É raro, por exemplo, vê-lo sorrindo espontaneamente ou demonstrando afeto, o que tende a levar as pessoas a mal interpretar algumas de suas ações.
    Após tantas perdas inesperadas e dolorosas, se julga o único ser humano em que ainda pode verdadeiramente acreditar. Logo, suas companhias são selecionadas a dedo e com cuidado, para que mais tarde não tenha que sofrer as consequências de uma má escolha. É, portanto, um homem muito desconfiado e questionador, que não aceita opiniões alheias com facilidade e que odeia companhias que o desobedeçam. Mesmo assim, por mais que não nutra amizades, é muito fiel aos seus parceiros, desde que essa lealdade não chegue a prejudicá-lo, pois jamais se sacrificaria por alguém.
    Quando se deixa levar por seus sentimentos destrutivos, é impaciente e impulsivo, um legítimo inconsequente. Contudo, Sten é também um grande estrategista e sempre tem as melhores soluções para momentos de tensão, e apesar de ser independente e esperto o bastante para se virar sozinho, reconhece que ser um lobo solitário não é uma opção muito inteligente.
    Geralmente não lhe agrada a ideia de alimentar e prolongar problemas, o que o leva a cortar o mal pela raiz antes mesmo que este floresça. Para ele não há perdão, não há rendição, não há volta. Há muito tempo o loiro não acredita mais na capacidade do ser humano de se arrepender pelos seus atos. Por isso, é preciso cautela e sabedoria quando se trata desse ex-militar.
    Outro fator que não deve ser deixado de lado é sua perda mais recente. Após a morte de sua noiva, Dominika Kaminski, Sten perdeu a base mais importante de qualquer pessoa, o amor. Tornou-se, portanto, paranóico e incapaz de demonstrar sentimentos. Qualquer investida sobre ele resulta em uma dolorosa comparação com Dominika, que infelizmente já se foi e não pode ser substituída em sua mente. Consequentemente, no presente momento o mesmo está indisponível para qualquer envolvimento de âmbito amoroso.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Aos seus quase 37 anos de idade, Sten tem um corpo totalmente atlético e que expira jovialidade. Com uma estatura de 1,85 metros e 82 quilogramas muito bem distribuídos por todo seu corpo, possui uma musculatura muito bem treinada e desenvolvida, capaz de sustentar grandes pesos e longos períodos de exercício físico sem que se canse muito. Tal característica não é nenhuma hipérbole, mas sim um resultado de anos de sofrimento durante seus treinos no exército, desde a sua época na Academia até o período em que passou na Guerra da Síria em 2013.
    A cor de seus olhos, atributo esse advindo de seu pai, são azuis claros heterocrômicos, levemente pigmentados de verde. O tom do cabelo, por outro lado, é característico de sua avó por parte de mãe, cujo os fios também eram castanhos claros, quase um legítimo loiro. Sua barba, que rotineiramente estava sempre bem feita e em perfeitas condições, já não recebe tantos cuidados assim. Muito pelo contrário, está sempre com um aspecto mal feito e descuidado, como se refletisse o espírito cansado do mesmo.
    Antes de toda a Terra entrar em caos, eram raras marcas mais agressivas do que arranhões ou pequenos cortes por sua pele clara. Agora, no entanto, após tantas aventuras e desencontros durante a viagem, algumas cicatrizes podem ser facilmente observadas em seu peitoral, como também no rosto em uma menor proporção. Próximo ao seu quadril, há uma marca de um tiro um tanto quanto doloroso, marca de sua chegada à cidade de Dixon, Califórnia.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Filho de pai militar, Sten fora desde cedo influenciado à carreira de soldado. Perdeu seu maior herói aos 8 anos de idade durante um conflito no oriente médio, e este evento, sem sombra de dúvidas, foi o estopim para o começo de sua fase rebelde. Inevitavelmente, tornou-se uma criança isolada e pouco falante, o que teria sido um grande empecilho para seu crescimento se não fosse por seu inesperado padrasto, quem guiara-o pelo caminho certo. Ingressou a Academia Militar dos Estados Unidos aos seus 17 anos, o primeiro passo para uma brilhante carreira nas Forças Armadas, onde iria permanecer por um longo tempo.
    Conheceu seu primeiro cônjuge, Melissa Steves, aos seus 23 anos de idade em um boliche de Washington, e tiveram uma garotinha chamada Stazzie Delmont Steves. Anos depois, ao descobrir a traição da esposa, o loiro sentiu-se impotente diante a ideia de não ser o verdadeiro pai biológico de sua filha. Movido por seus sentimentos destrutivos, Sten alistou-se em uma das missões de Guerra em 2013, onde prestou serviço por 6 meses. Ao retornar, devido a estresse e cansaço mental, decidiu mover-se para o quadro de Reserva Militar e mudou-se para outra cidade, onde fora recebido por uma das agências filias da FBI em Sacramento, Califórnia, após recomendações e uma série de testes.
    Longe de sua ex-esposa e filha, o loiro tentara reconstruir sua vida novamente ao seu modo, mas não fora capaz de fazê-lo sozinho. Conheceu e aproximou-se de sua colega de trabalho Dominika Kaminski, e aos poucos foram se apaixonando não só pelas qualidades um do outro, como também os defeitos. Cedeu aos encantos da morena e já com dois anos de namoro, noivaram-se. No entanto, não houve tempo para comemorarem. Em questão de dias a campanha de vacinação trouxe consigo um vírus que se dispersou por todo o mundo, adoecendo principalmente crianças e gerando caos e sofrimento. Stazzie fora uma dessas crianças. Sten perdeu-a de forma tão inexplicável e rápida, que sequer tivera tempo para raciocinar o que estava acontecendo. Fora convocado pelo Exército para fazer guarda em um dos Centros de Pesquisa, que infelizmente, não resistiu devido à segurança falha. Os noivos fugiram junto à Julliette Morgan, e foram um dos primeiros sobreviventes a participar do grupo que mais tarde se hospedariam em um hotel.
    Porém, as coisas não permaneceram calmas como esperavam, a base sofrera um ataque repentino por um espécime desconhecido. A falta de preparação custou-lhes a vida de alguns companheiros, entre eles a de sua amada. A morte de Dominika fora a gota d’água para que a sanidade de Sten fosse gravemente abalada. Em um ato de desespero, planejou sua partida e seguiu sem rumo às estradas. Passou por Davis, e por fim fora obrigado a ficar em Dixon, onde um grupo de sobreviventes o acolheu. Durante esses oito meses fora, o loiro passara por muitos desafios, tanto físicos quanto mentais, perdera companheiros, amigos e acabara, por fim, conhecendo Cristos. Agora que está de volta a Sacramento, seu principal objetivo é reencontrar seu antigo grupo enquanto tenta combater os fantasmas de seu passado.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Fleurie – Hurts Like Hell

    ▪ i n v e n t á r i o
    Uma aliança masculina; uma corrente cujo pingente é uma aliança feminina; uma foto velha e amassada; um facão comum; um pé de cabra de aço, com cerca de 80 cm; e uma pistola Taurus 838.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Cristos

    C R I S T O S

    ________________________________________________________________________________________________________
    De tendências psicopatas, poucos são os atributos de qualidades que podem atribuir a Cristos, pois o homem por si só representa-se como um dos tumores da sociedade pouco construída. Sua mente enxerga o mundo aos seus olhos e opiniões caóticas, é capaz das mais vilis atitudes e nenhuma lhe causaria remorso, pois não o sente. É desequilibrado a acostumado a utilizar de suas palavras para criar situações ainda mais dementes, não dependendo somente de sua brutalidade insana para causar terror.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Saturn

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Dias de semana disponível das 15h até as 20h no mínimo. Finais de semana incertos, com maior probabilidade a estar disponível.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Disponível. Contudo, é necessário ter total conhecimento do terreno em que se está pisando.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Cristos. Somente Cristos.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    É provável que esteja entre os trinta e trinta e cinco anos. Data de nascimento é uma incógnita.

    ▪ s t a t u s
    Nômade, o que varia entre a solidez e a companhia. Muitos de seus colegas anteriores foram mortos – não sendo específico por quem.
    Atualmente, usufrui da companhia de Sten Delmont, uma relação de dependência e pouca confiança, mas que funciona quando juntos.

    ▪ a f i n i d a d e s
    Sten Delmont – Dependente.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Maligno&Desleal

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Nada se sabe sobre o que Cristos passara antes do início do estopim, consequentemente fazendo com que sua formação ou até mesmo se alguma vez já cursara a escola algum dia, seja um mistério.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Inglês – Básico.
    Motorista – Básico.
    Rastreamento – Básico.
    Caça – Básico.
    Uso de Pistolas – Básico.
    Uso de Revólveres – Básico.
    Uso de Metralhadoras – Básico.
    Uso de Fuzis – Básico.

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O2 – 45 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    GladiadorCasca-GrossaFurtivoManipulador

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Os cercos que faz para com a realidade que cerca a sociedade o faz assimilar poucas das verdades morais que esta contribui, logo não tendo o que questionar, pois ele realmente não questiona. Cristos não possui muito raciocínio social, a empatia não lhe é um valor empregado como necessário, sabe que cada homem é um homem diferente enquanto vive, egoísmos a parte, não lhe interessa a compreensão emocional do outro, se não haver consequências, do que irá importar no fim? Remorso? Não é uma opção. Contudo, não é alguém diagnosticado por psicopatia, por mais que muitas das características que envolvem este transtorno sejam facilmente atribuídas a sua personalidade, não é incapaz de nutrir afeto por outras pessoas, somente é raro de ocorrer.
    Desequilibrado, sua insensatez não possui limites quando lhe é propício de atingir os seus objetivos. “Os fins justificam os meios”, já que para manter o poder, deve-se desenvolver características tidas como “não éticas”, tal como sua curiosidade doentia e cruel. Não julga as ações alheias, pois possui total convicção de que as suas próprias mãos lhe fazem justiça, por mais incabíveis que sejam, segue seus próprios conselhos e irá até o fim deles, não construindo pesar ao destruir os obstáculos pelo seu caminho, atua em seus malefícios como uma criança que brinca com seus bonecos, natural, como se o cenário já lhe fosse posto há anos, não possui hesitação nos atos, somente pura impulsividade, num estado de calmaria, como se sua mente não funcionasse como a de um homem socialmente aceito, o que severamente não é. Cristos é um ser imoral, é descarado, vulgar e escandaloso, seus atos são perfeitos exemplos de cidadãos que não foram formados em escrúpulo. Por assim dizer, uma sociedade não lhe é aplicada, por consequência servindo como uma justificativa para qual, mesmo que seja caracterizado por irracional, tenha sobrevivido por tanto ao êxodo dos mortos, vulgo, apocalipse. Igualmente ao senso por sobrevivência.
    É acostumado ás palavras, até demais, fala o que não pensa e o que pensa, sem se preocupar com as consequências, logo o legitimando como alguém que dita o que muitos não querem ouvir. Presunçoso portanto, age com insolência tanto quando diz, é diretamente verbal mesmo que muitas vezes deixe escapar um comentário regado á ironia, mas isto não signifique que esta também não seja parte de sua arrogância, talvez sequela de seu complexo por orgulho e excessivo egocentrismo. Não incita respeito, porém, é autoritário o bastante para impor respeito através do medo, tonando-se agressivamente brutal, é selvagem como um animal e segue seus instintos, instintos estes repletos de cólera, caçando em seus interior alguém que é facilmente levado a sentir raiva e á conveniências de um rancor maníaco, vingativo.
    Talvez, no meio de suas conclusões, acredite que possa agradar alguém com seus pontos de vista, por mais que no fundo, sabe que é lascivo demais para não ser tagarela. Se diverte com o que fala, é como um passatempo, um passatempo irritante e desnecessário. É como um julgador do caos que solta comentários e se diverte enquanto especula suas consequências.
    Após esta clara demonstração própria de uma pessoa mau-caráter e desprezível, não é necessário surpresas ao interliga-lo á alguém não confiável, tal como não é de seu feitio confiar nos outros, entretanto, esta situação não se aplica a quando é realmente necessário, onde sobreviver sozinho passa a não ser mais uma opção. Portanto, por mais que uma ligação de confiança não exista, a lealdade irá prevalecer pela dependência. Esta convivência, todavia, poderá ao futuro tornar-se insuportável caso Cristos queira, ou não, dependendo do grau de excitação que ele se propague e do quanto ele enxergue que é realmente necessário estabelecer certos limites de seus atos, mas realmente, sua audácia pouco se faz enxergar e para alguém cuja mente funciona especialmente em prol de suas próprias leis, o limite torna-se sinônimo para o utópico.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    De porte robusto e uma grande quantidade de massa corporal, Cristos mede a um todo cerca de 1,90 e pesa 102 quilos. Seus músculos difundem junto ás cicatrizes grossas e profundas, que desenham em traços brancos sua pele um tanto quanto torneada, resquícios de uma história incerta e provavelmente nunca reconhecível. As madeixas alcançam até seus ombros, cacheadas e negras – outrora, possuía uma mecha oxigenada para o loiro ao lado direito da cabeça, contudo, ao início do estopim não é como se fosse de grande utilidade estética.
    Os olhos são igualmente negros e grandes, tal como os cílios longos que delineiam em sombras espessas e escuras, o que facilita a visualização de suas olheiras profundas abaixo dos olhos.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Suas memórias são frescas, entretanto, silenciosas. Nutre aversão para quando alguém o questiona sobre seu passado por motivos ainda não descobertos, é somente necessário que ele nunca se sinta forçado a lhe contar. Logo, uma bruma se forma sobre a história da origem de Cristos. São muitos vestígios de vida militar, criminosa ou simplesmente psicopática que o mesmo apresenta, mas nada certo.
    Durante o apocalipse não juntara-se a nenhum grupo com mais de três pessoas, abomina a ideia de ter se dividir espaço com pessoas, principalmente quando elas são claramente um peso morto. Cristos prontamente livrava-se dos mesmos com tamanha facilidade, eram usados costumeiramente como iscar para hordas, para que o homem pudesse fugir. Algumas raras exceções eram abertas para quando estes sucumbiam pelas mãos irritadas dele.
    Na Califórnia, encontrara-se com outro homem, robusto e de olhar frívolo que demarcava a conformidade que Cristos lidava na situação. Sten Delmont. De poucas palavras e nenhum sentimento, era a mente estrategista que completava o lado extremamente brutal do outro. Pouca convicção envolvida, extrema conexão.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Kiss – Heavens On Fire

    ▪ i n v e n t á r i o
    Revólver C PythonFacãoUma cruz partida ao meio.Um machado de fazendeiro.

    ▪ a n e x o s


    grupo O3

    Spoiler for Diana Morgestern Müller

    D I A N A   M O R G E N S T E R N   M Ü L L E R
    ________________________________________________________________________________________________________
    “Só os que não têm medo de não ter razão podem ser bestiais. Os que sabem que podem falhar. Os que sabem que fazem a toda a hora merda atrás de merda. Não porque querem. Não porque não tentaram. Mas porque fizeram, porque arriscaram, porque deram o passo em frente quando todas as bestas que estavam à volta, cagadinhas de medo, lhe diziam para parar por ali. Antes um idiota que tenta do que um gênio que aguenta. E eu sou aquela que tenta. Aquela que quer diferente de tudo o que vê. Aquela que quando vê algo genial não critica, ressabiada, quem o fez – e que procura, ao invés, fazer ainda melhor. Eu sou a arrogante que acredita que pode fazer melhor do que tudo o que vê. E que faz tudo o que pode para fazê-lo mesmo. Posso não conseguir (e só eu sei como custa ficar sempre aquém, ficar sempre a ilhas daquilo que gostaria de ter feito, daquilo que gostaria de ter produzido). Mas tento. Tento mesmo. Tento sem hesitar. E me sujeito à crítica dos pseudointelectuais. Dos que passam a vida apontando o dedo (e é tão fácil apontar o dedo; qualquer um consegue apontar o dedo; quando você não tem mais do que um dedo para apontar aponta o dedo para aguentar: para se aguentar com o peso da sua incapacidade para fazer). Dos que têm sempre a puta da razão porque nunca ousam, por um momento, fazer mais do que aquilo que os outros já fizeram. Dos que são, e serão sempre, adjuntos. Eternos adjuntos. Homens e mulheres que nunca perderão o emprego – porque estão amoitados atrás dos que dão a cara, a alma, a vida, por aquilo em que acreditam. Antes um idiota chapado que um gênio acovardado.”
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Mirabella

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    30/06 a 01/08 – Dias de semana: o dia inteiro. Fins de semana: somente manhãs.
    A partir de 01/08 – Dias de semana: tardes e manhãs – período noturno indefinido. Sábados: indisponível. Domingos: manhãs – período noturno indefinido.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Diana está indisponível para romances, uma vez que já se encontra Em Relacionamento Sério com Demyan Morozov.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Diana Morgenstern Müller – possui alguns apelidos como Dia ou Dina. Seu segundo nome não provém de linhagem alguma, uma vez que lhe foi concedido apenas para dar um significado especial; “Estrela da manhã”, ironicamente, o período em que foi concebida. O último nome, no entanto, origina-se pelo lado materno de sua família, não tendo registros de sua paternidade.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Nascida em 24 de Julho de 1989, possui 28 anos de idade e agradece pela boa genética que lhe foi atribuída. Seu signo solar está em Leão, primeiro decanato, em perfeita harmonia com suas características psicológicas.
    ☼ Sol: Leão – Asc.: Gêmeos – 🌙 Lua: Sagitário

    ▪ s t a t u s
    Nômade em Grupo, junto de Anastásia Schaedler, sua meia-irmã de 8 anos, Demyan Morozov, seu namorado, e Ella Brandon, sua melhor amiga.

    ▪ a f i n i d a d e s
    F A M I L I A R E S
    Anastásia Schaedler • Meia-irmã | Demyan Morozov • Namorado | Joseph Schaedler • Pai | Primrose Levy • Familiar
    A M I Z A D E S

    Ella Brandon • Melhor Amiga
    C O N H E C I D O S

    Disponível.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Bondosa & Imparcial.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Atuou como Agente Criminal de Ventura, na Califórnia, por 5 anos, antes de se mudar para Sacramento e por lá se estabelecer por mais 3 anos. No entanto, sua experiência profissional estende-se a mais de um cargo. Durante uma boa parte de sua vida participou de aulas de boxe, para ser mais exata, desde seus 14 anos de idade e, com isso, adquiriu bons conhecimentos em combates físicos, além de trabalhar durante 2 anos como professora nesta área. Teve também participação em campeonatos e em algumas… brigas, se é que me entende. Fez alguns inúmeros bicos, como trabalhar como bargirl, assistente de Posto de Saúde, babá de crianças e animais, dentre tantos outros, inclusive, fazer trabalhos acadêmicos com artigos científicos em línguas de sua especialidade. Sua relação com empregos é deveras vasta.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Alemão, Inglês Britânico, Inglês Americano • Básico | Motorista&Motoboy • Básico | Doméstico • Básico | Direito • Básico | Mixologia • Básico | Tecnologia • Básico | Boxe • Perito | Policial • Perito | Pistolas, Revólveres, Fuzis • Perito | Espingardas • Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Nível de Capacidade O1 – 4O + 1 Conquista.

    ▪ h a b i l i d a d e s
    B E L E Z A – Conquista
    C L E M E N T E – 8 Diplomacia
    A D O R Á V E L – 8 Carisma

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Pioneira no que se refere a liberdade, autenticidade e reinvenção, Diana é um ser de espírito completamente livre e de uma mente amplamente aberta. Apaixona-se por tudo aquilo que se faz novo, a tudo o que se renove e lhe traga novas ideias, novas direções, novos horizontes, novos rostos, novos gostos. Um ser que aspira liberdade e expressão. Não se prende a uma única ideia nem fixa sua opinião em uma única coisa, crê que a vida seja curta demais para se findar em suas verdades absolutas e tapar os olhos para outros caminhos. Toda opinião é válida, desde que não lhe pareça ofensiva ou fira a sua filosofia de vida. Vive cada dia intensamente como se fosse o último e não tem medo de se arriscar e se entregar completamente a tudo o que lhe envolva, pode parecer loucura – e de fato o é – mas sente-se absolutamente plena e convicta de que esta é a única forma de alcançar sua verdadeira essência, o seu verdadeiro “eu” e de ser liberta de suas próprias restrições.

    Sua forma comunicativa, espontânea e extrovertida de levar a vida é o que a torna uma mulher extremamente sociável e bem resolvida. Adapta-se com uma facilidade consideravelmente grande a ambientes e pessoas diferentes e, por isso, formar uma relação saudável e amistosa com ela é sempre muito fácil e acontece de forma bastante natural. Gosta de jogar conversa fora, falar bobagens – pode ter a boca um pouco suja em alguns momentos – e perder tempo com falatórios totalmente banais e sem importância alguma. É dona de risos fáceis e sorrisos sinceros, o que a torna atraente não só para o sexo oposto mas a qualquer um que tenha o trabalho de passar alguns minutos dialogando com ela. Também é raro vê-la parada, está sempre em constante movimento e sua agitação algumas vezes chega a ser cansativa até mesmo para si própria. Por isso, busca incansavelmente por atividades que a entretenham e a façam gastar as energias que tem de sobra – sexo é um de seus ‘esportes’ favoritos, aliás.

    Possui grande facilidade em compreender e sua sensibilidade torna-a intuitiva o bastante para perceber quando algo não vai bem. Sabe como escutar e sempre procura um meio de ponderar as situações, são exatamente nestes momentos onde seu lado otimista e positivo entram em ação, fazendo-a buscar por atividades onde possa erguer o ânimo de quem necessita e até mesmo o seu se preciso for. A loira entende que existem momentos para falar – e são nestes onde mostra seu lado carinhoso e companheiro – e momentos para calar, por isso, mesmo que queira ajudar, jamais invadirá seu espaço se não lhe for permitido.

    A sua impulsividade está relacionada à forma como se sente, o que quer dizer que quanto mais intensas suas emoções e seus desejos forem, mais profundas serão as suas atitudes. Os momentos onde isso acontece não são raros e se mostram assíduos em seu dia a dia, de modo que se torne excessivamente calorosa sem sequer dar conta – não se surpreenda caso ela venha a lhe tratar como se conhecessem há anos, isso pode assustar um pouco, mas é normal para ela se portar de modo impessoal e abordá-lo como se fossem conhecidos. Quando ama, seus anseios tornam-se ainda mais ardentes e conter-se é praticamente impossível; Ama como se não houvesse amanhã, entrega-se totalmente, doa-se 100% e frustra-se quando não é tratada da mesma maneira e com a mesma dedicação por alguém cujo tenha estabelecido uma boa relação. Um pouco ciumenta, gosta de construir relações nada democráticas, do gênero ‘o que é meu, é meu, e o que é seu, é nosso’.

    Estritamente imprevisível, entender a forma como tende a agir e a pensar diante de situações não é tarefa fácil. Em um momento pode ser extremamente calma e equilibrada e no outro se comportar como um trem desgovernado prestes a atropelar quem estiver em seu caminho. Tudo se baseia na maneira como for tratada e na maneira com que o tratamento afetará suas emoções; Assim como não é impossível que exploda em uma onda de cólera, também não é impossível que se retraia e mantenha tudo para si – o que pode ser um perigo, já que, uma hora ou outra, pode estourar e jogar tudo pelos ares.

    Sincera, assertiva e objetiva, seus pensamentos nem sempre são capazes de manterem-se como tal. Ela não gosta de rodeios e, sendo assim, ser direta demais talvez seja um defeito pouco aceito para os que são mais sensíveis e não suportam tanta objetividade. Não é que seja bruta ou rude em suas palavras, está sempre buscando meios de ser mais amena, no entanto, é justamente o fato de ser franca demais que assusta os que não estão acostumados a isso. Sua língua afiada e seu humor negro são fatores que a levam, quase sempre, a entrar em conflitos com outras pessoas. Sua opinião é forte, o gênio também e, portanto, manter a língua dentro da boca quando algo lhe incomoda é quase sempre impossível e necessita ser trabalhado com urgência, já que não possui a pretensão de perder a vida tão cedo – pelo menos, não por enquanto.

    Dona de uma postura independente e confiante, Diana não depende de absolutamente ninguém para chegar a seus objetivos. Não os confia a outras pessoas e sente-se relutante em fazê-lo, tanto por orgulho quanto por medo. Embora seja carismática, não possui a capacidade de confiar facilmente em outras pessoas e isso se deve principalmente pelo seu passado. Além disso, não tolera injustiças e torna-se excessivamente crítica ao praticarem ações deste tipo. Para ela, não importa quem tenha cometido o erro, ainda que seja alguém a quem ame, as consequências devem ser encaradas, custe o que custar.

    Pode se tornar autoritária em algumas ocasiões.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Com cerca de 1.70 de altura e 58kg muito bem distribuídos, Diana sempre manteve uma rotina diária de exercícios e todo o tipo de atividades físicas que se possa imaginar, o que lhe proporcionou curvas delineadas e firmes. Apesar de seu corpo curvilíneo atrair olhares e atenções, nada ali é exagerado, mas na medida certa. Seu seios são arredondados e medianos, sua cintura fina e bem demarcada e sua barriga negativa, sem resquícios de gordura. Os braços finos possuem poucos músculos, nada fora do normal para alguém que constantemente frequenta a academia. Seus quadris se alinham-se à parte superior de seu corpo.
    Seu rosto irradia uma doçura angelical, traços delicados e cheio de caras e bocas. Você certamente descobrirá quando algo for ou não bem através de suas expressões, ainda que nada seja dito. Seus olhos são tão azuis quanto o céu, transmitem a alegria e liberdade que só ela tem. Provavelmente a parte que mais gosta de seu corpo. Seu nariz é fino e seus lábios são carnudos, donos de um sorriso sincero e encantador e guardam dentes perfeitamente alinhados. Sua pele é branca, levemente bronzeada pelo sol.
    Os cabelos são naturalmente claros, mais especificamente loiros. Passaram por algumas transições, escurecendo um pouco mais na adolescência e possuindo um tom de loiro escuro. Recentemente, optou por pintar as madeixas de dourado novamente.
    No dia a dia, Diana costumava exibir a boa forma com roupas curtas e frescas. Shortinho, top cropped e vestido sempre foram bem presentes em seu visual nos dias de calor. As cores escolhidas são sempre os neutros: branco, preto e cinza, nada de muito colorido. Para os dias de frio, casacos e jaquetas pesadas, calças de todos os tipos, bem como sapatos e acessórios mais discretos. Hoje em dia, busca sempre usar roupas confortáveis e que não prejudiquem sua locomoção.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    “Você me diz que irei me sentir melhor com o passar do tempo. Diz que vou me recompor e me sentir melhor. Você me diz para manter a cabeça erguida, levantar e ser forte. Afinal “depois que você cai, você deve se reerguer e seguir em frente”. Mas, diga-me… O que diabos você sabe? O que você sabe? Até seu mundo queimar e desabar, até você estar no fim da linha, até você estar no meu lugar, eu não quero escutar nada de você, porque você não sabe. Até isso acontecer com você, você não saberá como me sinto. Não… não será real, você não saberá como é.”

    Eu nunca tive o amor de uma mãe. Pessoas entraram e saíram de minha vida como um relâmpago, deixando para trás somente rastros de que de fato estiveram ali. Alguns bons, outros nem tanto. Mas deixemos isso de lado. Tudo começou em uma pequena cidade localizada na Alemanha, aonde nasci e recebi a criação a curto prazo de meus avós maternos. Minha relação com a minha mãe nunca foi boa. Para falar a verdade, ela me considerava um fardo a ser carregado. Peso e consequência de um relacionamento que amargurou ainda mais sua vida. Como se isso fosse possível…

    Ao completar 6 anos de idade, meus avós sofreram um acidente de carro, durante um passeio, e tragicamente morreram. As únicas pessoas que realmente se importavam comigo foram embora… minha primeira e uma das mais dolorosas perdas. No entanto, sempre fui esperançosa. Nutria, ainda que inutilmente, a ideia de que um dia pudesse receber o carinho de minha mãe e que pudesse encontrar um pai. Digo isto – “um” – porque durante muito tempo, acreditei na possibilidade de sua morte. Era sempre uma história diferente: “ele morreu em um acidente de carro” ou “morreu durante uma viagem”; eu sempre acreditei.

    Durante esse mesmo mês, recebemos a ajuda de um amigo de Lucinda (mãe). Ele nos comprou passagens e alugou uma casa, no interior de Londres. Foi uma merda… Eu mal sabia falar minha própria língua, quanto mais outra. A adaptação foi complicada, mas aos poucos consegui. Mais rapazes entraram e saíram de minha vida, términos mais rápidos que inícios, de traficantes perigosos a ladrões aproveitadores. Más influências que comprometeram não apenas o meu emocional – afinal, por que sempre iam embora? O problema era eu? Sempre me questionei – como também meu rendimento escolar. Professores e funcionários constantemente reclamavam de meu “mau” comportamento, fruto dos exemplos que recebia em casa. Ninguém nunca parou para se perguntar se algo de errado acontecia. Exceto alguém. Foi nesse mesmo período que conheci Ella Brandon, aquela que se tornaria minha melhor amiga. Um dos pilares que me impulsionou a não largar tudo de mão.

    Meus sentimentos eram divididos entre medo e coragem. Inúmeras foram as vezes em que precisei fugir de casa por ter minha mãe drogada em companhia de outros da mesma maneira. Colocada diversas vezes em situações de risco. Era sempre a mesma coisa… se drogavam, eu fugia, iam embora, eu voltava e cuidava do estado físico em que aquela mulher se encontrava. Ainda assim… nunca pude ter o que realmente gostaria: uma família. De verdade. Ao vivo e em cores, não como nos filmes que assistia ou desenhos que fazia.

    Foi em uma tarde chuvosa que tudo aconteceu. Os anos se passaram, meu otimismo jamais morreu com relação a vida que levava, e que poderia mudar. Tinha por volta de 10 anos de idade. Anton, o mais novo namorado de minha mãe, era um traficante muito renomado. Nos enchia de presentes, e embora eu estranhasse seu comportamento em relação a mim algumas vezes, sentia-me verdadeiramente feliz por parecer que finalmente as coisas estavam entrando nos eixos. Ao menos alguém parecia se importar comigo… talvez até pudesse chama-lo de pai. Quem sabe?

    Naquela tarde, eles haviam discutido muito feio. Eu estava em meu quarto desenhando, quando ouvi o barulho do que parecia ser um corpo arremessando. As vozes se calaram. Passos vindo em direção à minha porta se aproximavam cada vez mais… assustada, me escondi debaixo da cama. Foi em vão. Ao adentrar o local, Anton me puxou pelas pequenas e finas pernas, esboçando um sorriso doentio. Estava drogado. Não demorou muito para que tudo acontecesse. Como se fosse um saco de pancadas, ele despejou o primeiro soco em meu rosto. Desnorteada, tentei levantar, inutilmente, já que no mesmo instante fui empurrada novamente contra o chão. Foi então que senti minha calça ser puxada até os joelhos. Não podia acreditar no que estava acontecendo… Desesperada, relutei, gritei, esperneei. Pedi por socorro e chamei por minha mãe incontáveis vezes. Sentia cada partícula de meu corpo vibrar em repulsa, nojo, medo, raiva. Ele não parava e a cada tentativa, era uma agressão diferente. As ameaças sobre me matar de repente não pareciam mais tão assustadoras assim, eram até sedutoras… eu não me importava mais. Tudo o que desejava naquele momento, era morrer. Sentimento este que perdurou por muitos anos de minha vida.

    Nós sempre acreditamos que caso aconteça, vamos lutar. Impedir, de alguma forma. Entretanto… Ao nos depararmos com a situação, percebemos o quão impotente diante dela somos. Durante muitos anos senti nojo do meu corpo, de mim mesma. Não tinha nem sequer a coragem de me olhar no espelho. A cada banho, machucava-me de uma forma diferente na intenção de tirar toda a sujeira que supostamente restava em mim. Todos os dias o sentimento de morte vinha me visitar, pensamentos suicidas já eram quase parte de meu ser. Demorei longos anos até que pudesse tocar no assunto sem chorar. Apesar de adormecida, a dor jamais passará. Talvez eu nunca supere. Mas a vida é curta demais para parar e permanecer presa em um passado que não poderá ser mudado. Apenas vivo… dia após dia.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Elle King – Good Girls

    ▪ i n v e n t á r i o
    Revólver Taurus 85.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Anastásia Levy Schaedler and Mr. Jingles

    A N A S T Á S I A   L E V Y   S C H A E D L E R
    ❝   The show must go on   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Anastásia é uma menina de nove anos de idade que teve o futuro tomado pelo fim do mundo muito cedo. Habituada com a incerteza sobre a sobrevivência de seus pais, aprendeu de forma abrupta a enfrentar a dura realidade. Tendo como protetora a meia-irmã mais velha, Diana, enfrenta bravamente os obstáculos impostos pelo novo mundo, com a mente aberta para novos aprendizados e o coração corrompido pela brutalidade o qual tal realidade lhe impôs. Mesmo sob tais circunstâncias é carinhosa e sociável, dona de um temperamento turbulento, possui suas próprias opiniões e, mesmo muito jovem, defende-os sem medir palavras. Dentre seus hobbies os principais são encaixar referência sobre a banda Queen em seus diálogos e ler diários de crianças mortas pelo apocalipse.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Neptune | @shawny

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Meus fins de semana são apertados e provavelmente estarei sempre ausente durante o dia deles, disponível para turnar somente de madrugada. Já, durante a semana, é mais fácil me encontrar online, principalmente no horário da tarde e madrugada.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Anastásia não está disponível para romance.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Anastásia Levy Schaedler, reconhecida comumente pelo apelido Tássia. Seu primeiro nome tem como significado a Ressurreição, característica essa que define com maestria sua facilidade em lidar e superar qualquer desafio. Seu nome está, também, ligado á ousadia, independência e originalidade, e é de origem grega.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Anastásia possui nove anos de idade, nascida sob a lua cheia da noite de 10 de abril de 2011.
    < ✹ Áries – ⇐ Câncer – 🌙 Virgem – ∨ Gêmeos >
    [/color]

    ▪ s t a t u s
    Ánastásia é nômade. Durante o estopim estava na casa da irmã, Diana, junto com Demyan e Ella, e desde então os quatro permanecem juntos. Nunca encontraram um acampamento, e os adultos acreditam que manter-se em movimento é a chave para a sobrevivência.
    Ainda que os primeiros meses tenham deixado Anastásia absurdamente assustada, atualmente, já não teme mais os perigos das ruas. A frequente presença do medo e tensão já lhe é costumeira, e a vida sem moradia lhe ensinou que manter-se atenta é a melhor forma para manter-se viva.

    ▪ a f i n i d a d e s
    F A M I L I A R E S
    Joseph Schaedler - Pai Biológico | Primrose Levy – Mãe Biológica
    Diana Muller – Meia Irmã | Demyan Morozov – Cunhado
    A M I Z A D E S
    Ella Brandon – Amiga de Diana | ♥ Mr. Jingles – O gato

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutra&Imparcial. A garota possui princípios, repudia a maldade infundamentada e tem certa dificuldade de medir as consequências que a aproximação de desconhecidos podem trazer. Mesmo que muito jovem a árdua vida nas ruas lhe enriqueceu extensamente o senso de justiça, equilibrando seus sentimentos com a racionalidade.
    Odeia presenciar o desamparo, e não costuma dar as costas para ele, o que lhe dá um traço firme de empatia. No entanto, pode também tomar uma postura vingativa contra aqueles que lhe causaram algum mal.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Cursava a segunda série e fazia aulas particulares de Ballet quando o governo caiu. Sabe ler, escrever e fazer alguns cálculos simples de matemática, é bastante inteligente e tem gastado seu tempo lendo alguns livros após o estopim do apocalipse, seu preferido é Moby Dick,

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Ingles ▪ Básico | Doméstico ▪ Básico
    Dança ▪ Básico | Tecnologia ▪ Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível OO – 35 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    M R. J I N G L E S ▪ Conquista
    F U R T I V A ▪ 8 Agilidade

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Você está sendo apresentado a uma pequena mulher de gênio extremamente marcante e intenso. Quando nascera, Diana, sua irmã mais velha, já era adulta, e tendo-a como principal inspiração acabou por tornar-se uma criança muito madura. Sua essência é infantil e brincalhona, mas ela força a si mesmo a agir como uma adulta. Possui um olhar vigilante, consegue absorver aprendizados de qualquer situação, sempre atenta a como os adultos se comportam, falam e pensam, para que futuramente os possa copiar. Preza muito por conversas, e é surpreendente a forma ao qual ela é capaz de mantê-las sem que sequer percebam que estão dialogando com uma criança de nove anos. É extremamente esperta, e algumas vezes, isso a torna cômica. O orgulho a impede de perguntar muito sobre aquilo que não sabe, e por isso, ela costuma tentar usar a lógica e nem sempre isso funciona. É comum pegá-la falando coisas sem sentido simplesmente por não ter conseguido entender direito tal assunto.
    É bastante intrometida, graças ao desejo de ser tratada como adulta. Se mete em meio a assuntos e conversas e fica furiosa quando a expulsam. Sente-se injustiçada em não poder dar opinião, ou em ser a última a saber de alguma novidade, mas não chega a fazer birra, julga ser superior demais para isso. É necessário muita paciência para lidar com suas manias de atenção, pois ela já aprendeu que gritar não é educado e nada adulto, e por isso não tolera de jeito nenhum que a tratem com rispidez. Se você gritar com Tássia, Tássia gritará com você, e não importa quem esteja certo, muito menos sua insistência. Mesmo que ela já não tenha mais ideia do que está sendo discutido, continuará gritando coisas aleatórias só para não se sentir vencida. Anastásia se sente adulta, e deseja ser tratada assim, então ficar falando com voz de bebê ou apertando suas bochechas a deixará extremamente irritada, mesmo que no fundo ela goste da atenção. A pequena é muito educada, e tudo que pede, é que a tratem com educação também, e não como uma pirralha.
    Gosta de desafios, e sente-se bem consigo mesma quando alcança os próprios objetivos. Cria conquistas dentro de sua própria cabeça, como cronometrar corridas ou andar nas calçadas sem pisar em linhas, para ela esse tipo de coisa é muito divertida. Não é ligada a bens materiais, não é mimada, nem chorona. É madura e consegue aceitar facilmente um ‘Não’, mesmo que seja bastante teimosa.
    Mesmo tendo toda essa postura de menina durona, é bastante sentimental. É facilmente magoada por aqueles que ama, basta uma palavra dura ou um corte em seus rodeios. Não é de seu costume fazer dramas ou birras, mas fica bastante magoada nessas condições. Além disso, tem um coração muito bom, é gentil e sabe compartilhar. É justa e não se prioriza caso haja alguém mais necessitado que ela. Ama os animais e vê-los sendo maltratados afeta fortemente seus sentimentos, assim como qualquer outro ser que não seja capaz de se defender.
    Sua melhor amiga é sua irmã, e isso é bastante incomum já que elas possuem quase 20 anos de diferença. A forma como Anastásia se denominou adulta acabou fazendo-a reprimir crianças, e por isso, ela cria afinidade com adultos mais facilmente. Tassia se acha superior demais aos comedores de cola de sua escola, não é atoa que é uma das únicas crianças ainda vivas. Mesmo não tendo problemas de obediência, Anastásia é capaz de aprontar algumas. Costumava arranjar muitas brigas na escola graças ao seu narcisismo, mas atualmente seu maior pecado é ter a língua solta e afiada demais. Por dentro é uma criança alegre e espontânea, por fora é um projeto de mulher extremamente resistente. Um costume que define bastante a menina, é que ela costumava assistir noticiário enquanto havia algum adulto por perto, mas quando ninguém estava prestando atenção, ela trocava para assistir Barney. Todos sabiam disso, mas também, que ela negará até a morte que assistia desenhos para crianças.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Anastásia possui uma aparência um tanto frágil. A pele infante é bastante pálida, deixa visível muitas de suas veias e contrasta vibrantemente qualquer tipo de hematoma. Seu rosto possui um delicado formato de morango, arredondado no topo porém com um queixo bastante fino. As bochechas são suaves e suas maçãs não são muito cheias, características que tornam seu rosto extremamente magro. Os lábios róseos são finos e simétricos em tamanho, possuem um desenho em delineado e estão constantemente rachados e espremidos. Os dentes de leite já se foram, dando espaço para os novos, muito miúdos, opacos e um tanto tortos. Seu nariz é muito do bonitinho, com a ponta bastante empinada e a estrutura curvada e fina.
    A iris possui um tom claro de azul, e os olhos são muito esbugalhados. Com aberturas grandes e bastante desproporcionais para seu rosto minusculo, Anastásia possui um olhar intenso e vibrante. Os cílios são caramelados e espessos, mas não muito longos, pouco curvados. As sobrancelhas são suaves e nada chamativas, com fios muito claros que se escondem em meio a palidez de sua pele. Os cabelos são finos, escorridos e extremamente lisos. Possuem um tom de louro natural muito claro, em um corte meio chanel que alcança o topo de seus ombros. Tem um visual nada moderno, mesmo com a franja desfiada moldando seu rosto.
    Com seus 1,20 de altura, é uma menina de porte muito miúdo. Possui braços e pernas muito finos, e apenas 27kg. Costuma vestir jeans e preza por roupas que expressem aquilo que gosta, como por exemplo personagens de desenhos ou animais. Não gosta de usar roupas muito infantis, as chama de bobocas, e algumas vezes opta por usar algumas camisetas das seções masculinas porque as julga muito mais maneiras. Possui poucas cicatrizes, apenas as marcas de vacinas e alguns arranhões nos joelhos, mas aparece constantemente com as canelas e braços roxos.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Já faz tanto tempo que deixei de me preocupar com o que ficou para trás. Houveram tempos em que os ruídos incessantes no lado de fora das janelas tiravam o meu sono, tempos em que eu sentia meus olhos arderem todas as vezes que via um cadáver e meu coração disparar de terror sempre que um morto caminhava em minha direção. Esta época está, hoje, trancada em meio as minhas muitas lembranças, junto á aquelas da antiga realidade. A transição foi difícil, todos os pequenos detalhes tornaram a mudança amarga, desde aceitar que já não tenho mais pais, até trocar minhas pequenas sapatilhas de ballet cor-de-rosa por qualquer calçado em bom estado encontrado em meio às pilhas de sucata.
    Aprender a encontrar prazer em coisas superficiais também foi doloroso, logo eu que cresci tendo alcance a tudo o que uma criança precisa para usufruir da felicidade. Os caprichos de criança sendo lentamente revertidos pela simples necessidade de comer, o acolhimento das cobertas em meio as noites de tempestade sendo bruscamente trocados pelo objeto mais afiado que puder encontrar. As lindas presilhas de cabelo, que eram usadas somente em passeios especiais, aquelas que eu deveria ter usado mais vezes. E hoje me sinto especial simplesmente em passar a escova nos fios, quando resta-me tempo e sossego para faze-lo.
    Não sei ao certo quando as coisas se tornaram fáceis, em nenhum momento me senti em fase de adaptação, não percebi que estava aprendendo a viver em uma nova realidade.
    Mas houve um momento em especial, durante o primeiro inverno, em que entramos em uma velha casa e segui Diana até um dos dormitórios. Lembro-me de ter as costas doendo por andar encolhida pelo frio, de meus dedos estarem gelados e os calçados não darem conta de aquecer meus pés. Com a respiração cortada pelo frio eu segui a minha irmã, e sobre a cama havia o cadáver de uma velha mulher, lembro-me de reparar que Diana sequer demorou os olhos sobre o corpo, simplesmente arrancou de cima do cadáver uma das cobertas, sem sequer um segundo de hesitação, estendeu-o sobre mim e o amarrou de baixo do meu pescoço. ” Nada que não tenha visto antes ” foi o que ela me disse, quando percebeu que eu olhava para a velha mulher sobre a cama. Eu fiquei em silêncio, e Diana provavelmente imaginou que em meus pensamentos houvessem lástimas e tristezas, mas na verdade, lembro-me muito bem de está-la encarando, na verdade, para agradecer-lhe sinceramente por ter me cedido aquela coberta. Provavelmente, foi a partir daquele dia que aprendi a viver no novo mundo… Mas isso não significa que eu não continue aprendendo todos os dias.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Queen – Another one bites the dust

    ▪ i n v e n t á r i o
    Diário encontrado no último saque | Livro Moby Dick | Barbie Bailarina | Chave de Fenda | CD Greatest Hits Queen | Foto com autógrafo falsificado do Freddie Mercury

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Demyan Shöben Morozov

    D E M Y A N S H Ö B E N M O R O Z O V

    ________________________________________________________________________________________________________

    Denuncio nossa fraqueza, denuncio o horror alucinante de morrer — e respondo a toda essa infâmia com — exatamente isto que vai agora ficar escrito — e respondo a toda essa infâmia com a alegria. Puríssima e levíssima alegria. A minha única salvação é a alegria. Uma alegria atonal dentro do it essencial. Não faz sentido? Pois tem que fazer. Porque é cruel demais saber que a vida é única e que não temos como garantia senão a fé em trevas — porque é cruel demais, então respondo com a pureza de uma alegria indomável. Recuso-me a ficar triste. Sejamos alegres. Quem não tiver medo de ficar alegre e experimentar uma só vez sequer a alegria doida e profunda terá o melhor de nossa verdade. Eu estou — apesar de tudo oh apesar de tudo — estou sendo alegre neste instante-já que passa se eu não fixá-lo com palavras. Estou sendo alegre neste mesmo instante porque me recuso a ser vencido: então eu amo. Como resposta. Amor impessoal, amor it, é alegria: mesmo o amor que não dá certo, mesmo o amor que termina. E a minha própria morte e a dos que amamos tem que ser alegre, não sei ainda como, mas tem que ser. Viver é isto: a alegria do it. E conformar-me não como vencido mas num allegro com brio…

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e

    @Mercury.

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e

    Fins de semana e segundas-feiras não são uma boa para mim, assim como as tardes e manhãs dos outros dias da semana. Resumindo, a noite é o melhor horário.

    ▪ m p | r o m a n c e

    Demyan está indisponível para romance, pois encontra-se em um relacionamento sério com Diana Müller.

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o

    Demyan Shöben Morozov. DEMYAN é a forma de russo e ucraniano para Damian, um nome derivado do grego “de domar”. Embora não sendo tão conhecido e raramente pronunciado, SHÖBEN nome não tem significado algum. MOROZOV veio do lado paterno e foi o único que fizeram questão de manter mesmo antes de seu nascimento. DEMY, como o avô costumava chamá-lo, surgiu porque o senhor de idade avançada tinha dificuldade de ditar o nome completo por seu problema de Alzheimer e consequentemente, se tornava um tanto quanto complexo enunciar o tal.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a

    Nascido no dia quatorze de maio, tendo assim completos vinte e sete anos de idade. Pertencente ao signo de Touro, ascendente em Áries e lua em Escorpião.
    ☼ Sol: Touro Lua: Áries ← Ascendente: Escorpião.

    ▪ s t a t u s

    Nômade em grupo, formado pela sua cunhada, Anastásia Schaedler; sua namorada, Diana Müller e Ella Brandon.

    ▪ a f i n i d a d e s

    FAMILIARES
    Diana Müller – Namorada | Anastásia Schaedler – Cunhada | Joseph SchaedleR – Sogro.
    CONHECIDOS
    Baron Pestock – Conhecido do Tráfico | Dante Horn Smirnov – Conhecido do Tráfico | Ella Brandon.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e

    Neutro Imparcial.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o

    Atuou como médico veterinário durante quatro anos, contando com o tempo em que fizera estágio para a formação acadêmica. Seu trabalho como veterinário em tempo integral visto que algumas vezes na semana deveria comparecer a reuniões na empresa de sua família paterna já que era o único integrante que morava na América, no entanto o setor Administrativo não lhe era muito agradável e atuou neste durante dois anos. Manteve ainda sua ocupação como traficante de drogas, trabalhando no carregamento da mercadoria, mas não nas ruas.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s

    Idioma Inglês&Russo – Básico | Motorista&Motociclista – Básico | Medicina Veterinária – Perito | Krav Maga – Básico | Pistolas, Fuzis, Revolveres – Perito.

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l

    Este personagem se encontra no nível O2 – 45 pontos + 1 Conquista.

    ▪ h a b i l i d a d e s

    Conquista – +1 Carisma | Mestre – 13 Estratégia | Furtivo – 8 Agilidade.

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a

    ❝   “Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras. Sinto que sou muito mais completo quando não entendo. Não entender, do modo como falo, é um dom. Não entender, mas não como um simples de espírito. O bom é ser inteligente e não entender. É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. Só que de vez em quando vem à inquietação: quero entender um pouco. Não demais: mas pelo menos entender que não entendo.”   ❞

    Sempre foi e sempre será um descontrolado absoluto! Sua operação mental, pela qual se encadeiam logicamente juízos ou pensamentos para chegar a uma conclusão, é insana. Ao que diz respeito à reação subjetiva do organismo a um acontecimento e que é acompanhada de um estado afetivo penoso ou agradável, diagnostica-o do tipo inquieto e inconstante. Mentalmente, sente que é possuidor de um raciocínio lógico, simples e rápido, encaixa-se no padrão de tomar decisões difíceis e inteligentes em momentos errados; porém, emocionalmente torna-se desequilibrado e vive por instinto.
    Características simples estas que encontram-se dentro de nós, cada ser se move a uma dessas duas opções: a razão e a emoção. Pessoas movidas pela razão se tornam inteligentes a ponto de não deixarem seus sentimentos falarem mais alto quando a situação fica preta, já as pessoas movidas pelo emocional não conseguem o mesmo resultado. Contudo, diversos sentimentos podem desencadear o lado impulsivo de uma pessoa movida pelo emocional, como a necessidade de proteção ou, no caso do jovem, a raiva. A raiva nada mais é que um sentimento intenso de ira ou ódio, mas todo ser humano sabe bem o significado desta palavra. Relativo a isso, existem apenas duas coisas que fazem parte do cotidiano dessa figurinha tão inusitada que Demyan chega a se tornar: a insanidade. Não, ele não é um louco a ponto de ser internado num sanatório, mas sua mente trabalha de forma diferenciada que o corpo age ou reage, é imprevisível e não são raros os conhecidos pensamentos suicidas; a impulsividade é outra coisa que o domina, tem uma grande facilidade de enfurecer, quando se encontra em situações que é mais sensato se sentar e conversar, resolve a base do punho.
    Não pense que, por conta disso, é algum tipo de animal irracional, ele pensa e muito, não sente atração por fazer algumas coisas sem pensar, mas, como citado a cima, é inconsistente e imprevisível, então, talvez o que eu faz-se não é que se espera.
    Não pode ser considerado um poço de paciência. A mesma não lhe é muito faltosa, porém, quase nunca está presente. Perguntas consideradas irrelevantes ou comentários que ele julga serem desgostosos são alvo de sua paciência pouco pegajosa. Acredite, ele não lhe faltará com desrespeito – é educado demais para isso, verdade -, mas a atitude, que muitas das vezes toma, não será agradável. Assim como a paciência faltosa o desgosto por rotina e regras também se encontra presente.
    É aquele tipo de pessoa em que demora um bom tempo para confiar em alguém. Quanto mais tempo de convivência, mais tempo de confiança ele pode ter para com esta pessoa. Aquele tipo de pessoa que ou ele gosta, ou ele detesta, não existe um meio termo – considere-o como oito ou oitenta. Se ele gosta fará tudo para lhe agradar, mas não pense que ele não percebe quando as pessoas “montam” de mais em cima de sua boa vontade. Se ele detesta, não se preocupe, ele nem lhe dirigirá a palavra e se o fizer não será com falta de educação, mas seu tom de voz inexpressivo demonstrará que ele não esta afim de uma conversa longa. Por ter uma dificuldade enorme para confiar, quando esta é quebrada é quase impossível tê-la de volta, a mesma pode ser comparada à um vaso de flor, se cair, provavelmente irá quebrar, e provavelmente você tentará colá-lo, mas mesmo assim ainda verá os trincos e quanto mais o vaso caí, mais difícil será de pregá-lo novamente ate você desistir e ver que não tem concerto. De fato, Demyan demora um bom tempo para “cortar” uma pessoa, mas quando o faz geralmente é para valer.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a

    Devida a grande quantidade de cicatrizes causadas durante o tempo que viveu com o padrasto, Demyan optou por escondê-las e nada mais fácil de fazer isso do que com tatuagens. Demyan possui o corpo coberto por elas, desde atrás das orelhas ate a panturrilha de ambas as pernas, sem dispensar: pescoço, dedos e virilha. O braço, principalmente, é fechado por diversos desenhos diferenciados, a grande maioria sem significado. Possui queimaduras na cintura, em um dos braços e tornozelos, que foram cobertas também por tatuagens.
    Por motivos particulares e de total admiração a uma baixinha loira e magrela – Anastasia, sua cunhada – , Demyan deixou que a criança fizesse um desenho para mantê-lo lembrado por mais tempo do que um desenho a caneta podia fazer. Por tal motivo, ele tatuou um dinossauro verde – ao menos ele pensou que fosse um dinossauro – e um garotinho com tamanho de sete centímetros de comprimento e cinco de largura, aproximadamente, para encaixá-lo em um espaço vago do braço direito. Uma das tatuagens que ele mais ri ao se lembrar da pequena, a qual adquiriu um carinho enorme por conhecê-la desde seus primeiros meses de vida.
    Contem um alargador n° 24 mm em ambas as orelhas. Na grande maioria das vezes ele usa o alargador aberto, mas não é raro vê-lo com um fechado, apenas não usa espirais pelo fato dele não as achar muito decente para as coisas que faz, ou talvez pelo simples fato de apenas não gostar do formato e nunca achar uma do tamanho apropriado. Recentemente adquiriu o uso de dois piercings nas laterais do lábio inferior, ambas pretas e parecidas com argolas pequenas de aproximadamente 3 mm de largura e 5 cm de comprimento.
    Demyan é baixo com aproximadamente um e setenta e cinco de altura e oitenta quilos. O mesmo possui músculos avantajados que se destacam sobre uma camisa de malha, nada muito extravagante. Demyan é dono de uma pele alva e olhos claros, grandes e de cores variadas, de certa forma suas íris tem um tom níveo; passando do cinza pelas cores: verde claro e/ou escuro, dourado, preto, azul, sempre dependendo do ângulo ou de como a luz bate, certamente é difícil identificar a cor dos mesmos. Os cabelos curtos eram antes louros como os do pai, agora em um tom de preto que são pintados regularmente após seus dezessete anos. Os lábios são finos e com a mesma coloração rosa dos da mãe, tendo covinhas até, quando sorri.

    ▪ s o u n d t r a c k

    Ashes Remain – End Of Me

    ▪ i n v e n t á r i o

    Estoque de Prednisona | Pistola Taurus 838.

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Ella Brandon

    ELLA GRACE BRANDON
    ❝   Her smile was something that everyone adored, and something that everyone gazed at. Though her curved lips later turned into a glossy red, and an honest smile were harder to find, someone could never forget the look on her face in a moment when she was truly happy. She is the queen of ruthless kindness. She is a diamond, dear. You can’t break her.   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    “Mas se você sabe o que é isso, se já passou a noite toda acordado até acabarem as lágrimas… Então sabe que, no fim, desce sobre a gente uma grande calma. Chegamos até a ter a sensação de que nada mais poderá nos acontecer. Chorar ajuda por um tempo, mas depois é preciso parar de chorar e tomar uma decisão. Nunca saberemos o quão forte somos até que ser forte seja a única escolha. Estou ciente de certas coisas que podem destruir uma mulher como eu, mas será que você está ciente de certas coisas que posso fazer que poderiam destruir alguém como você? Mas eu não quero isso, eu não quero esta guerra. Estou cansada dessa estrada por onde passo manchada de sangue, já nem sei mais qual parte deste sangue é meu, de meus amigos (os quais já perdi a conta de quantas vezes quase os vi morrer, ou das vezes em que morreram de fato), ou de meus inimigos… Depois de tudo que passei, cheguei a um veredicto… Quando chegar a hora onde meu destino se resumirá em matar ou morrer, e eu vou lutar para concluir com sucesso a primeira opção.”
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Venus

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    De segunda à sexta: apenas no horário matutino e noturno, a partir das 18hs. Nos fins de semana: Aos sábados eu estarei disponível a partir de 13hs, e aos domingos estarei disponível o dia todo.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Disponível.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D A   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Ella Grace Brandon – uma vez que seu nome já é muito curto, não possui nenhum apelido. Seu segundo nome foi escolhido por seu pai, em homenagem a falecida avó paterna de Ella, Grace. Nome que significa algo como “graça” ou “benevolência divina”. Seu último nome foi-lhe dado pela linhagem paterna.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Nascida em 27 de Junho 1928, possuindo agora 28 anos de idade, Ella mantém uma aparência e físico mais jovem do que as mulheres da sua idade, aparentando assim ainda ter por volta dos vinte e três ou vinte e quatro anos.
    ☼ Sol: Câncer – Asc.: Virgem – 🌙 Lua: Leão

    ▪ s t a t u s
    Nômade em um Grupo, junto de Diana Müller, sua melhor amiga, Anastásia Schaedle, a meia irmã de Diana, e Demyan Morozov, namorado de Diana.

    ▪ a f i n i d a d e s

    F A M I L I A R E S
    Até onde ela sabe, podem estar todos mortos.[/size]

    A M I Z A D E S
    Diana Müller • Melhor Amiga | Joseph Schaedler • “Pai adotivo” | Anastásia Schaedler • Meia-irmã de Diana | Demyan Morozov • Namorado de Diana

    C O N H E C I D O S
    Disponível. ♥

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutra & Leal.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Cursou medicina na universidade de Stanford, formando-se como médica geral. Aos vinte e quatro anos ela já começou a fazer estágio em Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, clínica de New York City, onde morava até então. Ella não conseguiu se especializar em cirurgia geral, como queria, tendo se formado pouco antes de o estopim começar. Atuou na área até os vinte e seis anos de idade, quando pediu transferência para Sacramento, Califórnia e trabalhou alguns meses lá antes do estopim. Contudo, já fizera alguns bicos durante a adolescência e em seguida durante seu período na faculdade, como trabalhar como bargil, assistente de posto de saúde, babá de crianças e animais, entre outros. A maioria acompanhada de sua melhor amiga Diana.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Espanhol, Inglês Britânico, Inglês Americano • Básico | Motorista/Motoboy • Básico | Doméstico • Básico | Dança • Básico | Boxe • Perito | Gastronomia e Confeitaria • Básico | Tecnologia • Básico | Mixologia • Básico | Medicina • Perito | Pistolas, Revólveres e Espingardas • Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Nível de Capacidade O1 – 4O.

    ▪ h a b i l i d a d e s
    B E L E Z A – Conquista
    C L E M E N T E – 8 Diplomacia
    A D O R Á V E L – 8 Carisma
    F U R T I V I D A D E – 8 Agilidade

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    A primeira coisa que você vai notar a respeito de Ella após seus primeiros minutos conversando com a jovem, é que sua beleza não se limita apenas ao lado exterior. Tão linda por fora quanto por dentro, Ella é uma das melhores pessoas que você poderia encontrar quando se trata de gentileza, bondade e honestidade. Ela é uma daquelas pessoas que, de longe, você diria que não seria capas de machucar uma mosca, quanto mais um indivíduo. Está sempre disposta a ajudar quando precisam dela, e as pessoas que a conhecem geralmente a procuram, pois Ella é ótima para lidar com problemas, sempre agindo com diplomacia quando pode se safar de algo com as palavras. Mas não se deixe enganar pelo seu rostinho bonito, ela pode te surpreender no que diz respeito a ataques.

    Mas já que toquei no assunto, vamos dar um destaque a sua aparência, afinal beleza também faz parte da personalidade da loura. É natural que ao dialogar com ela você se derreta pelo seu sorriso, ou pela forma como seus grandes olhos azuis brilham quando ela está verdadeiramente feliz e seu rosto se ilumina, não estranhe quando acontecer, você não foi o primeiro e não será o último a perder a noção das coisas durante alguns segundos ao ver a beleza dela em ação. Como uma pessoa muito sociável, ela adora se comunicar e jogar conversa fora, poderia passar horas falando sobre um assunto de muito agrado por sua parte sem se cansar, e sua personalidade extrovertida é apenas mais um ponto a favor disso. Claro que ela não fala o bastante para ser considerada uma tagarela, pelo menos não com qualquer um, mas costumava passar horas e horas no telefone com sua melhor amiga Diana perdendo tempo com falatórios banais e sem importância alguma.

    Não é alguém que invadirá seu espaço se não for chamada, mas geralmente ela consegue perceber pelos pequenos detalhes quando está havendo algum problema. Mais uma vez, isso não quer dizer que ela irá forçar a barra para saber o que está acontecendo, mas vai estar sempre disposta a ouvir e aconselhar quando você precisar dela. Em situações de conflito, apesar de tentar ser otimista, seu lado realista sempre fala mais alto. Não consegue gastar muito tempo pensando apenas no lado bom de tudo, num piscar de olhos ela já está expondo a realidade da situação e pensando em meios de se livrar do empecilho. Não é alguém que você verá agindo por impulso muitas vezes, geralmente ela gosta de planejar tudo o que vai fazer, principalmente quando se trata de um plano perigoso. Antes do estopim ela adorava fazer listas, mesmo quando não fosse sobre nada em especial, organizar as coisas que ela gostava em uma lista – como, por exemplo, uma lista das séries que assistia, ou uma lista das tatuagens que queria fazer, etc – era suficiente para instigar seu fetiche.

    Uma das maiores qualidades de Ella é sua paixão pela vida, ela está em sintonia com o mundo e com ela mesma, gosta de viver intensamente e não é de se apegar ao passado, tem os pés bem fincados no presente e é adepta ao ditado que diz “Não deixe para fazer amanhã o que se pode fazer hoje”, logo, nunca deixa nada para depois, adora viver todo tipo de aventura, não perde a oportunidade de ter uma boa história para contar no fim do dia. Ela está sempre dois passos adiantes de qualquer coisa, odeia voltar à palavra atrás quando erra, mas apesar de ser um pouco orgulhosa, ela não vê problemas em ser a primeira a pedir desculpas numa discussão, quando vê que está realmente errada.

    Ela tem um vício de mexer no cabelo enquanto fala, vez ou outra você pode perceber ela jogando o cabelo para um lado, cacheando as pontas com os dedos ou, simplesmente, amarrando o cabelo apenas para soltá-lo de novo e mexer nas ondas dele. Tem muito apreço pelo seu cabelo, gosta de mantê-lo sempre limpo, cheiroso e bem cuidado.

    Seu maior medo é perder todos aqueles que ama e ficar sozinha no mundo, ela jamais suportaria tamanha tristeza e acabaria entrando em depressão, preza muito por sua família e amigos, não consegue imaginar sua vida sem eles. Contudo, também não lhe agrada nada a ideia de viver grudada a alguém, ela preza por sua própria companhia e não vê problemas em ficar sozinha em um cômodo de uma casa apenas lendo um bom livro ou usando seu celular se souber que outras pessoas estão em algum canto da casa. Simplificando: Ela gosta de estar sozinha, não de ser sozinha. Não gosta de depender dos outros para atingir seus objetivos, quando era criança um dos maiores problemas que via era sempre ter que pedir permissão para fazer algo, ou sempre ter que esperar por alguém para fazer o que queria fazer, e desde que passou a se virar por conta própria, vem amando o sentimento de simplesmente poder chegar e fazer sem ter que pedir, esperar ou depender de terceiros.

    Algo que a acalma é o som da chuva, já houveram vários casos onde ao ouvir o som da chuva caindo, Ella parou de chorar quando estava triste, dormiu melhor em uma noite de insônia e até mesmo empolgou-se mais em algo que estava fazendo apenas por saber que estava chovendo, ela adora a chuva e o som que a mesma emite ao cair. Por consequência, ela ama o frio e sua estação preferida é o inverno, poderia facilmente ser vista como uma criança brincando com a neve durante o inverno pela forma como se alegra com isso.

    Quando ama, gosta de estar perto de seu objeto de afeto, é quando mostra seu lado carinhoso e companheiro. Ama sem medidas, entrega-se cem por cento em uma relação e espera receber o mesmo em troca.

    Uma vez que alguém desperta sua ira, é de se esperar que ela reaja de forma agressiva e impaciente.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Com 1,75 de altura e 54kg, Ella Brandon poderia facilmente ser confundida com uma Barbie humana. Suas curvas, por sinal muito bem distribuídas, fazem jus ao seu belo corpo mediano, com medidas proporcionais; seus seios são medianos, bem como seus quadris. A cintura fina e bem desenhada não apresenta nenhum tipo de gordura, já seus braços e suas pernas são bem torneados graças ao comparecimento às academias. Antigamente, optava por vestir roupas básicas, embora sofisticadas, que transmitiam elegância e valorizavam o seu corpo. Hoje, prefere as roupas mais leves, nada de cores muito vibrantes e que facilitem a locomoção. Seus belos cabelos dourados, possuem uma nuance mais clara, loiro médio. São lisos e descem em ondas até a altura de seus seios. Gosta de variá-los, por isso é comum que vez ou outra, do nada, os corte.
    Seu rosto possui traços tênues, dignos de uma beleza escultural. A pele dourada é bronzeada pelo sol, dando-lhe mais charme, e os olhos são verdes como águas cristalinas. Passam toda a autoconfiança e fatalidade que esta bela mulher certamente tem! É uma de suas melhores armas na hora da sedução. O nariz é pequeno e fino, e seus lábios são carnudos – MESMO – e bem desenhados. O sorriso é encantador, e seus dentes em perfeita harmonia. Ela ainda tem um gracioso modo de andar que faz com que as pessoas virem a cabeça para vê-la passar. Usa maquiagens mais leves, preferindo destacar sua beleza natural. A loura tem um estilo sofisticado e casual, sempre vista em sua maioria com jaquetas de couro pretas e calças jeans, ela também gosta de variar com vestidos leves e florais ou regatas e shorts, quase sempre curtos e apertados, mas de maneira alguma atingindo à vulgaridade. Geralmente acompanhada por botas, sapatilhas ou tênis, ela gosta de inovar sempre que pode. No fim, mesmo simples, Ella sabe como se vestir sem perder a classe.
    Possui uma tatuagem em seu pulso esquerdo – um pequeno e delicado coração.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Sia – Elastic Heart

    ▪ i n v e n t á r i o
    Revólver Taurus 85 || Uma foto dela junto de dua melhor amiga Diana que as duas revezam quem guarda || Um bracelete da Pandora cheio de charms (pingentes) com os lugares onde Ella já visitou, não são muitos a ponto de preencher toda a pulseira, mas ela possui alguns.

    ▪ a n e x o s


    grupo O4

    Spoiler for Arabella Wrinter

    A R A B E L L A   W R I N T E R
    ________________________________________________________________________________________________________
    Desde cedo Arabella aprendeu que confiar facilmente em pessoas pode ser um grande problema. No estado atual em que as coisas estão, ela acredita mais ainda. Tem consciência de que o estopim foi capaz de transformar – de maneira negativa – o caráter de muitos. Entretanto, ainda crê na possibilidade da vivência em harmonia. Já ouviu aquela frase: “cada um no seu quadrado”? Bem, encaixa-se perfeitamente no caso da morena. Contanto que você não invada o espaço que lhe for delimitado, as coisas irão bem. Apesar de parecer um pouco “caminhoneira” em alguns momentos, ama criar novos laços de amizade e compartilhar seus conhecimentos.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Mirabella

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    30/06 a 01/08 – Dias de semana: o dia inteiro. Fins de semana: somente manhãs.
    A partir de 01/08 – Dias de semana: tardes e manhãs – período noturno indefinido. Sábados: indisponível. Domingos: manhãs – período noturno indefinido.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Disponível.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Arabella Wrinter, apelidada como Bella ou Bell pelos mais íntimos. Não possui registros paternos ou maternos, este foi o nome que deram a ela enquanto vivera no Orfanato.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Nascida em 18 de Junho possui ao todo 26 anos. Seu signo solar está em Gêmeos, regido por Mercúrio, o planeta da comunicação.

    ▪ s t a t u s
    Nômade indo para o Acampamento.

    Antes de rumar em direção ao local, Arabella locomovia-se junto de seu amigo Christopher, de um lugar para o outro, como Nômade em Grupo – ou dupla.

    ▪ a f i n i d a d e s
    F A M I L I A R E S
    Nenhum.
    A M I Z A D E S
    Christopher – amigo de longa data. Conheceram-se antes do estopim, em uma biblioteca, no Texas, durante o tempo em que Arabella esteve por lá. Embora fosse tímido, Chris era – e continua sendo – um amante do conhecimento, o que cativou a morena. Passaram horas conversando sobre diversos assuntos e decidiram manter contato. Muitos se surpreendem com o fato de não terem avançado para um relacionamento mais… profundo. Quando perguntada, responde sarcasticamente com “ah, é o Chris… Ele não faz bem o meu tipo, sabe?”.
    A amizade se estabeleceu e ao que parece, perdurará por um longo tempo.

    C O N H E C I D O S
    Disponível.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutro & Imparcial.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Atriz.

    Antes que pudesse concluir o curso de Psicologia, em seu último ano, a morena se deu conta de que aquele lance era sério demais para ela. A partir daquele momento, sua vida tomou um rumo diferente. Passou a viajar pelas cidades americanas em seu Cadillac, o qual denomina como Carmen, fazendo com que lhe fossem atribuídos alguns empregos meio… inusitados, já que de alguma forma precisava se manter. Quando por fim decidiu “sossegar”, iniciou suas aulas de teatro e, desde então, essa tem sido a sua paixão, logo ao lado de Carmen.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Inglês • Básico | Motorista • Básico | Doméstico • Básico | Psicologia • Básico | Tecnologia • Básico | Cabeleireiro • Básico | Rastreamento • Básico | Caça • Básico | Pistolas, Revolveres • Básico | Teatro • Perito

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Nível de Capacidade O1 – 4O

    ▪ h a b i l i d a d e s
    M A N I P U L A D O R – Lábia
    F U R T I V O – 8 Agilidade
    A D O R Á V E L – 8 Carisma

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Desde muito cedo Arabella precisou aprender a se virar sozinha. Em um mundo onde crescer em um orfanato, não ter nada que realmente seja seu ou viver no caos completo, com medo de levar um sopapo de alguma criança maior e até mesmo algum adulto, aprender a se proteger e a não confiar facilmente em outras pessoas é essencial. Ela não depende de ninguém – nunca dependeu, aliás – muito menos espera por isso. Sua independência é firme o bastante para andar com os próprios pés e não tem o mínimo desejo de esperar pela pouca boa vontade das pessoas. Para ela sempre foi: “levanta a bunda da cadeira e vai”, então não existe a desculpa de que as coisas não vão funcionar ou que você não consegue fazer, é tudo uma questão de boa vontade e objetividade.
    Conviver com as mais variadas pessoas lhe proporcionou uma mentalidade aberta e livre de preconceitos, sem a diferenciação e segregação de pessoas por nada além de seu caráter. Ela não suporta que se metam em sua vida, então certamente não fará o mesmo com você, o que importa é o agora, o que fez ou deixou de fazer no passado, não a interessa. Ela te aceita com todas as tuas merdas, desde que isso não prejudique nem atrapalhe a vida de ninguém, está tudo certo.
    Amante de tudo que lhe traga conhecimento e possibilite novas experiências, está em constante busca pelo novo e pelo enriquecimento pessoal. É uma aventureira nata, sempre procurando expandir seus horizontes e seu intelecto por meio de informações e de conteúdos dos mais diversos. Tal anseio por mais propiciou-a uma visão ampla e crítica sobre a vida e as pessoas, o que não significa que seja inflexível, muito pelo contrário, está sempre pronta a lidar com opiniões divergentes e crê que elas existam para que cada indivíduo se torne único.
    Completamente desbocada, a morena é um poço de ironias, sarcasmos e provocações. Manifesta sua simpatia desta forma e adora transformar conversas muito formais em diálogos completamente impessoais. É capaz de dizer diretamente a você seus desejos, sejam eles quais forem, bons ou ruins. Embora não diga o que pense sobre a maior parte das pessoas, em meio a caras e bocas, é fácil lê-la através de suas expressões faciais nada enigmáticas e pouco convencionais. Possui sempre uma resposta na ponta da língua, adora bancar a engraçadinha e chega até mesmo a ser petulante sem nem sequer se dar conta. Além disso, sua criatividade vai além do imaginável e a permite se livrar facilmente de situações inesperadas. Digamos que a sua profissão contribua em grande parte para isso, já que a sua lábia e o talento para se fazer de desentendida já a livraram muitas vezes de se ferrar.
    Seu intelecto interfere diretamente em sua forma de se comportar socialmente. Sua destreza para assimilar tudo o que lhe é transmitido e a facilidade em repassar tais aprendizados proporcionou a Arabella uma forma ímpar de comunicar-se com outras pessoas. Sabe como sustentar uma boa conversa seja ela qual for e mostra-se profundamente interessada no que o outro tem a dizer.
    Adora envolver-se amorosamente com outros indivíduos e saciar seu forte desejo sexual, o que não significa que estas relações sejam duradouras. Por ser desapegada de mais, tanto com pessoas quanto com objetos, sabe levar como ninguém um relacionamento aberto ou se contentar com um simples sexo casual sem compromissos. Não curte se prender muito a pessoas, e quando sente que está se envolvendo mais do que deveria, tende a se afastar um pouco para reorganizar seus pensamentos. A verdade é que Arabella precisa parar, pensar e analisar o que está sentindo e se aquilo realmente vale a pena. Sua racionalidade não a permite entregar-se de maneira espontânea, é preciso ponderar suas emoções. Além disso, não suporta cobranças, nem brigas por motivos fúteis, nem ser controlada.
    Gosta de assistir o circo pegar fogo, desde que não seja com ela. Quando sente que estão enchendo muito o seu saco, afasta-se e larga quem quer que seja falando sozinho. Para ela, uma boa conversa, onde os pontos de vista se esclareçam de maneira civilizada, são os úncios toleráveis, já que não tem a miníma paciência para aguentar as reclamações de ninguém. O que não significa que não se diverta acompanhando um bom drama mexicano entre outras pessoas.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    O pequeno corpo de Arabella dispõe de medidas proporcionais ao seu tamanho, 1,66 de altura, em conjunto com seu peso, 55kg. Suas curvas, embora bem definidas, não são volumosas; tudo ali é pequeno, desde seus seios aos seus quadris. A cintura é fina e demarcada, provavelmente devido a sua genética, pode comer o tanto que for, ela não engorda de jeito nenhum – o que lhe provocou muitas inseguranças ao longo de sua adolescência. Anda com tanta leveza que às vezes passa-se despercebida por outras pessoas. Veste-se de maneira casual e despojada, de forma a sentir-se livre para qualquer movimento. Seu cabelo, castanho claro, é naturalmente liso, embora seja comum acordar e senti-lo um pouco rebelde, em perfeita harmonia com a sua verdadeira essência. Atualmente, encontram-se na nuca, mas geralmente deixa-os crescer somente na altura dos seios, acredita que dê muito trabalho para cuidar.
    Seu rosto possui traços finos e graciosos, em consonância com todo o restante de sua estrutura corporal, aparentando certa fragilidade. Os olhos são de tonalidade verde, transpassando todo o brilho e jovialidade que a morena carrega O nariz franzino é pequeno visto de todos os ângulos, bem como seus lábios, que acomodam um belo sorriso. Sua pele é branca e sensível, embora tenha se tornado um pouco dourada devido ao sol.
    Possui uma tatuagem em seu antebraço esquerdo.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Arabella não se recorda de nenhum acontecimento anterior ao seu acidente.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Arctic Monkeys – Arabella

    ▪ i n v e n t á r i o
    • Chaves do seu carro;
    • Um maço de cigarros orgânicos;
    • Esqueiro;
    • Pistola Bobcat 21;
    • Uma faca grande de cozinha;

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Christopher Carter

    C H R I S T O P H E R  C A R T E R
    ❝  Antigamente eu tinha medo do escuro, mas hoje eu sei que os verdadeiros monstros andam sob a luz do dia.  ❞

    ________________________________________________________________________________________________________

    Apesar de ser muito amigável, Chris deixou de confiar facilmente nas pessoas, pois acredita que o apocalipse transformou muitas pessoas em pessoas ruins. Passou a ficar mais pensativo e calado depois que se separou de seu irmão. Hoje a única pessoa que ele pensa em proteger é Bella.

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   A U T O R

    ● n i c k n a m e
    @Christophe

    ● d i s p o n i b i l i d a d e
    Dias de semana: Das 20:00 em diante (talvez uma ou três pausas em off)
    Finais de semana: De 1:00 da tarde em diante

    ● m p | r o m a n c e
    Disponível, porém Christopher é bastante tímido quando se trata de relações amorosas.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ● n o m e   c o m p l e t o
    Christopher Carter

    ● i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    34 anos de idade – Nascido em 11 de Março. Signo: Peixes

    ● s t a t u s
    Nômade em dupla com Arabella indo para o acampamento Alphaville.

    ● a f i n i d a d e s

    Família:
    Viktor Carter / Irmão.
    É seu único irmão e mais novo. É super protetor e tenta ao máximo evitar que o irmão se meta em problemas. (Desaparecido)

    Amigos:
    Arabella Wrinter / Melhor amiga.
    A conheci em uma biblioteca antes da pandemia. Estávamos a procura do mesmo livro quando nos conhecemos, foi engraçado, ela me implorou pelo livro que acabei cedendo. No final acabamos marcando outro encontro para conversarmos sobre outros livros e autores, depois disso nós nos tornamos grandes amigos.

    Conhecidos:

    ● t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Bondoso&Imparcial

    ● f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Serviu o exército texano por 7 anos.
    Formado em Pedagogia. (Estava dando aula para a quinta série do ensino fundamental em uma escola na Califórnia)

    ● c o n h e c i m e n t o s
    Básicos: Idiomas – Inglês, español e Alemão ● Básico | Motorista ou Motoboy ● Básico | Doméstico ● Básico |Humanas: Educação ● Perito | Físicas: Artes Marciais – Boxe ● Básico | Academias & Militares: Exército ● Básico | Sobrevivência: Rastreamento e Caça ● Perito | Pesca ● Básico | Uso de Pistolas e Revólveres ● Perito / (porém prefiro manusear uma Pistola) | Uso de Fuzis, Espingarda e Metralhadora ● Perito | Produção de munição ● Perito |

    ● a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos + 3 Bônus

    ● h a b i l i d a d e s
    Beleza | Robusto | Engenhoso

    ● d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Depois que se mudou para a casa dos avós passou a ser muito protetor quando se trata de seu irmão mais novo, Viktor, já se envolveu em várias brigas na escola, e até mesmo depois de adulto. Para defender o irmão Chris é capaz de tudo. Mas claro, tudo era resolvido com um bom dialogo, Chris só parte para a briga (que é muito difícil) se for para defender o irmão de levar uma bela surra. Dificilmente fica irritado, só quem é capaz de deixa-lo assim é Viktor que só se mete em problemas.

    Chris possui uma alma muito dócil, gentil e sonhadora, o que torna um romântico incorrigível quando se trata de relações amorosas, no entanto, qualquer situação é capaz de deixa-lo envergonhado, sendo bastante comum vê-lo corar por coisas consideradas bobas. Nunca teve nenhum relacionamento muito longo ou sério, pois as pessoas com quem se envolveu se interessavam apenas por sexo, e diferente de seu irmão, Chris não queria apenas sexo.
    Nunca foi muito de guardar rancor ou remorso, sempre dá uma segunda chance.

    É espontâneo e dedicado, quase nunca deixa algum afazer (importante) para ultima hora, passou a ser mais organizado com suas coisas, por trabalhar em uma escola como professor, passou a usar óculos, pois não conseguia ler pequenas letras além disso tinha que organizar vários papeis, provas, trabalhos, diário de classe entre outras coisas. Sempre foi muito paciente e compreensivo em relação aos alunos. É Apaixonado por livros e se pudesse levava toda sua coleção com ele, depois que teve que sair de casa por conta da pandemia.

    Prefere conservar as amizades de longa data pois sabe que são as mais verdadeiras e sinceras. Quando está com pessoas que gota se torna extremamente brincalhão, não é tão difícil conseguir dialogar com o mesmo, conseguir fazer amizade com o loiro é bem fácil. Ele tenta sempre aconselhar seus amigos de forma mais sensata que pode, é muito observador em relação ao caráter de pessoas com quem ainda não tem uma certa afinidade. Não chega a ser perfeccionista mas gosta de certas coisas no seu devido lugar.

    ● d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Christopher serviu o exército texano assim que atingiu a idade necessária, depois de 7 anos deixou o exército, mas não deixou de praticar exercícios físicos. Todos os dias fazia uma corrida pela praça que tinha em seu bairro, em São Francisco.

    O loiro chega a medir 1,90 de altura, pesando 93 kg, além de suas corridas diárias, fazia academia e é um tanto forte proporcional ao seu tamanho. Tem as costas largas e vários músculos definidos como, peitoral, costas, abdômen, braços e pernas, além disso tem um belo bumbum. Depois da pandemia não teve mais tempo para fazer suas corridas à não ser correr de infectados. Christopher sempre teve um corte de cabelo mais longo, diferente de hoje em dia que é mais social. Cabelo liso com um penteado partido de um lado superior a outro, embora hoje pareça que foi feito luzes, seu cabelo sempre foi loiro ao natural.

    O loiro de olhos azuis passou a usar óculos depois que começou a cursar pedagogia por conta de não conseguir ler letras muito pequenas, e até hoje usa seus óculos por ter acostumado. De pele clara, acaba ficando com alguns hematomas bem visíveis.
    Seu rosto não possui barba, mas não será fácil manter esse rostinho sempre lisinho assim.

    ● d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Christopher herdou muitas características de seu pai, tanto físicas como de personalidade, não herdou tanto de sua mãe de linhagem pura, que tinha cabelos ondulados e pretos. Mesmo tendo morado com seus pais até seus 12 anos de idade, conseguiu absorver o melhor que puderam lhe ensinar, como ser um bom garoto. A partir de seus 13 anos, Chris e o irmão, Viktor, já estavam morando com os avós paterno no Texas. No começo foi um pouco difícil para Christopher aceitar que seus pais tinham sido assassinados naquele “assalto”… Hoje Christopher pode parecer ser forte, mas apenas no físico por que é muito fraco emocionalmente, as vezes chora ao lembrar dos momentos que viveu com seus pais, não que ele tenha odiado ir morar com os avós, mas o amor de mãe e de pai é diferente na opinião dele.
    …Antes de seu pai esconder os irmãos no roupeiro, se aproximou de Chris e disse. “Me promete que vai cuidar do seu irmão?” ao mesmo tempo em que lhe entregava uma corrente da época que tinha servido o Exército. Chris apenas balançou a cabeça em sinal positivo. Depois de deixar de servir o exército o pai de Chris se tornou policial e acabou sendo responsável pela prisão de um grande Mafioso, para o azar da família o mesmo escapou da prisão e foi atrás de vingança.

    Christopher aprendeu várias coisas com o avô, aprendeu o básico em algumas coisas que eram úteis para ajudar sua avó, como na alimentação dos animais, principalmente dos cavalos, mecânica e pesca, entre outras coisas.

    Já no exército Chris fez alguns amigos, e acabou aprendendo alguns movimentos de boxe para defesa pessoal. Seu pai tinha muita vontade que Chris servisse o exército, já a sua mãe, pedagogia. Por esse motivo realizou a vontade do pai e da mãe, servindo o exército por 7 anos e se formando em pedagogia.

    ● s o u n d t r a c k
    Kodaline – Brother

    ● i n v e n t á r i o
    Uma corrente que recebeu antes do pai morrer | Um livro (The Subtle Art of Not Giving a F*ck) | Um desenho em ótimo estado, ganhou de uma aluna | Uma foto em Família em ótimo estado (estão dentro do livro, tanto o desenho como a foto) | Uma mine lanterna tática (usa para ler seu livro, em momentos não favoráveis) | P. Taurus838 |

    ● a n e x o s


    N Ô M A D E S   S O L I T Á R I O S

    Nômade A

    Spoiler for Gideon Bishop Mercer

    G I D E O N   B I S H O P  M E R C E R
    ❝   Everything you touch, you don’t feel. Do not know, what you steal.   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Gideon é um tanto quanto apático com pessoas em geral, chamar a sua atenção é um feito e tanto, mas mantê-la é ainda mais complicado. Mentiroso por natureza, gosta de contar histórias mirabolantes que aumentem os seus feitos na vida. Um pai coruja, ele ama sua família acima de tudo e todos e pretende ir atrás quando se sentir digno de vê-los. Os dois anos em completa solidão não fizeram muito bem para a sua cabeça.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Vakarian

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Apenas a noite durante a semana útil, variável aos domingos.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Indisponível para romance.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Gideon Bishop Mercer. Embora seja mais conhecido comercialmente apenas pelo primeiro sobrenome.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Em seus 45 anos, Gideon nasceu no dia 1° de Novembro, sendo assim, do signo de Escorpião.

    ▪ s t a t u s
    Nômade solitário. Sua base é em um cassino da sua rede.

    ▪ a f i n i d a d e s
    FAMILIARES
    • Roseanne Bishop | Esposa
    • Daisy Bishop | Filha
    • Keith Bishop | Filho
    INIMIZADES
    • Faraday Red

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Maligno & Leal.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Formado em administração, Gideon era dono de uma cadeia de Casinos espalhados pelos Estados Unidos, México e Macau. Antes disso fez os mais variados bicos.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idiomas(Inglês, Espanhol, Francês) • Báscio|Motorista ou Motoboy • Básico| Doméstico • Básico|Caça • Básico||Uso de Pistolas • Perito|Uso de Revólveres • Perito|Uso de Metralhadoras • Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    C O M B A T E N T E • 8 pontos em força. |L Í D E R • 8 pontos em estratégia. |M A N I P U L A D O R • 8 pontos em lábia.

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Quando os maiores trunfos de sua vida foram baseados em mentiras, se torna difícil não repetir mais vezes, e quando menos se percebe sua vida é uma grande, porém confortável mentira. Não sabe dizer se é compulsivo, ou se ele apenas tira prazer disso, mas Gideon utiliza das palavras para aumentar os seus feitos. Mas está tão imerso nela, que as vezes mesmo entre a família, esquece que não é necessário fingir um sotaque sulista. No pós-apocalipse, ele abandonou esse hábito completamente.
    Gideon não tem muito interesse em outras pessoas, ele as considera inferiores, tediosas e fúteis, e primeiro vê defeitos e não qualidades, chamar a sua atenção é algo difícil, e os que tentam são os que tem algum interesse nele, já que sua aura de arrogância afasta as pessoas.
    Sua prioridade é ele mesmo, mas em momentos de desespero, é capaz de cooperar em grupo, ele só não dá tanta prioridade a vida dos outros. Ele honra suas promessas, mas sua verdadeira lealdade é reservada a aqueles que realmente o importam, sua esposa e seus filhos são os únicos que ele sacrificaria por.
    E quando ele está sozinho, gosta de cantar e recriar cenas e músicas icônicas do Elvis.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Com seus 1.92 de altura, Gideon tem um porte mediano, os braços e pernas não são mais tão definidos como costumavam, visto que não se exercita mais como quando era mais novo, e sua bebida favorita, a tequila, não lhe fez muitos favores. Suas roupas favoritas eram as camisas sociais e os mocassins, mas atualmente ele se contenta com uma básica blusa branca e calças jeans e um par de tênis que ele achou por aí.
    Os olhos são pequenos e baixos, dando uma constante expressão de tristeza e decepção, a coloração castanha apenas escurece mais a área. O maxilar é adornado por uma barba a fazer, com uma considerável quantidade de fios brancos, fruto da idade e stress. Os fios são de uma coloração castanha escura misturada com alguns fios brancos, curtos e tem um corte irregular. As marcas de idade são consideravelmente visíveis em seu rosto.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    O primogênito dos Bishops nasceu em uma manhã qualquer em Reno, a família tinha uma condição financeira aceitável, davam amor “suficiente” ao garoto, porém estar confortável não era suficiente para ele, já que anos depois, ao se esforçar para se formar na faculdade e se tornar dono de um pequeno negócio no Texas, que foi relativamente bem sucedido subiu sua cabeça, a ponto de que ele renegou completamente sua família. De sua vida passada a única pessoa que continuou foi Roseanne, seu amor de adolescência.
    Como explicar Rose e Gideon? Um amor profundo que nem mesmo os anos apagaram suas chamas, mas isso fica para outro momento. Voltando ao seu sucesso comercial, eventualmente isso começou a chamar atenção da mídia, e como sabia que uma história iria marcar seu sucesso, começou a espalhar que havia herdado seu dinheiro de um velho que estava na beira da morte, se cativou com ele, e deixou suas doletas para ele. Disse que o nome do senhor era apenas Locklace, para manter o mistério sobre a origens.
    A história era tão cativante, que ele conseguiu alguns pequenos contratos de pessoas que se interessavam, e assim começou o seu monopólio. Gideon começou com pequenas lojas, mas o seu verdadeiro sonho comercial era um cassino, e ele não parou até abrir o seu primeiro, uma parceria comercial com um outro empresário que ninguém liga. Manter um cassino não era tarefa fácil, e o dinheiro começou a ser tornar escasso e o retorno lento não cobria as dívidas, e como solução, recorreu aos métodos ilegais, tudo ocorria na surdina, e apenas alguns poucos sabiam dos processos. E assim, começou a expandir seu negócio cada vez mais.
    Quando já estavam finalmente estabelecidos, Gideon e Rose tiveram sua primeira criança, uma garota, que nomearam como Daisy. E anos depois, tiveram uma segunda criança, desta vez um garoto, chamado de Keith. Sempre se esforçou para demonstrar o quanto se importava com seus filhos, mesmo não sendo muito sentimental, sempre mostrava seu afeto, e até mesmo com coisas materiais, ao ponto de que ele não notava que isso não fazia muito bem.
    Mas como toda história que é boa demais, uma hora algo daria errado, e Gideon sabia disso, só não esperava que fosse acabar em sua prisão prematura. Durante os dois meses que passou no seu uniforme laranja, descobriu quem o entregou, pretendia se vingar em breve, só não esperava pelo estopim. Escapar do meio dos detentos foi complexo, apenas para se descobrir indo na direção errada apenas três meses depois, e descobrir que se afastou mais ainda de Chicago, seu objetivo. Decidiu ir para Los Angeles atrás de sua família, mas se sentia moribundo demais para aparecer em frente a eles, então empacou em Sacramento, em um cassino em seu nome, onde vive atualmente.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Fleetwood Mac – Little Lies

    ▪ i n v e n t á r i o
    •Aliança.|• Desenho da família, feito por Keith.|• Molho de chaves.|• Chaveiro com par de dados de pelúcia.|• CD Blue Hawaii.|• Revólver Anaconda.

    ▪ a n e x o s


    Nômade B

    Spoiler for Jasmine Briand

    J A S M I N E B R I A N D
    ❝   You know you that bitch when you cause all this conversation   ❞
    _____________________________________________________________________________________________________

    Jasmine nasceu como Anastasiya Zhederv, na Ucrânia. Filha de agiotas, foi separada de sua irmã gêmea e de seus pais quando bebê, após ambas serem sequestradas e vendidas para pessoas diferentes. Enquanto Nataliya fora vendida para um casal de ucranianos, Anastasiya foi comprada por um mafioso francês que a criou como uma máquina de guerra, submetendo a sua princesinha a um intenso treinamento durante toda a infância e adolescência para servir aos negócios da Sade, sua máfia. Sendo uma mulher falsa e persuasiva, nunca teve medo de enfrentar situações de risco para atingir seus objetivos, jurando lealdade apenas a seu pai adotivo. Quanto a sua irmã, Jasmine levou mais de vinte anos para conhecê-la e no momento, está em busca da mesma e de seu estagiário, Borys.

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Anueve

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Apenas as quartas-feiras e sábados, no período da tarde.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Talvez.

    _____________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Nascida como Anastasiya Zhederv, porém registrada como Jasmine Briand após acontecimentos que marcaram sua vida, Jasmine é a variação inglesa e francesa de Jasmin e significa imenso, grande, gigantesco, enquanto seu nome de batismo, Anastasiya, é a forma búlgara, russa e ucraniana de Anastasia e significa ressurreição. Seu sobrenome, por sua vez, foi herdado de seu pai adotivo, Pierre Briand.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Jasmine possui 25 anos de idade, tendo nascido no dia 29 de janeiro de 1992, as 15h45m, em Nizhyn, Província de Chernihiv, no norte da Ucrânia. Contudo, viveu a maior parte de sua vida em Paris, na França. Seu signo zodiacal é o de Aquário, mas ela não sabe, tampouco se importa com isso.

    ▪ s t a t u s
    Atualmente é uma nômade solitária que está em busca de um grupo.

    ▪ a f i n i d a d e s
    Pierre Briand: Pai Adotivo. (Desaparecido)
    Katheryna Kalashnik: Irmã. (Desaparecida)
    Borys Petrov: Macho. (Desaparecido)

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Maligna Leal, tendo devotado toda a sua lealdade a seu pai, sua máfia e um pouco a sua irmã gêmea.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Falar deste assunto quando se trata de Jasmine é algo complicado por abranger diversas formações diferentes. Sendo filha adotiva de um mafioso que possuía várias propriedades de cunho ilegal pela França, ela exercia, basicamente, duas “funções” na sua máfia. Para a sociedade, era uma artista burlesca, que trabalhava para o seu bem sucedido pai, em seu mais que bem sucedido negócio. Para os membros da Sade, ela era apenas a melhor espiã e assassina que a máfia tinha, exercendo os mais variados trabalhos nesse segundo.

    No que diz respeito a formações, adquiriu certo conhecimento sobre secretariado para seu primeiro disfarce, que durou quase seis meses. Além de ter estudado química em Stanford, sob a alcunha de Jenny Hudson, anos depois, durante os dois anos em que manteve o disfarce.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Canto: Perita || Dança: Perita || Motorista/Motoboy: Básico. || Idiomas (Inglês Americano, Inglês Britânico, Francês, Espanhol e Ucraniano): Básico. || Tecnologia: Básico || Caça: Básico || Muay Thai: Básico || Krav Magá: Perita || Uso de Pistolas: Perita || Uso de Revólveres: Perita || Uso de Metralhadoras: Perita || Uso de Fuzis: Básico || Química: Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O2 – 45 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Beleza ⇢ Furtiva ⇢ Combatente ⇢ Manipuladora

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Jasmine, antes de mais nada, é devota somente a uma pessoa: seu pai adotivo. Assim sendo, conseguir uma lealdade real por parte da morena é extremamente difícil, beirando o quase impossível. Contudo, conseguir sua colaboração é fácil, desde que seja benéfico para seus planos. Sendo uma mulher impiedosa, não tem remorso ou compaixão por ninguém, sendo possível contar apenas com a consideração que ela pode ter por você, antes de te prejudicar. Não é do tipo que fica com a consciência pesada quando precisa fazer algo ruim, não foi criada para isso, seu sangue é quase um iceberg de tão frio.

    Inclusive, não é fácil saber o que ela está pensando, ou qual seu próximo passo. Ela é falsa, persuasiva e pode ser exatamente o que você pensa ou o completo oposto (ou quem sabe um meio termo), não há como saber, ao menos que te diga. Obviamente, você pode tentar adivinhar, mas não espere uma confirmação da parte dela.

    Nunca foi uma mulher covarde, sempre enfrentando as mais arriscadas e variadas situações para orgulhar a pessoa que mais admirava; característica que não mudou com o apocalipse. Não que subestime os errantes, mas não é como se a assustassem de fato. Apenas toma cuidado.

    Além de pena, vergonha também não faz parte de seu vocabulário. Não sente pudor, nunca sentiu. Se tiver de se expor, o fará; pois sempre suportou tudo por seus objetivos, sendo muito paciente quando se trata de conseguir o que quer. Ela não permite que nada a atinja, a afete ou a desviem de seu caminho, quando tem algo em mente. Basicamente, Jasmine é o tipo de pessoa cuja personalidade é falsamente moldada de acordo com o que a situação pede, sendo poucos os momentos nos quais desliga de sua personagem.

    Não faz o tipo curiosa e internamente, reage da mesma forma para com todos. Porém, externamente, enquanto aparentar ser um tipo de pessoa, ela vai reagir de acordo com a personalidade do que está “interpretando” no momento.

    No que diz respeito a sentimentos, não foi criada com amor, logo, nunca chegou a conhecer algo totalmente genuíno como isto. Não conseguiria, mesmo que quisesse, por não ser capaz de perceber, já que nunca sentiu e por achar que o cumprimento de ordens é (ou era), mais importante que se sentir romanticamente atraída por alguém.

    O mais próximo que chegou de sentir algo como amor (romanticamente ou fraternalmente) foi apreciar a companhia de sua irmã gêmea, mesmo que por vezes a criticasse duramente e de seu ~amante~ Borys, desaparecidos até então.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Possui um semblante delicado e ingênuo, que combinado a aparência angelical podem lhe dar grandes vantagens em seus objetivos. De estatura mediana, detém cinquenta e sete quilogramas (57kg) muito bem distribuídos entre seus um e setenta e três centímetro de altura (1,73cm). O peso ideal. Seu rosto triangular tem como principal atrativo as maçãs do rosto bem definidas e naturalmente rosadas, que lhe dão um aspecto jovial.

    Olhos pequenos, com cílios curtos, cujas íris são de um verde acastanhado; e lábios rosados. Sendo o superior mais fino que o inferior, e em formato de coração. Os cabelos liso-ondulados, tão negros quanto o ébano, costumavam cair em cascatas por seus ombros, num penteado semi preso, destacando sua pele alva; até serem cortados num chanel repicado com o estourar do estopim, mantendo-se assim até os dias atuais.

    O porte de Jasmine é magro, assim, tanto as coxas, quantos os braços são finos, porém torneados. Seus seios e nádegas são pequenos e rígidos, e sua cintura é bem marcada e fina. Tem o costume de usar roupas que facilitem sua movimentação, em caso de emergências e que também cubram todo o corpo, sempre adequando-as a temperatura do ambiente em que se encontra.

    ▪ s o u n d t r a c k
    LOLO – Hit and Run

    ▪ i n v e n t á r i o
    Uma faca de desossar. Uma machadinha. Fuzil Colt M4A1. Luvas de couro. Caderno+Canetas.
    Mapa de Sacramento. Câmera Instantânea+Pilhas. Caixa de Clipes. Foto do Pai.

    ▪ a n e x o s


    Nômade C

    Spoiler for Victória Corleone

    V I C T Ó R I A   C O R L E O N E
    ❝   A Vida é bem simples, apenas os fortes sobrevivem, enquanto os fracos sequer vivem de verdade   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Victoria é uma superdotada, nascida na Grécia e de uma família economicamente favorável, graças a negócios feitos por debaixo dos panos de sua família que tinha envolvimento com a máfia.Terminando sua faculdade de Biologia aos 22 anos de idade, sua vida seguia tranquila até agosto de 2018.Agora depois mais de dois anos ela se vê em um apocalipse de zumbis, porém nem mesmo em meio a isso consegue se evitar a interação que mais lhe incomoda, a interação com outras pessoas.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Sr Slam

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    19:00 ás 21:00 dias de semana e finais de semana vária

    ▪ m p | r o m a n c e
    De acordo

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Victória Corleone

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Aquariana nascida no dia 7 de fevereiro de 1995, tendo 25 anos

    ▪ s t a t u s
    Nômade solitária com intenção de achar um local seguro

    ▪ a f i n i d a d e s
    Não possui ninguém muito intimo ou um laço muito forte justamente por sua personalidade, apenas interagindo com outros sobreviventes quando extremante necessário, sua vida nômade atual colabora com essa ausência de socialização, mas que torna sua sobrevivência, querendo ou não, mais difícil

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutra & desleal

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Formada em Biologia além de ter estagiado em um laboratório de botânica

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    - Inglês básico –
    -Grego básico-
    – Motoboy básico-
    – Ciências Biológicas perito-
    – Herbologia básico –
    -Uso de pistolas Básico–
    -Uso de Revolveres perito-
    – KickBoxing Básico –

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Genial

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    É uma pessoa em 99% do tempo pensativa e distante com sérios problemas de socialização, prefere ficar no seu canto com seus pensamentos, mesmo que parecendo alguém serena tem constantes explosões, acabando por discutir por achar que sempre é a detentora do saber e da razão, desde sua infância nunca se deu bem com as demais crianças que conviva, sempre se isolando para muitas vezes murmurar coisas para si própria de como pessoas eram insuportáveis, o tempo passo mas seu comportamento continua o mesmo, mas podia ter sido alterado se a mesma não tivesse recusado o tratamento com um psicólogo que seus pais estavam dispostos a pagar, segundo ela seu comportamento não é um defeito e sim uma dadiva, seu comportamento anti-social a auxiliava fortemente nos negócios obscuros de sua família, sendo reconhecida muito cedo por sua inteligência e logica exemplares chegando rapidamente ás posições mais altas da hierarquia da família Corleone

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Uma jovem adulta consideravelmente alta de 1,78 de altura, cabelos loiros e curtos,lábios finos e rosados,olhos azuis claro que podem ser facilmente confundidos com verde porém frios e com um ar predador, face delicada além de um corpo sutilmente definido, seu raro sorriso que mostra seus dentes que quase se igualam a neve, juntamente com suas bochechas naturalmente coradas, além de sua pele clara e suave aos olhos que possui diversas tatuagens de diferentes animais por ela

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Desde pequena Victoria foi “doutrinada” por seus pais com um pensamento semelhante a seleção natural, assim para ela apenas quem é forte pode sobreviver, enquanto que os fracos sequer vivem de verdade
    Graças a esse lado fora da lei de sua vida, Victoria teve muita aproximação com armas de fogos, principalmente revolveres, além de ter aulas de Kickboxing aos 15 até seus 18 anos quando entrou na faculdade de Ciências Biológicas, mas mesmo assim continuou ativa nos negócios de sua família
    Atualmente é uma nômade em meio a um apocalipse zumbi, sem nenhum capanga para fazer seu trabalho sujo, sobrevive contra esses seres inumanos além do próprio ser humano, procurando um lugar seguro para se estabelecer e sabe que inevitavelmente terá que se aliar a outras pessoas

    ▪ s o u n d t r a c k
    Ok One Rock – Re:make

    ▪ i n v e n t á r i o
    - Anaconda 44m de 1,5 kg
    -Um facão de caça
    – Caderno repleto de anotações sobre os zumbis

    ▪ a n e x o s


    Nômade D

    Spoiler for Edward Brigham Brooke and Félix Lachlan

    E D W A R D   B R I G H A M   B R O O K E
    ❝   It is the unknown we fear when we look upon death and darkness, nothing more.  
    ________________________________________________________________________________________________________
    Edward é um garoto britânico que estava no Estados Unidos numa viagem com seus pais, quando o estopim ocorreu. Passando a maior parte do tempo longe destes, esta viagem foi de extrema importância para si, já que ter a atenção de seus genitores voltada para si próprio é uma coisa que ele aprecia e muito. Entretanto, para sua infelicidade, ele se perdeu dos pais em meio ao caos que tudo se tornou e agora vaga por aí, junto a seu gato Felix Lachlan, esperando reencontrar com os mesmo.

    No que diz respeito a personalidade, é um garoto que passa a maior parte do tempo só e a forma com que age e/ou trata as pessoas depende muito do contexto no qual está inserido. Assim como pode virar amigo de alguém facilmente, também pode pegar antipatia por alguém facilmente. Tal como pode ser extremamente agradável e fofo com uma pessoa, ele pode ser completamente irritante e insuportável com outra.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Anueve

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Apenas as quartas-feiras e sábados, no período da tarde.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Bloqueado para ambos.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Edward Brigham Brooke. Tendo herdado o nome de seu avô paterno, este significa “rico guardião” ou “próspero protetor”; enquanto seus sobrenomes, foram herdados, respectivamente, de sua mãe e pai. Brigham, de Margaret Brigham e Brooke, de Julian Brooke. Permite que as pessoas o chamem de “Eddie”, desde que peçam permissão para ele antes.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Possui onze anos, tendo nascido no dia 21 de julho de 2006, em Liverpool, na Inglaterra. Pertencendo assim ao signo de Câncer, apesar de não saber disso.

    ▪ s t a t u s
    Atualmente, Edward é um nômade a caminho do acampamento. Estava com seus pais quando o estopim ocorreu e juntos eles ficaram, durante muito tempo, até perder-se deles num certo dia. Ele não sabe ao certo o que aconteceu ou se eles estão vivos ou mortos, apenas continua a vagar por aí a procura dos mesmos, ao lado de Felix.

    ▪ a f i n i d a d e s
    Atualmente, possui apenas afinidade com seu gato, Felix Lachlan, já que não faz ideia de onde seus pais estão. Felix é da raça Russian Blue, cuja pelagem é azul-acinzentada e os olhos são de um verde claro e brilhante. Sua personalidade é parecida com a de seu proprietário, sendo assim, se dão muito bem. Se Edward pudesse escolher alguém para considerar como melhor amigo, certamente seria Felix, mesmo que ele seja apenas um gato.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutro Leal.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Cursava a quinta série/sexto ano, quando tudo aconteceu, além de estar aprendendo esgrima, natação e alemão, já que grande parte dos negócios de seus pais tinham ligação com a Alemanha.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Inglês Britânico: Básico ▪ Alemão: Básico ▪ Esgrima: Básico
    Tecnologia: Básico ▪ Natação: Básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível OO – 35 pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Manipulador

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Edward é um garoto que convivia mais com seus empregados do quê com seus pais, mas nem por isso deixava de amá-los mais do que qualquer outra criança faria com seus genitores, já que entendia perfeitamente bem o motivo de eles ficarem, por vezes, tanto tempo longe de si. Sendo um menino um tanto sozinho, devido a isso, passava a maior parte do tempo com seu gato e com livros científicos os quais ele não entendia muita coisa, mas ainda assim se propunha a ler já que se sente imensamente interessado pela ciência.

    Nunca teve muitos amigos (Felix é o único, eu diria), por não se interessar pelo que as outras crianças andavam fazendo. Apesar de admirar o universo infantil no qual elas estavam imersas, quando, vez ou outra, dedicava-se a observar essas criaturas tão estranhas. Porém, engana-se quem pensa que é um garoto calado ou tímido. Do contrário, Edward é um rapaz que se apega muito rapidamente as outras pessoas, podendo até ser um pouco insuportável quando se apega DEMAIS a elas.

    Sim, ele gosta de ter a atenção das pessoas que admira direcionadas completamente para si, na maior parte do tempo, sendo talvez por isso que as viagens constates de seus pais para a Alemanha não o afetassem como deveria, já que tinha seus empregados 24/7 junto de si, fazendo quase tudo que ele queria. Contudo, este comportamento fez com que ele criasse uma cobrança imensa para consigo mesmo, pois acreditava que atingindo as metas aguardadas por seus genitores, estes ficariam cada vez mais consigo, quando retornassem para casa.

    Porém, assim como pode apegar-se facilmente a alguém, ele também tem uma facilidade muito grande para pegar desgosto por alguém, principalmente se a pessoa em questão estiver no caminho de algo que ele quer ou competindo pela mesma coisa que ele, sendo assim uma criança muito competitiva e até mesmo um tanto chantagista, já que costuma usar de emoções quando vê que está falhando em conseguir as coisas que almeja.

    Assim sendo, apesar da face angelical, ele costuma ser bem mimado e até mesmo fresco, quando quer ou quando sente que está sendo ignorado e/ou contrariado. No fundo, acredito que isso tudo não passe de carência, afinal ter sido criado por gente estranha que convivia com o mesmo por dinheiro é diferente de ser criado por alguém que te ama, mas ele ainda é muito jovem para lidar com seus sentimentos direito e entender determinadas coisas.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Eddie possui 1.40 centímetros de altura e é um garoto magricelo, pesando por volta de 35kg. De pele pálida, seus olhos são grandes e esverdeados, contrastando-se com os cabelos negros e lisos, que costumavam ser perfeitamente arrumados por sua governanta. Seus cílios, por sua vez, são curtos, o que talvez passem a impressão de que seus olhos são maiores do que realmente são, enquanto seu nariz é pequeno e achatado. Desde pequeno, Edward sempre fora vestido com trajes sociais, acabando por se acostumar com estes, escolhendo ele mesmo esse tipo de roupa quando era necessário, tendo preferência por roupas cem porcento acinzentadas ou azul-acinzentadas. Não é do tipo que usa acessórios, reduzindo-se apenas a gravatas e meias brancas. Também não costuma usar calças no dia-a-dia, apenas shorts ou bermudas, preferindo usa-las apenas em eventos e etc.

    ▪ s o u n d t r a c k
    The Pretty Reckless – Zombie

    ▪ i n v e n t á r i o
    Um mapa da Califórnia ▪ Um mapa de Sacramento
    Um bloco de notas ▪ Duas canetas ▪ Uma câmera fotográfica instantânea
    Pilhas para a câmera ▪ Um livro de biologia ▪ O livro Um Estudo em Vermelho

    ▪ a n e x o s


    Nômade E

    Spoiler for James Allen

    J A M E S | A L L E N

    “Do you have a secret? I doubt that I will not find out”

    ________________________________________________________________________________________________________

    Vinho chateau, champanhe branco espumante, esses eram alguns dos inúmeros privilégios que James tinha anos atrás, mas que agora estão o mais distante da realidade possível, nunca se quer senhoria em estar participando de um apocalipse de zumbis, antes a fama e fortuna lhe dava tudo que quisesse e agora quem imaginaria que estaria lutando para sobreviver, no final de contas sua fama não serve de praticamente nada em um fim de mundo

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Sr.Slam

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Dias de semana 20:00 ás 21:30 e finais de semana depende

    ▪ m p | r o m a n c e
    De acordo

    ________________________________________________________________________________________________________

    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    James Allen Austin

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    17 anos, capricórnio

    ▪ s t a t u s
    Nômade em busca de grupo

    ▪ a f i n i d a d e s
    ▪ Hannah – Conhece-la no dia que tudo isso aconteceu, ela estava com mais uma amiga e estava no camarim quando tiveram que sair as pressas com outras fã e o restante da banda. Pela garota ser ingênua, com o passar do tempo James começou a se tornar um tanto protetor, já que não se sentia confortável vendo alguns se aproveitando de sua inocência, o que ocasionou numa briga no ultimo grupo de sobreviventes que estavam, fazendo-o ser expulso e Hannah o seguir, mas ela acabou sendo morta numa horda de zombies que os encontrou, pelo menos é isso que ele acredita.

    ▪ Daisy – Assim como Hannah, conheceu la em seu show até chegando a ficar com ela antes de tudo acontecer e ela também ficou com ele e os demais que fugiram naquele dia, mas com o tempo a convivência tinha suas desandadas até o dia em que James se meteu em uma briga pela Hannah, que acabaram sendo expulsos por isso, menos Daisy que mexeu sequer um dedo pra ajudar ou falar algo e foi a partir dai que sentisse traído.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Maligno Leal

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Músico

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    ▪ Inglês Britânico – Básico
    ▪ Francês – básico
    ▪ Criptografia – perito
    ▪ Motorista e motoboy – básico
    ▪ Muay thai – básico
    ▪ Uso de pistolas – Básico
    ▪ Música- perito
    ▪ Rastreamento – básico

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Combatente

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Autoconfiança nunca fora um problema para James, sendo um tanto egocêntrico nunca duvida de suas próprias capacidades, oque muda quando se trata de outra pessoa dificilmente acredita totalmente na capacidade dos outros, em um dialogo quando não se é necessário pronunciar-se imediatamente prefere ficar em silencio apenas analisando a cena, graças a sua grande lógica consegue perceber inúmeras coisas que podiam passar despercebidas, mesmo normalmente agindo como alguém calmo, se torna difícil de controlar-se em uma explosão de raiva tornando-se muito impulsivo capaz de facilmente tentar matar alguém que o contrarie

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Fisico definido pela pratica á longo prazo do Muay Thai ,consideravelmente alto de pele clara, cabelos castanhos medianos, barba rala clara, olhos azuis claro com um sinico sorriso em seu rosto mesmo que não propositalmente porém normalmente mantendo o semblante serio estampado

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Nascido em berço de ouro teve o destino obvio de sua família, já que desde cedo teve seu talento musical aprimorado com inúmeros professores e aulas particulares, eventualmente começou a fazer parte de um banda sendo vocalista e compositor ganhando rapidamente fama no mundo musical. James desde de sua adolescência era fissurado em enigmas, desvendando vários espalhados pela internet, além de estudar sobre todos os tipo de criptografia, oque o fez ser um perito atualmente, com a administração que fazia de seu tempo incrivelmente sobrava alguns momentos para a pratica do Muay Thai

    ▪ s o u n d t r a c k
    Lotto – EXO

    ▪ i n v e n t á r i o
    Taco de beisebol de ferro
    ▪ HK45
    ▪ Par de soco inglês
    ▪ Além de um colar com um pingente de serpente

    ▪ a n e x o s


    Nômade F

    Spoiler for Hannah Posen Sheffield

    H A N N A H  P O S E N  S H E F F I E L D
    ❝   Love is a violent flower that blooms in the middle of my bones   ❞
    _____________________________________________________________________________________________________
    Após ser abandonada cruelmente por quem se dizia sua melhor amiga, Daisy, Hannah passou a sobreviver sozinha… Inicialmente foi difícil, pois não era tão simples entrar e sair de casas, supermercados, lojas e farmácias sem ser vista, mas com o tempo Hannah aprendeu como se virar. Se passaram 2 semanas desde que Hannah havia se separado de seus amigos, a morena sempre tentava causar uma boa impressão aos olhos de desconhecidos. Quando se encontrava com sobreviventes a primeira coisa que fazia era observar por um tempo, (mais ou menos 2 dias) o melhor era estar acompanhada para não morrer. A regras nos dias atuais era não confiar em ninguém mas Hannah pouco se importava pois acreditava que todos ainda tinham um pouco de compaixão, mesmo que fosse bem no fundo mas tinham, além disso quem teria motivos para matar uma garota sozinha e indefesa.
    _____________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Christophe

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    De segunda à sexta – depois das 21:00 | Finais de semana: Depois das 2:00 da tarde.

    ▪ m p | r o m a n c e
    De acordo

    _____________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Hannah Posen Sheffield

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Hannah tem 16 anos, nascida em 19 de fevereiro sendo do signo de peixes.

    ▪ s t a t u s
    Nômade em busca de grupo

    ▪ a f i n i d a d e s
    Amizades:
    Cameron Brown | Migo.

    Um dia antes do estopim Hannah havia falado com Came, na escola, e no dia seguinte o viu em uma exposição no shopping mas não conseguiu falar com o mesmo. Hannah espera que o amigo tenha conseguido escapar do shopping e esteja vivo.

    James Allen | Melhor migo.

    Hannah tem um carinho enorme por James, se tornou seu amigo um tempo depois do estopim. James foi atrais de remédios para Hannah mas antes que ele voltasse a garota tinha sido salva da morte por um homem que entrou no abrigo da dupla.

    Daisy Bishop | Melhor miga traira.

    Daisy sempre pareceu ser uma ótima amiga a vista de Hannah, mas se mostrou ser uma pessoa muito fria ao não fazer nada contra Hannah de ser jogada para fora do trailer, tentava entender o lado da amiga que talvez não fez nada por medo… Ou por simplesmente não se importar…

    Conhecidos:

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Bondosa&Leal

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Não é formada em nada, não teve tempo de terminar nem o ensino médio, porém a garota fazia ginástica (3 dias na semana, depois da escola), seu aparelho preferido era a trave de equilíbrio. Além disso, ocupava-se em ajudar a Sra. Rosenberg a cuidar de suas diversas plantas, o que lhe conferiu certo conhecimento no assunto.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma – Inglês Britânico e Americano, Español e Francês ● Básico | Herbologia – Florista ● Básico | Ciclismo ● Básico | Doméstico ● Básico | Ginástica ● Perito | Pistola ● Básico | Espingarda ● Básico |

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Robusta – 8 em Resistência | Furtiva – 10 em Agilidade | Adorável – 8 em Carisma

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Emocionalmente instável, Hannah sempre foi o tipo de garota a se encantar por tudo o que lhe parecesse clichê, desde o garoto mais bonito da escola até a patricinha mais popular e inacessível. Interessa-se com uma facilidade extrema e é capaz desinteressar-se com a mesma facilidade. Não é que não sejam reais os seus sentimentos, no entanto, ao perceber que não são recíprocos e que não irá conseguir nada do alvo de seu desejo, simplesmente parte em direção a um novo amor que possa lhe suprir a forte carência emocional que possui. Isto se aplica somente às sua relações amorosas – já que na maioria das vezes aconteceram em sua cabeça -, já que em contra partida, quando coloca algo que não envolva seus sentimentos e suas emoções, na cabeça, sabe como ser persistente e determinada.

    Avoada e distraída, apesar de constantemente viver no mundo da lua, sempre foi inteligente e capaz de assimilar tudo o que lhe é ensinado. Toda esta inteligência, entretanto, a é um pouco faltosa em questões sociais, já que pode ser facilmente manipulada por aqueles que possuem uma boa lábia ou simplesmente queiram passar a perna na morena. Um dos exemplos disso é sua melhor amiga, Daisy, que sempre a usou como uma marionete no intuito de realizar todos os seus caprichos. Por ser ingênua demais, muitos se aproveitam de sua bondade e compaixão, pois dificilmente consegue enxergar o lado ruim e maligno das pessoas e, na verdade, acredita que todos possuam bondade em sua essência, sendo incapaz de abandonar alguém ou desistir de seus amigos. – diferente de outras pessoas, né Daisy!-

    Sempre gentil e simpática, Hannah raramente age com falta de educação, mesmo com aqueles que merecem, nem mesmo o estopim foi capaz de mudar o pensamento da garota, que continua acreditando que um dia quando acordar tudo voltará a ser como antes.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Atualmente com 1,70 de altura e pesando 55kg, Hannah tem um corpo mediano e um pouco atlético, cabelos castanhos ao natural, olhos com uma coloração acastanhados e bem grandes, sua boca é lindamente modelada. Seus seios são medianos e sua barriga escassa, seus músculos não são definidos como antes.
    Nos dias atuais Hannah usa roupas simples, uma blusa branca de mangas longas, short de tecido e um sapatênis na cor azul bebê.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Fazia pouco mais de três meses que Hannah havia se mudado para Sacramento, estava morando com sua mãe e o padrasto. Quando escutou a buzina de carro levantou de sua cara curiosa e foi até a porta. Era Daisy, sua amiga da antiga escola, a ruiva vinha em direção a morena dizendo estar morrendo de saudades e logo depois as duas se abraçaram, Daisy dissera que passaria o final de semana com Hannah. No dia seguinte Daisy sugeriu que ambas fossem em um show que teria no shopping da cidade, a boyband daria um super show e a ruiva não iria perder a chance de encontrar com o tão amado grupo, já imaginava como todas ficariam morrendo de inveja quando soubessem que ficou com o vocalista da banda mais falada da escola onde estudava.

    Finalmente chegaram no shopping, Hannah passava ao lado de uma exposição de games quando pôde ver seu amigo de escola, Cameron, um garoto que tinha aula de ciências humanas com a morena, não teve nem tempo de parar para cumprimentar o amigo pois Daisy a puxava para o local onde aconteceria o show que por sinal estava lotado mas a ruiva daria um jeito de entrar junto com Hannah sem terem que enfrentar nenhuma fila, ela tinha duas pulseiras vip além de dois tickets para ir até o camarim dos garotos. No final do show ambas estavam dentro do camarim, Daisy e Hannah, mas de repente aparecera um homem dizendo que algumas fãs estavam enlouquecidas, mordendo qualquer pessoa que entrasse em seus caminhos, logo a sala onde os integrantes da banda estavam foi trancada, Hannah e Daisy ainda estavam na sala junto com algumas outras fãs, depois de algumas horas todos tinham consciência do que estava acontecendo. Não se falava em outra coisa a não ser sobre vacina contra a Poliomielite, na internet… A internet parou por volta dos 3 primeiros dias, os sinais de celulares na primeira semana… Quando uma pessoa infectada te mordia, você já estava morto e só lhe restara um tiro na cabeça para acabar de vez com sua vida.

    De todo o grupo que se formou no início, pelas fãs, os produtores, organizadores e os garotos que faziam parte da banda, só restaram Hannah, Daisy e James o vocalista da boyband, passaram 2 anos dentro de Sacramento, passaram cerca de 1 ano se escondendo em casas, lojas, supermercados e outros lugares… entraram em outros grupos de sobreviventes e saíram… as vezes por brigas, outras por que o grupo se separavam em ataque de hordas. Hannah aprendeu como manusear pistolas e espingardas, não era muito boa com armas mas uma vez ou outra conseguia uma. No ultimo grupo onde os três jovens amigos estavam, um cara mais velho com cerca de 30 anos tentou se aproveitar sexualmente de Hannah mas James ao perceber, partiu para cima do homem, ocasionando uma briga entre os membros do grupo, no final James acabou sendo chutado para fora do trailer e diante daquela situação Hannah não podia ficar parada olhando seu amigo ser deixado para morrer, a mesma até tentou aliviar a barra de James mas não conseguiu fazer nada para ajudar, a garota não pensou duas vezes e gritou para que parassem a grande lataria, aquele, talvez seria o pior dia de Hannah… O homem que tentou se aproveitar da mesma, abriu a porta do trailer em movimento e a jogou para fora, Daisy não moveu um músculo para ajudar a amiga.

    Depois de ser jogada para fora do trailer Hannah tentou se levantar mas era quase impossível, tentou outra vez e pôde sentir uma mão lha ajudando a levantar, era James que não havia se machucado tanto quanto a morena. James e Hannah foram para uma casa que parecia ser segura e algumas horas depois o cantor deixou a garota em um quarto da casa e saiu para procurar remédios, é claro que não podia sair por ai com a morena no estado em que ela se encontrava. Quando James estava voltando para a casa que parecia ser segura pôde avistar alguns zumbis entrando dentro da mesma… Hannah não morreu aquele dia, um homem havia entrado na casa em tentativa de despistar alguns zumbis, se deparou com Hannah e ajudou a jovem… Hoje em dia Hannah está sozinha, não conseguiu ver o homem que lhe ajudou sair da casa.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Camila Cabello - I Have Questions

    ▪ i n v e n t á r i o
    Pistola Taurus838 | Isqueiro e uma carteira de cigarros. (lacrada) | Lanterna | Um facão (em mãos).

    ▪ a n e x o s

    N P C S

    Spoiler for Alcide

    A L C I D E
    ❝   The devil has come to carry you home   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Geralmente encontrado sentado em uma cadeira de praia amarela, fitando a rua entre as grades do portão com o rifle a tiracolo, Alcide é um cara reservado e misterioso. Aprecia conversas, visto que costuma passar dias inteiros sozinho, fazendo nada além de observar. Famoso por suas histórias fantasiosas e mirabolantes, jamais deixou escapar um respingo sequer sobre sua história verdadeira, alimentando não só a curiosidade das crianças como dos adultos também. É carismático e brincalhão, fala em enigmas e 80% de suas frases não fazem sentido nenhum, mas por algum motivo, ainda cobiçam a atenção de muitos moradores.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Neptune | @shawny

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Meus fins de semana são apertados e provavelmente estarei sempre ausente durante o dia deles, disponível para turnar somente de madrugada. Já, durante a semana, é mais fácil me encontrar online, principalmente no horário da tarde e madrugada.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Alcide está indisponível para Romance

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Conhecido somente como Alcide, nunca chegou a expor seu sobrenome para os moradores do acampamento, quando questionam, ele desconversa. Alcide é de origem grega e significa forte.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Alcide possui 53 anos de idade, ninguém sabe seu signo ou data de nascimento.

    ▪ s t a t u s
    Morador do acampamento Alphaville desde o mês de Julho. É o principal patrulheiro, designado a vigiar os portões dia e noite, reside a casa de número O1, sozinho á seu pedido.

    ▪ a f i n i d a d e s
    F A M I L I A R E S
    Não se sabe o paradeiro de sua família.
    A M I Z A D E S
    Charlie
    ▪ O garoto gosta de ouvir suas histórias | Lucy ▪ Alcide gosta de assustá-la com algumas lendas
    C O N H E C I D O S
    O restante do Acampamento

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Impossível especificar, Alcide expõe muito pouco de sua personalidade para que sua tendência e lealdade seja testada.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Jamais citado. As crianças costumam brincar nas horas vagas de adivinhar o que Alcide costumava fazer antes do apocalipse, dentre os palpites o principal é presidiário.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Inglês ▪ Básico | Motorista&Motociclista ▪ Perito | Gastronomia ▪ Básico
    Agronomia ▪ Básico | Mecânica ▪ Básico
    Rastreamento ▪ Básico | Caça ▪ Perito | Pesca ▪ Perito
    Pistolas ▪ Perito | Revolveres ▪ Básico | Espingardas ▪ Perito | Metralhadoras ▪ Básico | Fuzis ▪ Perito

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O3 – 5O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    R O B U S T O ▪ 08 ResistênciaL Í D E R ▪ 08 Estratégia V I L Ã O ▪ 12 Lábia | A D O R Á V E L ▪ 08 Carisma

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Alcide possui 1,88m de altura e cerca de 90kg distribuídos em um corpo largo. Possuí alguns músculos nos braços, brevemente definidos, e ainda que aparente ser bastante forte, parte de seu tamanho é apenas gordura. A barriga é brevemente saliente, do tipo inchada, que sequer faz dobras ao sentar, consequência de uma vida de beberagem. Adora bonés, aparece cada dia com um diferente cravado na cabeça, suas camisetas são sempre muito estampadas, com botões e bolsos onde guarda seus cigarros feitos em casa. Nos pés costuma usar chinelos ou botinas, odeia o calor de Sacramento.
    Suas íris são escuras em uma mistura de castanho e verde, os olhos são contornados pelas marcas da idade, com pálpebras pesadas. A sobrancelha é grossa, mas seu desenho tem lá um charme, bem arredondada. O nariz é alargado e pontudo, nada delicado, mas acaba por passar despercebido em meio á sua barba densa e grisalha. Os cabelos são castanho escuro, no entanto os fios brancos já começaram a surgir, como uma praga para relembrá-lo que o tempo não para.

    ▪ s o u n d t r a c k
    The White Buffalo – Highway Man

    ▪ i n v e n t á r i o
    Fuzil Imbel 308 | Um maço de cigarros caseiros | Bloco de notas | Óculos para leitura

    ▪ a n e x o s

    Spoiler for Dante Horn Smirnov

    D A N T E   H O R N   S M I R N O V
    ❝   Let the bodies hit the floor   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Dante possui distúrbios psicológicos que afetam sua agressividade, a falta de tratamento durante a infância e a intolerância com suas adversidades agravaram intensamente sua falta de controle. Incapaz de sentir remorso e completamente inconsequente, sua presença é um risco á vidas, uma vez que se ofenda com facilidade e possua um temperamento extremamente delicado. Pode se tornar possessivo e mudar de humor rapidamente, é preciso ter cautela ao escolher palavras na presença dele, afinal elas servem como detonadores para a bomba que ele é. Possui certa honra, é intrépido, não teme a morte, e age com impulso maior parte do tempo. No entanto, na presença de Amelia, costuma esforçar-se para tomar boas decisões, coisa que exige muito de seu raciocínio – quase inexistente – e só serve para deixá-lo ainda mais estressado. Acertou uma parceria de trocas com Jullie, portanto passará a visitar AlphaVille sob a supervisão dela.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Neptune | @shawny

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    Meus fins de semana são apertados e provavelmente estarei sempre ausente durante o dia deles, disponível para turnar somente de madrugada. Já, durante a semana, é mais fácil me encontrar online, principalmente no horário da tarde e madrugada.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Dante está disponível para romance.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Dante Horn Smirnov. Herdou os dois sobrenomes do pai, visto que nunca conheceu sua mãe biológica. O nome, de origem latina, significa duradouro e permanente.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Nasceu no dia 05 de novembro de 1992, sendo um escorpiano puro, do segundo decanato. Possui, atualmente, 27 anos de idade.
    < ✹ Escorpião – ⇐ Escorpião – 🌙 Gêmeos – ∨ Escorpião >

    ▪ s t a t u s
    Dante é um nômade solitário. Conhece e frequenta o acampamento Alphaville, pois possui um acordo de trocas com a líder Jullie.

    ▪ a f i n i d a d e s
    C O N H E C I D O S
    Julliette Morgan ▪ Parceria de Trocas | Baron Pestock ▪ Conhecido do Tráfico
    Demyan Morozov ▪ Conhecido do Tráfico | Akantha Asker ▪ Conhecida do Tráfico
    A F E T I V O
    Amélia Constagnolli ▪ Ele não sabe descrever essa relação
    F A M I L I A R E S
    Mackenzie Smirnov ▪ Filha

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Maligno & Leal. É inconsequente e possui um temperamento explosivo, a honra provavelmente é sua única qualidade.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Costumava trabalhar como capataz para líderes do tráfico de drogas local, seu desdém para com o bem estar alheio facilitava os serviços.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Inglês e Russo ▪ Básico | Motorista e Motociclista ▪ Básico
    Mecânica ▪ Básico | Krav-Magá ▪ Perito
    Rastreamento ▪ Básico | Pesca ▪ Básico
    Pistolas ▪ Perito | Revólver ▪ Básico | Espingarda ▪ Perito

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O3 – 5O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Gladiador ▪ Força 14 | Casca-Grossa ▪ Resistência 15
    Furtivo ▪ Agilidade O8

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Dante possui cerca de 1,80 de altura e 70kg, distribuídos em um corpo esguio, mas rico em massa muscular. Os músculos sutis preenchem as mangas e estufam-lhe o peito, no entanto seu dorso é fino, o que lhe dá um aspecto miúdo, apesar da altura. Costuma usar jeans, bermudas, coturnos e camisetas com jaquetas, preferindo sempre cores neutras.
    Sua íris é de um azul acinzentado, a abertura dos olhos é fina e alongada, demarcada por cílios ralos e curtos. As sobrancelhas são espessas e desordenadas, rudimentarizando suas expressões. Os lábios de espessura mediana possuem um tom salmão pouco atrativo. Os cabelos costumam ser cortados mais curtos nas laterais, enquanto no topo os fios castanhos e finos permanecem bagunçados e rebeldes.
    As mãos são grandes e repletas de antigos ferimentos, ele costuma usá-las enfaixadas, visto que são suas principais armas e é comum que ele esmurre objetos e pessoas por aí. Desenvolveu recentemente o hábito de fumar em uma tentativa frustrada de manter a cabeça no lugar, por tanto o odor deles costuma persegui-lo.
    Possui diversas cicatrizes, desde perfurações á queimaduras. A única tatuagem que possui é no centro das costas, uma espada com olhos no cabo, símbolo do clube em que trabalhava no passado.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Combichrist – Never Surrender

    ▪ i n v e n t á r i o
    Trench Knife | Pistola Taurus 1911

    ▪ a n e x o s


    #1135

    Spoiler:
















    Spoiler:
    Obrigada @artemis, pr confeccionar as carteirinhas de Charlie,
    Tiffany, Horus e Veruska. Gratidão. ♥


    #1206

    ARABELLA WRINTER
    Code

    Spoiler:

    A R A B E L L A   W R I N T E R
    ________________________________________________________________________________________________________
    Desde cedo Arabella aprendeu que confiar facilmente em pessoas pode ser um grande problema. No estado atual em que as coisas estão, ela acredita mais ainda. Tem consciência de que o estopim foi capaz de transformar – de maneira negativa – o caráter de muitos. Entretanto, ainda crê na possibilidade da vivência em harmonia. Já ouviu aquela frase: “cada um no seu quadrado”? Bem, encaixa-se perfeitamente no caso da morena. Contanto que você não invada o espaço que lhe for delimitado, as coisas irão bem. Apesar de parecer um pouco “caminhoneira” em alguns momentos, ama criar novos laços de amizade e compartilhar seus conhecimentos.
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Mirabella

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    30/06 a 01/08 – Dias de semana: o dia inteiro. Fins de semana: somente manhãs.
    A partir de 01/08 – Dias de semana: tardes e manhãs – período noturno indefinido. Sábados: indisponível. Domingos: manhãs – período noturno indefinido.

    ▪ m p | r o m a n c e
    Disponível.

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Arabella Wrinter, apelidada como Bella ou Bell pelos mais íntimos. Não possui registros paternos ou maternos, este foi o nome que deram a ela enquanto vivera no Orfanato.

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Nascida em 18 de Junho possui ao todo 26 anos. Seu signo solar está em Gêmeos, regido por Mercúrio, o planeta da comunicação.

    ▪ s t a t u s
    Nômade indo para o Acampamento.

    Antes de rumar em direção ao local, Arabella locomovia-se junto de seu amigo Christopher, de um lugar para o outro, como Nômade em Grupo – ou dupla.

    ▪ a f i n i d a d e s
    F A M I L I A R E S
    Nenhum.
    A M I Z A D E S
    Christopher – amigo de longa data. Conheceram-se antes do estopim, em uma biblioteca, no Texas, durante o tempo em que Arabella esteve por lá. Embora fosse tímido, Chris era – e continua sendo – um amante do conhecimento, o que cativou a morena. Passaram horas conversando sobre diversos assuntos e decidiram manter contato. Muitos se surpreendem com o fato de não terem avançado para um relacionamento mais… profundo. Quando perguntada, responde sarcasticamente com “ah, é o Chris… Ele não faz bem o meu tipo, sabe?”.
    A amizade se estabeleceu e ao que parece, perdurará por um longo tempo.

    C O N H E C I D O S
    Disponível.

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutro & Imparcial.

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Atriz.

    Antes que pudesse concluir o curso de Psicologia, em seu último ano, a morena se deu conta de que aquele lance era sério demais para ela. A partir daquele momento, sua vida tomou um rumo diferente. Passou a viajar pelas cidades americanas em seu Cadillac, o qual denomina como Carmen, fazendo com que lhe fossem atribuídos alguns empregos meio… inusitados, já que de alguma forma precisava se manter. Quando por fim decidiu “sossegar”, iniciou suas aulas de teatro e, desde então, essa tem sido a sua paixão, logo ao lado de Carmen.

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Inglês • Básico | Motorista • Básico | Doméstico • Básico | Psicologia • Básico | Tecnologia • Básico | Cabeleireiro • Básico | Rastreamento • Básico | Caça • Básico | Pistolas, Revolveres • Básico | Teatro • Perito

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Nível de Capacidade O1 – 4O

    ▪ h a b i l i d a d e s
    M A N I P U L A D O R – Lábia
    F U R T I V O – 8 Agilidade
    A D O R Á V E L – 8 Carisma

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    Desde muito cedo Arabella precisou aprender a se virar sozinha. Em um mundo onde crescer em um orfanato, não ter nada que realmente seja seu ou viver no caos completo, com medo de levar um sopapo de alguma criança maior e até mesmo algum adulto, aprender a se proteger e a não confiar facilmente em outras pessoas é essencial. Ela não depende de ninguém – nunca dependeu, aliás – muito menos espera por isso. Sua independência é firme o bastante para andar com os próprios pés e não tem o mínimo desejo de esperar pela pouca boa vontade das pessoas. Para ela sempre foi: “levanta a bunda da cadeira e vai”, então não existe a desculpa de que as coisas não vão funcionar ou que você não consegue fazer, é tudo uma questão de boa vontade e objetividade.
    Conviver com as mais variadas pessoas lhe proporcionou uma mentalidade aberta e livre de preconceitos, sem a diferenciação e segregação de pessoas por nada além de seu caráter. Ela não suporta que se metam em sua vida, então certamente não fará o mesmo com você, o que importa é o agora, o que fez ou deixou de fazer no passado, não a interessa. Ela te aceita com todas as tuas merdas, desde que isso não prejudique nem atrapalhe a vida de ninguém, está tudo certo.
    Amante de tudo que lhe traga conhecimento e possibilite novas experiências, está em constante busca pelo novo e pelo enriquecimento pessoal. É uma aventureira nata, sempre procurando expandir seus horizontes e seu intelecto por meio de informações e de conteúdos dos mais diversos. Tal anseio por mais propiciou-a uma visão ampla e crítica sobre a vida e as pessoas, o que não significa que seja inflexível, muito pelo contrário, está sempre pronta a lidar com opiniões divergentes e crê que elas existam para que cada indivíduo se torne único.
    Completamente desbocada, a morena é um poço de ironias, sarcasmos e provocações. Manifesta sua simpatia desta forma e adora transformar conversas muito formais em diálogos completamente impessoais. É capaz de dizer diretamente a você seus desejos, sejam eles quais forem, bons ou ruins. Embora não diga o que pense sobre a maior parte das pessoas, em meio a caras e bocas, é fácil lê-la através de suas expressões faciais nada enigmáticas e pouco convencionais. Possui sempre uma resposta na ponta da língua, adora bancar a engraçadinha e chega até mesmo a ser petulante sem nem sequer se dar conta. Além disso, sua criatividade vai além do imaginável e a permite se livrar facilmente de situações inesperadas. Digamos que a sua profissão contribua em grande parte para isso, já que a sua lábia e o talento para se fazer de desentendida já a livraram muitas vezes de se ferrar.
    Seu intelecto interfere diretamente em sua forma de se comportar socialmente. Sua destreza para assimilar tudo o que lhe é transmitido e a facilidade em repassar tais aprendizados proporcionou a Arabella uma forma ímpar de comunicar-se com outras pessoas. Sabe como sustentar uma boa conversa seja ela qual for e mostra-se profundamente interessada no que o outro tem a dizer.
    Adora envolver-se amorosamente com outros indivíduos e saciar seu forte desejo sexual, o que não significa que estas relações sejam duradouras. Por ser desapegada de mais, tanto com pessoas quanto com objetos, sabe levar como ninguém um relacionamento aberto ou se contentar com um simples sexo casual sem compromissos. Não curte se prender muito a pessoas, e quando sente que está se envolvendo mais do que deveria, tende a se afastar um pouco para reorganizar seus pensamentos. A verdade é que Arabella precisa parar, pensar e analisar o que está sentindo e se aquilo realmente vale a pena. Sua racionalidade não a permite entregar-se de maneira espontânea, é preciso ponderar suas emoções. Além disso, não suporta cobranças, nem brigas por motivos fúteis, nem ser controlada.
    Gosta de assistir o circo pegar fogo, desde que não seja com ela. Quando sente que estão enchendo muito o seu saco, afasta-se e larga quem quer que seja falando sozinho. Para ela, uma boa conversa, onde os pontos de vista se esclareçam de maneira civilizada, são os úncios toleráveis, já que não tem a miníma paciência para aguentar as reclamações de ninguém. O que não significa que não se diverta acompanhando um bom drama mexicano entre outras pessoas.

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    O pequeno corpo de Arabella dispõe de medidas proporcionais ao seu tamanho, 1,66 de altura, em conjunto com seu peso, 55kg. Suas curvas, embora bem definidas, não são volumosas; tudo ali é pequeno, desde seus seios aos seus quadris. A cintura é fina e demarcada, provavelmente devido a sua genética, pode comer o tanto que for, ela não engorda de jeito nenhum – o que lhe provocou muitas inseguranças ao longo de sua adolescência. Anda com tanta leveza que às vezes passa-se despercebida por outras pessoas. Veste-se de maneira casual e despojada, de forma a sentir-se livre para qualquer movimento. Seu cabelo, castanho claro, é naturalmente liso, embora seja comum acordar e senti-lo um pouco rebelde, em perfeita harmonia com a sua verdadeira essência. Atualmente, encontram-se na nuca, mas geralmente deixa-os crescer somente na altura dos seios, acredita que dê muito trabalho para cuidar.
    Seu rosto possui traços finos e graciosos, em consonância com todo o restante de sua estrutura corporal, aparentando certa fragilidade. Os olhos são de tonalidade verde, transpassando todo o brilho e jovialidade que a morena carrega O nariz franzino é pequeno visto de todos os ângulos, bem como seus lábios, que acomodam um belo sorriso. Sua pele é branca e sensível, embora tenha se tornado um pouco dourada devido ao sol.
    Possui uma tatuagem em seu antebraço esquerdo.

    ▪ d e s c r i ç ã o   c o m p l e m e n t a r
    Arabella não se recorda de nenhum acontecimento anterior ao seu acidente.

    ▪ s o u n d t r a c k
    Arctic Monkeys – Arabella

    ▪ i n v e n t á r i o
    • Chaves do seu carro;
    • Um maço de cigarros orgânicos;
    • Esqueiro;
    • Pistola Bobcat 21;
    • Uma faca grande de cozinha;

    ▪ a n e x o s


    #1214

    A D D I S O N. C A R V E R

    { C Ó D I G O }

    Spoiler:

    ADDISON CARVER
    ❝   Prefiro morrer acreditando em uma mentira, do que viver sem acreditar em nada   ❞
    ________________________________________________________________________________________________________
    Com passado perturbante e futuro indefinido, a jovem russa segue sua jornada com um sofrimento, que não poderia ser carregado por uma pessoa só. Quando criança, sua mãe havia morrido em um acidente de carro, tendo que sobreviver sem ninguém para sustentar a ela e seu irmão. Ela crescia, e a cada ano iam ficando sem dinheiro e alimento, então foi atrás de emprego numa loja de conveniência perto de sua casa. O salário não era muito, mas podia comprar os medicamentos de seu irmão asmático, era batalhadora e realmente queria que voltassem a ter uma vida decente, idêntica a de antes da morte de sua mãe. Mas aquela doença que se espalhava pelo mundo só começava a piorar as coisas…
    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   A U T O R

    ▪ n i c k n a m e
    @Carver

    ▪ d i s p o n i b i l i d a d e
    A noite aos dias da semana e praticamente o dia inteiro aos finais de semana

    ▪ m p | r o m a n c e
    Não de acordo

    ________________________________________________________________________________________________________
    Á R E A   D O   P E R S O N A G E M

    ▪ n o m e   c o m p l e t o
    Addison Grace Carver

    ▪ i d a d e   e   a s t r o l o g i a
    Vinte e seis – 15/12/1991 – Signo de sagitário

    ▪ s t a t u s
    Nômade – em busca de grupo

    ▪ a f i n i d a d e s
    Charlie Carver – Irmão desaparecido

    ▪ t e n d ê n c i a   e   l e a l d a d e
    Neutro & Imparcial

    ▪ f o r m a ç ã o   e   p r o f i s s ã o
    Ex funcionaria de uma pequena loja de conveniência – Formada em engenharia elétrica

    ▪ c o n h e c i m e n t o s
    Idioma Espanhol – Básico
    Idioma Inglês – Básico
    Idioma Russo – Básico
    Motorista – Básico
    Fotografia – Básico
    Psicologia – Básico
    Judô – Básico
    Engenharia elétrica – Perito

    ▪ a t r i b u t o s   e   n í v e l
    Este personagem se encontra no nível O1 – 4O pontos

    ▪ h a b i l i d a d e s
    Combatente e robusta

    ▪ d e s c r i ç ã o   p s i c o l ó g i c a
    De mente forte, normalmente calma e quieta, preferindo não demonstrar seus sentimentos, raramente mente para as pessoas ao seu redor e odeia quando a subestimam. Uma pessoas extremamente justa e independente, com dificuldades em socializar e se aliar a outros, desconfia muito facilmente de qualquer um e contem raciocínio rápido

    ▪ d e s c r i ç ã o   f í s i c a
    Altura mediana, cabelo curto e vermelho, olhos azuis e grandes, corpo com poucas curvas, rosto redondo e boca pequena

    ▪ s o u n d t r a c k
    Jason Gallagher – Have Mercy – Link

    ▪ i n v e n t á r i o
    Z Whacker ( bastão de ferro – Obs: ignore os espinhos por enquanto ), Colar, Foto do irmão ( Charlie ), Pistola ( M1911 ) e Luvas de couro

    ▪ a n e x o s

    #1223

    ❝   There is no home for us   ❞


    Sejam bem vindos ao fim do mundo, a partir de agora vocês são todos(as) minhas vadias!

    R E G R A S
    Antes de começarmos, existem informações importantes as quais devo ressaltar, relembrar e explicar. Comecemos pelas regras:
    1 ] É obrigação do autor informar sobre futuras ausências, e neutralizar o personagem antes de se ausentar no RPG. Neutralizar o personagem significa exilá-lo dos demais personagens, colocando-o para dormir, ou simplesmente aquietar-se dentro de um local seguro. Não neutralizar o personagem fará com que sua ausência congele outros personagens, e isso pode acarretar punições sobre os atributos. Sendo assim, sempre tome cuidado para não atrapalhar as interações de outros autores.
    2 ] Lembre-se que o prazo de turnos é de 48h quando se está interagindo. Personagens que estão sozinhos lhe dão 3 dias para turnar. Personagens em combate possuem prazo de apenas 24h. Quanto mais tempo você demorar para responder, após a expiração do prazo, mais penalização seu personagem receberá nos atributos, podendo até a retroceder de nível. Fique atento, caso suspeite que precisará de tempo em off, me avise que conversaremos e decidiremos juntos a melhor alternativa para o futuro de seus personagens.
    3 ] Por favor, lembre-se SEMPRE da regra sobre turnos extensos e com conteúdo dispensável. Nós não estamos aqui para ler enrolação, nós queremos conteúdo de verdade, movimentação, e um RPG que se desenvolva rápido. Ainda assim, o mínimo de linhas é de 8 (com fonte 11).
    ________________________________________________________________________________________________________

    P E N A L I Z A Ç Õ E S
    Vocês devem lembrar que as fichas tinham um prazo de entrega que expirava ás 23h59 do dia 25/O6. Muitas autoras ralaram e deixaram de lado afazeres importantes em of para conseguirem fazer as entregas a tempo, e como houveram personagens que foram entregues após o prazo, seria completamente injusto deixar isto em branco. Fichas atrasadas receberão punição, mas antes de anunciá-la gostaria de ressaltar que compreendo e entendo as dificuldades de todas vocês em elaborar as fichas, sei que empecilhos acontecem, e sinto muito em ter de tomar estas medidas. Espero que todas entendam minha posição, pois entendo a de vocês.
    Os personagens penalizados são: Cody Davis, Cristos, Ella Brandon, Lucia Tremayne e Demyan Morozov. Os quatro primeiros começarão com 70% de saúde, no entanto Demyan começará com 50%, por motivos já debatidos no júri. As autoras possuem liberdade para escolher como essa penalização refletirá na saúde do personagem, seja por ferimentos de combate ou doenças, contanto que os sintomas se equiparem com a porcentagem dada. É interessante explorar essa situação e fazer com que revertê-la seja o objetivo de seu personagem, pondo-o para buscar medicamentos ou auxílio médico, por exemplo. Isso com certeza irá dar vivacidade para sua interpretação. O único personagem que já começará com a disfunção definida é Demyan Morozov, ele está com uma infecção urinária já diagnosticada, uma vez que esteja na presença de Ella Brandon, com conhecimentos médicos gerais. Demyan precisa encontrar 14 comprimidos de Norfloxacino, o antibiótico indicado para combater a infecção. Recomenda-se que a autora pesquise no google os sintomas para conseguir interpretar as condições do personagem.
    ________________________________________________________________________________________________________

    D I S T R I B U I Ç Ã O
    ◽ Para nômades
    Mesmo que medicamentos entrem naquela regra do sistema de itens e mochila, que diz que o que você encontra facilmente seu personagem também, não são facilmente encontrados. Afinal foram os primeiros itens a serem saqueados. Sendo assim, cada grupo possuirá:
    5 comprimidos de Ibuprofeno.
    1 rolo de esparadrapo.
    1 pacote com 3 gazes.

    ◽ Para nômades e acampamento
    Referente a armamento, cada personagem possui sua arma de fogo, selecionada na ficha, e mais uma ou duas armas de curta distância. As munições, diferente dos medicamentos, são contabilizadas individualmente:
    5 munições da arma que porta.

    ◽ Para acampamento
    Lembre-se que a líder Jullie não permite que moradores que não estejam na patrulha ou entre os soldados porte armas de fogo dentro do acampamento. Qualquer um pode transitar com armas a curta distância presas as roupas, mas armas de fogo são apenas para aqueles o qual Jullie tem certeza que não irão ferir alguém por descuido. As armas que o acampamento possuem são as mesmas que cada um de vocês citou nas fichas, aquelas armas pertencentes a personagens que andam desarmados ficam guardadas e contabilizadas no estoque de armas, localizado em um dos quartos da moradia de Jullie, elas podem ser emprestadas para saques e são consideradas de propriedade do acampamento em geral.

    ◽ Para nômades
    Nenhum grupo nômade iniciará com carro, encontrar um fará parte de seu objetivo caso tenha a intenção de se locomover. Para encontrar automóveis você precisa citar no turno que este é seu objetivo, e em seguida receberá uma narração sobre as proximidades do personagem. O acampamento possui automóveis, e eles foram citados no post principal.

    ◽ Para nômades
    Assim como o armamento os alimentos são distribuídos individualmente, sendo assim, cada personagem nômade possui:
    Alimento para 1 dia, ou 2 se for racionado.
    1L de água dividido em duas garrafas de 500ML.
    Lembre-se que água potável é distribuída somente em ALGUMAS casas, e elas estarão destacadas no mapa.

    ◽ Para nômades
    Itens de utilidade são essenciais, e são contabilizados como 1 para cada dois personagens. Sendo assim, se seu grupo possui 4 personagens, ele possuirá 2 de cada item de utilidade:
    Lanterna a pilha.
    1 pilha
    1 item sonoro. (boneca que fala, despertador, etc)
    1 caixa de fósforos (100 unidades)
    1 pacote velas (10 unidades)

    ◽ Para o acampamento
    Itens de iluminação como fósforos, isqueiros, velas e lanternas estão a disposição, já distribuídos nas residências.
    ________________________________________________________________________________________________________

    M A P A
    O mapa não será disponibilizado inteiro, pelo menos não enquanto eu tiver ânimo para editá-lo toda vez que um personagem se locomover. O mapa geral do RPG foi customizado com base de apenas um terço de um bairro, sendo assim, todos os personagens se encontram neste espaço, que não é tão grande assim para o nûmero de personagens que temos.
    Jullie e Dante são os únicos personagens no RPG que possuem um mapa completo da área do RPG. Jullie é a atual líder dos soldados no acampamento, sendo assim, ela é a responsável por criar as táticas dos saques e não vê motivos para compartilhar o mapa com os demais moradores, nem eles demonstram interesse nisso. E bem, caso você queira espiar, talvez deva tentar com o Dante… Ou deixar quieto mesmo.
    Os demais personagens, e neste ponto me refiro aos nômades, irão receber somente uma pequena fração do mapa, que desvenda somente até onde os olhos dos personagens vão. Toda vez que um grupo nômade se movimenta até a extremidade de sua fração de mapa, receberá uma nova fração, e as vezes ela pode vir acompanhada de uma surpresa que exigirá atributo de percepção (lógica) para que seu personagem seja capaz de desfrutar. Fez cara feia por ter um personagem com lógica baixa? Oh droga, queria ter visto isso.
    Algumas players possuem mais de um personagem, caso você seja uma dessas, e por ter 2 ou mais personagens nômades recebeu mais de uma fração de ficha… Tenha compostura, não compartilhe sua fração de mapa, isso é um jogo de sobrevivência e descoberta, compartilhar este tipo de informação poderá estragar a sua experiência e a de outros autores. Tenhamos decência.
    Para que tudo fique bem explicado, todos os nômades com exceção de Sten e Cristos deverão ser interpretados como se estivessem na atual posição a algum tempo, pois isso explicará o porquê deles conhecerem somente a situação atual daquela região. Os mapas serão enviados em modo privado no MPL.

    ________________________________________________________________________________________________________

    O B J E T I V O
    Alguns personagens possuem objetivos bastante específicos, alguns a longo prazo, outros mais simples… Então iremos bolar um sistema bem singelo para ajudar tanto os outros autores a identificar o que seu personagem precisa, como ajudar a própria mestria a lhe ajudar. Toda vez que seu personagem estiver tomando uma decisão ou uma atitude com um propósito, você colocará um spoiler no final do turno mencionando a meta de seu personagem. Por exemplo, se seu personagem saiu pelas ruas para procurar um carro, você descreverá no turno ele procurando, e no final do turno, em of, dirá que ele busca um carro dentro do bendito spoiler. Com sorte isso irá causar uma narração benéfica, com um pouco menos de sorte talvez eu teste se você é merecedor de receber o que quer. Mas quem não arrisca não petisca!
    Personagens nômades que querem ir para o acampamento, ou simplesmente encontrar novos sobreviventes, também devem colocar estas metas a longo prazo no spoiler. Resumidamente, qualquer coisa que seu personagem queira ou procure pode ir dentro desse spoiler final, até se ele estiver afim de, sei lá, um pirulito, ou buscando um ente querido.
    ________________________________________________________________________________________________________

    T U R N O S
    Achei necessário ser bem exigente com o modelo de turnos, uma vez que o HaZard possua um número muito grande de sistemas e que todos sejam extremamente importantes. Todos os requerimentos citados aqui são de cunho OBRIGATÓRIO, e a não utilização de tal padrão poderá acarretar em advertência.
    O turno será dividido em 6 partes:

    1 ] O spoiler de características fixas: No topo da postagem um spoiler deverá guardar a box de atributo, nível, habilidades e conhecimentos do personagem. Caso seu personagem evolua, ganhando pontos de atributo ou um novo conhecimento, não esqueça de atualizar.
    2 ] A imagem: Logo após deverá vir a imagem do personagem. Pretendo confeccionar carteirinhas para todos os personagens, e estou recebendo ajuda de algumas players para isso (obrigada @artemis, @saturn e @anueve). Mas, como estou com bastante coisas para fazer por hora, alguns personagens terão de turnar com imagens comuns até ganharem suas carteirinhas. O padrão de carteirinha possui três imagens, tendência, lealdade, idade e uma frase. Não use imagens muito compridas.
    3 ] As características fixas de não-capacidade: Caso você ainda não tenha carteirinha, aqui deverá ser citado a Tendência/Lealdade e idade do personagem.
    4 ] A barra de informações: Se trata de informações que serão atualizadas com frequência, conta com Local, Saúde, Mãos e interação.
    5 ] O turno: Logo abaixo todas essas informações deverá ser feito o turno, de no mínimo 8 linhas.
    6 ] O objetivo: Nas imagens de exemplo você não irá ver essa parte pois eu esqueci dela na hora de bater os prints (perdoa). Mas, como mencionado logo ali em cima, no final da postagem deverá haver um spoiler com o objetivo atual do personagem, a ausência de tal será interpretada como se o personagem não possua objetivo. Você pode acumular mais de uma meta no spoiler.
    NÃO USE CORES CLARAS DEMAIS

    Exemplos
    ________________________________________________________________________________________________________

    A C A M P A M E N T O
    Clique Aqui para conferir o estoque de armas do acampamento, e Aqui para conferir a distribuição de funções dos personagens, alguns receberam funções secundárias, então confira se seu personagem não ganhou nada a mais! E clique Aqui para conferir a distribuição das casas do acampamento.
    As conquistas do acampamento foram atualizadas!

    O turno é GLOBAL, e mesmo personagens que não estão no acampamento serão capazes de acompanhar os acontecimentos do turno, pois todos estão no mesmo terço de bairro.

    Spoiler:


    Local: Alphaville – Enfermaria Pátio| Saúde: 1OO% | Empunhando: P. Taurus 838 presa à calça
    Interações: Joseph e Alcide
    Próxima a Faraday e Amelia
    ________________________________________________________________________________________________________

            O sol da manhã entrava pelas janelas de vidro do cômodo, estendendo-se até a cama de solteiro onde Faraday jazia muito bem acomodado. Os lençóis limpos e o paparico dos funcionários do setor médico animavam o humor do cowboy e Jullie perceberia isso mesmo se já não conhecesse a pessoalidade do homem.
            Sentada em um banco recluso da movimentação entre médico e paciente, Jullie acompanhava os procedimentos que Joseph tomava para avaliar as condições físicas de Faraday. Em seu colo o rádio comunicador repousava esquecido após ter sido usado para transmitir a mensagem da chegada do cowboy, por Alcide. Enquanto comia sua maçã durante seu desjejum – muito tarde como sempre – a loura refletia por quanto tempo poderia permanecer parada ali sem questionar sobre como o homem havia passado durante todos esses meses ausente… Ela sabia que quando desce corda ele nunca mais pararia de falar. E então Amelia entrou o quarto, em passos lentos, em sua face a expressão de cansaço e melancolia pareciam se intensificar a cada manhã, e Jullie não pôde conter seus lábios de espremerem-se quando tais pensamentos passaram por sua cabeça, formando uma expressão de condolência quase instantânea, mas que não permaneceu ali por muito tempo. Seria besteira ela tentar enganar-se sobre desconhecer os motivos do abatimento de Amelia, Jullie sabia muito bem, e sentia-se péssima em não possuir o controle daquela situação.
            Então Jullie levantou, erguendo seus 1,75 de altura determinada a parar de procrastinar, bem a tempo de ouvir Amelia cumprimentando os demais e se apresentando para o nem tão novo morador. Jogou o miolo de sua maçã depenada na lixeira e deu poucos passos até o lado da cama, ignorando qualquer expressão vinda de Faraday sobre Amelia e o bebê que crescia desenfreadamente dentro dela.
    ― Acha que ele precisará ficar muito tempo aqui, doutor? ― Questionou, deixando os olhos deslizarem sob os braços com marcas avermelhadas de Faraday. E então ela pensou ter ouvido um zumbido, ergueu rapidamente a cabeça, fitando as paredes como se tal ação fizesse com que seus ouvidos captassem algo a mais. Joseph estava pronto para dar sua resposta, mas pareceu ter ouvido também, então calou-se, assim como a loura, tentando identificar de onde vinha aquele som atípico. ― Shhhh. ― Sibilou, erguendo os dedos e virando drasticamente para trás, para fitar a janela.
            O walk talk chiou sobre o banco onde ela tinha estado, e logo em seguida a voz roufenha de Alcide preencheu o cômodo, carregada com um tom claro de preocupação.
    ― Jullie???― O corpo dela estremeceu ao ouvi-lo chamá-la com tanta urgência, incapaz de controlar os milhares de pensamentos pessimistas que destroçavam seu sono a noite. ― JULLIE??? VOCÊ PRECISA VIR AQUI FORA.― Ela correu até o aparelho, e tão próxima a janela pode ouvir os murmúrios dos outros moradores lá fora. Dentro do quarto o silêncio era total, até a loura tomar o walk talk para si e finalmente responder. ― Estou indo!! Estou indo.― E correu porta a fora, sem sequer olhar para os lados. Desceu as escadas da enfermaria aos saltos enquanto tentava manter-se calma controlando sua respiração. Tamanha agitação até a impediu de continuar tentando decifrar a origem do som que preenchia o ar e ficava cada vez mais alto.
            Abriu a porta de entrada da enfermaria e foi cegada pelo encontro do sol de fim de verão, mas não parou, continuou andando até chegar ao centro da estrada do condomínio, e quando seus olhos finalmente se adaptaram a luz, pôde enxergar aquilo que todos encaravam boquiabertos.
    ― Mas que porra…?― Escapou por seus lábios, enquanto via-se fixa a mirar o helicóptero que aproximava-se do acampamento. O som de suas hélices fazia zumbis grunhir com mais vigor no lado de fora dos muros, e os vivos pararem de respirar no lado de dentro. A líder assistia inerte com a mão a fazer sombra sob os olhos, inapta a tomar qualquer ação contra a chegada da máquina. E quando ele estava prestes a sobrevoar sobre o acampamento… Parou. ― Merda. Merda. ― Ela falou pra si mesma, começando a mover-se ao ver o helicóptero planar sobre todos. Virava de um lado para o outro, encontrando seus moradores atônitos. ― Peguem suas armas! PEGUEM SUAS ARMAS! ― E sacou a pistola de suas roupas, destravando-a e apontando para o engenho gigante que planava acima de todos. Ela podia ver claramente a pintura militar no helicóptero, e havia um homem de capacete pendurado para fora, segurando uma arma imensa acoplada ao helicóptero, ele apontava para Alcide. Permaneceram assim por longos segundos, que mais pareceram horas, até que o helicóptero se moveu novamente, continuando seu trajeto e deixando o acampamento para trás com seus moradores de pernas bambas.
            Ela amoleceu os braços cansados, deixando a pistola pender ao lado de seu corpo, mas seus olhos continuavam presos ao helicóptero que sumia á distância. Dentro de si o sentimento de derrota crescia cada vez mais.

    Spoiler:


    Local: Residência Abandonada Quarto| Saúde: 1OO% | Empunhando: Mr. Jingles
    Interações: Mr. Jingles e Ella
    Próxima a Demyan e Diana

    ________________________________________________________________________________________________________

            Mr. Jingles balançava vagarosamente o rabo, sentado sob o parapeito da janela, enquanto Anastásia acariciava-lhe as barbichas. O gato parecia não importar-se muito com a presença da garota, mas mesmo assim ela continuava a afaná-lo. Seus olhos azuis e curiosos espiavam a rua pelo lado de fora, vendo o topo das cabeças dos errantes que perambulavam lá em baixo. Com sua percepção, conseguiu contar oito, todos adultos.
            Atrás de si Ella encontrava-se vasculhando gavetas, e Anastásia podia ver através do reflexo do vidro que a mulher apertava um dos ouvidos sem parar.Diana e Demyan estavam no outro dormitório, e a miuda preferia não aparecer muito lá, afinal o cunhado tinha estado um tanto impaciente desde que a doença a qual ela não lembrava o nome apareceu. Ela só sabia que era nas partes baixas.
            Rodeada de doentes e um gato, a criança sequer conseguia muita atenção da irmã, que se desdobrava como podia para tentar acudir os outros dois enfermos, e Anastásia começava a se sentir exilada, precisava de algo para entreter-se, e resolveu incomodar.
    ― Nós podíamos ver se tem ração para o Mr. Jingles naquele petshop ali da frente. ― Olhou para trás, afim de descobrir a reação de Ella, bem a tempo de vê-la encará-la com uma notável expressão de incredulidade, como se a garota estivesse falando absurdos. Anastásia entendeu o recado, Jingles não era a prioridade no momento. Girou a cabeça novamente, recostando a cabecinha miúda nos braços enquanto olhava o letreiro do estabelecimento. E então se lembrou de algo: ― Naquele ano em que a nossa cadela Queen foi atropelada minha mãe e eu levamos ela para um desses lugares para tratar e arrumar os bichinhos, e depois de a doutora examinar a Queen, ela vendeu remédios pra gente. ― Virou-se novamente-, desta vez afastando-se da janela e caminhando em direção á porta, pois sabia que talvez tivesse de correr após terminar a frase. ― Visto que as vezes você age como uma cadela, talvez encontremos remédio pra sua orelha lá. ― E correu, rindo baixo, sendo seguida por Mr. Jingles até o quarto onde Demyan e Diana a receberam com olhares desconfiados.

    Spoiler:
    O B J E T I V O S
    > Encontrar remédios para seus amigos.
    > Encontrar um CD novo do Queen.


    #1224

    Spoiler:


    Local:Casa O5 — Rua | Saúde: 1OO% | Empunhando: Caixinha de balas
    Interações: Próximo a Julliette

    ________________________________________________________________________________________________________

            A manhã não podia ser mais harmoniosa para Horus. Não sabia o motivo, mas sentia-se sempre muito bem quando os primeiros raios de sol surgiam no céu. Por esse motivo, acordava cedo todos os dias, apenas para desfrutar de sua janela a visão do globo amarelado despertando.
         Neste dia não foi diferente. O egípcio pôs-se de pé por volta das 4h30 da manhã. No maior silêncio afim de não acordar suas colegas de casa, desceu as escadas nas pontas dos pés, habituado a tal ato. Pegou um copo d’água e um livro antigo e abriu a porta da frente, encontrando-se no lado externo da casa. Sentou-se em seu banquinho de sempre, acomodou o copo no chão, cruzou as pernas e abriu o objeto em mãos, folheando até a página 45.

         ”- A vida é uma coisa maravilhosa – disse o Dr. Brannon numa golosse assim muito beata. – Os processos da vida, a estrutura do organismo humano, quem pode compreender inteiramente esses milagres? O Dr. Brodsky naturalmente é um homem notável. O que está lhe acontecendo é o que tem que acontecer com qualquer organismo humano normal, contemplando os atos das forças do mal, os feitos do princípio da destruição. Você está sendo transformado em são, você está ficando sadio. -“ recitou o diálogo em seu tom de voz normal, olhando para sua direita, notando que estava sozinho. Voltou a atenção para as palavras, terminando mais um capítulo do livro “Laranja Mecânica” — o qual já deveria ter lido umas cinco ou seis vezes.
         Apenas fechou o exemplar quando notou a mudança de tonalidade do céu. Bebericando um pouco do líquido, apoiou os cotovelos nos próprios joelhos e ficou a admirar a visão, perdido em seus próprios pensamentos.

         Horus nem sequer percebeu a passagem de tempo ocorrida. Estava tão atônito dentro de seu banco de memórias que em um piscar de olhos já era possível ouvir o barulho do acampamento acordando. Por isso, decidiu retirar-se, voltando para dentro de seu alojamento. Colocou o copo virado de cabeça-para-baixo na pia, levou o livro para a mesa de centro e então foi até seu quarto. Fez sua reza matinal, vestiu-se com uma calça jeans e uma camiseta qualquer, calçou um par de tênis já esfolados e saiu para a rua, antes lembrando de pegar suas balas de laranja.
         Por coincidência do destino ou algo parecido, quando o moreno colocou os pés para o outro lado da porta, um barulho estranho surgiu. Procurando o que era, o egípcio olhou para o céu, vendo então um helicóptero aproximar-se do alojamento. Petrificou, sem saber o que fazer. A voz de Julliette despertou-o aos gritos — como reflexo, tateou o próprio corpo, esquecendo-se de que não andava com seu armamento dentro do acampamento. Por sorte — ou piedade? — o helicóptero saiu da mesma forma como chegou, deixando alguns zumbis despertos do lado de fora. O psicólogo olhou ao seu redor, vendo as pessoas tão perdidas quanto ele. Seus olhos caíram então em Jullie. Notou sua feição, e sabia o que isso significava. Balançou a cabeça em negativa — ela não podia se cobrar desta maneira.


    #1225

    Spoiler:


    Local: Casa 12 Pátio| Saúde: 1OO% | Empunhando: Fuzil Colt M4A1
    Interações: Charlie e Jullie
    Próximo aos outros moradores

    ________________________________________________________________________________________________________

            Foi outra manhã em que acordou mais cedo que o esperado, já fazia tempo que estava acordado e atirado na cama cantarolando uma música ou outra, não estava com a mínima vontade de se levantar, mas as noites mal dormidas não eram desculpas para que ele não fosse cumprir suas funções, tinha certeza que os outros moradores da casa já estava de pé, então era hora de se mostrar um bom exemplo. Logo ao terminar de trocar sua calças, ouviu o distintivo, mas conhecido, som das hélices de um helicóptero, assim como uma comoção dos outros moradores que vinha do lado de fora, colocou rapidamente o sapato em seus pés, enfiou os cadarços para dentro dele, pegou seu fuzil encima da bancada em seu quarto e desceu correndo para o andar de baixo.
    ― Charlie! Fique aqui dentro! ― Gritou, mesmo sem ter certeza de que o garoto estava ali, e assim abriu a porta para o lado de fora e a puxou com força para fechá-la novamente.
    Finalmente teve a chance de avistar o helicóptero que pairava no acampamento, notou que se tratava de militares, por instinto puxou o fuzil e mirou na direção do piloto, ele simplesmente não tinha confiança de que aquilo se tratava de qualquer tipo de ajuda. Alguns segundos depois pode ouvir a líder pedir para que os outros moradores também pegassem suas armas, analisou novamente e pode perceber a mira em Alcide, o dedo para apertar o gatilho chegava a coçar, mas não podia arriscar um confronto sem necessidade. Minutos se passaram até que ele partisse, e Sean baixasse a arma ao observar ele partir na distância, se perguntava qual foi o sentido disso, e apressou os passos para se aproximar de Jullie.
    ― Isso foi algo bem incomum. Significa que ainda existem militares por aí, agora o que ainda fazem de útil é o mistério. ― Dava para perceber que a maioria dos moradores estava incrédulo com a situação, ele também estava, embora não quisesse demonstrar.


    #1226

    Spoiler:


    Local: Alphaville Porta de Jullie | Saúde: 1OO% | Empunhando: Revolver Anaconda preso á roupa.
    Interações: Caesar

    ________________________________________________________________________________________________________

            Com o estômago saciado de pão e café do desjejum matutino, Baron lavava tranquilamente a lataria da Captiva, estacionada nas proximidades de uma das quadras de esportes do condomínio. O balde continha água reaproveitada da chuva e algum sabão que Verônica sempre cedia dentre os produtos de limpeza do salão de festas. A esponja, já surrada, fazia seu trabalho da maneira que podia, enquanto a mente de Baron sequer acompanhava seus movimentos. Ele estava pensando em cigarros novamente, estava ficando cada vez mais difícil encontrá-los, e diminuir a frequência entre um e outro começava a se tornar doloroso. Naquele mesmo instante ele reservava um, atrás de sua orelha, tentando ao máximo conter seu desejo de acende-lo ali mesmo, havia prometido para si que aquele permaneceria ali até a hora do almoço…
            Esfregava o vidro do motorista quando o som do helicóptero o alcançou, fazendo-o desviar a atenção para o céu, identificando facilmente a aeronave que era pilotada na direção do acampamento. Era esperto demais para assumir que estavam a salvo, que o governo estava buscando sobreviventes para restabelecer a sociedade e civilização. Largou a esponja no chão, sem sequer pensar, e pôs se a correr, saindo do isolamento daquela área praticamente inabitada do acampamento. Buscava o rosto de sua família enquanto se dirigia para a frente da residência que comportava a enfermaria – a qual pretendia evitar por um tempo, dado o retorno de Faraday – mas lá encontrou somente seu irmão, Caesar, sob a soleira da porta da casa de Jullie, atônito a encarar o céu.
           
    ― Você é estúpido ou o que? Vai ficar a céu aberto? ― Chegou pondo a mão sob o peito do irmão, empurrando-o para dentro da casa enquanto proferia palavras em seu habitual tom de voz comedido. Olhou para trás, vendo o helicóptero planar metros acima da cabeça de todos os imbecis com suas pistolinhas apontadas, se não estivesse em uma situação tão envolta em tensão, teria rido.